Faz login e remove a publicidade
Frank casino

Para o main event do Backlash deste domingo tínhamos então marcado o “Greatest Wrestling Match Ever” entre Edge e Randy Orton, um combate que vinha dando bastante que falar, não só pelos dois lutadores envolvidos, mas sobretudo pela forma como vinha sendo promovido pela WWE.

O WWE Backlash é transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

O combate começou logo por ter um feeling diferente do habitual, devido aos ângulos de câmara utilizados, o som do público que ficou mais audível, a roupa clássica usada pelo árbitro e até pelo pequeno tributo ao falecido Howard Finkel, pois foi a sua voz a fazer a apresentação dos dois lutadores.

O confronto começou depois como a grande maioria dos combates começa, com um lock up e algumas trocas de chain wrestling. Por incrível que pareça, vimos Edge a aplicar arm drags a Randy Orton, e este a responder com algum a matreirice, atirando o “Rated R Superstar” para fora do ringue com uma rasteira.

O combate subiu depois de tom, com Edge a aplicar uma Big Boot em Randy Orton fora do ringue. No entanto, o registo continuava a ser de muito Wrestling entre os dois lutadores, algo que não estamos muitos habituados a ver entre eles, sobretudo depois do Last Man Standing Match da WrestleMania 36.

A certa altura vimos Randy Orton a tentar aplicar um Superplex em Edge para fora do ringue e percebemos que o registo do combate ia mudar. Até porque Edge inverteu esse Superplex e acabou por aplicar uma Flying Clothesline em Randy Orton, no apron do ringue, que deixou o “The Viper” a sangrar.

Tivemos então algum domínio de Edge, que procurou obrigar Randy Orton a desistir com um Crossface, só que este chegou à corda e até tentou um RKO vindo do nada. Seguiu-se depois um domínio do “The Viper”, sobretudo devido a um brutal ataque ao “Rated R Superstar” fora do ringue.

O domínio de Randy Orton continuou dentro do ringue, com o lutador a procurar sempre impor dor no pescoço de Edge. A certa altura, o “The Viper” procurou prestar um tributo a Eddie Guerrero com um Three Amigos, mas foi Edge que acabou por levar a melhor na troca de Suplexes.

Ainda assim Randy Orton continuou por cima do combate e chegou mesmo a aplicar um Superplex em Edge. Só que apesar da queda brutal, Edge foi capaz de ir virando o ímpeto do combate e até acertou o Edgecution no “The Viper”. O combate entrava assim na sua reta final, bastante equilibrado.

O “Rated R Superstar” procurou a vitória com um Crossbody e novamente com o Crossface, mas Randy Orton conseguiu inverter a submissão e respondeu depois com um Olympic Slam. O “The Viper” estava novamente por cima, mas Edge respondeu com uma Powerbomb vinda do nada.

Depois disso, Randy Orton atirou Edge para fora do ringue e, de volta ao ringue, aplicou-lhe o DDT nas cordas. O “The Viper” tentou depois um RKO, mas o “Rated R Superstar” conseguiu inverter no Edge-O-Matic. Depois disso, preparou o Spear, mas o adversário saltou e tentou um Powerslam, mas acabou por sofrer o Unprettier.

Só que pouco depois vimos Randy Orton a aplicar o Pedigree, e Edge a responder com um Rock Bottom!

Edge tentou pouco depois uma combinação rápida de pins, mas o “The Viper” respondeu com um RKO vindo do nada, que mesmo assim não lhe deu a vitória. O combate ganhava contornos de algo épico, para delírio de todos.

Frustrado por não conseguir a vitória, Randy Orton procurou utilizar um golpe antigo, o Punt Kick na cabeça de Edge, mas este respondeu com um Spear, seguido de um segundo Spear, que mesmo assim não lhe deu a vitória. Pouco depois Randy Orton aplicou um RKO em Edge, com este a saltar da 2ª corda, mas também não foi suficiente para a vitória do “The Viper” no combate.

A seguir tivemos aquela que seria, finalmente, a finish do combate. Edge tentou prender Randy Orton na sua submissão, mas este livrou-se do golpe com um Low Blow que o árbitro não viu e aplicou um Punt Kick repentino. Edge foi incapaz de levantar o ombro e Randy Orton venceu este “Greatest Wrestling Match Ever”.

Depois do combate, o “The Viper” aproximou-se do “Rated R Superstar” e disse-lhe algumas palavras ao ouvido. Randy Orton disse-lhe para ir para casa e dizer olá às suas filhas por ele…

Logo a seguir entrou uma equipa de médicos para tentar transportar Edge de maca, mas este recusou-se e ajoelhou-se sozinho. Existem sites internacionais a reportar que o “Rated R Superstar” se lesionou no tricep e pode ficar alguns meses de fora, mas não pareceu no combate e até ao momento ainda não foi confirmado.


