Três semanas depois, a AEW voltou ao seu dia habitual e transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TNT, a partir da Agganis Arena em Boston, Massachusetts, rumo ao Full Gear do dia 13 de Novembro.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

CM Punk venceu Bobby Fish
– MJF venceu Bryce Donovan
– TNT Champion Sammy Guevara venceu Ethan Page
– Hikaru Shida venceu Serena Deeb (Primeira ronda do TBS Women’s Championship Tournament)
– Jon Moxley venceu Preston “10” Vance (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament)
– Dark Order (Evil Uno, John Silver, Colt Cabana & Stu Grayson) venceram The Elite (AEW World Champion Kenny Omega, Adam Cole & Young Bucks)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– CM Punk venceu Bobby Fish: Este combate de abertura começou de forma lenta, mas agressiva, sendo que CM Punk aumentou a velocidade para ter algum ímpeto, mas Bobby Fish com um grande pontapé na perna do seu adversário, virou o combate a seu favor.

O “Infamous” dominou durante vários minutos, mas CM Punk não veio com vontade de perder o seu primeiro combate no Dynamite e começou a equilibrar. Porém, Bobby Fish fez questão de atacar a perna esquerda do seu adversário sempre que tinha oportunidade. Ainda assim, no final CM Punk conseguiu acertar o seu GTS e venceu este combate, apesar de alguma controvérsia na contagem de 3 do árbitro.

A seguir tivemos Malakai Black a dizer que dividiu toda a Nightmare Family e que fez o público da AEW odiar Cody Rhodes, e que a história entre eles ainda não acabou.

– MJF venceu Bryce Donovan: MJF atacou o seu adversário à traição e pouco depois acertou o Heat Seeker para a vitória.

Já depois do combate ter terminado, MJF pegou no microfone e começou a insultar as mulheres de Boston, isto antes de virar a sua atenção para Darby Allin e acusá-lo de ter medo de ir trabalhar e que já nada o impede de cumprir o seu destino de ser AEW World Champion.

Depois de gozar com a presença de Sting, as luzes da arena apagaram-se e tivemos mesmo Sting no ringue a atacar Shawn Spears e Wardlow. MJF fugiu do ringue, mas no meio do público estava o regressado Darby Allin, que atacou o “Chairman”, enquanto o seu rival via.

O segmento terminou com Darby Allin a desafiar MJF para um combate no Full Gear.

Nos bastidores, a AEW Women’s World Champion Britt Baker ficou irritada por saber que no Rampage vai ter de enfrentar Abadon num combate sem desqualificações (Trick or Treat Match) e que caso esta última vença terá uma oportunidade pelo título no futuro. Britt Baker não se mostrou preocupada e disse que tem alguns truques na manga.

– TNT Champion Sammy Guevara venceu Ethan Page: Os dois lutadores começaram a lutar ainda antes do árbitro dar o início ao combate, sendo que foi Sammy Guevara que dominou essa brawl e por isso conseguiu controlar os primeiros minutos de embate quando este começou de forma oficial.

Ethan Page virou o combate a seu favor com alguma batota à mistura e acabou por dominar o TNT Champion durante alguns minutos, mas já se sabe que quando o “Spanish God” mete o pé no acelerador é um lutador bastante complicado de parar.

Os minutos final foram extremamente equilibrados, com os dois lutadores a terem várias hipóteses de vencer este combate, mas no final com um Jacknife Pin, Sammy Guevara reteve o seu título.

Assim que o combate terminou, Ethan Page e depois acompanhado por Scorpio Sky atacaram Sammy Guevara, mas os restantes membros dos Inner Circle vieram em ajuda do TNT Champion.

Chris Jericho pegou então no microfone e insultou os Men Of The Year e depois informou que o combate entre as duas equipas no Full Gear será uma Minnesota Street Fight.

Nos bastidores, Bryan Danielson e Eddie Kingston foram entrevistados e o “Mad King” estava irritado por o seu adversário acusá-lo de não dar no duro e que ele tem de lutar todos os dias para não se irritar com ninguém e ir preso, pois está a viver o seu sonho.

Já depois do “Mad King” ter saído de cena, o “American Dragon” explicou que é este o Eddie Kingston que quer enfrentar e que ele é um dos lutadores mais duros que existe no mundo do wrestling, mas que isso não interessa, pois no Rampage ele vai provar que é o melhor lutador do mundo.

