Depois do TakeOver: In Your House deste domingo, a WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao Great American Bash de dia 6 de Julho.

Resultados

– Breezango (Tyler Breeze & Fandango) venceram Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel)
– NXT Cruiserweight Champion Kushida venceu Trey Baxter
– NXT Women’s Tag Team Champion Raquel Gonzalez & Dakota Kai venceram Kacy Catanzaro & Kayden Carter
– Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) (Tornado Tag Team Match)

Report

O NXT abriu com um video package a relembrar o que aconteceu durante o NXT TakeOver: In Your House.

No Capitol Wrestling Center tivemos então a presença do General Manager William Regal, que começou a falar de toda a sua história no NXT e de todos os grandes momentos que já aconteceram na brand amarela. William Regal explicou nos últimos 10 anos só tem pensado em como fazer com que o NXT seja melhor e que com o caos que tem existido ele acha que já não consegue dar o que todos merecem.

Quando William Regal parecia que ia abdicar do cargo de General Manager, foi interrompido pelo NXT Champion Karrion Kross, que veio provocar o inglês e dizer que agora é ele quem controla o NXT. Karrion Kross continuava a provocar William Regal, quando tocou a música de Samoa Joe e este veio para o ringue.

Foi então que o ainda General Manager pediu-lhe para este ser o próximo General Manager do NXT, mas “Samoan Submission Machine” rejeitou a proposta, pois a sombra de William Regal é muito grande. Foi então que William Regal pediu para que Samoa Joe ficasse no NXT para impor respeito e controlo na brand.

Depois de saber as condições, Samoa Joe aceitou a proposta e fez logo questão de mandar o NXT Champion Karrion Kross sair do ringue. O segmento terminou com um aperto de mão entre William Regal e Samoa Joe.

A seguir tivemos uma promo dos Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) a dizer que estão habituados a serem olhados de lado por toda a gente e que no Tornado Tag Team Match vão destruir Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher.

– Breezango (Tyler Breeze & Fandango) venceram Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel): Os Breezango tentaram impor a sua velocidade nos primeiros momentos deste opener e até pareciam que estavam no controlo, mas com alguma batota, os Imperium viraram o combate a seu favor. A dupla europeia dominou durante vários minutos, sendo que Fandango foi sobrevivendo à ofensiva dos seus adversários, até ao momento em que fez o tag ao seu parceiro de equipa e Tyler Breeze apanhou Fabian Aichner com um Small Package, e assim os Breezango venceram o embate.

Assim que o combate terminou, os Imperium atacaram os seus rivais, mostrando uma grande azia por terem perdido.

Nos bastidores, Kyle O’Reilly e Adam Cole estavam envolvidos numa grande confusão, que nem William Regal nem os seguranças do NXT conseguiram parar. Samoa Joe meteu-se no meio dos dois e conseguiu acalmar Kyle O’Reilly, já Adam Cole empurrou o antigo NXT Champion, que segundo as regras só pode atacar um lutador se for provocado. Assim, Samoa Joe fez logo questão de aplicar o Coquina Clutch em Adam Cole e acabar com a confusão.

Em seguida tivemos Santos Escobar, a relembrar o que aconteceu no TakeOver, mas que a sua rivalidade com o NXT North American Champion Bronson Reed ainda não terminou e que ele será o próximo campeão.

– NXT Cruiserweight Champion Kushida venceu Trey Baxter: O estreante Trey Baxter respondeu a este open challenge do NXT Cruiserweight Champion Kushida e o jovem lutador entrou melhor, sendo que a meio da contenda, Kyle O’Reilly apareceu para ver o combate mais de perto.

Trey Baxter dominou durante vários minutos, mas Kushida equilibrou a contenda, mas ainda assim as primeiras quase vitórias pertenceram ao estreante. Porém, o japonês acabou por meter a quinta mudança e aplicou o seu Hoverboard Lock e venceu este open challenge.

Depois do combate, Kyle O’Reilly entrou no ringue e desafiou Kushida para um combate na próxima semana.

Nos bastidores tivemos Franky Monet a explicar que na próxima semana vai voltar a lutar. A lutadora deixou a entrevista e foi falar com Jessi Kamea e Aliyah e explicou-lhes que estas deveriam deixar de ouvir Robert Stone. Porém, quando este apareceu, Franky Money afirmou que as lutadoras deveriam ouvir os seus conselhos.

Em seguida tivemos Mercedes Martinez a rever as imagens do ataque às mãos dos elementos dos Tian Sha, afirmando que ela é a mulher errada para provocarem.

A seguir tivemos a coroação de LA Knight como o Million Dollar Champion e no ringue tivemos o “Million Dollar Man” Ted DiBiase. Pela primeira vez ouvimos LA Knight a falar de forma normal, ao falar de como quando era miúdo adorava Ted Di Biase e de como é uma honra partilhar o ringue com um dos seus heróis.

Já depois de ter o Million Dollar Championship na sua mão, LA Knight explicou que agora que já tem tudo o que quer, está na altura de se desfazer do que não quer, e deu um soco em Ted DiBiase! O ataque LA Knight continuou até que Cameron Grimes veio ao ringue e atacou o seu rival, tendo assim salvo o WWE Hall of Famer.

