Depois do Emergence da passada sexta-feira, o Impact Wrestling transmitiu esta quinta-feira mais uma edição do seu show semanal na AXS TV, a partir do Cicero Stadium em Chicago, Illinois, rumo ao Victory Road do dia 23 de Setembro.

Resultados

– Gisele Shaw venceu Rosemary (Before The Impact)
– Black Taurus venceu Laredo Kid, Rey Horus e Trey Miguel
– Heath venceu Kenny King
– Killer Kelly venceu Savannah Evans
– X-Division Champion Mike Bailey venceu Chris Bey
– Eddie Edwards venceu Rich Swann, Bandido, Steve Maclin, Sami Callihan e Moose (Impact World Championship 6-Way Elimination Nº1 Contender’s Match)
1. Moose eliminou Sami Callihan
2. Steve Maclin eliminou Moose
3. Bandido eliminou Steve Maclin
4. Eddie Edwards eliminou Bandido
5. Eddie Edwards eliminou Rich Swann

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Gisele Shaw venceu Rosemary (Before The Impact): Este combate foi bastante equilibrado entre as duas lutadoras, mas no final, Gisele Shaw arrecadou a vitória com uma potente joelhada.

– Black Taurus venceu Laredo Kid, Rey Horus e Trey Miguel: Black Taurus tentou usar a sua maior força, mas os seus três adversários fizeram questão de o tirar fora do ringue antes de começarem a lutar uns contra os outros. O caos era de esperar neste opener e com o passar dos minutos e com o aumentar da confusão, as vitórias foram começando a surgir.

Nos minutos finais, todos tiveram a sua hipótese de vencer, e quando parecia que Laredo Kid ia sair deste embate vitorioso, foi apanhado por Black Taurus que acertou o Hell Hole e conquistou a vitória.

A seguir tivemos um video package com imagens da estreia de Killer Kelly. Nos bastidores, Johnny Swinger e Zicky Dice estavam a falar da estreia da lutadora portuguesa, tendo Tasha Steelz interrompido-os para os insultar, tendo também começado a falar de todos os seus feitos. Killer Kelly interrompeu a ex-campeã e depois de algumas farpas de parte a parte ficou marcado um combate entre Savannah Evans e a nova lutadora do Impact Wrestling.

Ainda no backstage, o Impact World Champion Josh Alexander a dizer que gostaria de ver Rich Swann a vencer o main event desta noite. Vincent interrompeu a conversa e tentou convencer o campeão a juntar-se aos Honor No More, mas o “Walking Weapon” rejeitou a proposta.

– Heath venceu Kenny King: Os dois rivais entraram de forma agressiva e foi Heath que teve o domínio, sendo que só com uma distração de Vincent é que ajudou Kenny King a ter o controlo. O lutador dos Honor No More controlou durante alguns minutos, mas Heath virou o ímpeto a seu favor e fechou o combate com o Wake Up Call.

Assim que o combate terminou, os restantes membros dos Honor No More atacaram Heath, exceto PCO que não o quis fazer. Toda esta confusão abriu espaço para Heath acertar o Wake Up Call em Mike Bennett antes de conseguir fugir do ringue.

Nos bastidores, tivemos os Motor City Machine Guns e Kushida, com os três a falar do combate que terão contra os Violent By Design.

Ainda no backstage, os Honor No More estavam a conversar, tendo ido chatear Scott D’Amore para este fazer do combate pelos Impact World Tag Team Championships. O oficial não só rejeitou a ideia e anunciou que na próxima semana Mike Bennett e Karl Anderson irão enfrentar-se, e se o “Machine Gun” vencer, Maria Kanellis está banida de perto do ringue, quando os Honor No More lutarem pelos títulos.

– Killer Kelly venceu Savannah Evans: Savannah Evans tentou entrar de forma agressiva, mas isso só fez com que Killer Kelly dominasse a sua adversária de forma contundente. O seu domínio durou alguns minutos, e apesar de toda a luta que Savannah Evans deu, Killer Kelly aplicou o Killer Clutch e conquistou esta vitória.

