Depois do TakeOver 36 do último domingo, a WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida.

Resultados

– Ridge Holland venceu Timothy Thatcher
– Kacy Catanzaro & Kayden Carter venceram Gigi Dolin & Jacy Jayne
– Kay Lee Ray venceu Valentina Feroz
– Carmelo Hayes venceu Odyssey Jones (Final do NXT Breakout Tournament)
– Xyon Quinn venceu Boa
– Legado del Fantasma (Santos Escobar, Joaquin Wilde & Raul Mendoza) venceram Hit Row (NXT North American Champion Isaiah “Swerve” Scott, Ashante “Thee” Adonis & Top Dolla)

Report

O NXT abriu com a chegada do novo Million Dollar Champion Cameron Grimes e do “Million Dollar Man” Ted DiBiase, que chegaram numa grande limousine.

Já no ringue, o Hall of Famer elogiou bastante Cameron Grimes e este admitiu que quando o “Million Dollar Man” chegou ao NXT que este o tirava do teste, mas que agradece que ele o tenha testado, pois fê-lo perceber o que era importante. Para além disso, nunca na vida deixaria que LA Knight tivesse Ted DiBiase como mordomo e os dois no TakeOver despacharam o antigo Million Dollar Champion.

O segmento terminou com os dois a dizerem que vão até à lua e foi então que dinheiro com a cara de Cameron Grimes começou a cair do tecto do Capital Wrestling Center.

A seguir tivemos a transmissão de um video package com vários momentos do NXT TakeOver 36.

– Ridge Holland venceu Timothy Thatcher: Este combate começou de forma extremamente agressiva e nenhum dos dois quis deixar o outro ganhar vantagem, sendo que Timothy Thatcher tentou usar a sua maior técnica, enquanto Ridge Holland tentou usar a sua maior força e conseguiu começar a dominar depois de uma incrível Short-Arm Clothesline.

Depois de vários minutos no domínio, Timothy Thatcher começou a recuperar e quando estava a equilibrar a contenda, Ridge Holland acertou seu Slam e venceu o combate.

Já depois do combate, Ridge Holland e Pete Dunne tentaram atacar Tommaso Ciampa, mas este estava a dar conta dos dois, isto até Oney Lorcan e o regressado Danny Burch colocarem a força dos números do lado do grupo de Pete Dunne. No final, Ridge Holland acertou com o seu bastão na garganta de Timothy Thatcher.

A seguir tivemos Carmelo Hayes a explicar que está habituado a lutar contra lutadores muito maiores que ele e que a sua competitividade existe porque não se vê como o underdog, mas que é complicado enfrentar alguém como Odyssey Jones, mas que ele vai dar tudo para vencer.

Nos bastidores tivemos Indi Hartwell e Dexter Lumis a ser entrevistados e com um desenho foi anunciado que o casamento dos dois vai acontecer no NXT do próximo dia 14 de Setembro.

– Kacy Catanzaro & Kayden Carter venceram Gigi Dolin & Jacy Jayne: O duo de Kacy Catanzaro & Kayden Carter entrou melhor, mas com alguma batota à mistura a equipa de Gigi Dolin & Jacy Jayne conseguiu isolar a “American Ninja Warrior” durante vários minutos.

Porém, Kacy Cantazaro conseguiu sobreviver e fez o tag a Kayden Carter, e esta virou o combate do avesso. Nos minutos finais, ambas as equipas tiveram hipótese de vencer, mas Kacy Catanzaro com o seu 450 Splash enquanto Kayden Carter fazia o Neckbreaker venceram este combate.

Em seguida, a NXT Women’s Women’s Champion Raquel Gonzalez foi entrevistada e elogiou a resistência de Dakota Kai, mas que ela avisou que ia vencer e foi isso que fez. A seguir começou a falar de Kay Lee Ray e de como já há muito esperava que ela chegasse ao NXT, mas que lhe vai acontecer o mesmo que a todas as outras. Franky Monet interrompeu a entrevista e explicou que não espera por ninguém e que lhe vai tirar o NXT Women’s Women’s Championship.

A seguir tivemos Odyssey Jones e este falou sobre ser uma pessoa positiva e que nunca pensou que tudo o que lhe está a acontecer pudesse acontecer tão depressa, e que Carmelo Hayes tem bastante talento, mas que ele irá fazer de tudo para vencer.

– Kay Lee Ray venceu Valentina Feroz: A lutadora brasileira ainda tentou dar luta, mas Kay Lee Ray dominou desde os primeiros momentos e depois do Gory Bomb venceu este combate.

Nos bastidores, Gigi Dolin & Jacy Jayne iam ser entrevistadas, mas foram rapidamente interrompidas por Mandy Rose, que explicou que se não querem voltar a sentir-se assim, para a seguirem, e as duas lutadoras fizeram isso.

