O nosso admin está muito activo no Instagram!

NJPW Wrestle Kingdom 12 (04/01/2018)

Na noite de hoje no Japão, manhã em Portugal e no Brasil, a New Japan Pro Wrestling realizou o seu maior evento do ano, o Wrestle Kingdom 12 no mítico Tokyo Dome. O evento teve como main-event o combate pelo IWGP Heavyweight Championship, entre o vencedor do G1 Climax de 2017 Tetsuya Naito e o atual IWGP Champion Kazuchika Okada.

O Wrestle Kingdom 12 fica também marcado pelo dream match entre Chris Jericho e o IWGP USA Champion Kenny Omega.

Outros destaques do show foram: o combate pelo IWGP Intercontinental Championship entre o Campeão Hiroshi Tanahashi e Jay White; o combate pelo NEVER Openweight Championship entre o Campeão Minoru Suzuki e Hirooki Goto, onde o derrotado teve de rapar o cabelo; e pelo combate especial entre Cody e Kota Ibushi.

Resultados

– Masato Kakihara venceu a New Japan Rumble (Pre-Show)
– The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) venceram IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Champions Roppongi 3K (SHO & YOH)
– CHAOS (Tomohiro Ishii, Toru Yano & Beretta) venceram NEVER Openweight 6-Man Tag Team Champions Bullet Club (Bad Luck Fale, Tama Tonga & Tanga Loa), Taguchi Japan (Ryusuke Taguchi, Juice Robinson & Togi Makabe), Suzukigun (Zack Sabre Jr., Taichi & Takashi Iizuka) e Michael Elgin & War Machine (Hanson & Raymond Rowe)
– Kota Ibushi venceu Cody
– Los Ingobernables de Japon (EVIL e Sanada) venceram IWGP Heavyweight Tag Team Champions Killer Elite Squad (Lance Archer e Davey Boy Smith Jr.)
– Hirooki Goto venceu NEVER Openweight Champion Minoru Suzuki
– Will Ospreay venceu IWGP Jr. Heavyweight Champion Marty Scurll, KUSHIDA e Hiromu Takahashi
– IWGP Intercontinental Champion Hiroshi Tanahashi venceu Jay White
– IWGP USA Champion Kenny Omega venceu Chris Jericho
– IWGP Heavyweight Champion Kazuchika Okada venceu Tetsuya Naito

Vídeos

Watch Wrestling

Melhores Momentos

Autor

- Fã ecléctico que gosta de muitos e variados tipos de wrestling. Lutadores favoritos: Ric Flair, Kevin Nash, Jeff Hardy, Edge, Hulk Hogan e Bill Goldberg.

18 Comentários

  1. Sou do Russo há 7 meses

    Digam o que disserem o Jericho é o verdadeiro rei! apesar dos seus 47 anos lutou cerca de 35 minutos contra um gajo novo que por um acaso é um dos melhores do mundo atualmente na modalidade. Isto é um sinal que Jericho ainda pode dar muita coisa, ainda nos pode proporcionar muito no mundo do Wrestling. ps: ansioso por ver o kenny omega na WWE…
    Seria épico o Jericho regressar no Royal Rumble Match e o Omega fazer o seu debut

