Como já foi aqui noticiado, a antiga Diva da WWE, Ashley Massaro, faleceu no passado dia 16 de Maio com apenas 39 anos de idade. A notícia chocou o mundo do Wrestling e fez levantar alguma controvérsia em torno de episódios passados da vida de Ashley Massaro na WWE.

O advogado da lutadora, Konstantine Kyros, publicou uma declaração da falecida que inclui uma série de acusações e alegações chocantes. Na declaração, Ashley Massaro afirma que foi abusada sexualmente durante a tour que a WWE realizou no Kuwait em 2007, além de ter sido drogada e agredida, e que na altura os responsáveis da WWE disseram-lhe que o melhor era não reportar o caso às autoridades.

A declaração completa pode ser lida aqui.

Entretanto a WWE emitiu um comunicado em resposta a esta declaração. No mesmo pode ler-se o seguinte:

A WWE está triste com a morte de Ashley Massaro e enviamos as nossas condolências à sua família. No entanto, lamentamos que seu advogado Konstantine Kyros, que abriu vários casos contra a WWE e perdeu todos eles, sendo sancionado várias vezes pelo tribunal por má conduta e alegações falsas, esteja usando a morte de Ashley para promover sua campanha maliciosa contra a WWE ao publicar uma declaração que ela enviou ao tribunal e que, mais tarde, pediu desculpas à WWE por envolver a companhia no caso. Queremos por isso deixar algumas coisas bem claras.

Em nenhum momento Vince McMahon ou os responsáveis da WWE foram informados por Ashley Massaro ou qualquer outra pessoa de que ela tinha sido sexualmente agredida, drogada, violada ou sodomizada por um médico militar durante uma tour realizada em 2007 à base militar dos Estados Unidos no Kuwait. Na verdade, se ela alguma vez fizesse tal reivindicação à WWE, nós teríamos informado imediatamente o comandante da base.

Em nenhum momento houve uma reunião com Vince McMahon, Kevin Dunn, John Laurinaitis ou outros executivos da empresa em que ela lhes contasse tal afirmação e tenha sido pedido para que se mantivesse em silêncio.

As primeiras alegações de Ashley Massaro sobre este caso foram divulgadas em Novembro de 2016, mas mais tarde, em Outubro de 2018, a ex-Diva acabou por pedir desculpa pelo sucedido. A WWE divulgou também partes de um email que recebeu da ex-Diva, que se mostrou arrependida por ter aberto o caso contra a companhia.

9 Comentários

  1. fabricuo4 anos

    Nosssa

  2. Pedro4 anos

    caraca

  3. Brunoxp174 anos

    A culpa é do vince McMahon.

  4. GIUSEPPE FAÈ - italia, brasil4 anos

    Caraca mano.

  5. Showstealer4 anos

    Situação lamentável e que agora obviamente vem à baila pelo facto da Ashley ter falecido recentemente. Agora já não adianta muito, mas se se comprovar isso que é alegado então o responsável terá de ser punido.

  6. 4 anos

    Nossa.

  7. Por amor de deus 🙁

  8. E uma acusação muito séria .

  9. Anónimo4 anos

    Que horror.