Depois do NXT WarGames do último domingo, a WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT 2.0 na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao New Year’s Evil de 4 de Janeiro de 2022.

Resultados

– Von Wagner venceu Kyle O’Reilly (Steel Cage Match)
– Josh Briggs & Brooks Jensen venceram Creed Brothers (Brutus & Julius Creed)
– Dexter Lumis venceu NXT North American Champion Carmelo Hayes (por desqualificação)
– NXT Women’s Tag Team Champions Toxic Attraction (Gigi Dolin & Jacy Jayne) venceram Valentina Feroz & Yulisa Leon (Non-Title Match)
– Santos Escobar venceu Xyon Quinn

Report

O NXT abriu com um video package a lembrar tudo o que aconteceu no NXT WarGames.

– Von Wagner venceu Kyle O’Reilly (Steel Cage Match): Em termos de combates, o NXT abriu com Kyle O’Reilly a atacar Von Wagner pela costas ainda os dois estavam fora da jaula, dominando durante vários minutos, até Von Wagner conseguir usar a sua força para assim passar para o domínio.

Apesar da diferença de tamanho, Kyle O’Reilly foi usando as suas submissões e strikes e também a sua experiência para equilibrar este opener, e o cansaço foi-se começando a apoderar dos dois lutadores, sendo que até vimos Von Wagner a sobreviver à joelhada da terceira corda de Kyle O’Reilly.

O fim chegou quando Von Wagner virou o combate com um low blow e em seguida venceu com um grande Slam.

Já depois do combate terminar, Von Wagner ainda não estava satisfeito e continuou o ataque a Kyle O’Reilly, usando a porta da jaula como arma.

A seguir tivemos Joe Gacy a explicar que o resultado no WarGames não importa, porque o que importa são as barreiras que ele quebrou, e que Harland tem enfrentado várias barreiras na sua vida e que na próxima semana vai estrear-se, e todos vão aceitá-lo mais cedo ou mais tarde.

De regresso ao ringue tivemos Bron Breakker, a dizer primeiro que tem todo o respeito pela Team Black & Gold, mas que ele e Tommaso Ciampa estão empatados e por isso desafia-o para mais um combate pelo NXT Championship.

Malcolm Bivens e os Creed Brothers interromperam, e o manager da Diamond Mine explicou que Roderick Strong é que é o principal campeão do NXT, e por isso o desafio foi feito e aceite pelo jovem lutador.

– Josh Briggs & Brooks Jensen venceram Creed Brothers (Brutus & Julius Creed): O embate entre os Creed Brothers e Josh Briggs & Brooks Jensen começou de forma bastante agressiva, algo que beneficiou os dois arruaceiros. Porém, a técnica e força dos lutadores da Diamond Mine apareceu neste combate e os dois conseguira isolar Brooks Jensen. Durante o domínio dos Creed Brothers, os NXT Tag Team Champions Imperium apareceram na bancada, enquanto que os Grizzled Young Veterans roubaram a tag rope, o que causou alguma confusão. Ainda assim, o jovem Brooks Jensen venceu com um O’Connor Roll.

Nos bastidores, Von Wagner afirmou que Kyle O’Reilly está acabado e que agora é a sua vez.

De regresso ao ringue tivemos Duke Hudson, que apareceu com uma peruca, apesar de dizer que Cameron Grimes não lhe rapou o cabelo e que quem diz isso é mentiroso. Este rapidamente interrompeu o seu rival, algo que irritou o australiano, que explicou que o milionário do NXT fez batota. Cameron Grimes desafiou Duke Hudson para um No Holds Barred Match e, depois de ter aceite o desafio, os dois tiveram uma pequena brawl, pois o australiano preferiu fugir.

Nos bastidores, os Jacket Time foram dar os parabéns a Josh Briggs & Brooks Jensen, mas os Grizzled Young Veterans apareceram e vieram pedir satisfações à dupla que venceu o combate, que ainda assim preferiu sair de cena com Kacy Catanzaro & Kayden Carter. Já os Grizzled Young Veterans envolveram-se numa brawl com os Jacket Time. Pelo meio ainda apareceu Wendy Choo…

No parque de estacionamento do NXT, Grayson Waller estava a meter conversa com uma rapariga e convidou-a para sair, mas ela explicou que já tinha planos. O australiano ainda tentou usar o facto de ter vencido no main event do WarGames, mas a jovem rejeitou o convite, antes de se dirigir para o carro de LA Knight, que aproveitou mais uma vez para provocar o seu rival.