Nos bastidores, a NXT Women’s Champion Raquel Gonzalez e Dakota Kai foram entrevistadas e mostraram-se com vontade de ser novamente NXT Women’s Tag Team Champions.

– NXT Women’s Tag Team Champion Raquel Gonzalez & Dakota Kai venceram Kacy Catanzaro & Kayden Carter: Kacy Katanzaro e Kayden Carter de forma surpreendente entraram dominantes neste combate e conseguiram controlar tanto Dakota Kai como a campeã.

Depois do duo de Dakota Kai e Raquel Gonzalez ter conseguido isolar Kacy Catanzaro durante vários minutos, esta conseguiu fazer o tag e Kayden Carter conseguiu ter alguma ofensiva, sendo que o final foi caótico, com as quatro lutadoras em ringue quer fossem a mulher legal ou não. No final, Raquel Gonzalez irritou-se e usou a sua força para destruir as suas adversárias e Dakota Kai com um pontapé fez o pin em Kacy Catanzaro.

No backstage, os Ever-Rise dirigiram uma promo aos Hit Row.

A seguir tivemos Io Shirai no ringue, mas acabou por ser interrompida por Candice LeRae, que afirmou que continua a odiar a ex-NXT Women’s Champion. Indi Hartwell atacou Io Shirai pelas costas e as NXT Women’s Tag Team Champions tentaram destruir a japonesa, mas Zoey Stark veio na ajuda desta.

Ainda antes do main event vimos Timothy Thatcher a roubar pipocas aos NXT Tag Team Champions MSK, indicando assim que poderemos ter uma rivalidade entre as duas equipas nas próximas semanas.

Em seguida tivemos mais um video package a promover a Diamond Mine, sendo que foi anunciado que irá abrir na próxima semana.

Johnny Gargano e Austin Theory interromperam uma entrevista de William Regal, mas a boa disposição terminou rapidamente quando Samoa Joe mandou o duo ir-se embora. O segmento terminou com um cara a cara entre Samoa Joe e Pete Dunne.

– Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) (Tornado Tag Team Match): Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher entraram de forma agressiva, mas os Grizzled Young Veterans acabaram por dar luta. Só que um Tornado Tag Team Match é um combate caótico e isso beneficiou a equipa de Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher.

Os Grizzled Young Veterans foram sobrevivendo a tudo o que os seus rivais faziam e nem falhas de comunicação ajudavam os ingleses, sendo que só quando fizeram um Suicide Dive Doomsday Device é que foram tendo algum ímpeto, e meteram grande agressividade no combate e quase venceram por várias vezes.

No final, os Grizzled Young Veterans até pareciam estar no controlo, mas um combate assim é talhado para dois guerreiros como Timothy Thatcher e Tommaso Ciampa, que no final cada um aplicou uma submissão a James Drake e venceram este combate.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

20 Comentários

  1. Minun2 meses

    SAMOA RETURNS BITCHESSSSSS, WTF

  2. El Cuebro2 meses

    Sério que o Joe aceitou voltar para a WWE? Já era o Slammiversary então?! Para mim temos que esperar para ver se foi uma boa decisão, eu ainda não concordo, precisamos ver o Joe lutando pra ontem!

    • Sksksk2 meses

      Quem sabe n será ele a tirar o título do Karrion Kross.

    • O Joe é dos meus lutadores favoritos de sempre, mas com as imensas lesões que tem tido ao longo da carreira e já estando na casa dos 40 secalhar decidiu que o melhor era afastar-se dos ringues.

      Mas vamos ver, nunca se sabe, secalhar o plano a longo prazo é voltar. Até porque tendo sido despedido teve oportunidade de ir a outra empresa onde pudesse voltar a lutar, ele para aceitar voltar à WWE neste papel on screen, é porque para já não deve estar interessado em voltar aos ringues (ou em condições). Volto a dizer, vamos ver o que o espera no futuro.

    • Naaaa, so vejo um nome para bater de frente com o kross que seria o walter… o joe nao tem alta

  3. Italo2 meses

    Samoa Joe não tem nada a perder só a ganhar voltando pro NXT, se ele tiver condições de lutar com certeza será ele quem tira o titulo do Kross, se ele não puder lutar, tera toda liberdade criativa nos bastidores, HHH conhece e confia no talento que o Joe tem e provou isso trazendo ele de volta

  4. Joelson Souza Ribeiro2 meses

    Ele deu aquele matar leão no Adam cole putz! Grilos ele AINDA botou karrion kross pra correr do ringue o maluco é Bravo.

  5. Eduardo2 meses

    Joe no NXT tem tudo para ser fantástico mais uma vez, por lá ele é tratado como um legítimo “badass”.

