O Impact Wrestling transmitiu esta quinta-feira mais uma edição do seu show semanal na AXS TV, a partir do The Factory in Deep Ellum em Dallas, Texas, rumo ao Victory Road desta sexta-feira, dia 23 de Setembro, e Bound For Glory do dia 7 de Outubro.

Resultados

– Gisele Shaw venceu Hyan (Before The Impact)
– Digital Media Champion Brian Myers venceu Bhupinder Gujjar (Ladder Match)
– Knockout’s World Champion Jordynne Grace venceu Zicky Dice
– Black Taurus venceu Laredo Kid, Alex Zayne, Trey Miguel e Mia Yim
– Heath venceu PCO (Street Fight)
– Motor City Machine Guns (Alex Shelley & Chris Sabin) venceram NJPW STRONG Tag Team Champions Aussie Open (Mark Davis & Kyle Fletcher) (Impact World Tag Team Championship Nº1 Contender’s Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Gisele Shaw venceu Hyan (Before The Impact): No Before The Impact desta semana tivemos um combate feminino, no qual Gisele Shaw levou a melhor sobre Hyan com uma Crucifix Bomb e uma forte joelhada, deixando assim um aviso a Mickie James.

– Digital Media Champion Brian Myers venceu Bhupinder Gujjar (Ladder Match): Os dois lutadores entraram de forma agressiva, com Bhupinder Gujjar a levar a melhor nos minutos iniciais deste Ladder Match, mas Brian Myers conseguiu virar o ímpeto a seu favor.

As tentativas de subir o escadote foram começando a aparecer, mas os dois lutadores ainda estavam bastante frescos para o combate acabar tão cedo. A vitória foi ficando cada vez mais perto, com a agressividade a aumentar cada vez mais e com isso os grandes golpes foram aparecendo e as dificuldades em subir aos escadotes foram cada vez maiores.

Nos momentos finais, parecia que íamos ter um novo Digital Media Champion, mas Brian Myers acertou um low blow em Bhupinder Gujjar, tendo a seguir pegado em fita adesiva e colado o seu adversário aos escadote, o que lhe deu espaço para pegar no seu título e vencer este combate.

Nos bastidores, Heath pediu desculpa a Rich Swann e Josh Alexander pelo que aconteceu na semana anterior, tendo o Impact World Champion afirmado que eles precisam de mostrar aos Honor No More quem manda. Heath também revelou que lançou um desafio aberto para uma Street Fight, tendo Rich Swann dito que o perdoa e o irá ajudar no que for preciso.

A seguir, tivemos imagens de Steve Maclin a atacar Sami Callihan num evento duma promotora independente.

– Knockout’s World Champion Jordynne Grace venceu Zicky Dice: Zicky Dice tentou ter alguma ofensiva, mas a Knockout’s Champion não lhe deu hipótese e venceu com o seu Grace Driver.

Em seguida, tivemos um video package a promover o combate entre Jordynne Grace e Max The Impaler que acontecerá no Victory Road.

– Black Taurus venceu Laredo Kid, Alex Zayne, Trey Miguel e Mia Yim: Os quatro lutadores começaram este combate à pancada, tendo Mia Yim ficado a olhar para a confusão, isto até se livrar de alguns dos seus adversários com um Double Dropkick da terceira corda.

O caos foi sempre a nota de destaque desta Fatal 5-Way, com os cinco lutadores a tentar fazer de tudo para vencer o mais rapidamente possível, ainda que sem sucesso.

Nos minutos seguintes, vimos várias tentativas de aliança, mas o combate continuou sem vencedor, isto até que no final, parecia que a vitória iria sorrir a Alex Zayne, mas Laredo Kid contra-atacou um Cinnamon Twist, que abriu espaço para Black Taurus aplicar o seu Destination Hellhole e garantir a vitória.

A seguir tivemos imagens de Eric Young a falar com os novos recrutas dos Violent By design, isto até que ele e Deaner começaram a atacar os seus recrutas.

