Para o NXT desta terça-feira, que foi de estreia do novo NXT 2.0, estava prometida uma aposta forte em lutadores mais jovens. Foram várias as Superstars que foram aparecendo ao longo do show, algumas já tinham lutado no NXT ou 205 Live nos últimos tempos, mas outras eram completamente novas.

O show abriu com Bron Breakker (Bronson Rechsteiner), filho de Rick Steiner e sobrinho de Scott Steiner. Este arrecadou uma vitória sobre LA Knight e confrontou o novo NXT Champion Tommaso Ciampa a fechar o show.

A seguir vimos Josh Briggs a aliar-se ao estreante Brooks Jensen (Ben Buchanan), filho de Bull Buchanan que assinou pela WWE em Agosto. No entanto, a dupla não foi além de uma derrota contra os Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel).

Destacar depois a estreia em ringue de B-Fab dos Hit Row. Esta enfrentou e venceu Katrina Cortez.

Depois foi a vez do vencedor do NXT Breakout Tournament, Carmelo Hayes, fazer uma promo ao lado do estreante Trick Williams (Matrick Belton). Este, de 27 anos de idade, chegou à WWE em Fevereiro vindo da academia da CZW.

Durante o show foi transmitida uma vignette a promover a chegada de Tony D’Angelo.

A seguir foi a vez dos Creed Brothers da Diamond Mine, que já tinham lutado no NXT, arrecadarem uma vitória fácil sobre Dan Jarmon & Trevor Skelly. Malcolm Bivens apresentou depois a nova recruta do grupo: Ivy Nile (Emily Andzulis), uma antiga participante dos Titan Games e que já treinou com Kane e Tom Prichard.

Por fim, quem também teve uma grande noite foi Von Wagner (Cal Bloom), que ocupou o lugar de Kyle O’Reilly no Fatal 4-Way Match pelo NXT Championship. Ainda assim, apesar de alguns momentos de destaque, saiu derrotado.


O que achaste de todas as estreias que aconteceram durante a estreia do NXT 2.0?

5 Comentários

  1. OSNY3 dias

    Achei muito bom, gosto de coisas novas, e o que foi apresentado foi imensa e boa novidade, e que venha mais estreias nos próximos capítulos desse novo NXT

  2. Kick_Ass3 dias

    Opinião minha deviam manter os apelidos de família no nome dos lutadores, seria mais fácil os fãs de identificarem com eles visto haver histórico familiar na empresa.

  3. El Cuebro3 dias

    Bom ver as estreias, era fato que isso iria acontecer no “novo NXT”, mas simplesmente ridículo o que os roteiristas da WWE são obrigado a fazer para agradar ao Vince e manter direitos autorais, quem é que pensa nesses nomes ridículos, o Mick Foley está completamente certo quando falou sobre manter pelo menos um pouco da identidade original deles, o que fizeram com os filhos de Steiner, Buchanan e Bloom, falando dos seus nomes é ridículo, poderiam ter mantido os surnames originais, que mudassem somente os primeiros nomes, a mesma coisa para os Kasper Bros por exemplo! E ter retirado o Kyle da disputa de título foi um tanto estranho hein e ainda digo mais, o Josh Briggs merece mais do que ficar somente numa dupla!

  4. Gostei da maioria destas novas caras, sendo que Bron Breakker e Von Wagner têm um futuro promissor caso continuem a evoluir bem nos próximos anos.

  5. Espero que todos têm um futuro risonho!