Faz login e reduz a publicidade

Artigo sobre “Divas” gera polémica na WWE

O site NoDQ.com publicou recentemente um artigo de opinião com duras críticas a várias “Divas” da WWE e que estas não deveriam fazer parte do WWE Evolution, o pay-per-view 100% feminino que a companhia irá realizar no final de Outubro.

O artigo chama-se “Divas damaging the Evolution” e não demorou muito a causar uma enorme polémica junto de algumas “Divas” da companhia, que entretanto já reagiram através das redes sociais.

As Bella Twins foram duas das mais criticadas, mas já receberam o apoio de várias colegas dentro da WWE. Carmella, Paige e Maria Kanellis foram algumas das mulheres da WWE que reagiram ao artigo.

Resumidamente, estas defenderam que todas as “Divas/Superstars” fazem parte da evolução da divisão feminina da WWE. Quem sem as “Divas” do passado não existira a divisão feminina que existe hoje. Pois foram algumas “Divas” mais atléticas que, a pouco e pouco, foram conquistando espaço na WWE e deram início a esta (r)evolução.

Entretanto também as Bella Twins reagiram ao artigo, explicando o que significa “evolução”.

E tu, que opinião tens? As “Divas” também devem fazer parte do evento WWE Evolution?

13 Comentários

  1. No Way Jose há 3 meses

    A WWE tá indo pela segunda vez este ano a um pais que trata a mulher com inferioridade. Cadê a Stephanie pra bater de frente ao marido ou ao pai pra dizer que é errado. Cadê alguma empoderada lutadora feminina pra protestar. Essa revolução é de faixada sempre foi, a WWE continua dando prioridade as divas que acha em book de modelagem em detrimento das reais lutadoras que vem das indys. Enquanto este ciclo vicioso continuar nunca será uma revolução. Me julgem pra dizer que estou errado

    • Há que saber separar as coisas… A WWE ir à Arábia Saudita apenas significa uma coisa: dinheiro. É um país “rico” que não se importa de pagar 50 milhões à WWE para esta lá ir fazer um show. A WWE tem duas hipóteses: aceitar ou recusar. Com o dinheiro que está envolvido, acho que faz bem em aceitar e procurar evitar problemas políticos/religiosos. Estamos a falar de uma empresa global, com centenas de trabalhadores. Não estamos a falar ali do “zé do café” que pode reclamar disto e daquilo e meter-se em qualquer protesto.

      As mulheres têm tido muito mais espaço hoje do que tinham há muitos anos atrás. Já é um habituado termos 2 (e já vi 3) combates femininos por show/PPV. Já não têm o mesmo tratamento de “Diva” que tinham no passado. Vão ter um PPV só delas. Etc etc… As que “vêm das indys” a seu tempo lá chegarão… Tal como chegaram Kevin Owens, AJ Styles, Seth Rollins, Shinsuke Nakamura, Samoa Joe, entre muitos muitos outros.

    • Gangrel_rules há 3 meses

      Salvador disseste tudo, mas quanto ao Samoa Joe não veio de indys veio da TNA que já e pro wrestling, foi só un aparte

    • Anónimo há 3 meses

      Nem mais Salvador.

  2. DigOwens há 3 meses

    Percebo o ponto vista do artigo. Mas vamos ver uma coisas as Bellas Twins são um no me grande no audiência geral, seria estúpido da WWE não aproveitarem o nome delas no evento. Mas Bellas que não se façam de virgem ofendidas pois quando foram contratadas nem lutar sabiam. Precisaram de uns 7 a 8 anos para terem combates decentes e não foi por falta de oportunidades. Para mim está revolução começou na NXT com o Triple H onde deu prioridade às meninas e onde as meninas queriam realmente mostrar o seu talento no ringue e não por estarem na TV.

  3. Santos99 há 3 meses

    Concordo muito com o artigo. As bellas for contratadas como modelos, e quando comecou a revolucao, elas foram (na storyline) as principais opositoras. Para alem disso, participaram na Total Divas ( que por alguma razao ainda existe) e criaram o Total Bellas. Portanto, creio que a sua contribuição para a Womens Revolution foi quase nula.

