A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center, rumo ao TakeOver: In Your House do próximo dia 13 de Junho.

Resultados

– NXT Champion Karrion Kross venceu Austin Theory (Non-Title Match)
– NXT Tag Team Champions MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Breezango (Tyler Breeze & Fandango) (Non-Title Match)
– Pete Dunne venceu Leon Ruff
– NXT Women’s Champion Raquel González venceu Mercedes Martinez
– Kyle O’Reilly venceu Oney Lorcan
– NXT Cruiserweight Champion Kushida venceu Santos Escobar (2-out-of-3 Falls Match)

Report

– NXT Champion Karrion Kross venceu Austin Theory (Non-Title Match): Austin Theory tentou entrar de forma agressiva, mas tentou é o termo chave desta frase, pois o NXT Champion Karrion Kross dominou facilmente e até se preparava para vencer. No entanto, uma distracção do NXT North American Champion Johnny Gargano, deu espaço para que Austin Theory fizesse alguma batota e depois fora do ringue até começou a dominar de forma surpreendente.

O problema foi que o domínio foi de pouca dura e Karrion Kross, com dois Doomsday Saito Suplex seguido de várias cotoveladas na cara e do seu Krossjacket, venceu o combate.

Assim que terminou o combate, Finn Bálor apareceu em ringue e disse que não gosta de esperar para ter o seu rematch e o NXT Champion Karrion Kross aceitou o desafio. O combate vai acontecer daqui a duas semanas.

Em seguida tivemos imagens de uma conversa que Leon Ruff teve com o General Manager William Regal, com o jovem lutador a mostrar-se de cabeça perdida por não poder lutar.

– NXT Tag Team Champions MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Breezango (Tyler Breeze & Fandango) (Non-Title Match): Os Breezango e os NXT Tag Team Champions MSK começaram de forma bastante equilibrada o segundo combate da noite, sendo que a agilidade dos quatro lutadores foi vista, ao ponto de até o árbitro se ter entusiasmado e mostrado também ele a sua agilidade.

Os Breezango tentaram usar a sua experiência para dominar, mas os MSK usaram toda a sua agilidade e velocidade para contrariar os ex-campeões. Depois de algumas quase vitórias, no final os MSK com a sua versão do Hart Attack, venceram este combate.

Nos bastidores, o NXT North American Champion Johnny Gargano foi refilar com William Regal e tentar que este cancelasse o combate contra Bronson Reed que irá acontecer na próxima semana, mas nada feito. Para se vingar, Johnny Gargano partiu o lápis de William Regal.

De regresso ao ringue tivemos Pete Dunne a dizer que percebe o porquê de Karrion Kross ter aceite o desafio de Finn Bálor, pois o NXT Champion sabe que no dia em que se enfrentarem ele perderá o título. Pete Dunne então desafiou alguém para provar que ele não era o lutador mais duro no NXT e foi atacado pelas costas de Leon Ruff, que não está supostamente apto a lutar.

– Pete Dunne venceu Leon Ruff: Leon Ruff tentou atacar Pete Dunne desde cedo, mas o “Bruiserweight” parou esta tentativa de ataque e começou a aplicar a sua habitual estratégia, dominando este embate sem problemas.

Leon Ruff ainda tentou dar luta, mas Pete Dunne não estava para aí virado e usou a sua agressividade habitual e com um Triangle Choke e com várias cotoveladas na cabeça do seu adversário, fez com que o árbitro tivesse de parar o combate.

Assim que o combate terminou, o “Bruiserweight” decidiu que ainda deveria atacar Leon Ruff um pouco mais.

Nos bastidores Santos Escobar e os restantes elementos do Legado del Fantasma foram entrevistados, com o ex-campeão a prometer que irá recuperar o NXT Cruiserweight Championship esta noite, no 2-out-of-3 Falls Match que terá contra o campeão Kushida.

De seguida tivemos um video package a anunciar a estreia em ringue de Franky Monet, que acontecerá daqui a 2 semanas, no NXT de dia 25 de Maio.

– NXT Women’s Champion Raquel González venceu Mercedes Martinez: Mercedes Martinez entrou com tudo neste combate, deixando Raquel González em apuros como nunca tínhamos visto antes. No entanto, com o passar dos minutos, a campeã lá conseguiu virar o ímpeto a seu favor.

Só que a veterana estava decidida em conquistar o NXT Women’s Championship e foi dando luta à “Big Mommy Cool” e até foi começando a ter algumas quase vitórias.

Também a campeã teve algumas quase vitórias, mas a veterana estava decidida a sair deste NXT com o título e quase conseguiu. Só que no final, a Powerbomb característica de Raquel González deu-lhe a vitória e assim a campeã reteve o título na sua primeira defesa.

Em seguida, no parque de estacionamento do Capitol Wrestling Center, vimos Isaiah “Swerve” Scott a chegar à arena.

Nos bastidores do Capitol Wrestling Center vimos uma grande confusão, com o NXT North American Champion Johnny Gargano e Austin Theory a serem expulsos do balneário masculino, sendo que a seguir vimos imagens de Bronson Reed a ser assistido por vários oficiais do NXT.

