Frank casino

No Raw desta segunda-feira tivemos vários combates e todos eles bastante curtos, tendo o maior dos combates sido o main event, que opôs o WWE Champion Drew McIntyre e King Corbin, que teve cerca de 9 minutos. Todos os outros tiveram menos de 5 minutos.

Ao que parece, essa é uma alteração que a WWE quer impor nos seus programas enquanto não voltar a haver público, ter combates mais curtos. Segundo as fontes de Dave Meltzer do Wrestling Observer, esta alteração foi uma decisão tomada por Vince McMahon e outros responsáveis da empresa, de forma a que o público que esteja a ver em casa não fique saturado ao ver combates longos sem público presente na arena.

O jornalista também apontou que, apesar desta medida, nos grandes eventos poderá continuar a haver combates longos, dando o exemplo do combate entre Drew McIntyre e Seth Rollins do Money In The Bank, que apesar da falta de público foi um excelente combate.

Uma outra alteração que a WWE quer impor, mas desta vez segundo Wade Keller do Pro Wrestling Torch, é o maior barulho feito pelos lutadores durante o combate. O jornalista refere que a WWE deu instruções aos lutadores para gritarem e fazerem o máximo barulho possível durante um combate, de forma a tentar que as pessoas em casa esqueçam ao máximo que estão a ver um evento sem público.

O jornalista afirmou também que os lutadores que consigam cumprir este pedido de Vince McMahon, de fazer mais barulho durante os combates, vão estar mais próximos de receber um push do que os outros lutadores. Isto pode justificar um pouco o destaque tem vindo a ser dado a Asuka.


Concordas com estas alterações feitas pela WWE aos seus combates?

19 Comentários

  1. Nao concordo,para fazer barulho nao era mais facil meter malta do roster ou ate alunos do PC a ver o show como fazem na AEW em vez de ver quem faz mais barulho durante os combates.
    Aceito a questao dos combates mais curtos,mas tambem deveriam apostar em segmentos mais variados para enriquecer mais o show,como entrevistas ou segmentos do genero daqueles que andam a fazer entre os Profits e os War Raiders

    • Rocky Marciano4 meses

      Concordo com você, imagina os lutadores gritando igual a uns loucos sem qualquer motivo , o pra certos lutadores até talvez funcione , agora imagina o aleister black gritando do nada kkkkkkk

    • Estevão4 meses

      Não é mais facil, até pq a WWE só leva para o PC quem vai participar do show, levar um monte de gente para o PC só vai fazer ter mais aglomerações

    • Estamos no meio de uma pandemia, colocar muitas pessoas em num local fechado não é a solução.

  2. Hugo4 meses

    Bom….temos de trabalhar com o que temos. Se é o ideal?não é de certeza mas o idial e correto à muito que deixou de existir pois o lucro sobrepõem-se a tudo. E além disso acho que este assunto já foi tão debatido,que nada há mais a dizer sobre ele. Pois tudo aquilo que for dito sobre este assunto será uma cópia de tantos outros. Por isso venha de lá novo assunto.

  3. “O jornalista afirmou também que os lutadores que consigam cumprir este pedido de Vince McMahon de fazer mais barulho durante os combates, vão estar mais próximos de receber um push do que os outros lutadores”
    Está explicada a vitória da Asuka no Money In The Bank.

    • Esta bem4 meses

      A Asuka merece… durante este periodo tem sido absolutamente espantoso ve-la. sem público é das consegue cativar, acho-lhe imensa graça e diverte-me imenso

    • Anónimo4 meses

      A Asuka tem feito um bom trabalho, foi a escolha acertada para ficar com o titulo. A WWE precisava de uma campeã face, e a Asuka é uma boa escolha. Penso que em nada teve haver com o fato de ela fazer barulho.

    • Eu não sei porque é que o meu comentário deu a entender que a Asuka não merecia ganhar, se alguém merece é ela.

  4. Balhote4 meses

    Não concordo muito. Se o combate estiver a ser bom as pessoas não ficam saturadas. Agora reduzir todos os combates a 5 min é que não. Não faz sentido. Também ser longo não quer dizer que seja bom mas acho que tem que ter uma duração mínima. O facto de não haver público afeta mas tudo depende da qualidade dos combates. Tudo bem que nesta altura secalhar a prioridade é construir as storylines com promos e segmentos mas o “Wrestling” tem que lá estar porque o programa é mesmo esse. É “Wrestling” e não uma série. Estou a gostar das promos e segmentos mas tem que haver um certo equilíbrio e acho que alguns combates têm deixado a desejar pela curta duração. Não podem passar do oito para o oitenta como se costuma dizer. No entanto, acho que a wwe ainda está a tentar encontrar a fórmula certa neste tempo de pandemia, estão a fazer experiências a cada semana, por isso talvez na próxima semana ja teremos um Raw com outra dinâmica. Tudo depende das audiências…

  5. What?! Aquela última frase é verdade?? Quem fizer gritar ganha títulos?! Vickie Guerrero a World Champion AHAHAHAHAHAH

  6. Acho uma ótima ideia reduzir os tempos das lutas, pois sem plateia elas não são lá tão interessante. Já sobre dá um push para quem conseguir fazer mais barulho, acho algo bem bizarro.

  7. Diria que estou de acordo, no cômputo geral. Há que jogar com a atual situação complicada e adaptar o estilo do produto (o que tanto WWE e AEW até têm sabido fazer).

  8. Renan TP4 meses

    partiu ser ator de filmes adultos no momento final da cena em que geme descontroladamente

  9. Anónimo4 meses

    Acho que fazem bem em adaptar o produto a situação atual.

  10. Mar Negro Moufty4 meses

    Um Push agora depende do barulho que cada lutador fazer durante um combate ? Acho uma ideia ridícula.

  11. Parecem me boas medidas dadas as circunstâncias