Esta terça-feira, poucas horas antes do programa semanal do NXT começar, foi reportado pelo Fightful que a WWE pretende dar mais destaque e atenção à divisão Cruiserweight da brand amarela, e que a empresa estava a preparar vários angles e o envolvimento de grandes nomes na mesma.

Como main event do NXT desta terça-feira tivemos então um Non-Title Match no qual Kyle O’Reilly derrotou o NXT Cruiserweight Champion Kushida com um pin rápido, juntando-se assim a Santos Escobar, que ainda não desistiu do título, como possível próximo candidato ao mesmo.

No entanto, logo a seguir Adam Cole envolveu-se numa brawl com Kyle O’Reilly e um homem encapuzado atacou Kushida. Esse homem foi nada mais nada menos do que Roderick Strong, que surgiu acompanhado por Tyler Rust, Malcolm Bivens e Hideki Suzuki, como sendo o grupo Diamond Mine.

Está assim revelado o significado dos video packages de Diamond Mine que há dois meses vinham sendo transmitidos no NXT. Entretanto o Fightful “fez as contas” e reporta que o grupo liderado por Roderick Strong é um elemento essencial deste maior foco da WWE na sua divisão Cruiserweight.

O site avança também que os planos do Diamond Mine estavam a ser preparados há meses, ainda antes de Roderick Strong se ter ausentado, e que a estreia do grupo já poderia ter acontecido, mas foi adiada para uma melhor ocasião. Quanto aos nomes de Tessa Blanchard e Parker Boudreaux, nunca foram equacionados.

Ainda não se sabe ao certo o que mais a WWE pretende fazer com o Diamond Mine e com o NXT Cruiserweight Championship, mas depois deste segmento a fechar o NXT desta semana, parece certo que a empresa pretende aumentar a relevância e importância desta divisão da brand amarela.


O que achas desta decisão da WWE em aumentar o foco na divisão Cruiserweight do NXT? Será que Roderick Strong acabará por conquistar o NXT Cruiserweight Championship?

8 Comentários

  1. Zickelous3 meses

    Isso é realmente bom, pois são poucos os nomes de peso que se enfrentam por esse título, vai ser bom para aumentar a sua importância

  2. Esse suzuki é tudo menos um cruiserwight kkkk ppde ser uma stable interessante, o strong é um nome de peso o malcom é um excelente manager, o trust já mostrou ser um bom ring performance capas de vir a entregar otimos combates, o lutador asiatico nao conheço nao posso falar

  3. El Cuebro3 meses

    Eu não contava que fosse ser uma stable, para mim seria um segmento do programa similar ao Underground, vamos ver como a stable se desenvolve, mas é mais uma com o apoio do Bivens, quero ver como vão promover o Strong, possível líder, o Rust e o Hideki, espero que vejamos um bom aproveitamento e claro a valorização dos Cruiserweights, confesso que quando vi a stable já pensei no Nese e no Daivari, mas aparentemente eles ficarão no limbo mesmo!

  4. Kay Orton3 meses

    Pensava que o Arturo Ruas estivesse nisso também, mas vamos ver.
    Fico feliz que Roddy não vai precisar ficar preso com o fantasma da UE e vai ter a chance em outra stable por mais alguns meses, e se bem trabalhado quem sabe ele na fica na rota pra disputar o título do NXT.

  5. Anónimo3 meses

    A WWE faz muito bem em dar destaque à divisão CW.

  6. Facebook Profile photo

    Veio bem, e veio a surpreender, acho que falo por todos como que ninguém esperava que o Diamond Mine fosse uma stable, e se fosse que muito menos traria de volta do Roddie. E veio em boa altura, pois a divisão Cruiserweight está sem adversários credíveis para o Kushida.