A Anthem Sports & Entertainment transmitiu esta quinta-feira, a partir dos Skyway Studios em Nashville, Tennessee, mais uma edição do Impact Wrestling na ASX TV, a última antes do Slammiversary deste sábado, dia 17 de Julho.

O Impact Wrestling é transmitido na ASX TV, Twitch e Impact Plus

Resultados

– Chris Sabin venceu Johnny Swinger (Before The Impact)
– Jordynne Grace & Rachael Ellering venceram Tenille Dashwood & Kaleb With a K
– Havok venceu Knockout’s Tag Team Champion Tasha Steelz
– Steve Maclin venceu Kal Herro
– X-Division Champion Josh Alexander, Chris Bey, Trey Miguel & Petey Williams venceram Ace Austin, Madman Fulton, Rohit Raju & Shera
Moose venceu Hernandez
– Impact World Tag Team Champion Joe Doering venceu Willie Mack, Fallah Bahh e Doc Gallows (Battle of the Hosses)

Vídeos

Impact Plus

Watch Wrestling

Report

A noite começou com Jon Burton, Gia Miller e Josh Mathews a apresentar o Before The Impact, onde é revisto o que de mais importante aconteceu na semana passada e é feita a antevisão do que poderá acontecer esta noite, rumo ao Slammiversary deste sábado.

– Chris Sabin venceu Johnny Swinger (Before The Impact): No Before The Impact tivemos um combate no qual Chris Sabin procurava ganhar ímpeto para o confronto que terá contra Moose no Slammiversary, e foi isso que aconteceu. O membro dos Motor City Machine Guns dominou boa parte do combate contra Johnny Swinger, apesar da presença de Hernandez na ringside. Depois de despachar este último com um Dive para fora do ringue, Chris Sabin voltou ao mesmo e acabou por obter a vitória com um Cradle Shock.

– Jordynne Grace & Rachael Ellering venceram Tenille Dashwood & Kaleb With a K: O Impact Wrestling desta semana começou com um Tag Team Match, no qual Jordynne Grace & Rachael Ellering entraram melhor. Só que Kaleb With a K acabou por distrair Rachael Ellering no apron, o que permitiu a Tenille Dashwood obter o controlo por mais tempo. Ainda assim, as antigas Knockout’s Tag Team Champions resistiram e equilibraram o combate. No final, Jordynne Grace & Rachael Ellering acabaram mesmo por o vencer com um Double Swinging Slam no adversário.

Depois foi transmitido um video package para promover o No Disqualification Match pelo Impact World Championship Match que acontecerá no Slammiversary, entre o campeão Kenny Omega e o candidato ao título Sami Callihan.

De seguida foi transmitido outro video package, desta vez sobre o reinado de Deonna Purrazzo como Knockout’s Champion e o facto de ela ir enfrentar uma lutadora mistério no Slammiversary deste sábado.

Já no escritório de Scott D’Amore, a campeã mostrou-se irritada por ter de enfrentar uma lutadora mistério e não queria assinar o contrato para oficializar o combate do Slammiversary. No entanto, o executivo do Impact Wrestling referiu que é uma obrigação sua ter de defender o título e Deonna Purrazzo lá assinou o contrato.

– Havok venceu Knockout’s Tag Team Champion Tasha Steelz: Havok entrou melhor neste combate, recorrendo à sua força para controlar a campeã. Só que Tasha Steelz aumentou a agressividade e conseguiu equilibrar o combate, acabando mesmo por assumir o domínio do mesmo. Havok foi respondendo com uma série de golpes de grande impacto e no final obteve a vitória com um Tombstone Piledriver, aumentando assim o ímpeto para o Knockout’s Tag Team Championship Match do Slammiversary.

A seguir foi transmitido um video package sobre W. Morrissey, rumo ao combate que este terá contra Eddie Edwards no Slammiversary.

Uma semana depois de Kimber Lee ter convencido Susan a falar com Father James Mitchell para voltar a ser Su Yung, a sua parceira apareceu e puxou-a para dentro da sala onde estava… Será que Kimber Lee também vai mudar?!

– Steve Maclin venceu Kal Herro: O ex-membro dos Forgotten Sons continua imparável no Impact Wrestling. Depois de um domínio de poucos minutos, Steve Maclin venceu Kal Herro com uma forte Clothesline e um Sit-Down Slam.

Depois do combate, Steve Maclin pegou no microfone e disse que está farto de esperar.

No backstage, Rosemary afirmou que precisa de Father James Mitchell para transformar Havok numa membro dos Decay, antes das duas desafiarem as Fire ‘N Flava (Kiera Hogan & Tasha Steelz) pelos Knockout’s Tag Team Championships no Slammiversary.