A seguir tivemos o novo NXT Champion Samoa Joe no ringue e este falou da sua vitória no NXT TakeOver 36, e explicou que hoje poderia ser uma noite de celebração, mas no NXT não há tempo para celebrar, pois os lutadores do NXT querem o seu título. Por isso, ele quer desafiar qualquer lutador que tenha coragem para vir ao ringue para lhe fazer frente.

O primeiro lutador a responder este desafio foi Pete Dunne, que explicou que Samoa Joe não é o lutador mais rijo do NXT e que ele que vá pedir a William Regal para marcar o combate.

A seguir tivemos LA Knight a dizer que o sentimento que Samoa Joe está a sentir é medo e que ele vai ser o primeiro e último adversário do atual campeão. Logo a seguir foi a vez de Kyle O’Reilly aparecer e apesar de ainda estar combalido, este começou por gozar com LA Knight antes de dizer que respeita Samoa Joe e que merece um combate pelo título.

No entanto, Ridge Holland apareceu e atacou Kyle O’Reilly e quando Pete Dunne parecia que queria atacar Samoa Joe, vimos Tommaso Ciampa a vir ao ringue e a atacar o seu rival, que ainda assim ficou a sofrer por causa de Ridge Holland. No final, LA Knight tentou apanhar Samoa Joe pelas costas, mas a única coisa que apanhou foi uma cabeçada.

No parque de estacionamento, Cameron Grimes acompanhou Ted DiBiase até à sua limousine e explicou-lhe que o Million Dollar Championship lhe pertence. O WWE Hall of Famer aceitou o seu título, mas parecia que o iria devolver a Cameron Grimes. Só depois da limousine se ir embora é que o campeão percebeu que tinha ficado com uma réplica do Million Dollar Championship nas mãos, igual às que a WWE vende.

Nos bastidores, Kyle O’Reilly ia ser entrevistado, mas foi interrompido por Duke Hudson e apesar de estar lesionado deu um estalo ao australiano, que atacou as costelas lesionadas de “Cool Kyle”, que mesmo assim não se ficou e fez frente a Duke Hudson. A brawl só foi parada por vários oficiais do NXT.

– Carmelo Hayes venceu Odyssey Jones (Final do NXT Breakout Tournament): Odyssey Jones entrou melhor usando a sua força, mas a velocidade de Carmelo Hayes foi algo complicada de controlar, até porque este percebeu que era uma boa ideia atacar a perna do seu adversário.

Carmelo Hayes dominou durante alguns minutos, mas Odyssey Jones virou o combate a seu favor com a sua força. No final, o cansaço foi-se apoderando dos dois lutadores e parecia que o grandalhão ia vencer depois de um Splash, mas fez um pin um pouco desleixado e Carmelo Hayes conseguiu contra-atacar com um Crucifix Pin e venceu o torneio.

Depois do combate e bastante emocionado com a sua vitória, Carmelo Hayes afirmou que ainda não decidiu por qual título do NXT quer lutar no futuro.

Nos bastidores, Pete Dunne explicou que não quer saber quantas pessoas o interrompem, isso não interessa, pois ele será o próximo NXT Champion. Danny Burch & Oney Lorcan também falaram e explicaram que nunca perderam os seus títulos de equipas e que os vão reconquistar. Por fim, Ridge Holland anunciou que tal como já lesionou Timothy Thatcher, na próxima semana irá fazer o mesmo a Tommaso Ciampa.

– Xyon Quinn venceu Boa: Boa entrou melhor neste combate e quando parecia que ia vencer, Mei Ying distraiu-o sem querer e Xyon Quin aproveitou e venceu o embate.

No escritório do General Manager William Regal, Johnny Gargano estava a tentar cancelar o casamento de Indi Hartwell e Dexter Lumis dizendo que vai ser má televisão. William Regal começou a gozar a dizer que vai ser boa televisão vê-lo a dar em maluco, mas a conversa deles terminou quando LA Knight entrou aos gritos dentro do escritório de William Regal, que se fartou de todo o barulho e expulsou os dois lutadores.

Na zona de treino da Diamond Mine, vimos Roderick Strong a treinar, enquanto Malcolm Bivens explicava que Kushida não merece ser NXT Cruiserweight Champion, enquanto Roderick Strong treina para ser o melhor e na próxima semana irá fazer mais um open challenge.

– Legado del Fantasma (Santos Escobar, Joaquin Wilde & Raul Mendoza) venceram Hit Row (NXT North American Champion Isaiah “Swerve” Scott, Ashante “Thee” Adonis & Top Dolla): Este Six-Man Tag Team Match começou de forma caótica e antes do combate começar de forma oficial, já os 6 estavam à pancada. Este início beneficiou os Hit Row, que dominaram durante algum tempo, isto até o Legado del Fantasma ter conseguido isolar Isaiah “Swerve” Scott.

O trio liderado por Santos Escobar dominou durante vários minutos, mas o NXT North American Champion conseguiu sobreviver e fez o tag a Top Dolla, que usou toda a sua força para virar o combate do avesso e quase deu a vitória aos Hit Row.