Ainda no backstage, os AEW World Tag Team Champions Lucha Bros foram entrevistados e falaram dos sacrifícios que fizeram na sua carreira, e que no Full Gear querem colocar os seus títulos em jogo contra os FTR.

– Hikaru Shida venceu Serena Deeb (Primeira ronda do TBS Women’s Championship Tournament): O combate entre as duas rivais começou de forma agressiva e foi Hikaru Shida que dominou os primeiros minutos, mas Serena Deeb nunca se deixou ficar e tivemos uma guerra entre as duas.

Hikaru Shida usou sempre que pôde os seus strikes para ter vantagem, mas Serena Deeb veio com um plano de jogo bastante bem estudado que era atacar a perna esquerda da sua rival para a tentar fazer desistir.

As quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes e Serena Deeb tentou vencer com batota, mas não conseguiu. No final e com um pin rápido, Hikaru Shida venceu pela 50ª vez na AEW e avançou no torneio.

Serena Deeb ficou com azia por ter perdido e atacou a sua rival de forma bastante agressiva, tendo usado uma cadeira e o seu Serenity Lock na perna esquerda de Hikaru Shida, numa tentativa de lesionar a lutadora nipónica.

Nos bastidores, Dante Martin e Lio Rush foram entrevistados e com a lesão de Mike Sydal, no Rampage iremos ter Matt Sydal vs Dante Martin. O “Man Of The Hour” prometeu que o jovem lutador irá vencer este embate, ao contrário dos outros dois combates que já teve contra o veterano.

– Jon Moxley venceu Preston “10” Vance (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament): Jon Moxley veio ao ringue bastante mal-disposto e quem pagou foi Preston “10” Vance, pois o “Death Rider” destruiu o lutador da Dark Order tendo-o deixado a sangrar fora do ringue.

Preston “10” Vance ainda tentou dar luta, mas hoje não era o dia dele, e depois do Paradigm Shift, Jon Moxley carimbou a sua passagem para a meia-final deste torneio.

Nos bastidores, os AAA World Tag Team Champions FTR foram entrevistados e aceitaram o desafio dos Lucha Bros para o combate no Full Gear, prometendo que no evento irão voltar a ser campeões da AEW como merecem.

De regresso ao ringue, tivemos Cody Rhodes a explicar que venceu Malakai Black, mas que antes de acertar o Tiger Driver 98 pensou em acertar outro golpe, mas isso era o caminho mais fácil, e depois de apontar várias coisas que podia fazer se seguisse o caminho mais fácil afirmou que nunca iria fazer o turn.

A seguir, Cody Rhodes começou a elogiar toda a Nightmare Family e foi quando Andrade El Idolo apareceu e começou a insultar o “American Nightmare”. Depois, o mexicano chegou ao ringue e as luzes apagaram-se, e quando voltaram estava Malakai Black em ringue.

Os dois lutadores atacaram Cody Rhodes, sendo que Arn Anderson ainda tentou ajudar, mas sem efeito. Quem acabou por aparecer foi PAC, que despachou os dois lutadores que tiveram de ser retirados de cena por vários árbitros.

O main event deste Dynamite teve uma temática de Halloween, com os lutadores a virem para o ringue mascarados. A The Elite vestida de Ghostbusters, e a Dark Order veio com Evil Uno mascarado de “Hangman” Adam Page, Stu Grayson de Kratos, John Silver de Bambi e Colt Cabana de Brandon Cutler.

– Dark Order (Evil Uno, John Silver, Colt Cabana & Stu Grayson) venceram The Elite (AEW World Champion Kenny Omega, Adam Cole & Young Bucks): A Dark Order entrou melhor neste combate, tendo dominado por vários minutos, mas a The Elite acabou por isolar Stu Grayson e dominar este main event por mais tempo.

Porém, o lutador da Dark Order conseguiu fazer o tag a Colt Cabana, que entrou com tudo, sendo que foi parado por alguns momentos, mas John Silver veio ao ringue e virou o combate do avesso Ainda assim, a The Elite deu início à Superkick Party e quase venceram este embate.

O caos ficou instalado de tal forma que Adam Cole acertou um Superkick no árbitro e a The Elite aproveitou para fazer o máximo de batota possível.

