Durante o Raw desta segunda-feira, Sami Zayn concordou em defender o WWE Intercontinental Championship contra Chad Gable no Clash at the Castle de 15 de Junho.

Num segmento que começou com o “Great Liberator” a chamar o seu rival ao ringue, quem apareceu foi Otis, Maxxine Dupri e Akira Tozawa.

A lutadora acabou a ler uma carta escrita por Chad Gable, na qual este exigiu um novo combate pelo WWE Intercontinental Championship.

Depois do campeão aceitar este combate, Chad Gable atacou-o pelas costas e tivemos uma brawl bastante atribulada. Os lutadores da Alpha Academy envolveram-se, mesmo sem querer.

No final do segmento, Chad Gable atirou Sami Zayn contra Otis, o que acabou por lesionar Maxxine Dupri e fez com que o poderoso lutador atacasse o WWE Intercontinental Champion.


Que expectativas tens para o combate entre Sami Zayn e Chad Gable no Clash at the Castle?

7 Comentários

  1. Dá-lhe esse título logo por Chad Gable, ele merece!

  2. Natan3 semanas

    Chad Gable dessa vez vai vencer o título e prevejo o confronto entre ele e o Otis e em breve Creed Brothers se juntarão com o Chad

  3. Acho que o Chad Gable vence desta vez.

  4. Queen nia3 semanas

    Não sei o motivo por ter dado o título a Sami, praticamente foi a nada a ver essas defesas sem sentido, chad Gable deveria ter vencido, mas acho que não vence por conta que o seu contrato está prestes de encerrar.

    • Luiz3 semanas

      Se voce nao sabe o motivo, entao voce nao esta acompanhando os shows, pois estao construindo esse run ao intercontinental desde antes da Wrestlemania, e a vitoria do Sami, fez total sentido para a história e para o heel turn do Chad Gable. Personagem dele heel foi muito bem construído.

  5. El Cuebro3 semanas

    Eu gosto do Sami, mas agora enfim tem que ser a vez do Gable, ele mais do que merece esse título e também essa aposta solo, ainda mais para permanecer na WWE, já que seu contrato supostamente está em vias de terminar e um push assim seria uma grande ajuda para permanecer, num todo tem tudo para ser um grande combate!

  6. Por alguma razão, não consigo ver o Chad Gable como o Heel nesta história. Ele teve um chorrilho de azares desde que subiu ao Main Roster em 2017. O seu colega de equipa e amigo lesionou-se levando ao fim precoce da sua carreira. A WWE sem saber o que fazer renomeou o Gable de “Shorty G” numa atitude de tremendo desrespeito para com ele, algo referido pelo Big E no countdown do King Of the Ring.
    Meteram-no a liderar uma facção anedótica como os “Alpha Academy”. Mais uma vez, não há mal nenhum em lutadores terem graça nos bastidores e depois serem talentosos no ringue. O problema é que a WWE não vê isso neles, só vê o lado cómico.
    No ano passado tivemos um cheirinho do que o Gable pode fazer a solo com os combates com o Gunther. Podiam e deviam ter-lhe dado o título nessa altura e não quiseram. E mais recentemente na Road to WrestleMania tiveram a oportunidade de ouro para o consagrar fazendo-o campeão intercontinental e preferiram dar esse momento ao Sami Zayn, que já não precisa de todo desse push. E mesmo assim foi o Gable que treinou o Sami para o combate, numa atitude de puro altruísmo.
    Por tudo isto é o Gable quem tem razão. Não gosto desta atitude de bully dele para com os seus pupilos, o que deixa o público contra ele e do lado do Otis. Esta atitude do Sami ser o salvador da pátria também já mete nojo.
    Isto devia acontecer tipo a Becky quando atacou a Charlotte. Era suposto ser Heel Turn mas o público percebeu que ela tinha toda a razão e fez dela a maior babyface da WWE na altura.
    Vai ser um grande combate sem dúvida mas ainda não vai ser desta. O Otis vai finalmente virar-se contra o seu mestre e ajudar o Sami a reter o título. A WWE preferiu seguir este caminho e o público com as reações recentes também não ajuda.