Roman Reigns, como se diz, acordou e escolheu violência… Depois de ter dito que CM Punk já não está ao mesmo nível do passado, na mesma entrevista à Complex explicou porque é que, na sua opinião, a AEW não é competição para a WWE.

Não, pelo menos para mim [não é competição para a WWE]. Este é um daqueles assuntos que é muito subjectivo e há muita paixão e tribalismo que acaba por ajudar a criar uma opinião imparcial, mas eu só posso falar da minha perspectiva. Sou um daqueles que gosta de competir em tudo. Tipo, “Aposto que consigo comer essa bolacha mais depressa”. Eu quero ser o melhor em tudo o que faço. Se formos cortar relva, eu vou fazer de tudo para que o meu lado [do jardim] fique melhor do que o teu.

Por isso, eu não vejo a AEW como verdadeira competição, porque penso que a sua base de fãs é legitimamente uma base de fãs hardcore. Por isso, eles têm um tecto para o número de espectadores que podem ter. A WWE está a tentar ligar-se a todos. Estamos a tentar estabelecer uma ligação com os fãs casuais. Estamos a tentar envolver o novo espectador, ao mesmo tempo que servimos a nossa base de fãs hardcore e lhes damos histórias convincentes para os satisfazer também.

Não sei se já o disse antes, quando a audiência é provavelmente a maior personagem do seu programa, isso é estranho para mim. Vais ouvi-los a toda a hora, as críticas e as comparações. Acho que por serem uma empresa nova e por causa de quão prematuro e de quão romântico ainda são, acho que ainda estão a ser levados ao colo por estes fãs hardcore. O que é óptimo. Isso é óptimo. Acho que nunca ninguém vai dizer, especialmente do ponto de vista do desempenho: “Oh não, há mais oportunidades lá fora? Isso é uma porcaria”.

Portanto, não é uma coisa má. É uma coisa óptima para o Wrestling profissional. É apenas um argumento estranho porque há tanto preconceito e há tanto, “Estou deste lado e não vou abrir a minha mente para o outro lado”. E isto é algo que vale para os dois lados.

Quanto à concorrência, não são para mim. Pode haver outras pessoas no nosso roster que talvez pensem que precisam de se esforçar e melhorar como lutadores, mas não há ninguém no mundo inteiro, qualquer outra promotora ou na WWE… Eu sou melhor nesta forma de arte do que todos os outros, e eu mantenho-me nessa posição.

Não estou a falar apenas de, “Oh, os golpes que ele fez são muito bons”. Essas coisas não significam nada para mim. Quando se faz todas as contas, ninguém me toca neste negócio.


O que achas destas declarações de Roman Reigns sobre a AEW?

20 Comentários

  1. WWE Oficial1 mês

    Bem feito pra AEW q a resposta dele foi a cereja no topo do bolo

  2. Victor Silva1 mês

    Concordo quando ele diz que: “Estamos tentando conectar com todos os novos públicos casuais” mas não concordo com a parte: ” E também estamos conectados com a base de fãs Hardcore, entregando histórias convincentes para satisfaze-los” – para fãs Hardcore como diz o Roman, o produto deixa a desejar

    • Quando tentas agradar a “gregos e troianos”, acabas por não agradar verdadeiramente a nenhum dos dois.

    • Victor Silva1 mês

      Isso é verdade Salvador. Eles tem de ser mais específico para qual público alvo deseja atingir. A AEW parece querer atrair o público “Hardcore”… Acho que o Roman dizer que ainda estão conectados aos fãs Hardcore é apenas uma história de capa, a atenção atual da WWE é notável no público casual, eles já não tem a mesma “atenção e cuidado” de atingir os fãs Hardcore. Pessoalmente não sou um fã muito das antigas, minha experiência com WWE é de 2012 para cá, porém pesquisando ou vendo Storylines e combates bem trabalhadas dos anos 90/2000, personagens profundas, distintas e desenvolvidas, mostra a diferença entre produtos (atual e passado) Porém também entendo que em cada época, uma necessidade diferente…. falando por experiência própria de expectador, a WWE tem deixado a desejar, tudo ficou simplificado, raso e genérico.

      Gregos e Troianos não poderão ser mutuamente agradados, uma hora vão falhar com um dos dois, não dá para ficar “em cima do muro”

  3. joao (diferenciado)1 mês

    Tão aí os 15 segundos de fama

    • Ricardo1 mês

      Se o Roman com estas declarações teve 15 segundos de fama, imagino quantas horas de fama não estão a ter todos os que mencionam a WWE do “outro lado do jardim” 😂

  4. Ui ui, cuidado com isso, olha que há gente que ainda ainda acreditam no que dizes…
    Falando sério, é o poster boy da WWE, normal repetir o Vince McMahon, mas nem eles acreditam no que dizem. Aposto que na hora do Rampage o Roman vai estar na tv o tempo todo, mas isso será uma mera coincidência

  5. Sorry1 mês

    Estar a estar responde sobre a AEW e o CM Punk em entrevistas significa que a AEW é competição. Só pessoas ignorantes que se se deixam iludir com estas e outras palavras. Fica o apelo a quem realmente é fã de wrestling: julguem as empresas pela qualidade dos shows que apresentam e não pelas “notícias”

  6. Balhote1 mês

    Acho que disse a sua opinião, sem incendiar muito. Estava numa entrevista, se lhe fazem uma pergunta ele responde como é óbvio. Acho que isto não foi nenhum ataque à AEW, foi apenas uma opinião de alguém que sabe o que está a dizer pois está dentro do negócio. Parece que há aqui malta ofendida, não percebo porquê, até parece que ele falou assim tão mal da tal “concorrência”.

