No Elimination Chamber do último sábado, que foi realizado na Arábia Saudita, tivemos três combates femininos, o que de acordo com Mike Johnson do PWInsider foi motivo de felicidade dentro da WWE.

De recordar que em 2018, no primeiro evento da empresa no país árabe, esta foi proibida de ter combates femininos. Depois, com o tempo, os responsáveis sauditas passaram a permitir que houvesse um combate feminino no card, mas as lutadoras tinham de vestir t-shirts largas.

Já neste Elimination Chamber houve três combates femininos e as lutadoras já puderam usar uma gear mais parecida com as suas habituais roupas, isto apesar de terem continuado a usar fatos de corpo inteiro.

Esta evolução é algo que, de acordo o jornalista, fez com que os responsáveis da WWE ficassem bastante felizes, pois representa uma grande evolução do Wrestling feminino na Arábia Saudita.


O que pensas desta evolução do Wrestling feminino nos eventos da WWE na Arábia Saudita?

11 Comentários

  1. Vegeta11 meses

    Eu sinceramente nao ligo muito, sempre preferi a epoca das divas bem como a anterior a essa. Hoje em dia para alem de haver muito destaque para elas, o mesmo acaba por ser forcado. Querem ter um Main Event na Mania, basta terem a Sasha Banks como no ano passado a ir para o twitter pedir e fica logo decidido

    • Entendo o teu ponto de vista, mas sinceramente, acho que tanto no Royal Rumble, como no Elimination Chamber, o combate feminino foi melhor que o masculino.
      Agora que a WWE aposta sempre as fichas no mesmo galo e na mesma galinha, como se costuma dizer, aí sim, concordo. Tanto que já dava para perceber que seria a Bianca a vencer este EC e que seria a Rhonda a vencer o RR.

    • Tini11 meses

      Senti uma pitada de machismo nesse comentário. As mulheres não podem ter destaque e ter seus momentos também?

    • ZiggerRules11 meses

      Tem que odiar wrestling pra preferir a era divas do que a era atual

    • Facebook Profile photo
      Fábio Peres11 meses

      A época das “Divas” tinha personalidades, mas carecia de boas lutadoras. Um meio termo ainda vai chegar – mas para tanto é necessário admitir que a divisão feminina precisa de gente com carisma, que está faltando por ali.

  2. El Cuebro11 meses

    Realmente houve uma evolução para as mulheres ao lutarem em eventos na Arábia Saudita, começaram aos poucos e nessa edição tiveram 3 combates por lá, digamos de uma forma mais livre falando de suas gears, eu ainda não concordo como o país trata suas mulheres, mas espero que possam evoluir em seus comportamentos no futuro! Sobre a WWE, aliás, o pro-wrestling em geral, acho que as lutadoras deveriam sim ter mais espaço e tempo para poderem mostrar tudo o que sabem fazer!

    • Facebook Profile photo
      Fábio Peres11 meses

      O príncipe saudita bancou o Crown Jewel pensando em mudar a imagem de seu país. Acho que vai conseguir isso.

    • Anónimo11 meses

      Concordo.

  3. BigMando11 meses

    Bem já é um avanço, o que não é mau. Pelo menos tivemos a oportunidade de ver a Britney Spears a lutar no Elimination Chamber 🤣🤣 (quem viu o Chamber feminino penso que percebe o que estou a dizer)

  4. Facebook Profile photo
    Fábio Peres11 meses

    Acho que não é só a WWE que está feliz. O príncipe saudita que bancou o evento estava querendo justamente “limpar a barra” de um país conhecido por tratar mulheres como passarinhos em gaiolas de ouro – com riquezas, mas sem liberdade alguma.

    O Crown Jewel já rendeu o Evolution, várias lutas históricas e uma “gear” mais decente para elas. Aliás, que coisa, a WWE fez mais pela evolução dos costumes femininos na Arábia Saudita que muitas outras entidades internacionais… olha só…

  5. Já é muito bom elas terem um grande destaque no país complicado como a Arábia Saudita!