O que achaste do “Greatest Wrestling Match Ever” entre Edge e Randy Orton? Esperavas este resultado?

49 Comentários

  1. Até pensei que iria ser pior. Superou as minhas expetativas. Gostei 👍

    • Subscrevo, Mr Brodie Lee! Eles se esforçaram muito para ser GOAT (não foi) mas o que fizeram foi realmente notável e ficou para a história.

  2. Facebook Profile photo

    Bom combate, e finamente ele conseguiu utilizar o punt.

  3. joao2 meses

    não foi o melhor combate de sempre mas até que foi apreciavel

  4. P2 meses

    Bom trabalho dos dois fizeram uma boa apresentação

  5. jefferson silva2 meses

    muito bom

  6. Woah, os meus parabéns ao Orton e ao Edge, produziram um combate absolutamente incrivel e contaram uma grande história. Como é óbvio nunca ia ser o melhor combate de sempre, mas acredito que tenham feito o melhor combate POSSÍVEL entre os dois. Muito bom e na minha opinião um match of the year contender. Excelente trabalho!

    • Contender sim, juntamente com Bryan x Styles na mesma semana 👏🏾

    • Hmm não sei se combates gravados merecem essa distinção…

    • O Styles/Bryan também foi gravado e foi um dos melhores combates do ano. Desde que não seja cinemático, tudo bem.

    • Combates gravados podem ser refeitos e corrigidos as vezes que quiseres. Não podes colocá-los no mesmo patamar que combates live ou live on tape…

    • Não deixam de ser grandes combates. Só posso analisar o que vejo com os meus olhos e o que vi foi um enorme combate. Se fosse cinemático, concordo, esse tipo de combates não merecem distinção como “melhores do ano” porque têm um estilo diferente e são ALTAMENTE corrigidos e editados, mas este combate não é um desses casos. Sim, se calhar se fosse live a pressão era maior e o Edge e o Orton até podiam nem ter tido um combate tão bom, mas isso são coisas diferentes. O combate foi feito uma vez e não vi correções nenhumas (posso estar enganado). Nesta altura há muitos combates e shows que são gravados, mas não é por aí. Styles/Bryan não deixou de ser o combate que foi porque foi gravado há umas semanas atrás.

    • Eu não disse que não tinha sido um bom combate e que não tinha gostado. Muito pelo contrário, gostei bastante! Não tem nada a ver com “pressão do público”. “O combate foi feito uma vez e não vi correções nenhumas” Isso é o que tu achas! Não teres visto o trabalho dos editores e ele ter existido de facto são coisas diferentes

    • Bem, vimos um combate de wrestling dentro de um ringue de wrestling e ambos achamos que foi muito bom, portanto porque é que não posso tratá-lo como um dos melhores do ano na WWE? Ok, cada combate de cada show que é gravado também pode ser editado, e nesta altura são quase todos eles gravados. Se tivessemos a falar de um cinematic match concordava contigo a 100% porque isso não é, por assim dizer, wresting, agora neste caso não me parece fazer muito sentido. Mas pronto, se pensas dessa maneira, tudo bem. Concordar em discordar.

    • Porque ao tratar-lo como um candidato a Match of the Year estás a compará-lo com outros que aconteceram live ou live on tape e estes últimos irão estar em desvantagem. Por exemplo, um combate gravado como este nunca terá um botch

    • mirandelas2 meses

      JOAO da cena tape ou gravado é a mesma coisa. Tu só tens hate pelo Randy Orton e pelo Edge

    • Anónimo2 meses

      AJ Styles vs Daniel Bryan foi gravado apenas uma vez sem edições, isto aqui foi gravado por partes várias vezes e cheio de edições, informem-se melhor antes de comparar as coisas.

  7. Bem,que grande combate que isto foi.
    Adorei o combate,acho que ambos estiveram a um grande nível e contaram uma história de grande qualidade.
    Não foi o melhor match de sempre,mas esforçaram-se bastante para conseguir isso…parabéns a ambos

  8. MC2 meses

    Quase que entrava de serviço antes do combate acabar, mas nada a dizer, foi provavelmente dos melhores combates possíveis de se fazer entre estes dois. Candidato a melhor do ano, sem dúvida.

    (Se fosse no Tokyo Dome, o Meltzer dava 5*, com esta me despeço por hoje 🤣🤣)

    • Não me lembro de alguma vez ter havido um combate gravado no Tokyo Dome…

    • MC2 meses

      Claro João, mas também nunca o Wrestling esteve tão condicionado como hoje em dia, não é? Condicionado de tal forma que se fosse offseason e todas as empresas parassem, ninguém ia estranhar.

      Esta situação leva a que vários comnates sejam evidentemente, preferencialmente gravados, e até acho bem. Se é uma medida que salvaguarda todos, e evita demasiados ajuntamentos…

    • mirandelas2 meses

      não deixou de ser um excelente combate. .I.