  2. Rui Portugal há 7 meses

    Bem!
    As entradas espectaculares parecem ter saido de moda mas por outro lado a costureira la da casa deve ter andado a trabalhar 24h por dia!
    Como impressão geral fiquei muito surpreendido com o tempo q cada combate teve. O unico q pensei q fosse mais longo era o main event que acabou por nem ser o mais longo.
    Começando combate a combate.
    Era completamente inesperado o vencedor do rumble, plo menos kitamura apareceu, mas contava seriamente com o Honma (mau sinal…). Tirando as surpresas pensei que fosse o Yoshi-Hashi o vencedor. Nota ainda para o Henare. Será que, como o Finaly, nao ira em excursao? De qualquer forma pelo pouco que mostrou parece-me uma gimmick um pouco limitada (uma especie de novo Makabe/Haku, embora ainda sem a presença física de nenhum destes). Se tiver a sorte que o Finlay teve (mesmo com a eliminação do Y-H, que pode significar ou muito ou nada) é outro mau sinal.
    O combate Jr Tag foi bom e deixa tudo em aberto para rematch. Não há muito mais que dizer. Do gauntlet também apenas anotei o facto de que Elgin e War machine saem (como tudo indica) pela porta pequena.
    Ibushi cody foi muito melhor do q o esperado. Fica a incognita sobre o q é q o futuro lhes reserva em 2018 e se esta vitória significa alguma coisa.
    Do combate de heavyweight tag também pouco a dizer. Tudo aponta para um rematch em breve.
    Suzuki Goto foi um pouco mais a essencia do que o NEVER title nos tinha acostumado e a melhor parte foi mesmo a ausencia de interferencia. Pelo menos mostraram que ainda sabem lutar porque para quem tem memória curta ja custava a crer as exibições que estes 2 tiveram o ano passado.
    O 4 way foi previsivelmente caótico! Mas a propria essencia do combate leva a q seja tudo muito orquestrado e pouco organico. Teremos um Ospreay Hiromu a seguir? Parece me ser o primeiro adversario natural, embora ate esteja a torcer para uma estreia na divisao jr amanha. Finalmente, é mais q justo que Ospreay tenha um reinado decente.. bem fez por merecer nestes anos.
    Continua a ser curioso o White continuar sem facção (será que muda amanha ou é mesmo para ficar a solo?). Eu gostei do combate mas infelizmente tanto o combate como o white foram um pouco vitimas das circunstancias, como se ja tinha visto na construcção. Mas isto ainda é so o inicio e havera mt tempo para ir aprendendo e mostrando. Mas começando tao alto no card é natural q agora va ter de descer durante uns tempos. De qualquer forma mostrou dinamismo e intensidade, e vai ser mais um lutador de qualidade nos heavyweights, com muitos adversarios novos pela frente.
    Vamos ver o q acontece ate março mas é pena se o jericho nao ter outro combate. Se bem q isso so tornara este mais mitico. Imaginava q este combate fosse mais do genero brock goldberg nca imaginei q fosse o mais longo do evento (talvez ate longo demais; isto da ddp yoga..) E no fim de contas pese embora o espectaculo é o omega quem sai por baixo. Para uma companhia que em 2017 se podia orgulhar de ter tido 3 combates acima de 5 estrelas (fora todos os outros de 5 estrelas), afinal um dos protagonistas desse ano viu-se ser levado ao limite contra um veterano da wwe. Se noutros tempos se podia trazer alguém do estrangeiro sem perder a aura, para o Omega q devia representar alguem q esta no topo da carreira, ir perdendo contra um lutador q tinha sido um midcarder na ultima passagem na wwe fica a ideia de q se estivessem em igualdade de idade/momento na carreira, jericho teria facilmente vencido. O combate foi surpreendente, muito acima de outros combates de veteranos que têm aparecido no WK (veio-me agora a cabeça as ultimas vezes do Keiji Mutoh – não acho q tenha estado a altura do Tenryu Okada mas aí até era mais pelo contexto). Mantenho que mesmo com toda a intensidade do Jericho e com spots fantásticos do ponto de vista da psicologia pareceu-me q o Omega lhe deu demasiado mas se isolarmos isso foi optimo e sem sombra de duvidas um combate histórico e que vai marcar um antes e um depois na história da New Japan.
    Como me tinha dado a ideia no ultimo combate da road to wk, Okada prolonga a serie (para muita tristeza do Jorge, imagino!). Em kayfabe pode se apontar q qd foi campeao, Naito nca levou o titulo mt a serio, por isso foi esse querer q faltou e q, embora tivesse dado para ganhar a desforra ao omega no g1, ainda nao chegou para deitar o campeao, na maior run de sempre do título, abaixo.
    Para o Okada fica uma certa ausencia de adversarios no futuro mas continuo a acreditar q vai ser o Naito quem vai acabar este reinado. A historia continua sempre, vamos ver onde nos levam amanha!
    Qt ao combate foi para mim o melhor do espectáculo. Ver ao que chegámos, o tempo q tiveram ate parece pouco e nao me importaria de ter visto outros com menos 2 ou 3 minutos para ter mais 10 ou 15 neste. Mas tb se entende q fazia sentido puxar as coisas um pouco p baixo pq senao era impossivel continuarem-se a superar. Okada e naito nunca tiveram um combate de 5 estrelas e este talvez ainda nao o tenha sido (mas perto), e foi de qualquer das formas o melhor q tiveram ate agora.
    Como nota final, penso que, mesmo com a ausencia de interferencia dos Suzuki-gun, houve cadeiras a mais neste espectáculo. E, assim, perdem todo o impacto, especialmente mais para a frente. O uso da mesa no Okada Omega I foi especial precisamente porque foi uma unica mesa. Em 2017 voltou-se persistentemente às mesas a juntar a cadeiras sem fim (fora o combate de escada). Só lhes dificulta a tarefa porque chegamos ao fim do espectáculo (ou do ano) com a sensação de que já vimos aquilo tudo.
    Em resumo, como se esperava o espectáculo não esteve à altura dos últimos anos, mas a sensação final é muito positiva. Este acaba por ser um WK de transição e estão a ser criadas novas vias de progressão para todo o roster. Vai ser mais um ano excelente, não tenho dúvidas.

