Depois do All Out do passado domingo, a AEW transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do seu novo programa televisivo de 1 hora, o Rampage no canal TNT, a partir da Fifth Third Arena em Cincinnati, Ohio.

O AEW Rampage é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

Andrade El Idolo venceu PAC
– Ruby Soho, Riho & Kris Statlander venceram AEW Women’s World Champion Britt Baker, Jamie Hayter & Rebel
– Brian Pillman Jr. venceu Max Caster

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Andrade El Idolo venceu PAC: O combate de abertura do Rampage começou de forma equilibrada, sendo que acabou por ser PAC que esteve no controlo deste embate durante algum tempo, mas o lutador mexicano conseguiu virar o ímpeto a seu favor.

O domínio de Andrade El Idolo durou vários minutos, mas o “Bastard” equilibrou este opener e os minutos finais foram de um equilíbrio extremo, com os dois lutadores a quase vencer. No final e com o árbitro distraído, Chavo Guerrero acertou em PAC com um tablet e ajudou Andrade El Idolo a vencer o combate.

Ainda assim e já depois do combate ter terminado, Andrade El Idolo atacou Chavo Guerrero de forma surpreendente, sendo que os Death Triangle também atacado o antigo lutador.

A seguir tivemos Darby Allin e Sting em ringue e o lendário lutador insultou Tully Blanchard e os dois aceitaram o desafio que o manager e Shawn Spears lançaram no Dynamite. No final do segmento, Tully Blanchard distraiu Darby Allin e Sting e isto permitiu a Shawn Spears atacar o ex-TNT Champion, enviando assim uma mensagem enfática ao seu novo rival, que irá enfrentar na próxima semana.

De seguida tivemos um video package de Adam Cole a falar da criação dos The Elite na AEW e de como ainda não chegou ao seu auge e que irá destruir Bryan Danielson. Já o “American Dragon” expressou a sua vontade de enfrentar Kenny Omega no seu primeiro combate na AEW, mas deixou claro que quer enfrentar qualquer lutador da empresa.

– Ruby Soho, Riho & Kris Statlander venceram AEW Women’s World Champion Britt Baker, Rebel & Jamie Hayter: Ruby Soho, Riho & Kris Statlander entraram melhor neste Trios Match, mas a equipa liderada por Britt Baker colocou-se no controlo do combate e assim ficou durante vários minutos.

No entanto este domínio terminou e a equipa liderada por Ruby Soho virou o combate do avesso e a candidata principal ao AEW Women’s World Championship acabou por vencer este Trios Match depois de ter acertado um pontapé em Rebel.

– Brian Pillman Jr. venceu Max Caster: Brian Pillman Jr. entrou de forma bastante agressiva neste embate, tendo deixado Max Caster em apuros, mas o lutador dos Acclaimed conseguiu virar o ímpeto a seu favor e dominou durante alguns tempo.

No entanto, Brian Pillman Jr. não estava na sua cidade natal para perder o seu combate e começou a equilibrar, e depois de algumas quase vitórias o jovem lutador conseguiu vencer este main event.

Assim que o combate terminou, os Acclaimed atacaram Brian Pillman Jr., mas Jon Moxley veio em auxílio do jovem e os dois lutadores de Cincinatti terminaram este Rampage em alta.


O que achaste do AEW Rampage desta semana?

10 Comentários

  1. BRRM2 semanas

    O Andrade e o PAC estavam a dar um lindo combate até aos momentos finais do mesmo. Espero que uma rematch com mais tempo e um resultado limpo esteja no futuro.

  2. Dancan2 semanas

    Finalmente pudemos ver Andrade dando tudo de si na AEW, e no final PAC ainda conseguiu sair por cima.
    O Trio Match também foi muito bom e expressa o quanto a Women’s Division vem evoluindo neste ano. Espero que logo tenha uma Single Match entre Kris Statlander e Jamie Hayter, já que ambas possuem bastante química in ring.
    Por fim, um Main Event decente onde Pillman mostrou que será um grande nome no futuro do wrestling.