Já com o fantasma dos Ghostbusters dentro do ringue, o cavalo da Dark Order veio ao ringue a correr, tendo sofrido um ataque bastante agressivo por parte da The Elite, sendo que quando o desmascararam, era Brandon Cutler, pois quem estava dentro da máscara de fantasma era “Hangman” Adam Page.

Este virou o combate do avesso tendo destruído The Elite, em especial Kenny Omega com um Deadeye. No meio desta confusão toda, o árbitro ainda acordou a tempo para contar o pin quando John Silver acertou o seu Spinning Backbreaker para a vitória.

O Dynamite terminou com “Hangman” Adam Page e a Dark Order a festejar esta vitória.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

11 Comentários

  1. Stable1 mês

    Que main event fantástico

  2. Gostei:
    – CM Punk vs Bobby Fish. Um combate agressivo que foi aumentando de ritmo. Foi uma ótima disputa para começar, mas era difícil falhar com estes 2 em ring.
    – Malakai Black fala sobre Cody. Parece que esta feud vai continuar… É uma boa promo de Malakai.
    – Promo de MJF. Este segmento foi, todo, ótimo. Desde a fantástica promo de MJF, até a Sting aparecer e o regresso de Darby Allin, com aquele skate cheio de pioneses. O segmento termina com Allin a desafiar MJF para um combate no Full Gear.
    – Sammy Guevara vs Ethan Page pelo título. O combate começou logo agressivo dado já a história entre as stables de ambos os homens. Sammy protagonizou excelentes spots e isto resultou num ótimo combate, com retenção de título. Após o combate, a brawl entre ambos continuou, com os restantes membros de cada stable a aparecer e os Inner Circle, assim, a confirmar o seu combate com a America’s Top Team no Full Gear.
    – Entrevista com Eddie Kingston e Bryan Danielson. Se este combate for tão bom quanto a promo, então isto vai ser divertido. Um ótimo segmento que aumentou bem o meu hype para este combate.
    – Hikaru Shida vs Serena Deeb. Mais uma vez, estas 2 protagonizaram um ótimo combate, mas com vitória de Shida desta vez. Espero que ambas tenham o combate decisivo no Full Gear, merecem um spot no card após estes 2 combates. Após o combate, Serena ataca Shida com uma cadeira. Bom trabalho aqui.
    – Entrevista com Lio Rush e Dante Martin. Rush dá hype ao combate entre Martin e Matt Sydal. Parece que Dante Martin está num lento heel turn e, francamente, não me importo nada, com Lio Rush a seu lado, ainda melhor.
    – Promo de Cody Rhodes. Ele recusa-se a virar heel. Andrade interrompe e, eventualmente, Malakai Black aparece e ataca Cody bem como Arn Anderson, até Pac aparecer para salvar. Um ótimo segmento aqui. Virem lá o Cody heel, é o caminho certo.
    – Dark Order vs The Elite. É o vosso típico 8-man tag da AEW, que não tem nada de mal. Hangman Page ajuda a Dark Order a vencer num bom main event.

    Não Gostei:
    – MJF vs Bryce Donovan. MJF derrota-o em menos de 1 minuto. Foi desnecessário, podiam ter feito só a promo.
    – Entrevista com a Britt Baker e as suas companheiras. Queriam aumentar o hype para Baker v Abadon no Rampage, mas não funcionou assim muito bem.
    – Entrevista com os Lucha Bros. Os Lucha Bros aceitam dar um combate pelos títulos aos FTR. De resto, nada demais aqui.
    – Jon Moxley vs Preston ‘10’ Vance. Nada demais aqui. Não foi bom, mas também não foi mau.
    – Entrevista aos FTR. Eles aceitam os desafio dos Lucha Bros, mas muito tal como a entrevista dos campeões, nada demais.

    Overall: 7/10. Em geral, foi um bom episódio. Sammy vs Page, Shida vs Deeb, promo de MJF e Punk vs Fish são os destaques para mim. Pela negativa, só alguns dos segmentos que foram mesmo ineficazes e a squash de MJF que nada trouxe ao show.

  3. Kay Orton4 semanas

    Eu NÃO sei explicar o quão divertido e engraçado foi assistir Dark Order vs The Elite 🤣🤣🤣
    Cara assistam esse combate completo, da entrada até o final é simplesmente maravilhoso KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  4. lol4 semanas

    Mais um excelente Dynamite que provavelmente muitos dos users daqui não apreciaram já que só sabem comentar “noticias” em vez de realmente falarem da qualidade dos shows.