O video package seguinte, tivemos um casal a discutir, sendo que tudo não passou duma música sobre Joe Hendry.

De regresso ao ringue, tivemos Heath a confirmar o seu desafio aberto que foi aceite por PCO. Os Honor No More ainda tentaram dissuadir o estranho lutador, mas depois dumas farpas de Heath, PCO seguiu para o ringue e tivemos assim combate.

– Heath venceu PCO (Street Fight): O combate começou de forma agressiva e espalhou-se rapidamente pela arena com os dois lutadores a usarem armas desde cedo para tentarem vencer esta Street Fight.

As quase vitórias fora aparecendo rapidamente, mas o caos ficou instalado quando os Honor No More e depois Josh Alexander e Rich Swann vieram para o ringue e tivemos uma grande brawl entre vários lutadores.

Heath e PCO continuaram a fazer de tudo para de tudo para vencer, tendo PCO falhado um salto da terceira corda que o fizeram cair sobre várias cadeiras, o que abriu espaço para Heath com o seu Wake Up Call vencer este combate.

– Motor City Machine Guns (Alex Shelley & Chris Sabin) venceram NJPW STRONG Tag Team Champions Aussie Open (Mark Davis & Kyle Fletcher) (Impact World Tag Team Championship Nº1 Contender’s Match): Os Motor City Machine Guns usaram a sua maior velocidade para controlar os minutos iniciais deste combate, sendo que os Aussie Open tiveram de aumentar a agressividade para virar o ímpeto a seu favor.

Mark Davis & Kyle Fletcher mantiveram Alex Shelley isolado durante alguns minutos, mas este nunca seu deu por vencido, até que teve uma abertura para fazer o tag a Chris Sabin que virou o combate do avesso e quase o venceu sozinho.

Nos minutos seguintes, as duas equipas foram ficando cada vez mais perto da vitória, sendo que os Motor City Machine Guns conseguiram meter o pé no acelerador e isolaram Mark Davis, tendo aplicado o Skull & Bones que lhes deu a vitória.

Nos bastidores, Gia Miller entrevistou Tasha Steelz que afirmou que irá aleijar Killer Kelly e que ela e Savannah Evans irão destruí-la com uma cadeira. Já quando estavam de saída, Savannah Evans foi puxada do nada, tendo em seguida sido mostrado Killer Kelly que afirmou estar ali para brincar.

A seguir, tivemos Giselle Shaw a falar de Mickie James, tendo elogiado a carreira da veterana, mas que o Victory Road será a última noite da carreira da ex-campeã.

De regresso ao ringue, tivemos Scott D’Amore a apresentar a assinatura de contrato para o Barbed Wire Massacre Match e que este contrato servirá para oficializar o combate e também para ilibar o Impact Wrestling de qualquer lesão que aconteça.

Moose e Steve Maclin apareceram em ringue, com o ex-Impact World Champion a dizer que Steve Maclin pode ter sido marine mas não tem noção do que lhe irá acontecer, tendo este respondido que Moose não sabe o que ele já viu nem o que lhe irá fazer neste combate.

Os dois iam continuar a falar, até que Sami Callihan apareceu e afirmou que tem os seus rivais pela garganta e os irá destruir no Barbed Wire Massacre. Depois de mais algumas palavras, os três lutadores começaram à pancada e no final, foi Sami Callihan que levou a melhor quando acertou o Cactus Driver ’97, tendo assinado o contrato com o seu sangue.


O que achaste deste Impact Wrestling?

2 Comentários

  1. McIntyre6 dias

    Boas Luís Salvador, em relação ao site que me deste para ver AEW, confesso que o achei bastante confuso. Não só tem AEW, como tem boxe e outras coisas.
    Eu pretendia um site em que desse todos os PPVS.

  2. El Cuebro5 dias

    Mais um grande episódio do Impact, um bom preparativo para o Victory Road, grandes combates, gostei muito do main event e também da boa vitória do Heath!