    • El Torito Cover1 mês

      Grande parte de quem sempre comenta aqui, sao imparciais em relaçao a WWE e AEW. Tudo é ruim na WWE e tudo é lindo na AEW.Pedem novos idolos na WWE e se derretem por Jericho, CM Punk, Daniel Brian, Cristian, etc…

  7. Gostei daquilo que ele disse, a WWE devia de ser mais hardcore para melhorar o seu produto, falta muito isso mas infelizmente é PG..

  8. Anónimo1 mês

    Acho que o Roman deu a opinião dele de forma respeitadora e sem ser demasiado polémico.

  9. Kick_Ass1 mês

    Já ouvi essa historinha mais do que uma vez e entretanto já foram apanhados a ver os shows da AEW durante a programação ahahaha
    Mas claro que a AEW não é competição nem o NXT perdeu a guerra e teve de mudar de dia…. Enfim acho que já ninguém come este tipo de conversa vinda da WWE.

    O ponto de situação é simples, a AEW apareceu e o Vince ignorou e ainda apelidou de companhia de “blood and gut’s” de forma a inferiorizar o trabalho realizado pela mesma, Cody na época até respondeu a esta provocação e bem. O que o Vince e companhia se esqueceram foi que a AEW é uma companhia com boas ligações pelo mundo do pro-wrestling, tendo conseguido inclusive primeiro do que eles a ligação com a NJPW. Penso que tenha sido aí que soram pela primeira vez os alarmes na WWE e viram que AEW não era para se levar de animo leve.
    Logo de seguida anunciaram o maior nome free agent no mundo do pro-wrestling, nada menos que CM Punk e não se ficaram por aí, anunciando logo de seguida o Bryan Danielson, que na minha opinião foi uma jogada de mestre do Tony Khan, marcando posição da AEW no mundo do wrestling. Este foi o segundo alarme na WWE e com vários despedimentos feitos pela mesma a AEW melhorou muito o roster ao aproveitar o que a WWE não quis manter.
    Neste momento o único pograma da WWE que mantem boas audiências é o Smackdown mas com esta hora extra duvido muito que não vão piorar, enquanto o Raw que teve um upgrade enorme no roster após o draft pode muito bem subir a audiência que vinha a descer a pique, mas claro que isto são previsões teremos de esperar para ver como corre.

    A WWE continua um patamar a cima da AEW o que se entende perfeitamente mas esse patamar tem se encurtado com maior velocidade do que era esperado, está mais perto o Dynamite apanhar o Raw do que o Raw apanhar o Smackdown, talvez tenha sido esse um dos motivos para a WWE começar a mexer seja no NXT seja nos próprios shows.

    • Facebook Profile photo
      Klaus1 mês

      Concordo com tudo o que disseste. O NXT era um grande sucesso segundo o vince… até a AEW crescer e ser aquilo que é agora. A partir daí o produto ja nao era bom e toca a demitir todo mundo que nao se enquadra no produto para o público infantil. A verdade é que a WWE vende produto para um publico abaixo dos 15 anos, a prova disso é que eles apenas promovem os “superhomens”. Todo o resto serve para jobbar. Não acredito minimamente nessa conversa de que a AEW nao é competição, até porque as transmissoras de televisão tem caído no lombo deles semana após semana por causa dos maus ratings.

  10. Alexandre1 mês

    A wwe não tira a AEW da cabeça.

  11. Rodrigo1 mês

    Cm punk contra roman reigns no survivor series

  12. Gabriel Machado1 mês

    Eu não gosto do Roman, mas não acho que ele se posicionou mal no seu comentário. De certa forma, concordo que nenhuma das duas empresas devia levar isso como competição e sim como mais opções para o wrestling, que quem ganha no caso é o fã. Obviamente, eu hoje venho preferindo a AEW por diversas falhas da WWE que vem acontecendo constantemente nos últimos anos, como enormes faltas de oportunidades e insistências no que já não é lá tão interessante assim, enquanto na AEW tem um novo conceito, mas traz possibilidades de várias Dream Match que também é algo que vai chamar ainda mais a atenção… porém, no momento, se uma empresa quiser competir com a outra, isso não vai cair muito bem pra ninguém

  13. Filipe Silva1 mês

    Depende…. Se ele acha que a WWE está a ir bem…. Na minha opinião, WWE está cada vez pior. Personagens muito mal escolhidas, golpes MT previsíveis, e finishers mais parecem golpes comuns. Não gosto do roman como campeão. Gostava mais dele como shield. Até o Lashley, MT mal aproveitado. Onde anda o Lashley de antigamente quando lutava com umaga e etc?? Saíram big show, strowman, under, Kane, Batista, e etc, mas não arranjaram substitutos à altura. Ora tudo isto, no meu ver cada vez mais enterra a empresa.