Depois do Rebellion do último sábado, o Impact Wrestling transmitiu esta quinta-feira mais uma edição do seu show semanal na AXS TV, a partir do MJN Convention Center em Poughkeepsie, Nova Iorque, rumo ao Under Siege de 7 de Maio.

Resultados

– Vincent venceu Crazzy Steve (Before The Impact)
– The Briscoes (Jay & Mark Briscoe) venceram Heath & Rhino
– Bhupinder Gujjar venceu VSK
– Honor No More (Eddie Edwards, Matt Taven & Mike Bennett) venceram Mike Bailey & Motor City Machine Guns (Chris Sabin & Alex Shelley)
– Decay (Rosemary & Havok) venceram Knockout’s World Champion Tasha Steelz & Savannah Evans
– Impact World Champion Josh Alexander venceu Moose

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Vincent venceu Crazzy Steve (Before The Impact): Crazzy Steve entrou de forma agressiva, mas Vincent rapidamente virou o combate a seu favor e dominou durante alguns momentos. No final, o lutador dos Decay até teve algumas hipóteses para vencer, mas Vincent com o seu Red Rum conquistou a vitória.

O Impact abriu com os Impact World Tag Team Champions Violent By Design que prometeram continuar a dominar a divisão de equipas, no entanto os campeões foram rapidamente interrompidos por Heath & Rhino e que os desafiaram para um combate pelos títulos.

Porém, os Briscoes apareceram de forma surpreendente e Jay Briscoe afirmou que eles ganharam ouro por todo o mundo e o Impact Wrestling não será diferente. Depois de uma discussão entre os Briscoes e a dupla de Heath & Rhino, ficou marcado um combate entre eles.

– The Briscoes (Jay & Mark Briscoe) venceram Heath & Rhino: Os Briscoes usaram o seu estilo agressivo para dominar os minutos iniciais deste opener, mas Heath & Rhino conseguiram também eles ter alguma ofensiva.

Com o passar dos minutos, as quase vitórias foram surgindo e no final, Mark Briscoe acertou uma Elbow Drop da terceira corda em Rhino e garantiu assim a vitória e uma oportunidade pelos Impact World Tag Team Championships.

Nos bastidores, Moose confrontou o Impact Executive Vice President Scott D’Amore, por só ter tido alguns dias para se preparar para a sua desforra pelo Impact World Championship, mas o oficial da empresa não quis saber das queixas e até anunciou que o vencedor deste embate irá enfrentar um lutador escolhido por si no Under Siege.

A seguir tivemos um video package a promover a chegada de EGV.

– Bhupinder Gujjar venceu VSK: Bhupinder Gujjar entrou com tudo, mas VSK conseguiu ter algum ímpeto com o passar dos minutos.

No entanto, Bhupinder Gujjar virou o combate a seu favor com um Powerslam e no final acertou o Spear da segunda corda para garantir mais uma vitória.

Assim que o combate terminou Raj Singh mais uma vez tentou ser amigo de Bhupinder Gujjar, sendo que Shera apareceu ficou cara a cara mas os dois não lutaram por causa de Raj Singh. No final, Shera atacou VSK em forma de aviso.

Nos bastidores, o X-Division Champion Ace Austin estava a ser entrevistado, mas foi interrompido por Rocky Romero, que lhe disse que se Ace Austin quiser, ele pode ajudá-lo a participar no NJPW Best of the Super Juniors. O X-Division Champion não quis saber da conversa do veterano, que o desafiou então para um combate, desafio esse que foi recusado. O segmento terminou com Rocky Romero a dizer que é amigo de Scott D’Amore, o que deixou Ace Austin frustrado.

Depois da sua vitória no Rebellion, tivemos Steve Maclin a falar da sua recente boa forma e de como acredita ser ele o próximo candidato principal ao Impact Wrestling World Championship.

– Honor No More (Eddie Edwards, Matt Taven & Mike Bennett) venceram Mike Bailey & Motor City Machine Guns (Chris Sabin & Alex Shelley): Este 6-Man Tag Team Match começou a grande velocidade, com os Honor No More a conseguirem isolar Mike Bailey e assim dominara durante vários minutos. Quando o “Speedball” fez o tag a Chris Sabin este e Alex Shelley viraram o combate a favor da sua equipa, mas o caos rapidamente ficou instalado.

No final, Maria Kanellis distraiu o árbitro, o que abriu espaço para Kenny King interferir, e no final, Eddie Edwards acertou o Die Hard Driver em Mike Bailey e conquistou assim a vitória para a sua equipa.

Assim que o combate terminou, a tensão entre Mike Bailey e Alex Shelley parecia estar a crescer, mas isso ficou em segundo plano, quando o Bullet Club veio para ter uma brawl com os Honor No More, tendo este caos terminado com o Magic Killer em Kenny King.

