CM Punk regressou à WWE no final do Survivor Series de 25 de Novembro, depois de ter sido despedido da AEW, no início do passado mês de Setembro.

Desde então, tem-se especulado que o primeiro rival do “Second City Saint” será o atual World Heavyweight Champion Seth Rollins.

Em entrevista a Jimmy Traina no podcast SI Media, além de ter revelado que ficou irritado com o regresso de CM Punk, o “Visionary” revelou se está disposto a trabalhar com o ex-lutador da AEW.

Muito do que disse sobre ele, é pessoal. Muitas dessas coisas são coisas em que não quero falar. Na maior parte das vezes, acho que ele tem sido muito egoísta no que diz respeito ao Wrestling.

Acho que ele tem sido extremamente egoísta, tem desempenhado o papel de mártir até ao limite, e para alguém que quando o conheci, e olha, tenho muitas coisas boas a dizer sobre partes da minha relação com ele. Ajudou-me em situações em que não tinha de o fazer, e se isso foi para o seu próprio bem ou não, não tenho a certeza.

De qualquer forma, ajudou-me a chegar onde precisava e a fazer as coisas que precisava de fazer. Para um tipo que, quando o conheci, dava a entender que só queria retribuir, tornou-se um tipo bastante egoísta. Ele disse coisas muito más a meu respeito. Falou mal de mim durante anos, e da empresa, durante anos. Estou a falar de coisas muito más. Chamou-me lambe-botas e coisas do género. Não me conheces. Não sabe o que eu defendo.

Sou uma pessoa leal e senti-me bastante insultado por muitas das formas como ele me tratou, tratou o sítio onde trabalho, tratou amigos com quem trabalhei. Não preciso de falar das coisas com o Colt Cabana. Apenas a forma como ele tratava as pessoas.

A forma como senti que ele só se preocupa consigo próprio, e depois a forma como falou de mim, dos meus amigos e das pessoas que estão aqui a trabalhar arduamente na WWE, a tentar tornar esta coisa tão boa quanto possível, porque adoramos a indústria, não apenas o que ela pode fazer por nós, mas queremos retribuir-lhe e torná-la o melhor possível.

Também senti que ele é uma fraude nesse sentido, ou que pelo menos se transformou numa fraude em algum momento da última década. É esse o objetivo. É um ódio profundamente enraizado, bem não lhe chamaria ódio, mas há uma animosidade.

Se trabalhar com ele num nível essencialmente íntimos, os dois a tentar contar uma história, não podemos simplesmente ir lá e improvisar. Podes, mas o mais provável é que não corra muito bem, mas tens de trabalhar com alguém.

Temos de pensar em tudo. Por vezes, é como arrancar dentes. Passamos essa ponte quando lá chegarmos, felizmente ainda não tivemos de o fazer. Presumo que seja apenas uma questão de tempo, seja qual for o local, não sou eu que decido, apenas apareço e faço o trabalho. As coisas são como são.

Não se gosta de toda a gente com quem se trabalha, eu certamente não gostei de toda a gente com quem estive no ringue ao longo dos anos, mas encontrei sempre uma forma de fazer magia com isso. Se no futuro houver um Seth Rollins vs CM Punk, de uma forma ou de outra, vai ser mágico.

É uma negociação. Ninguém está a forçar nada, mas eu sou um homem de negócios, com certeza, e espero fazer negócios, se for possível. Estou aberto a fazer as pazes, se isso for possível. Sei que pode parecer uma loucura, mas estou aberto a isso.

Tenho quase 38 anos e não tenho tempo para guardar rancores. Acho que é muita energia para guardar essa negatividade e gostaria de a colocar noutro lado e torná-la positiva. Estou aberto a todas as facetas diferentes do que isto pode ser. Há certas conversas que acontecem, não é um corte e seco, “tens de fazer isto“. Por vezes, é.

Já estive em posições em que era do tipo: “Este é o teu trabalho, eu pago-te o cheque. Isto é o que eu quero que faças“, e é assim que as coisas são. Também não faz mal. Se não gostares, podes não o fazer e não temos de fazer negócio.

Tenho uma mente bastante aberta quando se trata dessas coisas. Acho que há-de haver uma forma de fazer com que resulte para todos. Ele diz que é o melhor do mundo, mas não é esse o caso, eu sou o melhor do mundo.


Quando achas que Seth Rollins e CM Punk irão enfrentar-se pela primeira vez?

6 Comentários

  1. Guido3 meses

    Alguém sabe bem ao certo oq o punk falou do Seth? Meio perdido aqui kkkk

    • tosse3 meses

      punk é um homem
      seth é meio feminino, não gosta de homens

  2. Discurso forte do Seth, não que concorde em algumas coisas, mas foi um discurso forte, disso não há dúvidas.

  3. El Cuebro3 meses

    É uma rivalidade que promete um tanto se acontecer, mas claro aconteceria sob atenções redobradas com muitos atritos que poderiam acontecer ali, muita coisa foi dita e tudo mais, mas espero que possamos ver algo grande e bom por vir!

  4. Italo3 meses

    Diferente da AEW na WWE tem adultos

  5. Anónimo3 meses

    Falou bem.