  4. Facebook Profile photo

    Não é a primeira vez que a Maria Kanellis vem defender as divas e afirma que são parte da evolução. Falso. Sejamos honestos, a esmagadora maioria das Dias, incluindo a Maria, não sabia o que fazer num ringue de wrestling. Eram segmentos de comédia e segmentos eróticos, de vez em quando um combate e havia poucas excepções: Trish Stratus, Lita, Beth Phoenix…Até que a WWE se fartou, deixou de lhes dar atenção e muitas que até eram boas, pagaram pela falta de atenção (sendo a Gail Kim o maior exemplo), combates de 1 minuto, por exemplo, essas podiam falar da falta de oportunidades. Foi a isso que levou as Divas, não contribuíram em nada para o que agora chamam de Evolução. Inclusive as Bellas não contribuíram em nada, até porque são, precisamente, divas, sem qualquer jeito para o ringue. A WWE anda a tratá-las como grandes celebridades e como lendas do wrestling, o que me dá vontade de rir. Ora, o que se passou até aí foi o contrário de evolução, porque saímos de uma altura em que era dada atenção às mulheres, mesmo que não fosse a que elas desejavam, para o total ignorar da divisão feminina. Quem começou a mostrar a público da WWE que as mulheres podiam fazer mais, foi primeiro a AJ Lee, que mostrou que era possível construir estrelas femininas, convém lembrar que a AJ Lee chegou a ser o main event do RAW durante um ano, sendo figura central das storylines das principais estrelas naquelas 12 meses, Daniel Bryan, Dolph Ziggler, CM Punk e John Cena. E foi depois o NXT. pelas mãos do Triple H (não da Stephanie, que adora ouvir a sua voz e ser figura central de tudo), que mostrou que elas podiam ter bons combates. As divas não deviam estar no Evolution, em primeiro lugar porque mostra que, afinal, a WWE não confia nas mulheres que tem. Toda a aquela história do revolution, depois evolution, que elas são tão boas como eles (que não são) e afinal, precisam de chamar reformadas. Em segundo lugar porque são mulheres há muito retiradas. Por fim, criam um PPV feminino e em vez de fazerem como os outros e criarem histórias, marcam combates aleatórios?

    • Anónimo há 3 meses

      Verdade. A verdade é que muitas nada fizeram para fazer a divisão feminina crescer. Mas pronto metam elas para lá no PPV para não haver choradeira. E bem podia andar a criar histórias para o PPV, mas não, metem cada combate sem lógica. O Triple H sabe ver o talento, e dar oportunidade para que merece, e pode oferecer bons combates. Mas o Vince é totalmente o oposto. Só gosta de ver corpo e cara bonita e chega para ele chega.

  5. Júnior 007 há 3 meses

    WWE tá nem aí pra esse artigo .

  6. Pedro Ferreira Silva há 3 meses

    Só verdades esse artigo, quem iniciou uma revolta pelas mulheres, foram a AJ e o publico, as Bellas na época tava nem ligando pra isso. Carmella defende porque ela é uma diva também, e a Paige porque é amiga. Mas no fundo todas elas sabem que era pra ter tido essa revolução bem antes, mas muitas mulheres estavam acomodadas e não se preocupavam com isso.

  7. Seth Rollins há 3 meses

    Só concordo com o artigo em relação às Bellas. Ambas eram sofríveis in ring, só faziam o básico e olhe lá, a única coisa que ainda rendia apoio do público era o Twin Magic, que depois de um tempo passou a não fazer sentido. A carreira em si delas só andou depois que conseguiram namorar as duas maiores estrelas da WWE na época, mas isso todo mundo já tá cansado de saber. Agora, falar que elas fizeram parte da revolução ou ajudaram em alguma coisa na divisão, é pura hipocrisia, já que a própria Nikki só fez bons combates com o Divas title por lutar contra lutadoras como Aj, Natalya, Paige e as 4horsewomen, ou seja, só seguiu o fluxo do barco que já estava andando.
    E sobre o resto já nem consigo concordar mais, pois na era das Divas existia lutadoras incríveis como Beth, Eve, Michelle, Layla, Mickie James, Melina…. todas pra lá de sensacionais que tinham que se submeter ao booking sofrível da WWE e o tempo de duração, que chegava a ser pior nos PPVs.

  8. vedana há 3 meses

    acho merecido um ppv exclusivo para divisão feminina e além disso um nome muito bem dado

  9. MSKOMMANDER-YOUTUBE há 2 meses

    E MORREU …….

Comentar