O regresso da WWE à estrada começou relativamente bem, pois a empresa contou com a presença de John Cena para impulsionar e de que maneira a venda de bilhetes para os seus shows televisivos e live events.

No entanto, nos últimos tempos e segundo Dave Meltzer do Wrestling Observer, a WWE está com dificuldade em vender bilhetes para alguns dos seus eventos, incluindo o Raw desta segunda-feira e o Day 1 de 1 de Janeiro.

O jornalista destaca que a WWE tem realizado com maior frequência descontos no preço dos bilhetes para os seus eventos, além de ter aproveitado esta fase de Black Friday para promoções de 2 ou até 3 pelo preço de 1.

O WWE Raw desta segunda-feira, que se realiza na UBS Arena em Elmont, Nova Iorque, tem particular destaque porque para a semana teremos o AEW Dynamite na mesma arena, e a competição tem sido feroz.

A WWE já anunciou a presença de Roman Reigns (possivelmente para um dark match), o regresso de Edge e dois interessantes combates para o Raw, fez várias promoções e ainda só vendeu cerca de 73% (5 264) do total de bilhetes disponíveis (7 169). A AEW vendeu cerca de 9 mil bilhetes (78%) e com uma capacidade total superior (11 641).

Já o Day 1, que acontece na State Farm Arena em Atlanta, Geórgia, no final de Outubro só ia com cerca de 66% dos bilhetes vendidos (4 944), mas a WWE está já a realizar promoções para acelerar a venda dos bilhetes.


Achas que a venda de bilhetes para os shows da WWE vão melhorar com a entrada na Road To WrestleMania?

22 Comentários

  1. Não desejo mal a ninguém, mas bem feito. Era lindo que a próxima WrestleMania tivesse a pior audiência de sempre.

    • Surf2 meses

      O karma esta sempre à espreita.. o que falas volta para ti… 👀

    • joao (diferenciado)2 meses

      “Não desejo mal a ninguém, mas”

    • Achas que a WWE merece esgotar uma WrestleMania? Depois de tudo o que têm apresentado aos fãs? Não achas que um susto destes ia acordar a WWE para melhorarem? Se fico assim chateado com a WWE é porque importo-me e quero que as coisas corram bem lá. Mas como podemos ver, não tem acontecido. Então ya, penso que um susto destes, podia acordar a WWE. Há males que vêm por bem.

    • Concordo, ás vezes há males que vêm por bem. Os grandes acordos televisivos e a chegada do dinheiro do ditador ainda fizeram que o produto piorasse mais, ao ver dinheiro a entrar só fez a ganância aumentar, começaram os despedimentos massivos e até zombies e um ovo de outro introduziram no produto, se a Disney pagasse até punham o Mickey contra o Pateta no main event da WM.

    • Surf2 meses

      se merece ou não, a minha opinão não importa, eles sabem como gerir o negocio e teem a suas previsões futuras sobre isso, para não falar de situações externas também que não estão no controlo da empresa. Não me parece que seja caso de alarme neste caso, por enquanto

    • Surf este é un site de comentar o que se passa e dar a opiniao pessoal e discutir entre fãs…

    • Se formos falar do booking, então o caso anda bastante alarmante. Que isto anda horrível. Acho que nunca teve assim tão mau como agora.

    • O que o Sawyer disse é verdade, a WWE pelo que anda a fazer merecia era uma cena dessas!

  2. Normal, não existem estrelas, ao contrário do que o Jinder diz, nem ele, nem o Kofi, nem o Lashley, nem o Styles e nem sequer o Rollins e o McIntyre estrelas ao nível de Cena, Rock, Edge, Orton, etc.
    Mas tranquilo, em breve anuncia-se o Lesnar, Edge, Goldberg, Cena e com jetinho ainda se convence o Taker e o problema está resolvido, e vai-se andar sempre nisto

    • Surf2 meses

      pores o kofi e comparares a esses 4.. confesso que só notei o nome dele na terceira vez que reli o teu comentario para tentar perceber

  3. EO Caso2 meses

    A wwe precisa reduzir os preços. Isso é óbvio, é claro que não no patamar da AEW, mas se cortassem uns 50% já devia ajudar a lotar.

  4. João Victor2 meses

    O senhor Vince tem pedido por essa situação o ano de 2021 inteiro. Pqp,o Raw neste ano tá impossível de se ver,é merda atrás de merda. Já o SD tá bom,não tá espetacular mas tá bem agradável neste ano quase sempre. Mas enfim,é aquela história quando se trata de a procura pelos bilhetes tá baixa,quem procura acha.

    • JP2 meses

      O Smackdown está… aceitável (é esse o termo)… porque tem um senhor chamado Paul Heyman a gerir o booking do Reigns, e o que liga aos Uso. se o Reigns precisa de se ausentar por um período longo(uma lesão ou qualquer coisa – que espero que não aconteça) ou se o Heyman deixa de estar na posição que está; o SD fica igual ou pior que o RAW. Basta ver o resto do programa, tudo o que não vá involver o Reigns directa ou indirectamente… está ao nível do que se vê no RAW

  5. JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

    Isto é horrível para o wrestling. Estamos a falar da maior empresa da história. Ainda assim, é totalmente justificado pela qualidade do produto que apresentam. O mal é que nunca mais mudam realmente. Também porque os lucros continuam a bater recordes, portanto está tudo bem.

  6. Ninguém quer ver espetáculos da treta acho que o pessoal já não tem interesse em gastar 40 paus num show semanal da cacá. O resumo na página oficial ou nas redes sociais chega e sobra.

    Se antes tinham falta de algumas histórias interessantes agora são praticamente todas desinteressantes e mais importante falta star power e main-eventers caseiros.

  7. Catcus2 meses

    Ninguem quer ver segmentos infantis

  8. TribalChiefBestEver2 meses

    Ninguém quer ver programas em que o melhor de sempre Romito Reigns não esteja. Se tivessem anunciado em concreto o que ele vai fazer no Day One, já teriam esgotado bilhetes. Claro que ter como grande motivo de interesse mais um regresso do Copeland, um gajo que nem depois de ganhar o Royal Rumble conseguiu trazer mais olhos para o produto, não ajuda em coisa alguma também.

  9. O pessoal ás vezes não quer gastar dinheiro quando a qualidade não é das melhores!

  10. Facebook Profile photo

    tbm dispensa os nomes bons, quem quer ir ver?

  11. joao (diferenciado)2 meses

    nunca vi um grupo de pessoas tao preocupado com venda de bilhetes de um espetáculo