Recentemente, Tiffany Stratton deu declarações sobre o vídeo publicado nas redes sociais onde insultava Jade Cargill, pelo que foi alvo de fortes críticas.

No mês de Maio, Tiffany Stratton partilhou um vídeo nas redes sociais, no qual dava um soco em Jade Cargill, pelo que no áudio ouvia-se: “c*bra preta”.

Ao que tudo indica, este vídeo esteve pouco tempo no ar, no entanto, vários fãs criticaram fortemente a jovem, tendo sido acusada de racismo.

Alguns fãs pediram a demissão imediata de Tiffany Stratton por parte da WWE, no entanto, nada aconteceu com a lutadora.

Em entrevista para o programa Unlikely de Adrian Hernandez, Tiffany Stratton foi questionada sobre este polémico vídeo:

Foi um erro sincero. Não ouvi o áudio. Estive a publicá-lo durante cerca de 20 segundos e apaguei-o imediatamente assim que ouvi o áudio. Foi um erro, honestamente.

Desde então, Tiffany Stratton já competiu nos ringues com Jade Cargill e parece que não existem quaisquer problemas nos bastidores.


O que achaste desta justificação da polémica de Tiffany Stratton?

13 Comentários

  1. “Acho que Tiffany não fez isso por maldade e sim por ser uma heel, mais foi inocente de postar isso”.

    achei que tinha sido por esse motivo, mais não foi o caso.

  2. Bruno2 semanas

    É assim: a Jade não é branca…mas hoje em dia não se pode falar nada

    • Mas que argumento é esse? Agora se tiveres um desentendimento com um negro podes simplesmente chamar lhe “cabrão preto”? Não, não é minimamente aceitável. Racismo não tem lugar, ponto. Podia ter utilizado outro tipo de palavreado, ou melhor ainda, conferir o vídeo antes de o publicar. Não digo que ela seja racista, todos temos direito a um lapso de julgamento, mas que errou, errou. Mas se a Jade não se sentiu ofendida, a questão deve morrer ali, porque no final de contas, a questão foi entre as duas, e não vale a pena estar a bater na Tiffy sem necessidade.

    • RF2 semanas

      👏

    • Echoes2 semanas

      C*ninhas Report

    • Coninhas? Lê lá o que eu disse, isto é, se souberes ler. Além disso, o que é que sabes sobre racismo, exatamente? É daquelas coisas que só convém opinar quando já se sentiu na pele. Ou seja, por exemplo eu, posso falar do tema porque o sinto diariamente. Já tu, podes falar, sei lá, de trissomia 21 ou de incesto. Cada macaco no seu galho.

    • Bruno2 semanas

      Ora vamos lá ver Ricardo. Eu não disse que estava correto o que ela disse. Diz-me uma coisa: quantas vezes não ouves nas conversas de pessoas de cor negra “ah e tal, os brancos. Ah e tal os branquelas.” Eles podem usar esses termos? Só porque são negros?
      Por exemplo o que acabaste de comentar, não é desrespeito? Ou o desrespeito só conta contra nós?
      Já agora e quando gozem por exemplo com os gordos? Ficas só exaltado quando é contigo?

      Em relação à Tiffany, óbvio que o intuito não seria insultar. Até poderia usar outro vocabulário. Mas enfim

    • Echoes2 semanas

      “…de trissomia 21 ou de incesto. Cada macaco no seu galho.” era a isto que eu me referia, és mesmo um *onas da geração mais rasca que existe.

    • Echoes, a sério que voltas ao insulto, mas não trazes argumentos? E eu é que sou o não sei quê (ao menos não censures as tuas próprias palavras) da pior geração que existe? Ficarias surpreso com o quanto a década de 90 teria para te ensinar. Aposto que votas no CHEGA, como tal, o meu interesse em continuar a entreter idiotas é zero. Se ser coninhas na tua opinião significa na de 99% das pessoas ter noção do correto e do errado, bem, acho que ficamos conversados aqui, porque por norma, quando quero ouvir idiotas a falar, vejo o Balas e Bolinhos, ou uma coisa semelhante. Que não morras ignorante, é tudo o que te desejo.

    • Bruno, quanto ao que eu respondi ao poster para os contraceptivos que se intitula de Ecos, não retiro uma palavra no que disse, até porque é a única maneira de lidar com estes pseudo guerreiros de teclado, que insultam quem tem ideias diferentes das deles. Comportamento gera comportamento. Posto isso, qualquer tipo de racismo, seja branco a negro, negro a branco, não está correto, e muito menos pode ser tido por alguém que é não só uma atleta profissional, mas uma celebridade internacional. Ficaria mais de pé atrás com a situação se fosse algo que ela tivesse dito, sei lá, numa conversa entre amigos, sem saber que estava a ser gravada, do que fico na situação em que ela própria se colocou. Hoje em dia, não podes ter esse tipo de comportamentos, simples. Porém, volto a.repetir, se a ofendida consegue lidar com a situação, é porque viu que não houve maldade na situação, e ainda bem, porque pelos vistos, ambos concordamos com esse ponto.
      Quanto ao vocabulário usado por ambas as raças, este assunto daria pano para mangas, mas vou só lembrar te do seguinte. Portugal escravizou 36 milhões de africanos, e menos de um terço chegou cá sequer vivo. Não podemos esperar que uma raça habituada a levar chicotadas seja completamente submissa ao mesmo povo que até aos dias de hoje os resigna a um papel dependente da sua cor de pele em 50% das situações. O balanço é sem dúvida fundamental, porém, noção dos nossos erros históricos também.

    • Echoes2 semanas

      Anos 90 foram realmente os melhores da minha vida, e não te preocupes não sou CHEGA nem BLOCO os extremistas são todos idiotas.

      Mas vocês hoje em dia exageram muito e ofendem-se muito, desde quando, e ainda por cima nestes contornos (sendo ela uma Heel), é que o que ela disse é racismo? Foi o que disseram aqui em baixo num dos comentários, ficam mais ofendidos com o “black” do que com a “b*tch” e isso é que está errado.

  3. Hoje em dia é mais ofensivo chamar “preta” do que chamar “cabra/p*ta”

  4. PDPN2 semanas

    Quando digo que ser humano está cada dia mais lixo, chamam-me de louco…

    Eu sou louco? Eu to louco? Não, eu nao estou louco!