  9. Não foi o Greatest Wrestling Match Ever, na minha opinião, mas foi muito bom! Atrevo-me a dizer que foi o melhor combate do Randy Orton! A ideia de usarem finishers clássicos e alguns segmentos de grandes combates foi bestial!

  10. Mas que grande combate… Não acredito que seja realmente o “Greatest Wrestling Match Ever” mas mesmo assim foi muito muito bom… Obrigado Heyman… E até há próxima…

  11. Alexandre2 meses

    Eu não assisti, mas esse pedigree do Orton foi aplicado pessimamente.

  12. Esperava o resultado mas não me agradou o excesso de finishers e kick outs, por essa razão não gostei muito

  13. TEX2 meses

    OMG

  14. Facebook Profile photo

    Foi um puta combate, foi a “greatest wrestling match ever”? Não, mas foi o melhor combate do ano até agora

  15. Na minha opinião, o melhor combate de randy orton desde 2011 vs christian!
    Se eu fosse um meltzer, dava a este combate 4,5*

  16. Brhu3hue2 meses

    Não foi o Greatest Wrestling Match Ever, pois cada um pode ter seu combate preferido, o meu por exemplo é HHH vs Taker na WM HIAC, e não foi umas 5* match, então se uma pessoa achar que esse foi o Greatest Wrestling Match Ever, não podemos criticar.

    Alias, que combate meus amigos, foi longo e muito nostálgico, um combate que poderia durar mais uma hora e eu continuaria sem tirar os olhos da tela. Tudo aquilo que o Randy falou durante essas semanas ele provou que estava certo.
    Como é um bom um combate sem “super kicks” a toda hora. Foi gravado, mas não tira o mérito do que eles fizeram, principalmente o Edge.
    Sobre o final, eu imagina que o combate iria acabar com um punt na cabeça do Edge, só acho que faltou um piledriver para o combate ficar ainda mais “old school”. Talvez um piledriver (na minha opnião, seria possível fazer, com alguém dando uma coordenação durante o golpe) e seguido do punt, seria um final perfeito para o combate devido histórico de lesões do Edge.
    Não tenho nada a reclamar, apenas elogios.

    • Filipe2 meses

      Isso é para mim uma coisa que nao se pode comparar sao combates com estipulações e sem estipulações.. Esse mesmo combate HHH vs Undertaker se fosse sem estipulações nao seria nem um quarto do que foi devido ao que pode ser usado…
      O Problema deste combate que foi bastante bom foi ter havido na 6ªfeira um sr.combate candidato a melhor de sempre: Bryan vs Styles

  17. Anónimo2 meses

    Nem no top 50, mas pronto fizeram o que conseguiam tendo em conta a situação.

  18. El Cuebro2 meses

    Ouvi falar algo sobre o Edge ter se lesionado, isso aconteceu mesmo? No mais foi mesmo um grande combate, parabéns aos dois!

  19. Balhote2 meses

    Combate espetacular, do princípio ao fim adorei cada segundo e o “punt” foi o final perfeito. O Randy e o Edge estão de parabéns. Outra coisa, fui só eu que reparei no quão fantástico foi o Joe nos comentários deste combate, espetacular. Este homem faz tudo bem e por um lado quero que ele regresse mas por outro acho que ele fique onde está pois é excelente nos comentários.

  20. Fiquei deliciado com este combate, são este tipo de matches com storytelling e psicologia que fazem falta ao wrestling atual a meu ver.
    É evidente que já houve melhores combates do que este main event do Backlash (só o combate de sexta-feira entre AJ Styles e Daniel Bryan foi melhor, para mim), mas Edge e Randy Orton estiveram a um nível muito alto.
    Fiquei surpreendido com ambos, principalmente com o Rated-R Superstar porque parece que nem ficou mais de 9 anos sem ter um combate de wrestling tradicional. Só espero que ele não se tenha lesiona… O vencedor foi assertivo, embora isso seja o que menos importa depois deste “hino” ao old school wrestling.

  21. JJP2 meses

    Que ótima surpresa! Confesso que estava receoso, mas acredito que tenha sido um dos melhores combates (se não o melhor) por parte do Orton. E ver o Edge mesmo depois de tantos anos ainda trazer um espetáculo é de dar alegria e criar uma imensa expectativa do que ainda pode vir no futuro contra AJ, Rollins, Bryan… Como muitos disseram, “The Greatest Wrestling Match” é totalmente subjetivo, mas entregaram sim um combate de alto nível.

  22. Anónimo2 meses

    Que combate! Pode não ter sido o melhor combate de sempre, mas foi um excelente combate sem dúvida alguma! A storyline foi muito bem construída. E tanto o Edge como o Randy Orton deram o deram o seu melhor. Muitos parabéns a ambos!