Os últimos minutos foram bastante caóticos e com as duas equipas a quase vencerem por várias vezes, sendo que no final, B-Fab atacou Santos Escobar nas costas do árbitro, mas Elektra Lopez apareceu e com um pedaço de ferro atacou B-Fab. Toda esta confusão permitiu ao líder do Legado del Fantasma fazer um pin rápido a Isaiah “Swerve” Scott e assim vencer este main event.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

8 Comentários

  1. OSNY4 semanas

    Elektra Lopes, quem é essa ? Nunca tinha ouvido falar dela antes

  2. Desfrutei deste show, sou todo a favor de mais tempo de antena para malta que vinha a ter poucas oportunidades.
    Já começamos a ver algumas caras novas a receber mais destaque, pelo que se trata mesmo de uma nova Era no NXT.
    Os meus destaques vão para: o segmento inicial com Cameron Grimes e Ted DiBiase depois da conquista do Million Dollar Championship por parte do primeiro; o regresso de Danny Burch; a estreia de Gigi Dolin & Jacy Jayne (apesar da derrota, parece que entrarão numa história junto de Mandy Rose); o debut vitorioso de Kay Lee Ray no NXT USA; o triunfo de Carmelo Hayes no NXT Breakout Tournament (vejo-o a escolher desafiar Isaiah “Swerve” Scott ou Santos Escobar pelo NXT North American Championship no futuro); a upset win de Xyon Quinn na sua estreia com este novo nome (antes chamava-se Daniel Vidot); e o belo main event que contou com a presença decisiva de Electra Lopez (outra lutadora que raramente aparecia e agora será proeminente na programação semanal junto dos Legado Del Fantasma).

    • deus do wrestling3 semanas

      Boa análise jorge como é habitual parece-me que com a inclusão da electra lopez na feud entre o legado del fantasma e hit row a rivalidade vai acabar nos war gameessss

    • Muito obrigado pelo elogio, deus do wrestling 😉 Essa é uma excelente ideia, seria um ótimo combate!

  3. El Cuebro3 semanas

    Bom episódio com algumas estreias como o Xyon Quinn que creio ser aquele ex-jogador de Rugby vindo da Nova Zelândia recrutado há pouco mais de 2 anos pela WWE, tivemos a volta da Elektra Lopez que eu achava que poderia ser a Salina De La Renta que é especulada na WWE há um tempo, bons combates e brawls também! Aliás quem é a nova repórter do NXT, digo aquela que estava na final do Breakout?

  4. Anónimo3 semanas

    Mais um bom NXT. Bom main event, destaco também o regresso do Danny Burch.

  5. Gostei:
    – Segmento entre Cameron Grimes e Ted DiBiase. Um ótimo segmento para começar o NXT. Cameron Grimes cada vez mais over e cada vez o vejo mais como futuro NXT Champion.
    – Timothy Thatcher vs Ridge Holland. Um combate decente. Ambos aplicaram manobras duras, o que era esperado de 2 lutadores como estes.
    – Após o combate, Holland e o restante da stable dele ataca Ciampa e Thatcher. Um bom segmento e é sempre bom ver Danny Burch de volta. Vamos ver se fazem algo com esta feud.
    – Promo de Samoa Joe onde propõem um open challenge. É respondido por vários lutadores e o segmento termina numa brawl, com Joe a sair por cima. Um ótimo segmento. Gostaria de ver Dunne (caso este renove) e Joe pelo título e O’Reilly numa feud com LA Knight.
    – Hit Row vs Legado del Fantasma. Um combate dividido com Elektra Lopez a juntar-se aos Legado del Fantasma para equilibrar esta guerra de stables. Um ótimo combate para terminar o show.

    Não Gostei:
    – Kacy Catanzaro & Kayden Carter vs Gigi Dolin & Jacy Jayne. Um combate relativamente curto com nada a dizer.
    – Valentina Feroz vs Kay Lee Ray. O começo de Ray no NXT não é nada bom. O combate devia ter sido mais longo e não uma squash.
    – Carmelo Hayes vs Odyssey Jones. Jones dominou o combate e perdeu para um crucifix pin… O combate durou 10 minutos, que é positivo, mas o final deixou um sabor amargo.
    – Xyon Quinn vs Boa. Se há coisa que não suporto é o lutador a squashar e perder. Boa domina completamente e perde com uma forearm. Qual o sentido disso?

    Overall: 6/10. Após um excelente TakeOver, o NXT desiludiu. Não foi horrível, mas teve vários pontos fracos. Odyssey Jones perder, Boa perder uma squash e Kay Lee Ray devia ter-se estreado num combate de 10 minutos, para os fãs mais desconhecidos do NXT UK verem o seu talento (sim, eu sei que ela já apareceu no NXT, seria também para os mais esquecidos). Gosto do futuro do NXT Championship. Em geral, desilusão este episódio.