    • The Demon Jorge há 7 meses

      Imaginas e imaginas bem Rui, fácil não foi. Vi o teu comentário ontem depois de ver o show mas ainda não estava em condições de comentar pois ainda tenho de me habituar melhor à ideia de o Naito ter perdido. Infelizmente comecei a perceber isso com o último vídeo do Real Neat Puro, fez me perceber que provavelmente seria a decisão acertada, mesmo assim não quis acreditar. Passei o combate todo a rezar pela vitória do Naito a cada move.
      Depois quando vi o Naito aplicar o terceiro Destino e não avançar para o pin percebi que era o fim do que eu mais queria. Com aquele último Rainmaker senti a casa a desabar por perceber que não era este o momento que eu tanto ansiava.

      O comentário sobre o show todo só o farei na terça depois da antevisão do Miguel. Ainda quero ver o New Year Dash e ver outra vez o WK12 sem aquela emoção e ansiedade à mistura. E sinceramente ainda tenho de digerir melhor a derrota do Naito.

      E é bom ter te de volta aos comentários.

  3. Tobias há 7 meses

    Alguém que tenha assistido, pode me dizer se a luta do Omega x Jericho foi boa? Sabe até iria ver, mas confesso que sou fã demais do Y2J e mesmo eu entendendo que ele tinha que perder, devido a sua idade e tour, não podendo ficar um bom tempo na empresa, não consigo ver combates e suportar a derrota dele, mesmo sendo contra o considerado melhor wrestler da atualidade.

  4. DietOwensDiet há 7 meses

    Entendidos do NJPW, nunca vi shows desta companhia, vale a pena ver?

    • Sou do Russo há 7 meses

      eu também nunca tinha visto shows completos… apenas alguns combates do kenny omega e do kazuchika okada… apenas assisti ao evento para ver o kenny omega e o chris jericho em direto ..vou ser sincero, prefiro a WWE… mas o combate do Kenny contra o Jericho vale a pena ver e rever

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 7 meses

      Como autor do podcast de NJPW vou tentar ser o mais imparcial possível, mas antes de ser fã de NJPW fui um “WWE guy” durante anos a fio e a NJPW agarrou-me completamente.

      Eu tenho a certeza que vale a pena ver. Não te vou dizer tudo o que penso sobre a empresa porque muita coisa vai do gosto de cada um em termos de estilos de combate e tudo mais, mas tentar pelo menos experimentarem ver uns combates soltos e depois começar gradualmente a ver shows completos ou “alguns combates” de determinado show, é uma boa forma de entrar no mundo da NJPW.

      Não tendo shows semanais como a WWE, também fica mais “leve” de acompanhar.