– Dexter Lumis venceu NXT North American Champion Carmelo Hayes (por desqualificação): Dexter Lumis entrou de forma dominante e disposto a vingar-se de Carmelo Hayes, mas o NXT North American Champion conseguiu controlar o pouco ortodoxo lutador durante alguns minutos.

 

Ainda assim, o campeão acabou por ter problemas com a força de Dexter Lumis e até parecia que este ia vencer com o The Silence, mas Trick Williams atacou o pouco ortodoxo lutador e causou a desqualificação.

A seguir tivemos os MSK (Nash Carter & Wes Lee) a encontrar finalmente o seu shaman, que era nada mais nada menos que Riddle. Este deu vários conselhos à dupla e explicou-lhes que eles nunca devieram mudar, e que também deveriam partilhar o que têm no saco.

Nos bastidores tivemos Persia Pirotta feliz por Dexter Lumis ter regressado, pois assim Indi Hartwell já se pode concentrar na equipa. Apesar de ter dito que sim, acabou por saltar para os braços do marido, acabando por perder interesse no que a sua amiga lhe estava a dizer.

– NXT Women’s Tag Team Champions Toxic Attraction (Gigi Dolin & Jacy Jayne) venceram Valentina Feroz & Yulisa Leon (Non-Title Match): De forma inesperada, Valentina Feroz & Yulisa Leon tiveram algum domínio nestes momentos iniciais, mas as campeãs dominaram durante vários minutos. No final, Jacy Jayne acertou um Spinning Big Boot e venceu este embate.

Depois do combate, a NXT Women’s Champion Mandy Rose explicou que apesar da derrota no WarGames, elas continuam campeãs e assim irão continuar. Cora Jade interrompeu Mandy Rose e deixou o desafio para o futuro. As Toxic Attraction tentaram provocar a jovem a vir ao ringue, mas quem apareceu e armada com uma cadeira foi Raquel Gonzalez, que acabou por fazer as três campeãs fugir do ringue.

De seguida tivemos mais um video package de Tiffany Stratton, dedicado às suas capacidades na ginástica, onde esta explicou que está de olho no NXT Women’s Championship.

Nos bastidores, Tony D’Angelo foi entrevistado e explicou que as coisas entre ele e Pete Dunne ficaram um bocado pessoais e até ficou com uma peça de recordação (a boqueira do adversário). Andre Chase interrompeu o mafioso, que ficou irritado e desafiou o professor do NXT para um combate na próxima semana.

Cora Jade e Raquel Gonzalez estavam a conversar nos bastidores, com a ex-campeã a tentar acalmar as intenções da jovem, e a conversa foi interrompida por Kay Lee Ray, que ofereceu o seu taco de baseball a Cora Jade, dizendo que esta vai precisar.

– Santos Escobar venceu Xyon Quinn: Xyon Quinn usou a sua força para dominar os minutos iniciais deste embate, mas o líder do Legado Del Fantasma conseguiu virar o ímpeto a seu favor e controlou o combate durante vários minutos. Xyon Quinn ainda equilibrou, sendo que os dois lutadores acabaram a lutar na terceira corda, até que Santos Escobar acertou um Frankensteiner lá de cima. No meio desta confusão, Elektra Lopez deu uma soqueira a Xyon Quinn, mas este não a quis e decidiu atacar Joaquin Wilde.

Toda esta distração abriu espaço para que Santos Escobar acertasse uma grande joelhada, antes de aplicar o seu Phantom Driver para conquistar a vitória.

No parque de estacionamento, a Diamond Mine foi interrompida pelo NXT North American Champion Carmelo Hayes, que veio dizer ao manager do grupo que por muito bom que Roderick Strong seja, ele é que é o principal campeão do NXT, algo que deixou Malcolm Bivens de cabeça perdida.

De seguida tivemos Boa a ameaçar Edris Enofé, dizendo que este vai sofrer na próxima semana.

De regresso ao ringue tivemos Johnny Gargano a explicar que deveria ter-se divertido mais do que se divertiu, porque passou a vida preocupado se estava a ser bom o suficiente para entreter os fãs. A seguir, “Johnny Wrestling” contou a sua história no NXT e que nunca saiu da brand porque a adora, tendo em seguida agradecido a várias pessoas.

Depois, Johnny Gargano disse que ainda não sabe o que irá fazer no seu futuro imediato e que às vezes as mudanças podem ser assustadoras, mas que neste momento a única coisa que sabe é que em Fevereiro vai começar a fase mais importante da sua vida, ser pai.

