Faz login e reduz a publicidade
Frank casino

Não é fácil falar sobre estes assuntos, mas Tommaso Ciampa fê-lo durante a sua participação no podcast de Lilian Garcia, o Chasing Glory. Para além de ter falado de uma eventual retirada dos ringues caso seja chamado para o Raw ou SmackDown, o lutador do NXT falou também da sua luta contra a depressão e revelou que tentou suicidar-se.

O lutador de 34 anos, que pretende ficar no NXT durante muitos anos, revelou que ficou num estado de depressão quando foi demitido da OVW em 2007, uma promotora com quem a WWE tinha um acordo para funcionar como seu território de desenvolvimento. Como se fosse um Performance Center ou NXT dos dias de hoje.

O “Blackheart” diz que na altura teve que começar a trabalhar como empregado em restaurantes e uma lesão no joelho piorou ainda mais a sua situação. Que tomava vários medicamentos e que muitas vezes nem sabia o que estava a ingerir. O lutador revelou mesmo que tentou suicidar-se, mas o facto de não ter conseguido acabou por lhe dar uma nova oportunidade na vida.

Perdi muito de mim próprio. Estava numa má situação, lembro-me de ter pensamentos negativos, mas não fazia nada para os travar. Lembro-me de uma vez me ter tentado suicidar com os gases de escape do meu carro. A minha irmã tinha um namorado que, anos depois de se terem separado, ele suicidou-se dessa forma. Eu sabia que era possível. Isso afeta-me até aos dias de hoje, mas de uma maneira diferente. Neste momento estou bem com o passado e vivo o presente. Por vezes dou por mim a pensar sobre isto, e o que terá passado a minha irmã. Mas foi assim que tentei.

Tommaso Ciampa disse também que foi um segurança do parque de estacionamento que viu ele desmaiado no carro e que alertou as autoridades, que o conseguiram salvar. Que nos dias de hoje ainda sofre de alguma depressão em alguns momentos da sua vida, mas que já sabe lidar melhor com isso do que no passado.

Muitos anos depois, Tommaso Ciampa parece ter encontrado paz e bem estar na sua vida. Tem uma mulher, é pai e parece dar prioridade ao tempo que passa com a sua família em vez de passar para o main roster da WWE.


O que achas destas declarações e revelação de Tommaso Ciampa?

9 Comentários

  1. Igor_Kvothe1 mês

    Acho muito interessante quando wrestlers falam sobre suas dificuldades e faz com que percebamos que há algo muito além da personagem, lembro de pensar isso quando o Reigns teve de se afastar por um tempo por conta da Leucemia. Realmente é muito complicado viver com depressão e com o vazio dentro de si, entendo os motivos do Ciampa querer ficar no NXT, espero que possa realizar está vontade e permanecer feliz, alegra-me o fato dele lidar com isso melhor hoje em dia e espero que permaneça assim para o futuro.

    • Anónimo1 mês

      Concordo, é muito interessante quando vimos os wrestlers a falarem das dificuldades que passaram, e que hoje em dia estão bem melhor.

  2. Showstealer1 mês

    Damn, Tommaso Ciampa bateu no fundo mas soube reerguer-se a aproveitar a segunda oportunidade que a vida lhe deu.

  3. Paulo1 mês

    Triste,ainda bem que ele conseguiu sair dessa

  4. Anónimo1 mês

    São declarações bem fortes, ele teve mesmo no fundo. Mas ainda bem que agora está melhor, tudo de bom para ele!

  5. Estou 100% do lado deste senhor, nota-se que adora a sua profissao mas tambem ama a familia, esta do passado nao imaginava mas aqui está alguem de enorme força que ultrapassou um enorme tormento, hoje com 34 anos mesmo com lesoes bastante criticas é somente um wrestler fenomenal e para mim foi o melhor heel do nxt ate hoje,.mesmo a face está brutal, que nunca saia da brand amarela porque lá dady is home, que seja 2 vezes campeao antes do keith lee mas isso e opiniao minha m, embora o adam tambem merece continiar com o cinto dada a su qualidade, todos merecem isto é o brilho da melhor brand da wwe atualmente a meu ver

  6. Infelizmente qualquer pessoa está vulnerável a isso.
    Acho uma prestação social enorme dos wrestlers e de famosos, no geral, de falarem sobre depressão. Faz com que nós, pessoas comuns, lembremos que não estamos sozinhos, que até aqueles que são gigantes pra nós, passam pelos mesmos problemas e que não é drama ou fraqueza. Fico feliz por ele estar melhor, e caso alguém que esteja lendo essa matéria passe pela mesma coisa, procurem ajuda, procurem um psicólogo!!!

  7. Joni Coutinho1 mês

    Eu também tenho e sei o que é o que ele sente, também já controlo melhor, portanto ainda bem que ele consegue lutar também contra isso e nunca obedecer aos pensamentos ruins

    • Joni Coutinho1 mês

      Simplesmente tentando não pensar que tem a doença, viver dia a dia normal a mesma