  5. Carlosilva há 7 meses

    Não vi os combates todos pois o evento foi muito longo. Do que vi, gostei, não é a primeira vez que vejo um Wrestle Kingdom, tem sempre bons combates como é normal apesar de não ser grande fã do produto em geral da NJPW(muitos tag teams sempre com muita gente envolvida).

    -Combate solido o primeiro da noite, os Young Bucks têm claramente um estilo em ringue muito controverso pois uns adoram, outros odeiam, eu pessoalmente consigo ser entretido por este estilo.

    -Adorei aquele cross-rhodes da apron para fora do ringue, o Cody Rhodes é o maior talento que a WWE desperdiçou na minha opinião, a Brandi neste papel de manager está muito bem.

    -O combate pelo Junior Championship fui excelente, acompanho a carreira do Ospreay desde a BOLA2015 da PWG e portanto senti-me mesmo bem ao vê-lo ganhar este título

    -Chris Jericho, aos 47 anos, faz isto. Kenny Omega um dos melhores lutadores que já vi,

    • Carlosilva há 7 meses

      ….Que combate fenomenal. Penso que o Jericho provou aqui que é mesmo o melhor de sempre, anda ao mais alto nível há mais de 20 anos, a fazer constantes paragens por causa da banda (afectando o ritmo) e mesmo assim com 47 anos entrega um combate 5 estrelas.

      • Sou do Russo há 7 meses

        apoio… não sei se lhe chamaria o melhor de sempre mas certamente não está longe

      • Carlosilva há 7 meses

        Sim, óbvio que quando digo o melhor de sempre é a minha opinião pois é um tema muito subjetivo.

        Eu sei que ele não ganhou muitos títulos mundiais quando comparado com Ric Flair ou John Cena

        Não marcou tanta gente como um Hulk Hogan ou um Undertaker.

        Mas para mim em overall é o melhor. Tem estado ao mais alto nível desde que estreou na WWE, sempre em grande forma, o seu carisma é imenso, seja a face seja a heel. Adoro o facto de que ele nunca tenha sido egoísta e tenha sempre ajudado novos talentos( o homem pôs o Fandango over na Wrestlemania!!), sobretudo gosto dos podcasts deles, a maneira como ele olha para o wrestling é incrível.

      • Tobias há 7 meses

        Verdade, se lembra que era pra ele ter ganhado o RR, mas no final foi o Sheamus o vitorioso. Também tem a época do Nexus que ele e o Edge queriam elevar a equipe e o Wade Barrett, mas infelizmente o John Cena não quis colaborar. Y2J ajuda realmente os novos talentos ou procura ajudar e em questões de não ter ganhado tantos títulos comparado ao Flair e o Cena, só digo o seguinte: ele é tão foda em ring, mic skill, heel e face que ele não precisou ganhar tanto para mostrar o quão talentoso ele é.

  6. wesley há 7 meses

    Não que eu tenha achado ruim, mas foi muito abaixo do que ano passado, a luta pelo titulo intercontinental foi mal bookado e alguem deveria ensinar esse arbitro o que é uma No DQ match.

  7. bernardo há 7 meses

    4 dias e ja temos show e combate do ano

  8. simaoP1 há 7 meses

    Um evento muito bom para quem não acompanha NJPW e viu este show so para ver como era devia começar a ver mais, eu já vejo o Wrestle kingdom desde o 9 e tenho visto sempre e sou um grande fã do produto que eles fazem, muitos queixam-se dos tag-team matches em demasia mas esses combates servem para criar as rivalidades e para além disso os grandes combates tem de acontecer em ocasiões especiais e esses show de tag matches servem para construir as rivalidades, o que a wwe muitas vezes não aproveita é os combates que as pessoas querem ver acontecer num TV SHOW pelo que podiam guardar esse “big match” para um PPV porque o build up seria maior mas pronto! Em geral o show foi bom combate da noite Alpha VS Omega o main event foi bom (não tão bom como o ano passado) e agora que venham mais shows de NJPW e que venha rápido o Strong Style Evolve porque tem tudo para ser um dos shows do ano.