De regresso aos ringue, tivemos Isaiah “Swerve” Scott a dizer que cometeu erros e tentou ser alguém que não é desde que chegou ao NXT. A seguir “Swerve” começou a apresentar a sua entourage começando por Top Dolla, Ashante e depois B-FAB . No final, Isaiah “Swerve” Scott voltou a falar e disse que o NXT agora tem um problema e eles são os Hit Row.

Logo a seguir tivemos imagens de um leilão que aconteceu durante a tarde desta terça-feira, no qual Cameron Grimes esteve presente e tentou comprar uma mansão por 8 milhões de dólares, mas houve uma pessoa que fez uma oferta de 20 milhões… que foi o “Million Dollar Man” Ted DiBiase, para desespero de Cameron Grimes.

De seguida tivemos um video package a promover a rivalidade entre Toni Storm e Zoey Stark, sendo que um rematch entre as duas acontecerá no NXT da próxima semana.

– Kyle O’Reilly venceu Oney Lorcan: O embate entre Kyle O’Reilly e Oney Lorcan começou de forma técnica, como se esperava e como se queria. Quando a agressividade aumentou, foi Oney Lorcan que dominou, tendo aproveitado uma distracção causada por Pete Dunne.

O domínio de Oney Lorcan foi bastante agressivo, mas Kyle O’Reilly já por várias vezes mostrou grande resistência à dor e este combate foi mais um exemplo disso, tendo usado também ele a sua agressividade para inverter o ímpeto.

No final, apesar de toda a luta dada por Oney Lorcan, Kyle O’Reilly com um Brainbuster e asua joelhada da terceira corda, venceu este combate.

Já depois do combate, Pete Dunne atacou Kyle O’Reilly pelas costas, mas Bobby Fish veio na ajuda ao seu amigo. Os dois conversaram e ficou explícito que a amizade continua, mas a carreira de cada um vai seguir caminhos diferentes.

Nos bastidores, tivemos Bronson Reed bastante irritado por ter sido atacado por Johnny Gargano e Austin Theory e diz que está farto deste e do seu grupo, e que na próxima semana irão lutar num Steel Cage Match pelo NXT North American Championship.

– NXT Cruiserweight Champion Kushida venceu Santos Escobar (2-out-of-3 Falls Match): O Legado del Fantasma queria interferir neste combate, mas os NXT Tag Team Champions MSK atacaram Raul Mendoza e Joaquin Wilde e o árbitro não teve outro remédio se não expulsar os quatro lutadores.

Ainda assim, foi Santos Escobar fora de ringue que conseguiu ganhar o domínio neste 2-out-of-3 Falls Match. O ex-campeão controlou durante vários minutos, mas Kushida é alguém com uma resistência incrível e estava a começar a equilibrar, mas do nada Santos Escobar com o seu Phantom Driver apanhou o campeão obteve a primeira fall.

Porém, à mesma velocidade que Santos Escobar fez o 1-0, Kushida com um Crossarm Breaker fez o seu adversário desistir e assim empatou este combate.

Os minutos finais foram bastante equilibrados, muito por causa do cansaço já patente nos dois lutadores, sendo que Kushida tinha uma estratégia clara: tentar desgastar o braço de Santos Escobar.

No final, os dois lutadores decidiram levar o combate para a terceira corda e o campeão conseguiu voar e aplicar o seu Hoverboard Lock e quase venceu. A vitória sorriu mesmo ao japonês, quando aplicou o seu pouco ortodoxo Suplex para fazer o 2-1 e vencer este combate à melhor de três.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

9 Comentários

  1. Kay Orton1 mês

    Como sempre o NXT sendo a melhor coisa do mês. É incrível como cada título no NXT e NXT UK realmente tem seu valor e não é apenas um prêmio que vc segura por alguns dias, joga na mão de outra pessoa e depois faz outra coisa.

    Eu amo NXT !!!

  2. TakerVanderVaart231 mês

    Mais um bom episodio do NXT.

  3. Novamente um show agradável e sólido de se assistir. O NXT tem estado muito bem desde que passou para as terças-feiras, na minha opinião.
    Curti de MSK vs Breezango (dei grande pop àquele momento em que o árbitro “participa” no combate xD) e de ambos os title matches (especialmente o main event). Acrescentar ainda que Cameron Grimes e Ted DiBiase Sr. continuam a protagonizar segmentos excelentes.

  4. El Cuebro1 mês

    Grande episódio do NXT, gostei muito das lutas, inclusive do main event com Kushida vs Escobar e para mim a vitória dele o coloca como um dos maiores “pesos leve” dos últimos tempos, levando em conta os tempos como Junior Heavyweight na NJPW, no mais ótimas lutas pelos títulos, gostei da atitude do Ruff, uma pena ele ter perdido, aliás que é a repórter que o entrevistou no pós luta? Interessante a stable do Swerve, bom nome também, Hit Row, espero que renda boas coisas, também gostaria muito de ver a possível face turn do Theory acontecendo logo!

