Frank casino

Depois do NXT TakeOver 31 do último domingo, a WWE transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do renovado Performance Center, agora chamado Capitol Wrestling Center, já a pensar no Halloween Havoc do final do mês e novamente em concorrência direta com o AEW Dynamite.

Resultados

– Tommaso Ciampa venceu Kushida (por desqualificação)
– Drake Maverick & Killian Dain venceram Ever-Rise
– Austin Theory venceu Leon Ruff
– Dexter Lumis venceu Austin Theory
– Ridge Holland venceu Danny Burch
– Shotzi Blackheart venceu Xia Li
– Ember Moon & Rhea Ripley venceram Dakota Kai & Raquel González

Report

Por ordem de William Regal e ao contrário do que estava anunciado, tivemos um combate a abrir o NXT desta quarta-feira, adiando assim a promo de Ember Moon que estava prevista para abertura do programa. Tudo isto porque Tommaso Ciampa e Kushida desentenderam-se no backstage antes do show.

– Tommaso Ciampa venceu Kushida (por desqualificação): Kushida começou com o ímpeto a seu favor, utilizando a sua técnica para dominar Tommaso Ciampa, mas quando a agressividade aumentou foi o “Blackheart” que dominou o combate.

Depois de um longo domínio, Kushida começou a recuperar e a usar a sua ofensiva para equilibrar a contenda, sendo que nos últimos minutos os dois lutadores tiveram várias hipóteses para vencer. A vitória parecia que ia sorrir a Kushida quando este aplicou o seu Hoverboard Lock, mas acabou por ver Velveteen Dream a atacar o “Blackheart” acidentalmente e assim causar a desqualificação do lutador japonês.

Já depois do combate, Kushida e Velveteen Dream enfrentaram-se numa brawl até que o “Dream” conseguiu escapar do seu rival. Tommaso Ciampa também se mostrou bastante frustrado por ter vencido da forma que venceu.

Logo a seguir tivemos Ember Moon a falar de ter estado 14 meses afastada por lesão e que agora quer ser de novo campeã. A regressada lutadora acabou por ser interrompida pela NXT Women’s Champion Io Shirai, mas nem teve hipótese de falar, pois foi interrompida por Rhea Ripley, que acabou por ser atacada por Raquel González e Dakota Kai, um ataque que foi parado por Ember Moon.

O General Manager do NXT William Regal é que não achou piada nenhuma a esta brawl e marcou um combate de Tag Team entre as quatro lutadoras para o main event do show.

A seguir vimos imagens de Drake Maverick a chegar ao Capitol Wrestling Center, bastante feliz por já ter uma música de entrada para a sua equipa com Killian Dain e até já pensou em novos golpes. O lutador foi interrompido pelo seu “parceiro”, que se mostrou bastante irritado por ter de fazer equipa com ele.

No backstage, a NXT Women’s Champion Io Shirai foi entrevistada e explicou que Ember Moon e Rhea Ripley não são um problema seu, mas defender o NXT Women’s Championship é o seu problema.

Noutra zona do backstage, a Undisputed ERA falou do ataque de Ridge Holland e Adam Cole explicou que ele é um homem morto, prometendo assim vingança depois do que aconteceu no NXT TakeOver 31.

– Drake Maverick & Killian Dain venceram Ever-Rise: Os Ever-Rise dominaram o combate ao isolar Drake Maverick, mas a dupla acabou por irritar Killian Dain e, quando este entrou em ringue, virou o combate de tal forma que ia vencer sem problemas, até Drake Maverick fazer o tag. O grandalhão irritou-se e acabou por fazer uma Powerbomb no seu parceiro contra um dos Ever-Rise, e assim Drake Maverick venceu o combate.

Drake Maverick quis festejar com uma dança, mas acabou por levar um soco do seu parceiro, que acabou depois por se arrepender do que fez.

De seguida foram vistas imagens dos Garganos a passear o seu cão, ainda irritados por terem perdido os seus combates no NXT TakeOver 31, com os dois a afirmarem que merecem uma nova hipótese. O segmento terminou com uma televisão enorme à porta de casa de Johnny Gargano e Candice LeRae, uma prenda dada por Indie Hartwell.

– Austin Theory venceu Leon Ruff: Leon Ruff tentou apanhar o convencido lutador desprevenido, mas Austin Theory virou o combate rapidamente tendo vencido com o TKO.

Assim que o combate terminou, Austin Theory pegou no microfone e auto-proclamou-se como o futuro do NXT, mas acabou interrompido por Dexter Lumis e assim tivemos mais um combate.

– Dexter Lumis venceu Austin Theory: Dexter Lumis dominou desde o início o seu combate de regresso e depois de vários minutos a fazer o que quisesse de Austin Theory, o jovem lutador virou o ímpeto a seu favor e conseguiu controlar o pouco ortodoxo adversário durante algum tempo.

Quando Dexter Lumis começou a recuperar o ímpeto foi uma questão de tempo até acertar o seu Urunage antes de aplicar o Silencer para garantir a vitória.

Assim que a campainha tocou, Cameron Grimes atacou Dexter Lumis, mostrando não ter medo do pouco ortodoxo lutador.

Nos bastidores tivemos uma entrevista a Dakota Kai e Raquel González, com a “Big Mommy Cool” a dizer que ia acabar com Rhea Ripley de uma vez por todas, enquanto Dakota Kai afirmou que ia terminar o regresso de Ember Moon ainda antes deste começar.