Depois foram vistas imagens de algumas edições passadas do Ultimate X Match, rumo ao combate que teremos este sábado no Slammiversary, entre o X-Division Champion Josh Alexander, Chris Bey, Trey Miguel, Petey Williams, Rohit Raju e Ace Austin.

– X-Division Champion Josh Alexander, Chris Bey, Trey Miguel & Petey Williams venceram Ace Austin, Madman Fulton, Rohit Raju & Shera: Este Eight-Man Tag Team Match até começou melhor para o quarteto do X-Division Champion, mas a equipa adversária conseguiu isolar Trey Miguel e controlar o combate durante alguns minutos. No entanto, como seria de esperar, o combate voltou a ficar equilibrado e o caos instalou-se no final. Depois de vários golpes e várias oportunidades de vitória, a mesma sorriu a Chris Bey, com um roll up em Shera.

Depois do combate tivemos uma grande brawl entre os vários lutadores e Chris Bey revelou as suas “verdadeiras cores”, ao atacar dois dos parceiros de equipa com uma cadeira.

No backstage, Hernandez recusou ajudar Brian Myers contra Matt Cardona, pelo que este teve de ir procurar a ajuda de outra pessoa.

No ringue, Brian Myers e Sam Beale chamaram Jake Something para que Brian Myers o possa reconhecer como um “profissional”, por causa do resultado do combate da semana passada. Jake Something apareceu, mas acompanhado por Matt Cardona.

Naturalmente que as coisas escalaram e Matt Cardona despachou Brian Myers com um Unprettier. De seguida apareceu Tenille Dashwood e aplicou um low blow em Matt Cardona. A lutadora ajudou Brian Myers, em vingança do passado que tem com o rival deste último.

No backstage, Scott D’Amore anunciou um Mixed Tag Team Match para o Slammiversary, no qual Brian Myers & Tenille Dashwood vão enfrentar Matt Cardona e uma parceira à sua escolha.

No backstage, Chris Sabin mostra-se confiante para o combate que terá contra Moose no Slammiversary.

– Moose venceu Hernandez: Já no ringue, Hernandez começou por controlar Moose fora do ringue e durante alguns momentos, mas este último virou o combate do avesso e acabou por arrecadar a vitória com o Lights Out Spear.

Depois do combate, Moose tentou lesionar a perna de Hernandez com uma cadeira, tal como fez com James Storm, mas Chris Sabin apareceu em seu auxílio.

– Impact World Tag Team Champion Joe Doering venceu Willie Mack, Fallah Bahh e Doc Gallows (Battle of the Hosses): No main event tivemos então um Fatal 4-Way entre quatro lutadores envolvidos na luta pelos Impact World Tag Team Championships, e como seria de esperar de um combate deste género, houve ação do início ao fim.

Depois do domínio do combate ter sido repartido entre os quatro lutadores e de todos terem tido grandes oportunidades de vitória, foi o campeão Joe Doering que a obteve com um Running Crossbody e uma forte Clothesline em Fallah Bahh.

O Impact Wrestling desta semana terminou com os Violent By Design de pé, rumo ao Slammiversary!


O que achaste desta edição do Impact Wrestling?

7 Comentários

  1. Ricardo3 semanas

    Ao ver lutadora mistério, lembrei-me que a Mickie James podia lá ir desenferrujar as pernas. E, pelo caminho, fazia uns convites na divisão feminina para o evento exclusivo feminino da NWA.

    • Para mim vai ser a noiva dele, Chelsea Green, marcando assim o regresso dela ao Impact.

    • Showstealer2 semanas

      Big Black Machine, acho que o Ricardo estava a falar da adversária da Deonna… esse spot de parceira do Matt está na cara que vai ser a Chelsea.

    • Ricardo2 semanas

      Sim sim, estava a falar no caso da Deonna.

  2. TakerVanderVaart233 semanas

    Muito curioso para ver este Slammiversary! Espero que consigam entregar um bom programa