  3. Episódio bastante agradável. Com nada de especial, mas também nada de mau a apontar, bons combates, boas promos e destaque aos jovens da AEW.
    Só não percebi o ataque ao Chavo, ainda para mais quando foi graças a ele que o Andrade ganhou, mas vou esperar para ver que o Andrade explique antes de criticar. Parece-me que vem aí o Ric Flair para o acompanhar

    • canelax2 semanas

      Acredito q vai ser substituido pelo flair. Se bem q na minha opiniao ele ficava bem com o chavo criando um grupo latino, ate podiam fazer segmentos onde o chavo ensinava alguna do velhos truques do eddie guerrero po andrade usar nos seus combates ate podia ser considerado como uma forma d homenagear o latino heat

  4. Gostei:
    – PAC vs Andrade El Ídolo. Um combate fantástico com grandes exibições de ambos os homens. Várias manobras únicas de alto risco elevaram o nível do combate. Andrade vence com ajuda. O final não foi o melhor, mas ainda tivemos um combate incrível que recomendo a verem!
    – Após o combate, tivemos um festival de massacrar Chavo Guerrero. Primeiro Andrade, depois PAC e os Lucha Bros. Um bom segmento para, possivelmente, terminar a passagem de Chavo na AEW.
    – Darby Allin e Sting falam de Shawn Spears e Tully Blanchard. Eles são interrompidos pela lenda, antes de Spears atacar Alllin. Sting ajuda a parar o ataque. Um ótimo segmento para avançar esta feud algo estranha (não quero nada ver um Tully de quase 70 anos a lutar).
    – Promo de Adam Cole onde fala da The Elite, e de como ele ainda não chegou ao seu melhor mas já basta para derrotar Bryan Danielson e Christian. Bryan Danielson também faz uma promo onde diz que quer enfrentar Kenny Omega. A promo de Adam Cole foi melhor, mas são 2 ótimas promos.
    – Ruby Soho, Kris Statlander & Riho vs Britt Baker, Rebel (not Reba) & Jamie Hayter. O combate é bom, todas as mulheres tiveram a sua chance de brilhar. No entanto, ainda acho que o combate durou demasiado tempo.
    – Promo de Max Caster e Brian Pillman Jr. Promos básicas, mas eficazes com o pouco tempo que tiveram para as mesmas.
    – Brian Pillman Jr. vs Max Caster. O combate é decente, o público é que melhorou imenso o combate e ambos ainda tiveram boas exibições. No entanto, Anthony Bowen interferiu demasiadas vezes.
    – Após o combate, The Acclaimed atacaram Pillman mas Moxley salvou-o. Um bom final de show para mandar o público feliz para casa.

    Não gostei:

    Overall: 7/10. Após um Dynamite desapontante, o Rampage compensa com um show desfrutável e um combate incrível. O público também esteve brutal. No entanto, as interferências e os comentadores a promoverem outras coisas em vez dos combates tiraram algo.

  5. Kick_Ass2 semanas

    Andrade vs PAC estava a ser lindo! Pena o final mas percebe-se pois vai haver uma desforra, e da forma como o Chavo foi despachado penso que o Ric Flair vem a caminho.

    Onde estão os haters a falar que o Andrade está a ser mal usado?…. há que ter paciência ou querem um show de 4h como o Nick Khan quer ahaha

  6. Bom show, foi uma horinha que “passou a correr”. Destaco: o ótimo opener entre Andrade El Idolo e PAC, com o turn do mexicano em Chavo Guerrero Jr que a meu ver indicia a estreia de Ric Flair na AEW como manager do genro brevemente; o segmento que contou com Darby Allin, Sting, Tully Blanchard e Shawn Spears; e o pós-main event em que Jon Moxley apareceu para “salvar” Brian Pillman Jr.

  7. El Cuebro2 semanas

    Mais alguém notou que parecia ter um diamante desenhado no tablet que o Chavo usou para atacar o PAC? Uma possível pista da Tessa?!

  8. ??2 semanas

    Bom show.

  9. Anónimo2 semanas

    Bom combate entre Andrade e PAC, o fim não foi o melhor, mas tirando isso bom combate.