Noutra zona do backstage vimos Cameron Grimes a afirmar que quer seja Dexter Lumis ou Ridge Holland, todos irão aprender a não se meterem com ele.

Logo de seguida tivemos um video package a falar do NXT Championship Match entre  Finn Bálor e Kyle O’Reilly, onde tivemos imagens do combate e da agressividade que os dois lutadores apresentaram durante o mesmo, sendo que o membro da Undisputed ERA ainda não está apto para competir, enquanto o NXT Champion Finn Bálor partiu o maxilar em dois sítios diferentes e ficará algum tempo afastado.

O NXT North American Champion Damian Priest foi entrevistado nos bastidores e falou sobre ter vencido Johnny Gargano no NXT TakeOver 31, e que agora está ansioso para conhecer o seu próximo adversário.

– Ridge Holland venceu Danny Burch: O combate foi bastante agressivo logo desde o primeiro segundo, como seria de esperar destes dois lutadores. Danny Burch ainda se tentou valer da sua experiência, mas contra a força não há resistência e no final foi Ridge Holland o vencedor.

Porém, a ação não terminou aí, pois os dois continuaram envolvidos numa grande brawl que também teve a presença de Oney Lorcan, com os dois lutadores a terem de ser separados por vários árbitros.

Logo a seguir, na casa dos Garganos, vimos Johnny Gargano e Candice LeRae a ver a recente Battle Royal na sua nova televisão, onde o lutador avaliou o combate e reparou o número de vezes que Indie Hartwell salvou a sua mulher, tendo terminado este segmento a dizer que a jovem lutadora tem um grande futuro pela sua frente.

A seguir tivemos mais uma aula de “That as Thatch Can” com Timothy Thatcher, mais uma vez a abusar dos seus alunos com as suas submissões.

De regresso ao Capitol Wrestling Center tivemos imagens da brawl entre Ridge Holland e Oney Lorcan, onde o primeiro se lesionou de forma grave no seu joelho, ao ponto de ter sido levado de maca para o backstage.

– Shotzi Blackheart venceu Xia Li: O combate foi equilibrado, mas Shotzi Blackheart mostrou neste momento estar num patamar acima de Xia Li, tendo vencido depois de aplicar o seu Senton da terceira corda.

Um homem asiático (lutador Big Boa) veio falar com Xia Li após o combate, dando-lhe um envelope e a lutadora assim saiu com o homem mistério.

– Ember Moon & Rhea Ripley venceram Dakota Kai & Raquel González: O main event do NXT abriu de forma equilibrada, apesar de um maior domínio da dupla de Ember Moon & Rhea Ripley. Porém, um blind tag de Raquel González em conjunto com a sua força virou o combate totalmente do avesso.

Depois de um longo domínio tivemos um final de combate caótico, com as duas equipas a quase vencerem. O final ficou marcado por uma grande brawl entre Rhea Ripley e Raquel González fora do ringue, tendo deixado no ringue Ember Moon e Dakota Kai, com a regressada lutadora a vencer com o seu Eclipse.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

17 Comentários

  1. Este Drake Maverick é ouro!

  2. Tribal chief3 semanas

    Dream match timoty tatcher vs daniel bryan

  3. A divisão feminina do NXT, na minha opinião, é a melhor coisa da WWE neste momento

  4. Hugo3 semanas

    Bom….
    Incrível……o melhor combate da noite foi o tag femenino….é assim que o Nxt quer ganhar a guerra de audiências?!!! VERGONHOSO!!

  5. Victor Márcio3 semanas

    Austin Theory até quando ele ganha, ele perde também! KKKKKKKKKKK

    • Coldslayer3 semanas

      Isso que eu acho estranho. Com o Messias ele ganhava a maioria, agora no nxt não ganha quase nenhuma

  6. Bea Ospreay3 semanas

    Show bem abaixo dos anteriores, mas bom.

  7. bottom3 semanas

    Ember e Rhea são duas máquinas.

  8. Facebook Profile photo

    Esperava um NXT marcante depois daquele combate entre o Ballor e O Rilley, pensava que ia haver uma continuação, até porque estaria interessado em ver mais um combate deles. Mas tudo bem. 7.5 do Bruno Meltzer Messiah! Quarta feira razoável de Wrestling, acima da média, mas não excelente!

    Ps : estou a começar a gostar do Kushida. Não estava tão entusiasmado com ele, mas este lado mais agressivo, gosto!

  9. Bom NXT.
    Destaco:
    – boa abertura, bem os 3
    – segmentos e combate do Maverick e do Killian Dain
    – bem o Lumis e o Cameron Grimes
    – muito bem a divisão feminina do NXT

  10. El Cuebro3 semanas

    Um grande NXT essa semana, grandes lutas, uma pena a lesão do Holland, no mais ótimo main event, o finisher da Ember Moon é incrível e aquele era o Boa que apareceu ao fim da luta da Xia Li não?!

  11. Foi uma boa ediçao do NXT.
    Destaques:
    -Kushida vs Ciampa estava a ser bom até o Dream provocar a desqualificação, deve continuar a feud com o Kushida
    -Bom main event.
    -Gostei do combate entre o Theory e o Lumis,e vem ai a feud entre o Lumis e o Grimes,grande contraste entre as personagens,tenho interesse em ver.
    -Segmentos Ok por parte dos Garganos
    -Nota para a lesão do Holland,que não seja nada de grave.

  12. Anónimo3 semanas

    Mais um bom NXT. Bom main event, e é esperar que a lesão do Holland não seja grave.