Faz login e reduz a publicidade
Frank casino

A WWE realizou durante a tarde deste domingo no Reino Unido, na Empress Ballroom, o NXT UK TakeOver: Blackpool II. Este foi o terceiro grande evento do NXT UK, a brand britânica da WWE.

O NXT UK TakeOver: Blackpool II foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui, o primeiro mês é grátis!

Resultados

– Eddie Dennis venceu Trent Seven
– NXT UK Women’s Champion Kay Lee Ray venceu Toni Storm e Piper Niven
– Tyler Bate venceu Jordan Devlin
– NXT Tag Team Champions Gallus (Wolfgang & Mark Coffey) venceram Imperium (Marcel Barthel & Fabian Aichner) e Zack Gibson & James Drake e Flash Morgan Webster & Mark Andrews (Ladder Match)
– WWE UK Champion WALTER venceu Joe Coffey

Report

O NXT UK TakeOver: Blackpool II teve 5 combates, tendo sido três deles pelos títulos.

No primeiro combate da noite vimos Eddie Dennis a vencer Trent Seven, tendo usado um canto exposto para ganhar vantagem, sem que o árbitro se tenha apercebido. Assim garantiu a vitória neste combate de abertura do evento. Só que a rivalidade entre os dois lutadores continuou depois no backstage.

O segundo combate da noite foi o Triple Threat Match pelo NXT UK Women’s Championship, entre a campeã Kay Lee Ray, Toni Storm e Piper Niven. Um combate que começou logo de forma intensa, com as duas lutadoras a mostrarem ao que vieram.

No final e depois de vários minutos de grande ação, vimos a NXT UK Women’s Champion Kay Lee Ray a vencer Toni Storm e Piper Niven, tendo roubado a vitória à lutadora australiana, que tinha acabado de aplicar o Pedigree em Piper Niven. Kay Lee Ray reteve assim o seu título contra duas das suas maiores adversárias.

No terceiro combate da noite tivemos o embate entre Tyler Bate e Jordan Devlin. Um combate bastante equilibrado e que muitos fãs consideraram como excelente. No final vimos o primeiro WWE UK Champion da história, Tyler Bate a conseguir vencer Jordn Devlin, depois de aplicar o seu Tyler Driver 97. No final do combate tivemos Triple H, William Regal e Johnny Saint a bater palmas nos camarotes da arena a Tyler Bate. Terá sido esta a despedida do lutador do NXT UK?

No quarto combate da noite tivemos aquele que era um dos combates mais esperados da noite, o Ladder Match pelos NXT UK Tag Team Championships entre quatro equipas. Foram 25 minutos onde os 8 lutadores tentaram de tudo para não só vencerem o combate, como deixarem os fãs de boca aberta com a ação que estavam a ver. Este Swanton Bomb conjunto de Mark Andrews e Flash Morgan Webster foi um exemplo disso.

No final, a surpresa aconteceu quando os Gallus venceram o combate e assim mantiveram os seus NXT UK Tag Team Championships. O resultado do combate foi decidido entre a dupla dos Gallus e a dupla dos Imperium, mas Wolfgang fez Fabian Aichner atravessar uma escada com um Spear, enquanto Mark Coffey conseguiu empurrar Marcel Barthel do escadote para fora do ringue, e assim poder subir e retirar os NXT UK Tag Team Championships.

Como main event deste segundo NXT UK TakeOver na cidade de Blackpool tivemos WALTER a defender o WWE UK Championship contra Joe Coffey, dos Gallus. Um combate que melhor pode ser descrito como uma autêntica guerra, que até pelo meio do público aconteceu.

No final e já depois do árbitro ter sido acidentalmente atacado, e das interferências sem sucesso de Alexander Wolfe e Ilja Dragunov, WALTER venceu Joe Coffey depois de uma Powerbomb, tendo retido assim o WWE UK Championship.

Porém, a noite ainda não tinha acabado e tivemos os Undisputed ERA a atacar os Imperium, que já estavam no ringue para festejar a vitória de WALTER. O ataque da stable do NXT aumenta assim a expectativa para o combate entre as duas stables que acontecerá no WWE Wolds Collide.

O que achaste do NXT UK TakeOver: Blackpool II?

5 Comentários

  1. Hugo2 semanas

    Bom…..eu já vi muitos ladder match,mas este foi sem duvida 1 dos melhores que eu já vi.a entrega ao combate por parte dos lutadores foi fantástica, SÓ por este combate valeu o show todo,BRUTAL.

  2. BRRM2 semanas

    Bom TakeOver, mais ou menos ao nível dos anteriores por parte desta brand

    Dennis vs Seven – o Razor’s Edge pra fora do ring foi incrível, de resto foi um combate razoável carregado pelo Trent

    Ray vs Storm vs Piper – começou com um ritmo lento e até awkward mas lá evoluiu para um final emocionante.

    Bate vs Devlin – combate muito bom em que ganhou quem tinha de ganhar mas o perdedor também saiu credibilizado

    Ladder match – combates de escadote entre tag teams costuma ser um cheat code para ter um ótimo combate e nesta situação isso voltou a verificar-se. Ritmo elevado e spots de deixar uma pessoa boquiaberta (o improviso do Andrews e do Webster depois de uma das mesas se ter partido acidentalmente foi fantástico)

    WALTER vs Coffey – estava a torcer pela vitória do Joe mas pronto, belo combate! O ataque dos Undisputed Era foi um nice mark out moment para acabar o evento

  3. Showstealer2 semanas

    Um NXT UK TakeOver de excelente nível, na minha opinião. O combate da noite foi, para mim, Tyler Bate vs Jordan Devlin. Que lutador é o Tyler: depois de ter dado um dos melhores combates de 2019 frente a WALTER, esteve em mais um clássico contra o também muito bom Devlin e ainda estamos no início de 2020… Espero que Bate vá agora para o NXT norte-americano, pode ser uma boa aposta para a mid card picture (título norte-americano).
    A derrota de Toni Storm no combate feminino também deverá significar a sua passagem para o NXT dos EUA, como disse há uns tempos. O main event superou as minhas expetativas (Joe Coffey surpreendeu-me, sinceramente) mas a vitória de WALTER era o correto a fazer neste domingo. Já ia desligar a transmissão e depois aparecem os Undisputed ERA, tiveram uma receção brutal como não poderia deixar de ser. Que venha o Worlds Collide, promete bastante!

  4. Anónimo2 semanas

    Foi um excelente show, combates bastante bons.

  5. Hunter2 semanas

    Olha me surpreendi com o ppv, muito melhor do que eu esperava.