Nos últimos tempos, a WWE já despediu vários lutadores, tanto do main roster como do NXT e já durante esta terça-feira foi notícia que o comentador Adnan Virk saiu da empresa por mútuo acordo.

De acordo com o PWInsider e o jornalista Sean Ross Sapp do Fightful, a WWE também durante esta terça-feira despediu dezenas de trabalhadores de vários departamentos da empresa. Apesar de não ser um número ainda confirmado, o Wrestlenomics afirma que foram despedidas cerca de 35 pessoas pela WWE.

É noticiado que a WWE fez uma fusão entre o departamento do Advanced Media Group e do departamento de televisão, o que fez com que dezenas de trabalhadores que trabalhavam no site e canal de YouTube da empresa fossem despedidos.

Estes despedimentos não foram só em cargos menores, mas também pessoas com cargos importantes na WWE foram despedidos. Brian Pellegatto que era o Senior Vice President of Production, Makham Nolan que era o Vice President of Media Operations e Jaylar Donlan que era Executive Vice President of Advanced Media Group, são três das pessoas que foram despedidas durante a tarde desta terça-feira.

Todos os trabalhadores destes departamentos que foram fundidos e que levou a estes despedimentos, mas que continuam na WWE, irão agora trabalhar num único departamento que terá Kevin Dunn como supervisor.


Pensas que a WWE tem necessidade de despedir tantas pessoas durante uma pandemia?

18 Comentários

  1. Isto é como tudo, se não são precisos ou úteis são despedidos e todos estão sujeitos a isso em qualquer empresa.

  2. Facebook Profile photo

    tem q despedir é a equipe criativa do raw e do smackdown, o ultimo só se mantem pelo roman, mas eu tenho medo de q façam belas cagadas, demite os criativos vinceee

  3. Anónimo4 semanas

    Ao fazer essa fusão, já não precisavam de alguns trabalhadores, não surpreende ver esses despedimentos. Claro que nunca é bom ser despedido em plena pandemia, mas infelizmente vê-se isso acontecer pelo mundo todo.

  4. Com os lucros que tem? Nao á essa necessidade, mas o velho assim poula nos sarios logo ele lucra mais, esse é o objetivo, o resto se lixe, e depois vemos shows semanais e até dá dó de tao fraco ser

    • Miguell _Legend-14 semanas

      A questão é que algumas empresas lucram através disto mesmo, despedimentos. Tira os mais medianos e mantém sempre aqueles que são capazes de sacrificar tudo pelo trabalho. É uma questão de competitividade, em que o objetivo é lucrar e despedir os que são menos produtivos.

    • O que dizes em certa forma tambem vai de enconta ao que digo e eu continuo a manter a opiniao que frisei em cima, tudo se resume ao lucro dos grandes responsaveis e o resto é secundario, se nao certamente o raw era bem melhor, se houvesse foco nos shows. Diria eu

  5. El Cuebro4 semanas

    Curioso como mandaram 3 vices embora, no mais uma pena por esses despedimentos! E como o Alexandre disse deviam mandar alguns membros de equipes criativas embora também, acabar com as indecisões nos roteiros e trazer as boas audiências de volta!

  6. Nuno Santos WWE4 semanas

    O presidente da WWE tem muito em que pensar muito, ou seja úteis e quem poderia ser este caminho e todos estão sujeitos a isso em qualquer empresa.

  7. L26MC4 semanas

    Os lucros que o Vince está a fazer ao longo dos anos, após a sua morte podem ser esbanjados em meses e de nada adiantou. O Vince, devia dar o melhor de si e trazer de volta o bom wrestling à empresa e esquecer um pouco o dinheiro.

    • JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO4 semanas

      Concordo e venho dizendo por aqui. Até porque, se o bom wrestling não voltar, eventualmente a empresa acaba por fechar e depois não há mais dinheiro para ningém, nem pouco, nem muito

    • Vai do objetivo de cada um e o foco dele é o seu bolso e isso prejudica o nosso entertinimento na qualidade fraca apresentada nos shows e consecuentemente no desagrado e rejeicao de tantos talentos

  8. Não percebo esses despedimentos, uma empresa que deve estar muito bem de vida e financeiramente despede como se metesse lixo para fora de casa, talvez essas pessoas devem receber em média uns 15 ou 20 mil dólares por ano e não são superstars!

  9. Jorge3 semanas

    Despedir os criativos é que era.