Eddie Kingston tornou-se rapidamente um dos lutadores favoritos dos fãs da AEW assim que chegou à empresa.

Em entrevista ao podcast Straight Shooters, o “Mad King” abordou a possibilidade de sair da AEW.

Para onde poderei ir? Eu estou bem. Eu trabalhei para isto. A AEW deu-me a minha primeira grande oportunidade, certo? Percebes o que quero dizer? Eu sou uma pessoa leal… Estou a dizer-vos por mim, a minha palavra é a minha ligação. Não tenho mais para onde ir. Não quero estar em mais lado nenhum. Estou a divertir-me a tentar espancar pessoas no ringue. A tentar ser campeão do mundo. E estou a tentar ser melhor hoje do que fui ontem.

Quando se trata de lealdade, sou como um cão. A minha palavra é a minha ligação e a AEW é o sítio onde me sinto bem porque me deram a oportunidade. Se as pessoas quiserem saber mais a fundo, é basicamente deixarem-me ser eu próprio. Eu tenho liberdade. É apenas um ambiente muito bom quando se exclui a negatividade e se compreende que este é o negócio do Wrestling. Nem todos vão gostar uns dos outros, mas as coisas são mesmo assim.

Ainda sobre o “Mad King”, de notar que o seu combate contra Daniel Garcia no Rampage da passada sexta-feira foi editado/cortado, pois o combate ao vivo teve mais alguns minutos do que os 11 que foram transmitidos.


Acreditas que algum dia iremos ver Eddie Kingston a conquistar o AEW World Championship?

2 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Realmente não vejo o Eddie saindo da AEW tão cedo, ele está bem lá, tendo grandes rivalidades, momentos e combates, o público o adora também, para mim ele deve ser bem utilizado lá e dentro das parcerias da empresa, seria interessante vê-lo lutar quem sabe na AAA, NJPW ou ROH num futuro próximo!

  2. Facebook Profile photo

    Não gosto dele