Nas últimas semanas, várias Superstars da WWE têm aparecido na brand à qual não pertencem, o que fez aumentar a discussão sobre o possível fim da brand split.

Bryan Alvarez do Wrestling Observer especulou que a WWE já teria acabado com a brand split, ainda que não o tivesse anunciado e apesar da maioria das Superstars continuarem associadas ao Raw ou SmackDown.

Entretanto, Andrew Zarian do podcast Mat Men Pro Wrestling, veio desmentir o colega de profissão, apontando que falou com uma fonte dentro da WWE, que negou que a empresa tivesse acabado com a brand split.

Ainda assim, o jornalista explica que o atual plano passa por algumas Superstars continuarem a “saltar” entre brands, dependendo das suas storylines.

Portanto, esta parece ser para já apenas uma reedição da wildcard rule ou da brand-to-brand invitation rule de anos anteriores, agora justificada com títulos.


O que tens achado deste aligeirar das regras da brand split na WWE?

4 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Se olhar para as unificações para a Bloodline teoricamente nem existe mais, mas ainda há dois títulos femininos individuais, então em tese a brand split ainda existe, mas isso mostra o quão errada e desnecessária está sendo essa situação de unificação de títulos, tudo para afirmar o domínio da stable do Roman, não precisa de nada disso se fizessem as storylines correrem direito, espero muito que voltem atrás e desunifiquem esses títulos, a WWE de hoje em dia está difícil de entender!

  2. Roger1 mês

    Brand split não acabou, só vamos fazer alguns superstars andarem em ambas …

  3. Penso que não irá acabar, apenas alguns podem ir para outras brands por causa de storylines e tal!

  4. Joelson Ribeiro4 semanas

    Soltou a informação, sem consultar esse jornalista a wwe foi la desmentiu na hora.