  6. MC2 meses

    Pode não vir a lutar (acredito que o Karrion o venha a desafiar e eventualmente o Joe o desafie pelo título daqui por uns tempos), mas este booking do Samoa Joe devia e deve ser sempre o booking dele. Aquele ‘badass’ que sempre que aparece não duvidamos que possa meter alguém a dormir. Primeiro NXT, expulsa Kross do ringue e mete o Adam Cole a ver carneiros, melhor regresso era difícil…

  7. TakerVanderVaart232 meses

    Bom episódio do NXT.
    Destacar a obviamente o regresso do Joe, veremos se daqui a uns tempos não temos mesmo Joe vs Kross! Diria que sim, mas posso estar muito enganado
    Escobar parece que continuará como adversário do Bronson para já e as divisões tag team a ter “movimento” / desenvolvimentos para novas rivalidades.
    E talvez Grimes x LA Knight não fique por aqui

  8. Facebook Profile photo

    sera q ja vamos ter o joe pegando alguem na porrada? tomara

  9. Ótimo episódio, talvez mesmo o melhor desde o TakeOver: Stand & Deliver. Destaco desde logo o início emocionante com William Regal a não conseguir conter as lágrimas e o regresso arrepiante de Samoa Joe à WWE, mais especificamente à brand amarela onde já foi muito feliz. Foi mesmo um excelente opener! Adoro que o Joe seja o enforcer do GM Regal, que assim não abandona o NXT tal como eu pessoalmente desejava (melhor figura de autoridade dos últimos largos anos).
    Gostei também dos outros segmentos em que o “Samoan Submission Machine” esteve envolvido, do open challenge de Kushida pelo título cruiserweight (Trey Baxter obteve uma boa performance) que continua a dar a conhecer caras novas na marca, do segmento de coroação de LA Knight (aquele final apanhou todos de surpresa e gerou enorme heel heat devido ao ataque do campeão a Ted DiBiase, sendo que a ovação subsequente da crowd ao salvamento de Cameron Grimes – que está cada vez mais over enquanto babyface– foi top), de Raquel González & Dakota Kai vs Kacy Catanzaro & Kayden Carter e do main event match.

  10. Villain2 meses

    kyle levanta-se e agarra no segurança para esse o agarrar xd

  11. El Cuebro2 meses

    Ótimo main event, uma pena as sucessivas derrotas dos Veterans, acho um desperdício tudo o que ainda não aconteceu para eles!

  12. Gostei:
    – Promo de William Regal, interrompida por Karrion Kross, que por sua vez é interrompido por um Samoa Joe de regresso!!! Este segmento foi perfeito. Nem estou a brincar. Ótimo trabalho por parte do NXT e um segmento que recomendo forçosamente a verem.
    – Kyle O’Reilly e Adam Cole à porrada nos bastidores que leva a Samoa Joe a aplicar o seu novo cargo. Ótimo segmento.
    – KUSHIDA vs Trey Baxter. Este combate mostrou a ótima habilidade de Baxter. O ritmo foi muito bom. Consigo ver um futuro para este jovem lutador na empresa.
    – Kyle O’Reilly desafia Kushida para um combate na próxima semana. Interessante. Vamos ver.
    – Segmento entre LA Knight e Ted DiBiase, onde Knight ataca o Hall of Famer até Grimes o salvar. Mais um segmento que recomendo a verem por parte do NXT. Ótimo heat para Knight!
    – Raquel González & Dakota Kai vs Kacy Catanzaro & Kayden Carter. Um bom combate, talvez até merecedor de TakeOver no contexto correto. Team KC mostraram a sua ótima química. E Raquel, como habitual, fantástica.
    – Io Shirai faz uma promo e é interrompida por Candice LeRae. Isto leva a que a japonesa seja atacada por LeRae e Hartwell até Zoey Stark a salvar. Um bom segmento, uma nova feud aqui. Vamos ver no que dá.
    – GYV vs Ciampa & Thatcher e que combate tivemos aqui meus amigos. Uma excelente tornado tag team match. Combate brutal. A divisão tag team do NXT está a ficar melhor e melhor com cada semana. Foi duro, foi técnico, foi tudo o que precisávamos destes 4. Combate que absolutamente recomendo a verem.

    Não Gostei:
    – Breezango vs Imperium. O teu típico tag team match. Não há nada de mau, mas foi muito lento. Ambas as equipas trabalharam bem, mas podia ter sido melhor com mais tempo. Imperium atacou Breezango pós-combate.

    Overall: 8/10. Que episódio fantástico. O regresso do Samoa Joe resume este episódio: excelente. Trey Baxter com uma ótima estreia. Não há nenhum grande negativo hoje pois, ao contrário de semanas anteriores, não houve booking de main roster e voltamos ao booking habitual do NXT. O post-TakeOver começou da melhor forma possível.

  13. Melhor do NXT foi o Samoa Joe regressar!
    JOE! JOE! JOE!

  14. Anónimo2 meses

    Mais um bom NXT. Bom regresso do Samoa Joe, é muito bom ver ele de volta. E bom main event.

  15. Um episódio nivel NXT de qualidade
    Destaco:
    – o destaque vai todo para o Samoa Joe e tudo em que ele esteve envolvido durante o programa

  16. David2 meses

    Joe estava a ver que nunca mais