5 – Tiger Mask – Dante Martin

Esta é claramente uma comparação muito puxada e até injusta para ambos. Para o Tiger Mask, porque o mesmo é um lutador absolutamente iniguável. Para o Dante Martin, porque é ainda um jovem lutador com um trajeto ascendente no wrestling e aquilo que mais precisa neste momento não é certamente de comparações absurdas que apenas lhe colocariam um peso nos ombros que é completamente dispensável. O Tiger Mask, especialmente nos combates com o Dynamite Kid, foi um dos lutadores que mudou completamente as regras do jogo. Adotando um estilo velocíssimo nos combates, fazendo moves nunca antes vistos, safando-se de outros de maneiras nunca antes imagináveis e tornando um combate de wrestling em algo que àquela altura se iria ver apenas em videojogos, esta lenda foi um dos inovadores da modalidade, sendo que é até aos dias de hoje um dos lutadores mais influentes e que mais sentiu tentativas de imitação ao longo das décadas. E não, não estou das várias versões do Tiger Mask com lutadores diferentes ao longo dos anos, estou a falar de centenas de lutadores em todo o mundo, Japão, EUA, Europa, etc. que tentaram replicar o legado que o Tiger Mask nos deixou.

Então o que eu vejo do Tiger Mask no pequeno Dante Martin? Ora, num mundo do wrestling em que quase toda a gente usa um estilo muito rápido privilegiando moves e spots e não a história e o realismo e onde os high-flyers são quem mais ordena, o Dante Martin foi dos poucos que quando o descobri vi me fizeram focar os olhos e me prenderam a atenção. O Tiger Mask começou como um fenómeno no Japão, desconhecido pelo público americano. Mas quando este pôde ver os seus combates, criou-se um barulho imenso à volta deste lutador. O Dante Martin tem uma aura parecida, prendendo o público com tudo o que faz, pela forma como se desvia dos ataques adversários, como faz os reversals, etc. Até eu, não propriamente fã do estilo em questão, vi a minha atenção ser atraída pelo Dante Martin.

E claro que o Dante Martin ainda é verde e tem muito para evoluir, e claro que mesmo fisicamente, ao nível da massa muscular e a não parecer apenas um menino que sabe usar as cordas e saltar no momento certo também tem muito para progredir. E claro que estando numa fed que protegesse mais os moves (como já o começa a fazer) e não deixando que os hight-flyers todos façam o maior número de coisas possível de forma a que ninguém consiga brilhar porque ninguém verdadeiramente se destaca, também ajudaria. Seja como for, diria que a forma como o Dante ficou over é realmente muito parecida com a vide do Tiger Mask, e há algo realmente de parecido entre o este jovem rookie e a lenda do pro-wrestling com a qual o comparei.

7 Comentários

  1. Italo DX12 meses

    PAC é um dos meus lutadores favoritos é uma pena que fique perdido na AEW fazendo rivalidades que não levam a lugar nenhum

    • cd12 meses

      Culpa a pandemia e o PAC por não viver nos Estados Unidos por isso, enquanto isso não mudar a AEW nunca irá apostar a 100% nele e fazem eles muito bem em não correr esse risco.

    • Facebook Profile photo

      Obrigado pelo comentário. Também tenho pena do PAC não fazer parte do panorama de main-event da AEW, mas acho que o cd tem pontos válidos. A pandemia colocou um travão na ascensão dele. Mas com a pandemia cada vez mais perto do fim, talvez seja altura de reiniciar a elevação dele.

  2. SandroJr12 meses

    A melhor comparação foi a do Fatu e Umaga, se parecem tanto em ringue quanto em físico, ótimo artigo.

  3. Rafael12 meses

    Muito bom! Gostei muito das comparações, principalmente AJ Styles e Tetsuya Endo (este último pouco conhecido para o público médio). Seu conhecimento de wrestling é bem abrangente, trazendo-nos comparações de lendas japonesas, americanas, britânicas e também jovens promessas de países diferentes. Parabéns e obrigado.