  5. El Cuebro1 mês

    Aquela situação com a Raquel, a Dakota e a Mercedes poderia ser o indício do fim da parceria entre as duas primeiras? Quem sabe botando a Dakota como nova desafiante ao título?

  6. Anónimo1 mês

    Mais um bom NXT. Bom main event entre o Santos Escobar e Kushida.

  7. Bom NXT.
    Destaco:
    – bons combates pelos titulos, com maior destaque para o main event

  8. Gostei:
    – O NXT abriu esta semana com o NXT Champion Karrion Kross vs Austin Theory. Em geral, foi um bom combate e, ao contrário do que pensei, o combate não é um completo squash. O Kross venceu com o Kross Jacket mesmo à frente do Johnny, que foi um pequeno detalhe que gostei.
    – Após o término do combate, Finn Bálor apareceu por trás do campeão. Bálor quer a desforra, Kross aceita imediatamente e vamos tê-la daqui a 2 semanas. Bom!
    – MSK vs Breezango. Foi um combate divertido entre as 2 tag teams mais populares da brand. O spot com o árbitro foi bem pensado e adicionou uma maior intriga ao combate. MSK venceram com o seu finisher. Ambas as equipas apertaram as mãos após.
    – Segmento engraçado nos bastidores entre William Regal e Johnny Gargano. Gargano não quer enfrentar Bronson Reed, Regal não quer saber, e temos title match na próxima semana. Johnny e Austin atacam Bronson e Bronson declara que o combate será uma Steel Cage!!!
    – Open challenge do Pete Dunne é respondido por Leon Ruff, que o ataca ainda antes do combate. No entanto, o Pete rapidamente recuperou e conseguiu a vitória num combate com bom ritmo.
    – Women’s Title Match! Raquel Gonzalez vs Mercedes Martinez. O combate começou rápido, com destaque para a Swanton da Raquel na Mercedes fora do ring. Ambas tinham o objetivo de destruírem-se aqui. Martínez esteve ótima mas a Raquel está ainda melhor e não parece perder o título em breve. Raquel com a vitória após o One Hand Powerbomb. Ótimo combate aqui!
    – Isaiah ”Swerve” Scott apresentou-nos a sua família chamada The Hits Row Records. A música de entrada hiphop é ótima e eles apresentaram-se um a um. Swerve diz que é perigoso e quer desrespeitar, e apresenta-nos AJ Francis. O AJ teve uma ótima promo. Brianna Brandy depois disse que era melhor que toda a gente, terminando com o Isaiah ”Swerve” Scott a dizer que se nós não os conhecíamos antes, conhecemos agora. Maneira interessante de apresentar estas 4 personagens! Este segmento foi de outro nível e recomendo a verem.
    – Tal como as semanas anteriores, outro segmento hilariante entre Cameron Grimes e Ted DiBiase, desta vez num salão de leilões. Os 2 entram numa guerra, mas é impossível derrotar o Million Dollar Man. A feud entre estes 2 tem vindo a mostrar-se como uma boa ideia, e é sempre bom ver o DiBiase e o seu riso icónico!
    – Kyle O’Reilly vs Oney Lorcan. Em geral, bom combate muito dividido entre ambos. O’Reilly mostrou que consegue aguentar com o Kross, vencendo com a King Kong Knee Drop.
    – Após o combate, O’Reilly foi emboscado por Dunne e Lorcan mas é salvo por um Bobby Fish de regresso! Os 2 tem uma conversa, onde Fish revela que tem assuntos a tratar. Bom!
    – No main event, temos uma title match entre KUSHIDA e Santos Escobar. O combate começou com um ótimo ritmo, onde até os MSK apareceram para nivelar o combate. Santos Escobar conseguiu a 1ª fall, após um Phantom Driver. Gostei de eles meterem os anúncios mas o KUSHIDA conseguiu prender a armbar e tiveram que os interromper. Uma ótima sequência que leva ao fim do combate, onde KUSHIDA vence com o northern lights suplex. Um combate muito bom que recomendo a verem!

    Não Gostei:
    – Nada.

    Overall: 8/10. O episódio desta semana foi muito melhor do que esperado. Todos os combates foram bons, com destaque especial aos title matches. Tantas storylines de qualidade. Os cruiserweights como main event foi uma excelente decisão, faz com que o título ganhe o prestígio que tanto necessita. O NXT continua a entregar com os seus shows.

  9. Bom show, solido e agradável de ver.

    Destaco pela positiva:
    – Combates: MSK vs Breezango, a parte do arbitro foi espetacular ahaha, Lorcan vs O’Reilly, Raquel vs Mercedes e o combate de main event, Kushida vs Santos Escobar.
    – Gostei bastante do que vi desta stable, Hit Row, quero e espero ver mais.
    – Segmento do Grimes e do Ted DiBiase foi e continuam a ser engraçados.

    Pela negativa não tenho nada a apontar que o NXT continue assim que só tem a ganhar.

    PS: Estou curioso para ver o que se segue para o Santos Escobar, adorava-o ver no Smackdown numa feud contra o Rey/Dominik.