Quando parecia que Johnny Gargano estava a preparar-se para terminar o seu discurso, foi atacado pelas costas por Grayson Waller, que o destruiu com uma cadeira dentro e fora do ringue, tendo fechado o ataque com uma grande Powerbomb na mesa de comentadores.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

5 Comentários

  1. Bruno Vieira8 meses

    Espero, espero mesmo que o Johnny só tire uns meses por causa do bébé. Não queria nada ficar sem ele pois é a única razão pela qual vejo o NXT.

    • Cebola8 meses

      pode ficar tranquilo, você vai poder continuar acompanhando ele na AEW

  2. Episódio ok. Gostei do opener que, tal como havia previsto, terá servido para Kyle O’Reilly colocar Von Wagner over antes da sua saída, bem como dos segmentos entre Cameron Grimes e Duke Hudson e entre MSK e Riddle, e da emotiva promo final de Johnny Gargano e angle posterior em que é brutalmente atacado por Grayson Waller (talvez uma despedida do NXT).

  3. Gostei:
    – Von Wagner vs Kyle O’Reilly. Tivemos aqui um bom combate Steel Cage, no que muito provavelmente deverá ser o último combate de O’Reilly na WWE por enquanto. No entanto, a personagem de Wagner continua muito fraca.
    – Promo de Bron Breakker. Ele é interrompido pelos Diamond Mine e parece que vamos ter uma breve feud entre Roderick Strong e Breakker. Será uma feud interessante de se ver. As promos foram boas, com destaque para a de Malcolm Bivens.
    – Segmento entre Duke Hudson e Cameron Grimes. Os 2 vão ter um No Holds Barred Match na próxima semana. O segmento até que foi bom e não durou muito tempo, algo que tinha prejudicado segmentos passados entre os 2.
    – Segmento entre Grayson Waller e LA Knight, com LA Knight a engatar uma miúda que Waller queria engatar. Isto teve a sua piada e foi um bom segmento para continuar a feud entre ambos.
    – O Shaman dos MSK é revelado… Riddle! Isto foi hilariante e uma agradável surpresa. E parece que o Riddle pode vir a acompanhar a dupla no futuro próximo, no que será uma dinâmica muito interessante.
    – Toxic Attraction vs Valentina Feroz & Yulisa Leon. Squash para as campeãs, no que até foi uma boa squash. Após o combate, Mandy Rose fez uma promo mas foi interrompida por Cora Jade. O segmento termina com Raquel Gonzalez a afastar as heels com uma cadeira. As promos até foram boas, no entanto, o final do segmento não foi o melhor.
    – Segmento entre Tony D’Angelo e Andre Chase. Vamos ter combate entre ambos na próxima semana. Honestamente, estes 2 tem sido das minhas personagens favoritas deste NXT 2.0. Encontro-me a gostar de quase tudo que fazem.
    – Segmento entre Jade, Raquel e KLR, com Raquel e KLR a dizerem a Jade para ir atrás do título. Faz sentido, dado que Jade conseguiu o pin no WarGames.
    – Santos Escobar vs Xyon Quinn. Um bom combate aqui. E fica a dúvida: será que Elektra Lopez tentou ajudar Quinn no fim do combate? Ou era um plano o tempo inteiro? Vamos ver como isto continua. Está a ficar interessante.
    – O show termina com a promo de despedida do Johnny Gargano. Quando diz que vai ser pai em breve, Grayson Waller ataca-o brutalmente. Este segmento foi tão, mas tão bem feito. A promo emocional, o ataque foi muito bom e o heat enorme em Grayson Waller. Ótimo trabalho. Vejam este segmento!

    Não Gostei:
    – Após a Steel Cage, Wagner continuou o ataque em O’Reilly. Como o público bem mostrou, isto foi desnecessário.
    – Jensen & Briggs vs The Creed Brothers. O combate não foi lá grande coisa e os GYV a roubar a corda do tag não ajudou nada.
    – Dexter Lumis vs Carmelo Hayes. O combate foi decente, mas o final por DQ não ajudou.

    Overall: 6/10. Este show não foi nada demais, mas será lembrado pelas despedidas de Kyle O’Reilly e Johnny Gargano, que são os únicos verdadeiros destaques deste show. De resto, nada de mau, mas nada de bom.

  4. Anónimo8 meses

    Bom combate entre Kyle O’Reilly e Von Wagner. Bom main event entre Santos Escobar e Xyon Quinn. Destaco também a despedida do Johnny Gargano do NXT.