O Dynamite desta quarta-feira parece ter sido “caótico” nos bastidores, pelas mais variadas razões, mas sobretudo por ter sido afectado por algumas lesões.

Cerca de meia hora antes do programa começar, Tony Khan recorreu ao Twitter para informar os fãs de que o programa teria um “tempo extra” de 5 minutos.

Além disso, o dono da AEW afirmou que esta foi uma das semanas mais agitadas devido a lesões e pela não disponibilidade inesperada de algumas estrelas, sobretudo desde a era da pandemia.

Noutra publicação, Tony Khan informou que Trent Beretta foi mandado para casa para descansar, por decisão dos médicos, depois do ataque que sofreu dos Undisputed Kingdom na semana passada.

Orange Cassidy, estava a ser avaliado, e acabou mesmo por defender o AEW Internacional Championship contra Mike Bennett.

Já no Wrestling Observer Radio, Dave Meltzer detalhou outras situações que afectaram o Dynamite desta semana, justificando o “caos” nos bastidores.

O jornalista revelou que Sting era para ter estado no programa de ontem, mas o seu pai morreu, e foi por isso que Ric Flair esteve presente.

Jeff Hardy também estava agendado para o Dynamite desta semana, mas o facto de ter partido no nariz no último Rampage, levou a uma mudança de planos.

Além disso, a AEW também está a ser afectada com alguns problemas de vistos norte-americanos com RUSH, Kyle Fletcher, entre outros.


Notaste que o Dynamite desta semana foi algo “diferente” do habitual?

3 Comentários

  1. Arns2 meses

    Lol

    O Tony pediu mais 5 minutos (algo que já aconteceu em várias ocasiões), morreu o pai do Sting, O Trent foi atacado no show, Jeff Hardy está lesionado há 1 semana, Rush e Fletcher há mais tempo, mas… CAOS NA AEW!!!!

  2. John Sino badalando2 meses

    Ui…