O Impact Wrestling realizou este sábado em Las Vegas aquele que é habitualmente o seu maior pay-per-view do ano, o Bound For Glory, e neste evento contámos com várias mudanças de título e conquistas surpreendentes.

A noite de conquistas começou ainda no Countdown to Glory, com Jordynne Grace a derrotar John Skyler, Chelsea Green, Crazzy Steve, Madison Rayne e Fallah Bahh num Six-Way Match e a tornar-se a primeira Digital Media Champion da história. A lutadora contou com o apoio da sua parceira, Rachael Ellering.

Já a abrir o main card do Bound For Glory assistimos à estreia das The IInspiration (Cassie Lee & Jessie McKay) no Impact Wrestling, que enfrentaram e derrotaram as Knockout’s Tag Team Champions Decay (Havok & Rosemary), conquistando os títulos. Era impossível pedir melhor estreia para a antiga dupla da WWE.

A seguir foi a vez de encontrar um novo X-Division Champion, depois de Josh Alexander ter abdicado deste título para poder lutar pelo mundial. Num incrível Triple Threat Match, Trey Miguel levou a melhor sobre El Phantasmo e Steve Maclin e tornou-se assim o novo campeão da divisão.

Voltando aos títulos femininos, vimos Mickie James a finalmente enfrentar e derrotar a Knockout’s Champion Deonna Purrazzo, pondo fim ao dominante reinado desta última. A veterana conquistou assim o título pela primeira vez desde 2013, podendo agora até levá-lo para a NWA.

Por fim, no main event da noite tivemos Josh Alexander a derrotar Christian Cage e a cumprir o seu sonho de conquistar o Impact World Championship. No entanto, o sonho rapidamente se tornou um pesadelo quando Moose fez cash in do contrato da Call Your Shot Gauntlet e “roubou” o título a Josh Alexander.


O que achaste de todas estas mudanças de título e conquistas que aconteceram no Bound For Glory?

4 Comentários

  1. Maicon1 mês

    Foi um pay per view muito bom,pena do Josh que perdeu o título logo depois de conquista

  2. Bankonthat1 mês

    As the Inspiration melhoraram as ring skills… parecem bem mais polidas que na wwe

  3. El Cuebro1 mês

    O Bound foi um grande show e sinceramente já esperava esse tanto de mudanças, algumas que nem tanto como a Mickie vencer a Deonna numa grande luta e o Alexander já perder o título para o Moose, este aliás que vinha na caça e merecia há muito tempo, mas vem uma grande rivalidade por aí sem dúvidas, no mais a Jordy já era minha favorita pelo título novo, o Trey também há tempos merecia o X-Title, aliás um título individual e guardei o melhor para o final com a volta triunfal das agora IInspiration, aliás tudo começou na entrada das duas, acompanhada pela amiga Harley Cameron que cantou muito bem, aliás não sei não, mas seria um trio interessante hein, vale destacar o quanto elas melhoraram na performance de ringue, todos estão de parabéns!

  4. Fiquei parvo com o que aconteceu no main event, que “jogada de mestre” por parte do Impact Wrestling: retira o momento de consagração e de chegada ao topo de Josh Alexander (ainda por cima com a sua família lá) para dar a Moose (que também já merecia há muito tempo) o Impact World Championship e colocar neste último heel heat gigantesco. Que momento! E agora começa a “caminhada do herói” para o Josh, tal e qual como aconteceu com Daniel Bryan rumo à WrestleMania 30.

    Relativamente às outras mudanças de campeões, já esperava que The IInspiration ganhassem os Knockout’s Tag Team Championships (embora não esteja de acordo que tenha sido logo ao primeiro combate), gostei da vitória de Trey Miguel alguém que trabalhava no duro há anos para deter um título prestigiante como o X-Division Championship), mas não curti nem esperava que Mickie James fosse a pessoa responsável por terminar com o grande reinado de Deonna Purrazzo. Preferia que tivessem construído alguém mais jovem para ficar over com uma eventual e futura vitória sobre a “Virtuosa”.