Frank casino

Depois desta quarta-feira ter começado a circular a notícia que de algumas dezenas de empregados da WWE estariam infectados com o coronavírus, não foi preciso esperar muito até se saber que Renee Young era uma dessas pessoas.

Agora, durante esta quinta-feira, já se sabe que a também entrevistadora Kayla Braxton e o produtor de backstage Adam Pearce estão também eles infectados pelo COVID-19.

Começando por Adam Pearce, este informou com uma pequena frase na sua conta de Twitter, de que testar positivo ao coronavírus, não estava na sua lista de prendas de aniversário. Ele que fez 42 anos esta quarta-feira.

Já Kayla Braxton, que entretanto apagou a sua conta de Twitter, no tweet que fez durante esta quinta-feira, explicou que já que algumas pessoas estão a confirmar que estão infectadas, que também ela testou positivo ao COVID-19.

No tweet, Kayla Braxton também confirmou que esta é a segunda vez que está infectada, depois de ter tido a doença em Março e que pensava que já não voltaria a ter a doença. A entrevistadora fecha este seu tweet dizendo para as pessoas não serem burras como ela.

A WWE entretanto já lançou um comunicado, onde informou que irão continuar a fazer testes a todos os empregados da empresa, de forma a poderem regressar às gravações televisivas o mais rápido possível.

A lista com os nomes dos empregados da WWE infectados com o coronavírus deverá continuar a aumentar nas próximas horas e nos próximos dias, pelo que será algo que continuaremos atentos.


Pensas que a WWE deveria parar as gravações dos seus programas? Ou na tua opinião, se os lutadores derem negativo nos seus testes, deverão participar nos programas televisivos sem problemas?

17 Comentários

  1. A WWE já devia se ter precavido há muito, mas enfim… Numa nota à parte: na altura em que foi conhecido o primeiro caso de Covid-19 na WWE, nas gravações da WrestleMania, falou-se que a pessoa infetada era uma figura on-screen mas que não era wrestler. Atendendo à data (março) mencionada no tweet, diria que foi Kayla Braxton.

  2. A WWE “controlou” toda esta situação do COVID de uma forma péssima.

  3. Nossa, essa nota só mostra que empresa está mais preocupada com as gravações do que qualquer cuidado…

    Nada de novo sob o sol.

  4. Esta situação tem sido muito mal gerida pela WWE.
    Se deviam fazer ou não os shows parece-me que não

  5. El Cuebro3 meses

    Que eles melhorem e que a WWE intensifique sua política de testes!

  6. Facebook Profile photo

    As 2 entrevistadoras que teem contacto com um numero enorme de superstars…que andam de um lado para o outro….infetadas!! Vai ser bonito vai….🙏🏼

  7. Anónimo3 meses

    Isto tudo podia ter sido gerido melhor pela WWE. As melhoras paras as pessoas que estão infetadas!

  8. Xavier Jorge Xavier3 meses

    A “WWE” deve testar todos. Certo que houve uma falha de controlo por parte dele e que deviam parar de gravar para gerir a situação.

  9. Fecha todas as instalações da WWE e desinfetem essa porra toda. O Vince brincou com o fogo e agora está a queimar-se

  10. Lucas3 meses

    Os empregados pegando essa porra de virus, e o Vince nem ai, velho filho da puta

  11. Continuem que é essencial por a saúde e das pessoas em risco 👍