Boas a todos nesta grande casa que é o Wrestling PT!

Uma das características dos fãs do desporto em geral, é o facto de tentarem encontrar semelhanças entre atletas do presente com veteranos e lendas do passado. No entanto, tal característica acentua-se muito mais quando falamos de fãs de wrestling. Efetivamente, numa modalidade em que os fãs olham muito para trás e em que as saudades e a nostalgia têm muito a dizer, os mesmos procuram constantemente encontrar semelhanças entre passado e presente, mais especificamente, entre lutadores que viram em tempos ou que tiveram oportunidade de ver anos mais tarde e pelos quais se apaixonaram na mesma, e até para se educarem no que diz respeito à história do wrestling, e lutadores que hoje em dia pisam os ringues das promotoras ativas. Não só isso, como o próprio wrestling permite juntar no mesmo tempo histórico lutadores de várias gerações pela longevidade que normalmente as carreiras dos wrestlers costumam ter, permitindo até mesmo dentro dos lutadores ativos fazer esse tipo de comparação. Esta é, inclusive, uma das fórmulas que levam os fãs a pensarem em possíveis Dream matches e que levam as promotoras a bookar várias histórias de passagem da tocha.

Entre características físicas semelhantes, entre iguais estilos de wrestling praticados, ainda em que em épocas e contextos diferentes, entre personalidades muito aproximadas, a ligação que se mantém em famílias inteiras ligadas à modalidade e a tentativa de ver parecenças entre pais e filhos quando ambas as gerações estiveram ligadas ao wrestling, entre todos estes fatores e aspetos podemos considerar quando fazemos este tipo de analogias, foram também o meu ponto de partida para a realização desta minha pequena lista.

Não obstante, advirto desde já que artigos deste género são absolutamente subjetivos e onde eu vejo algo os meus caros leitores não têm necessariamente de ver. Nenhuma destas comparações será absolutamente fiel à realidade, nem 100% verdade. Procurei ver apenas em alguns lutadores do presente muitas características semelhantes e que me faziam lembrar lutadores do passado. Não há dois lutadores iguais, em aspeto, personalidade ou naquilo que fazem no ringue. Mais, O wrestling está em constantemente evolução, e como tal é difícil que lutadores dos 2000’s e 2010’s tenham os mesmos limites e filosofias dos lutadores dos 80’s e 90’s. É apenas uma lista pessoal, com a qual podem e devem discordar.

7 Comentários

  1. Italo DX1 semana

    PAC é um dos meus lutadores favoritos é uma pena que fique perdido na AEW fazendo rivalidades que não levam a lugar nenhum

    • cd1 semana

      Culpa a pandemia e o PAC por não viver nos Estados Unidos por isso, enquanto isso não mudar a AEW nunca irá apostar a 100% nele e fazem eles muito bem em não correr esse risco.

    • Facebook Profile photo

      Obrigado pelo comentário. Também tenho pena do PAC não fazer parte do panorama de main-event da AEW, mas acho que o cd tem pontos válidos. A pandemia colocou um travão na ascensão dele. Mas com a pandemia cada vez mais perto do fim, talvez seja altura de reiniciar a elevação dele.

  2. SandroJr1 semana

    A melhor comparação foi a do Fatu e Umaga, se parecem tanto em ringue quanto em físico, ótimo artigo.

  3. Rafael1 semana

    Muito bom! Gostei muito das comparações, principalmente AJ Styles e Tetsuya Endo (este último pouco conhecido para o público médio). Seu conhecimento de wrestling é bem abrangente, trazendo-nos comparações de lendas japonesas, americanas, britânicas e também jovens promessas de países diferentes. Parabéns e obrigado.