Nos bastidores, Jessicka, Rosemary e Taya Valkyrie estavam a conversar sobre como perderam os títulos de equipas, mas no entanto as atenções viraram para a estreia de Jessicka que acontecerá na próxima semana, algo que Rosemary não se mostrou muito contente.

Em seguida tivemos a Knockout’s Champion Jordynne Grace a ser entrevistada e quando falava do desafio feito por Masha Slamovich, as Knockout’s Tag Team Champions Chelsea Green & Deonna Purrazzo interromperam a “Big Momma Pump” e desafiaram-na para um combate Handicap. Mia Yim interrompeu a conversa e desafiou então as campeãs para um combate pelos títulos de equipas. O desafio foi aceite, tendo Mia Yim e Jordynne Grace terminado o segmento com um aperto de mão.

– X-Division Champion Mike Bailey venceu Chris Bey: O combate começou de forma algo equilibrada e quando Mike Bailey começava a dominar, Chris Bey com um pouco de batota virou o ímpeto a seu favor e dominou o X-Division Champion durante alguns minutos.

Ainda assim, “Speedball” nunca se deu por vencido e com o passar dos minutos foi começando a suar os seus pontapés e agilidade para equilibrar este embate e com isso as quase vitórias foram começando a aparecer. No final, Mike Bailey com um pontapé, deixou Chris Bey na zona de aterragem, e com o Ultima Weapon conquistou a vitória.

Nos bastidores, o Digital Media Champion Brian Myers tentou atacar Bhumpinder Gujjar, mas esta parou o ataque e disse ao campeão que a questão entre eles ainda não terminou.

– Eddie Edwards venceu Rich Swann, Bandido, Steve Maclin, Sami Callihan e Moose (Impact World Championship 6-Way Elimination Nº1 Contender’s Match): O vencedor deste combate de eliminação será o adversário de Josh Alexander no Bound for Glory e num embate onde só dois lutadores podem estar no ringue, este main event começou algo confuso mas num ritmo ainda algo lento.

A agressividade foi começando a aumentar em especial quando Sami Callihan e Moose ficaram em ringue e acabou por ser Steve Maclin que com alguma batota ajudou Moose a eliminar o seu rival. Porém, Steve Maclin apanhou o seu aliado desprevenido e com um pin rápido também o eliminou.

Ainda assim os três lutadores continuaram a lutar, isto até Bandido atirar-se contra os três, tendo atirado Steve Maclin para dentro do ringue, onde acertou o 21 Plex e tivemos assim a terceira eliminação deste combate.

Já só com três lutadores em combate, o ritmo e a agressividade já não diminuíram e com isso o cansaço foi-se começando a instalar em todos os lutadores. Bandido fez de tudo para tentar manter-se em combate, mas Rich Swann acertou o seu Phoenix Splash no luchador, porém, Eddie Edwards decidiu atirar o antigo campeão contra o canto e eliminar Bandido com o Boston Knee Party.

Já só com o líder dos Honor No More e Rich Swann em ringue, estes foram ficando cada vez mais perto da vitória, sendo que Eddie Edwards até usou um kendo stick, mas mesmo assim Rich Swann foi-se mantendo na luta. No final, depois de vários kickouts incríveis de Rich Swann, Eddie Edwards conseguiu acertar o Diehard Driver e irá assim lutar pelo Impact World Championship.


O que achaste deste Impact Wrestling?

1 Comentário

  1. El Cuebro1 mês

    Show muito bom, de destacar o grande main event, a elimination match que coroou o Eddie Edwards, vai ser novamente o contender pelo World Title, acho justo, embora pensasse em Moose ou no Sami, Kelly em boa sequência de vitórias, voltou com tudo, Heath e Bailey muito bem, gostei muito da vitória da Gisele Shaw e boa luta do Taurus também!