  9. KILL OWENS KILL há 7 meses

    Olha, tenho que dizer que nunca mais tinha estado tão hypado para um show quanto esse Wrestle Kingdom 12 e talvez esse tenha sido o problema, por que me desiludi de certa forma… Eu esperava um 10 e esse evento foi um 9, o que é excelente sim (e muito), mas o meu hype tava tão grande quanto o de uma WM uns anos atrás. Tudo questão de expectativa, foi inevitável não cria-la, mas vou tentar me conter da próxima. Agora a análise…

    Jr TT: Estava ansioso por esse combate, principalmente pelo booking, em que os campeões haviam ganho tudo e os Bucks são os obstáculos dos rapazes. Digo que gostei do combate, mas esperava outra coisa. Não achei que fossem focar nesse certo “humor”, o que me decepcionou também. Mas ok, de novo a expectativa.

    6 Man: Gostei. Parabéns ao Beretta, que é um baita wrestler e merece ter um bom 2018. Assim como muitos ali na verdade…

    Cody VS Ibushi: A surpresa da noite pra mim. Não a qualidade do combate, afinal é o Ibushi, mas sim a prestação do Cody ter passado do bom, na minha opinião. Velho, aquele Cross Rhodes foi doentio. Muito bom.

    LIJ VS KES: Excelente. Adorei a forma que o combate começou, com os KES dominando geral. Achei ele um pouco longo também, mas tranquilo. Muito feliz pelo EVIL e, principalmente, pelo SANADA.

    Hair’s match: O booking do combate pra mim foi demais e o sell do Goto foi perfeito, sofria junto com ele. O problema aqui foi o vencedor pra mim, pois assim como muitos, já estava fantasiando o Goto careca mais agressivo que nunca. Cara, que wrestler esse cara é, virei fã dele nesse vento e digo que ele merece muito um World Title. Sobre o Suzuki, gostei da sua atitude final, fala muito sobre o personagem.

    F4W: Lutaça né, velho? Era impossível essa luta ser ruim, porém não é perfeita. Esperava mais do Hiromu, que parecia um saco de pancadas, apesar que no final compensou um pouco. O Kushida também não achei nada demais. E as vezes sentia o combate meio perdido, sei lá, como se fosse mal improvisado. Mas, por outro lado, O Ospreay é rei! E o Marty é Deus! 😀

    IC Title: Gostei, mas esperava mais. Acho que cumpriu a missão de cimentar o White como uma estrela, mas acho que faltou algo na luta em si. Esperava um pouco mais de drama., mas ok. O Jay está de parabéns, to amando esse personagem.

    Y2J VS KO: Luta da noite e isso não é uma opinião, é um fato. Era isso que o evento devia ter sido, pra quem esperava um 9 ou 10, isso foi um 11. Nossa velho, que foi isso? Jericho pelo amor de Deus! Homão da porra esse cara, com 47 anos saca uma dessas, isso que é se reinventar. Adorei a forma como protegeram o Chris, fazendo ele sobreviver ao OWA como apenas o Okada havia conseguido. Sobre o vencedor, que grande vitória para o Omega e digo mais, pra mim esse cara atingiu um patamar inacreditável, desculpe Okada e AJ, mas aqui jás o verdadeiro melhor da atualidade! Espero que passe um bom tempo na NJ ainda antes de ir pra WWE, por que quando esse cara for, vai ser o fim do mundo.

    ME: Foi um show de emoções. Era daqueles que queria MUITO a vitória do Naito e achou óbvio sua vitória, e tomei esse Radouken aqui. Nossa, velho, fiquei arrasado ao ver o Naito caminhando pra longe do ringue após o combate, Cristo. Agora, o que virá a seguir para o Okada? Não consigo ver nada além. Contudo, uma coisa é certa, está aí o campeão mais dominante de todos os tempos (sorry Asuka). O cara que derrubar esse homem deverá ter uma estátua no centro de Tokyo. Queriam um campeão imbatível, tá aí. Chupa Cena e Roman.

    Finalizando, não gostei muito do booking de algumas lutas e nem de alguns resultados. Entretanto, gostei de outras coisas e achei o Y2J VS KO fenomenal, é certamente um combate que vou rever muito, queria ter o mesmo sentimento sobre o evento todo.

Comentar