A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição especial do Dynamite no canal TNT, a New Year’s Smash a partir do Daily’s Place em Jacksonville, Flórida, rumo ao Battle Of The Belts do dia 8 de Janeiro de 2022.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood), Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen) & Matt Hardy venceram AEW World Tag Team Champions Lucha Bros (Rey Fenix & Penta El Zero Miedo), Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus) & Christian Cage
– Daniel Garcia & 2Point0 (Jeff Parker & Matt Lee) venceram Eddie Kingston & Proud and Powerful (Santana & Ortiz)
– Wardlow venceu Colin Delaney
– Jade Cargill venceu Thunder Rosa (Semi-final do TBS Women’s Championship Tournament)
– Adam Cole, Kyle O’Reilly & Bobby Fish venceram Orange Cassidy & Best Friends (Trent & Chuck Taylor)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood), Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen) & Matt Hardy venceram AEW World Tag Team Champions Lucha Bros (Rey Fenix & Penta El Zero Miedo), Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus) & Christian Cage: De forma inesperada, este opener começou de forma algo lenta e foi o quinteto liderado por Christian Cage que dominou os primeiros minutos, mas a equipa dos FTR e da Hardy Family Office conseguiu isolar primeiro Jungle Boy e depois Rey Fenix para assim dominarem durante algum tempo.

Ainda assim, o luchador conseguiu aguentar a ofensiva dos seus adversários e quando fez o tag a Luchasaurus este virou o combate do avesso, sendo que com o passar dos minutos o caos ficou instalado. A rivalidade entre os Lucha Bros e o trio liderado por Christian Cage acabou por ser o erro que causou a sua derrota, pois os FTR aproveitaram para acertar o seu Big Rig no “Instant Classic” e assim venceram este embate.

– Daniel Garcia & 2Point0 (Jeff Parker & Matt Lee) venceram Eddie Kingston & Proud and Powerful (Santana & Ortiz): Este Trios Match começou de forma agressiva e caótica, e como seria de esperar, isso fez com que Eddie Kingston, Santana & Ortiz dominassem os primeiros minutos, mas Daniel Garcia & 2Point0 usaram alguma batota para virar o combate a seu favor.

O trio controlou Ortiz durante algum tempo, mas este conseguiu fazer o tag a Eddie Kingston, que veio com tudo para o ringue e o ímpeto voltou a estar do lado da sua equipa. No entanto e do nada, Matt Lee com um pin rápido em Santana, enquanto segurava as suas calças, venceu o combate para a sua equipa.

O trio de Daniel Garcia & 2Point0 continuou o seu ataque já depois do combate terminar, isto até Chris Jericho fazer o seu regresso à AEW e correr com os seus rivais do ringue.

No entanto, Eddie Kingston não gostou do apoio de Chris Jericho e o segmento terminou com os dois a terem de ser separados para não lutarem.

A seguir ouvimos MJF a dizer que Sting quase o matou e que se ele trabalhasse numa empresa mais profissional, este teria sido despedido. O “Salt of the Earth” insultou CM Punk, mas virou as suas atenções para Wardlow e explicou que este tem de ganhar o Ladder Match que lhe dará a hipótese de lutar pelo TNT Championship, e quando ele conquistar o título, então terá de lho dar. MJF fechou o segmento dizendo que vai ser AEW World Champion e TNT Champion ao mesmo tempo.

Nos bastidores, os Lucha Bros (Rey Fenix & Penta El Zero Miedo) iam ser entrevistados, mas Christian Cage e os Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus) interromperam a entrevista e tivemos um desafio para um combate pelos AEW World Tag Team Championships, desafio esse que foi aceite no meio de alguns insultos.

– Wardlow venceu Colin Delaney: Como seria de esperar, Wardlow usou a sua força e depois de quatro Powerbombs venceu o combate.

Já depois do combate terminar e como é habitual, Shawn Spears deu uma cadeirada em Colin Delaney.