  3. Gostei:
    – Tenille Dashwood & Kaleb with a K vs Rachel Ellering & Jordynne Grace. Um combate muito dividido com vitória de Ellering & Grace. Bom combate. Jordynne Grace teve uma grande exibição e foi o destaque.
    – Assinatura de contrato com Deonna Purrazzo e Scott D’Amore. Purrazzo sente-se desrespeitada por não lhe dizerem a sua adversária quando ela carregou a Impact! neste último ano. Isto foi uma promo fantástica de Deonna. Tem provado neste último ano o porquê de ser uma das melhores lutadoras do mundo. Gostei também das pistas que o Scott deu: Hot Mess (Chelsea Green), Iconic (Peyton/Billie), Hardcore Country (Mickie James)… Vamos ver, qualquer uma destas 4 opções seria ótima.
    – Steve Maclin vs Kal Herro. Maclin tem tido um booking monstruoso e este combate não foi diferente. Tenho gostado do booking a Steve e espero que vá dar a um push de main event.
    – Decay tentam convencer Havok a juntar-se a eles, mas são interrompidos por Father James Mitchell, estranho dado a que Havok e Rosemary mataram-no ano passado, mas Mitchell convence-os que estão todos a pensar no mesmo. Interessante, vamos ver aonde vai dar.
    – Ace Austin, Madman Fulton, Rohit Raju & Shera vs Petey Williams, Trey Miguel, Josh Alexander & Chris Bey. Ótimo combate, todos os 8 lutadores estiveram excelentes aqui, tiveram o seu devido destaque. É só uma pena que tenha durado tão pouco o combate. A equipa face venceu.
    – Após o combate, os heels atacaram os faces até Chris Bey afastá-los. Mas Chris Bey ataca Alexander e Miguel, antes de avisar que vai vencer no Slammiversary. Estou a gostar do trabalho desenvolvido com Chris Bey, e esta possível gimmick de anti-herói pode-lhe encaixar bem.
    – Brian Myers e Sam Beale vêm ao ring dizer que Jake Something é profissional, antes de serem interrompidos por Something e Matt Cardona. Myers diz que Something é profissional, mas não é uma estrela. Isto leva a uma brawl até Tenille Dashwood aparecer e fazer um low blow a Cardona (Myers tinha pedido ajuda a alguém caso Cardona aparecesse, no início do show). Daswhood e Kaleb with a K atacam Cardona enquanto Myers e Beale atacam Something. Isto leva a Myers & Dashwood vs Cardona e uma lutadora mistério (Chelsea Green, quase de certeza) para o Slammiversary.

    Não Gostei:
    – Tasha Steelz vs Havok. Novo combate dividido, com vitória de Havok. Boa exibição de Havok, mas um combate medíocre. No entanto, Havok e Rosemary têm provado que podem vencer os títulos no Slammiversary.
    – Segmento entre Susan e Kimber Lee, onde Susan revela que teve problemas a convocar Su Yung. Um segmento bem meh.
    – Moose vs Hernandez. Pensei que ia ser longo, mas não, foi um squash. Moose vence. Após o combate, Chris Sabin atacou Moose.
    – Doc Gallows vs Fallah Baah vs Willie Mack vs Joe Doering. De novo, é um combate muito curto. É daqueles combates que com mais tempo teria sido dos melhores do show. Joe Doering consegue a vitória.

    Overall: 7/10. Foi um episódio difícil de classificar. Não teve nada de excelente, mas nada terrível. Os grandes positivos: A cena da X-Division, nomeadamente Chris Bey, e as Knockouts, nomeadamente Deonna Purrazzo. Negativos: Ausência de progresso na storyline Omega/Callihan; Moose vs Hernandez; Pouco tempo no main event. É um show decente, em geral. Vai ser interessante ver o Slammiversary.

  4. El Cuebro2 semanas

    Um bom episódio do Impact pré Slammy, aliás esse show tem tudo para ser o melhor PPV de julho, para mim é o melhor do Impact, a divisão feminina está muito boa de se ver, uma pena não ter Jordy e Rachael brigando pelos títulos de duplas, mas certamente Rosemary e Havok tem tudo para vencer e dominar a divisão, falando em dominar, ansioso para saber que será a lutadora que enfrentará a Deonna, acho que sim poderemos ver a Mickie lá, mas há outras grandes lutadoras disponíveis! Outra divisão que pega fogo com grandes combates é a X-Division, sempre tem rendido bons combates como o desse show, ainda contando com o Fulton e o Shera e mais uma heel turn, pelo menos parecendo do Chris Bey! O main event foi muito bom com a fatal 4-way, para mim os VBD ainda são os favoritos, mas nunca descarte nomes como Gallows e Anderson e também as duplas de TJP & Bahh e também Mack & Swann! Teremos ação intergender também, quem sabe envolvendo o casal de Matt Cardona e Chelsea Green, eu não concordo muito com isso no Impact, mas pode ser um tanto interessante! Ainda cito o Maclin que está muito bem na sequência de vitórias e quer mais, seria incrível vê-lo retomando a parceria com o Blake, quem sabe no sábado, uma das surpresas e também Moose vs Sabin pode ser a melhor luta do show, acho que o vencedor dela terá o novo contender ao World Title, eu gosto muito do Sabin, mas o Moose ainda merece a chance, aliás o Sami está com tudo e seria interessante vê-lo vencer!