  5. Mais um episódio consistente. Destaco: o opener entre CM Punk e Bobby Fish; o angle após a vitória de MJF e nova promo muito boa da parte deste último; o segmento após a retenção do TNT Championship por parte de Sammy Guevara (é incrível constatar como Chris Jericho continua tremendamente over bem como a sua theme song); Hikaru Shida vs Serena Deeb II (combate da noite — esta é para os críticos da divisão feminina da AEW — e pós-match intenso); e o bom main event com uma vibe mais goofy e de house show com a swerve final de ‘Hangman’ Adam Page.

  6. L26MC4 semanas

    Que ótimo show! Se foi um show com ótimos combates? Não. Mas teve um grande entretenimento do início ao fim, quer nos segmentos quer nos combates.

    Punk vs Fish – Gostei, embora esteja longe do que espero de um combate do Punk, mas bom combate. Acho que este Fish vem ajudar e muito a AEW, espero que ele consiga construir uma boa série de vitórias por agora e ter uma primeira boa rivalidade.

    Guevara vs Ethan – Grande combate, não gostei do desfecho, a AEW abusa demasiado destes finais com pins surpresa, começo a achar isso demasiado banal para acabar combates importantes.
    O Guevara é um talento enorme, espero que como os anteriores campeões TNT, ele também consiga aproveitar o título para elevar-se e consolidar-se de vez.

    Moxley vs 10 – Esperava que o 10 desse alguma luta, depois da AEW mostrar imagens de promo do show em que aparecia o Brodie Lee a proferir palavras de confiança ao 10, no passado. Grande atropelamento que o Moxley, deu.

    Dark Order vs The Elite – Que combate tão bacano de se assistir, teve qualidade, surpresas, bom entretenimento etc… Fez todo o sentido a Dark Order vencer o mesmo.

    Continuo a ser teimoso e vou dizer que o Page não deverá tirar o título ao Omega, mas se for excelente na mesma. A AEW precisa de um lutador que dê audiências ao show como campeão principal. Mas infelizmente a AEW não consegue criar estrelas a esse ponto, pelo menos para já.

    • Pro wrestling not sports entertainment4 semanas

      Page é de longe o wrestler mais over dos USA de momento, toda a gente o adora

    • L26MC4 semanas

      Para os fãs da AEW é um dos, para os fãs de wrestling nem tanto. Para mim o Bryan dava mais audiências como campeão do que propriamente o Page, só não meto o Punk ao barulho porque este está ainda a ganhar ritmo e nem encaixa para já em nenhum história em torno do título ou main event.

      Mas faz todo o sentido ser o Page o próximo campeão mundial pela história que têm com o Omega, só estou a referir que a AEW de futuro precisa de um nome globalmente conhecido como campeão mundial, se quer um dia sonhar em ter grandes audiências.

  7. Anónimo4 semanas

    Bom combate entre o Punk e Bobby Fish. Boa promo do MJF. Gostei do combate do Ethan Page vs Sammy Guevara. Bom combate entre a Hikaru Shida e Serena Deeb. Destaco também o main event, foi um combate divertido de assistir.

  8. Pro wrestling not sports entertainment4 semanas

    Mais um óptimo show do melhor produto de wrestling dos EUA indiscutívelmente!

    Combate da noite:Shida vs Serena, mais um óptimo combate, teve quase tanto tempo como o queens crown!

    Promo da noite:MJF meus amigos não falha, em Stamford nunca na vida ia ter esta liberdade nas promos, esquecam la isso, ta aqui e em 2022 vai roubar o título do page

    Dúvida da noite:Não entendo esta união Black/Andrade

    Outros
    -Bom combate pelo TNT e boa decisão em por o combate street fight, dá mais interesse a coisa
    -Cody lá caminha para o seu turn, vai demorar, mas long term booking meus meninos, nem todos sabem fazer
    -Gosto desta versão do Mox e o combate foi o que tinha de ser, vai pra heel também
    -O ME foi muito bom também, Page ta tão over, tem e vai ganhar e a casa vai abaixo, esta história ja está a ser contada à dois anos

    • Pro wrestling not sports entertainment4 semanas

      Venha o próximo dynamite, passa tão rápido