Nos bastidores, a SuperKliq (Adam Cole, Matt & Nick Jackson) estava a conversar e deu para perceber os problemas entre os Young Bucks e os reDRagon (Bobby Fish & Kyle O’Reilly), e as coisas ainda ficaram pior quando Kyle O’Reilly pediu para falar a sós com Adam Cole. O novo lutador da AEW explicou que sabe que Bobby Fish o vai apoiar no main event, mas ainda não percebeu se Adam Cole está do seu lado ou não.

No ringue tivemos Dan Lambert e os Men Of The Year a insultar Cody Rhodes, Arn Anderson e Brandi Rhodes, com o líder da American Top Team a dizer que o “American Nightmare” só tem sucesso porque fez um acordo com Tony Khan. Brandi Rhodes veio ao ringue pronta para enfrentar Dan Lambert, mas Dustin Rhodes não deixou que isso acontecesse, mas acabou por ser atacado por Ethan Page & Scorpio Sky.

Em seguida tivemos um video package a promover o segundo combate entre o AEW World Champion Hangman Page e Bryan Danielson, que irá acontecer no Dynamite da próxima semana.

– Jade Cargill venceu Thunder Rosa (Semi-final do TBS Women’s Championship Tournament): Os primeiros minutos da segunda semi-final do torneio que irá definir a primeira TBS Women’s Champion foi bastante equilibrada, com Thunder Rosa e Jade Cargill a lutarem tanto dentro como fora do ringue. Depois de minutos de equilíbrio, a maior força de Jade Cargill veio ao de cima, mas Thunder Rosa sempre que podia fazia da perna esquerda da sua rival o seu alvo preferencial de ataque.

A estratégia de Thunder Rosa parecia estar a funcionar na perfeição, mas uma distracção causada por Smart Mark Sterling permitiu a uma pessoa mascarada atacar a mexicana, e isto abriu espaço para Jade Cargill aplicar o Glam Slam e vencer o embate, seguindo para a final do torneio.

Assim que o combate terminou, Thunder Rosa tentou atacar Jade Cargill, mas a lutadora mascarada voltou ao ringue e voltou a atacar a mexicana. Quando a lutadora se desmascarou, vimos que era Mercedes Martinez, e o ataque durou até que Ruby Soho veio ao ringue em auxílio de Thunder Rosa.

De seguida tivemos um video package a promover o combate entre a AEW Women’s World Champion Britt Baker e Riho que irá acontecer no Battle Of The Belts do próximo dia 8 de Janeiro de 2022.

No ringue tivemos CM Punk, pela primeira vez no Daily’s Place, que começou por felicitar Jim Ross por este estar de volta e de como ele é o melhor comentador de sempre. A seguir, o “Second City Savior” falou de Brodie Lee e de como o tributo a este foi o que o fez querer vir para a AEW.

Por fim, CM Punk falou de MJF e afirmou como este é um troll da internet na vida real, e que se este não quer mais nada com ele tudo bem, que ele tem mais que fazer e quer ser AEW World Champion. CM Punk afirmou que sabe que MJF também quer ser campeão, mas seria uma pena que alguém lhe estragasse os planos.

A seguir tivemos o FTW Champion Ricky Starks, que voltou a falar de Dante Martin e de como este recusou a Team Taz, estragou-lhe a carreira e irá perceber isso quando voltar a entrar em ringue com Powerhouse Hobbs.

O video package que vimos a seguir foi de Hikaru Shida e Serena Deeb, com as duas a mostrar que a rivalidade entre elas ainda não terminou.

De regresso ao ringue tivemos Brian Pillman Jr., que explicou que só tentou proteger o seu amigo Griff Garrison, mas que não vai bater à porta da “House of Black”, pois é isso que Malakai Black quer. Ainda assim, o jovem quer enfrentá-lo no próximo Dynamite. Malakai Black apareceu do nada, tendo apontado para o seu adversário antes de desaparecer.

A seguir tivemos os The Acclaimed a dizer que Anthony Bowens vai destruir Darby Allin no Rampage New Year’s Smash, já este último explicou que existem muitas pessoas que tentaram pará-los, mas a única coisa que fizeram foi tentar e que ele irá vencer o combate.