Nos bastidores, o novo Impact World Champion Josh Alexander foi entrevistado e prometeu continuar com o título depois deste episódio e que está preparado para quem quer seja o seu adversário no Under Siege.

A nova AAA Reina de Reinas Champion Taya Valkyrie foi para o ringue para falar sobre a sua vitória no Rebellion, mas acabou por ser atacada pelas costas por Deonna Purrazzo, sendo que a brawl terminou quando os Decay vieram ao ringue e tivemos então um cara a cara entre Rosemary e a “Wera Loca”.

– Decay (Rosemary & Havok) venceram Knockout’s World Champion Tasha Steelz & Savannah Evans: Este embate começou de forma cáotica, com as quatro lutadoras a lutarem tanto dentro como fora do ringue. A dupla dos Decay acabou por dominar este embate sem problemas, sendo que Tasha Steelz ainda tentou fazer batota, mas no fim, Rosemary com um Spear em Savannah Evans deu a vitória à sua equipa.

Em seguida tivemos mais uma edição do All About Me com as Knockout’s World Tag Team Champions The Influence. As duas começaram a vangloriar-se das suas vitórias, até que a luz se apagou e quando se reacenderam tivemos Gisele Shaw a aparecer e a desafiar qualquer uma das campeãs para um combate, desafio esse que foi aceite por Madison Rayne.

A seguir tivemos Vincent a falar de como ele e JONAH são humanos, mas PCO já não o é, e que o australiano irá perceber isso no Monster’s Ball Match da próxima semana.

No próximo Impact teremos então o Monster’s Ball Match entre JONAH e PCO, o embate pelo X-Division Championship entre o campeão Ace Austin e Rocky Romero e um Tables Match entre Brian Myers e W. Morrissey.

– Impact World Champion Josh Alexander venceu Moose: Moose entrou com tudo e acabou por dominar este main event durante vários minutos, tendo punido o campeão tanto dentro como fora do ringue.

O “Walking Weapon” foi aguentando a ofensiva do seu rival e começou a equilibrar esta contenda com a sua ofensiva técnica. Com o passar dos minutos, o cansaço foi-se começando a sentir e com isso as quase vitórias foram aparecendo de forma frequente, mas ainda assim os dois lutadores continuaram vivos neste embate. No final, até parecia que Moose estava melhor, mas Josh Alexander com uma Powerbomb seguida do seu C4 Spike conquistou a vitória e reteve o seu Impact World Championship.

Assim que o combate terminou, Tomohiro Ishii veio ao ringue e ficou cara a cara com o campeão, tendo sido anunciado que o “Stone Pitbull” irá ser o adversário de Josh Alexander no Under Siege.


O que achaste deste Impact Wrestling?

3 Comentários

  1. Briscoes vs FTR na AEW seria maravilhoso, pena que estão ainda com problemas …

  2. El Cuebro4 semanas

    Grande episódio, Impact está num grande momento!

  3. Gostei:
    – Segmento entre Violent By Design, Heath, Rhino e The Briscoes. The Briscoes no Impact é uma surpresa agradável. O segmento foi sólido e a tag division do Impact vai melhorando.
    – VSK vs Bhupinder Gujjar. Apesar de não ter durado muito tempo, foi um combate divertido de se assistir com um bom ritmo.
    – Honor No More vs The Motor City Machine Guns & Bailey. Com a quantidade de talento absurda em ring, era difícil este combate não ser bom. Boas sequências, um belo ritmo e tudo isto resulta numa boa 6-man tag.
    – Promo de Taya Valkyrie, interrompida por várias mulheres que se metem à bulha. Foi um bom segmento para mostrar todas as feuds da atual Knockouts Division. Segue-se Decay vs Steelz & Evans. Mais uma boa tag match neste show com uma boa psicologia, com Decay a conseguir uma grande vitória sobre Evans e a campeã.
    – Moose vs Josh Alexander (c). Depois do incrível combate que os 2 fizeram no Rebellion, esta rematch cumpriu muito bem. Obviamente não foi melhor que o combate no PPV, mas foi uma ótima desforra.

    Não Gostei:
    – The Briscoes vs Heath & Rhino. Houve algo neste combate que não deu o clique para mim. Não achei horrível, mas podia ter sido bem melhor.

    Overall: 6/10. Um bom episódio do Impact. Alexander vs Moose é o destaque, mas também tivemos mais desenvolvimentos interessantes como o regresso dos Briscoes, Alexander vs Ishii e tudo que aconteceu na Knockouts Division. O Impact vai melhorando a olhos vistos!