Logo a seguir tivemos um video package sobre uma Street Fight que irá acontecer no Rampage New Year’s Smash entre a equipa das TayJay (Tay Conti & Anna Jay) e a dupla de The Bunny & Penelope Ford.

– Adam Cole, Kyle O’Reilly & Bobby Fish venceram Orange Cassidy & Best Friends (Trent & Chuck Taylor): O main event começou de forma agressiva e equilibrada e quando parecia que os Best Friends iam ficar no controlo, com alguma batota à mistura o trio de Adam Cole, Kyle O’Reilly & Bobby Fish conseguiu isolar Chuck Taylor.

O mais robusto dos três lutadores dos Best Friends foi dominado durante algum tempo, mas conseguiu sobreviver e fazer o tag a Trent, que entrou com tudo e o trio acabou a ter o ímpeto do seu lado por alguns minutos. O caos ficou instalado e a luta aconteceu tanto dentro como especialmente fora do ringue, e já dentro deste as quase vitórias foram começando a ser cada vez mais frequentes.

No final, Kyle O’Reilly acertou uma boot em Adam Cole de forma inadvertida e isso abriu espaço para os Best Friends quase vencerem. No entanto, uma interferência dos Young Bucks abriu espaço para que os reDRagon acertassem o Chasing the Dragon e vencessem este main event.

O Dynamite New Year’s Smash terminou com os reDRagon (Bobby Fish & Kyle O’Reilly) em ringue e a SuperKliq (Adam Cole & Young Bucks) fora deste, parecendo que os problemas do grupo continuam presentes.


O que achaste deste AEW Dynamite New Year’s Smash?

11 Comentários

  1. joao (diferenciado)3 semanas

    atão o Cody vence um face no Sammy Guevara, dá sinais de heel e vai feudar com… Lambert/ATT? zero sentido. se esta é a maneira de meter a crowd de volta a apoiá-lo, não vai resultar.

  2. Show parece que foi bom, pena que peguei só o final…

    • Pro wrestling not sports entertainment3 semanas

      Mas tens aconoanhado os shows sequer? Eles já estavam eu feud antes disso, o Lambert já tá a dar sinais e a meter lenha para a fogueira para o turn, mas é normal que não acompanhes e percebas, quem acha o crown jewel o ppv do ano!

    • Pro wrestling not sports entertainment3 semanas

      O comentário é pra o João (diferenciado)

    • Crown jewel ppv do ano? Vi 3 ppv da AEW melhores. O All Out arrisco-me a dizer que foi o melhor que já vi, e os críticos apontam não só como o melhor ppv do ano como candidato ao melhor de sempre

    • Trouble, tente explicar isso pra um fanboy.

    • Pro Wrestling Not Sports Entertainment3 semanas

      Atenção que a escolha foi dele, eu so lhe estava a tentar explicar a historia, coloquei o comentario foi no sitio errado! Eu cá acho que foram os 4, mesmo o botch do revolution nao apaga o resto do PPV! Votou em tudo pró WWE, por isso e natural que so venha para os posts sobre AEW mandar postas de pescada

    • joao (diferenciado)3 semanas

      lembro-me do trouble dizer, nos comentarios do crown jewel, “Aceita que as pessoas podem ter opiniões diferentes”. acho que se aplica aqui.

    • Não vi o Revolution, pelo que sei foi bom mais um pouco hoverhyped.
      E eu expressei a minha opinião, para mim ouve 3 melhores e o All Out foi mesmo muito melhor, não ataquei a tua opinião, só expressei a minha discórdia. Era como alguém vir dizer que o Bret Hart não sabia lutar, tem direito á sua opinião, mas eu tenho o direito se achar que não faz sentido

  3. El Cuebro3 semanas

    Estranho que o show não passou aqui no Brasil pelo canal Space, alguém sabe por que não?

  4. Anónimo.3 semanas

    Destaco o main event foi um bom combate.