Faz login e reduz a publicidade

WWE quer criar Performance Centers espalhados pelo mundo

Durante o fim de semana da WrestleMania, na apresentação no WWE’s 2018 Business Partner Summit, foram discutidas algumas das direções que a companhia irá seguir nos próximos tempos.

Um dos grandes destaques desta apresentação, foi a possibilidade do desenvolvimento do NXT e do sistema de desenvolvimento de lutadores por parte da companhia.

Triple H, enquanto Executive Vice President of Talent, Live Events & Creative, falou da possibilidade de no futuro a WWE ter vários Perfomance Centers espalhados pelo mundo fora. Falou também de como o NXT é o show semanal mais visto na WWE Network e como o NXT duplicou os seus seguidores nas redes sociais no último ano.

Foi também falado do sucesso de muitos lutadores vindos do NXT para o main roster e de como a WWE necessita de criar um sistema para alimentar o Performance Center e o NXT com outros Performance Centers espalhados pelo mundo.

Sobre a globalização da WWE o que foi dito foi:

“Ao entrar em mercados individuais em todo o mundo, criaremos versões do modelo que já usamos: organização de tryouts, recrutamento de talentos, criação de Perfomance Centers locais e criação de marcas ao estilo do NXT.

Já pode ver esse modelo começando a tomar forma no Reino Unido. Nós já temos os lutadores, temos o WWE UK Championship e agora estamos prontos para dar mais aos fãs.

Os shows de Junho em Londres darão o próximo passo na evolução de nossa brand europeia. Mas não vamos parar por aí.

Estamos a trabalhar em regiões de todo o mundo.

A The Greatest Royal Rumble e o contrato de 10 anos com a Saudi General Sports Authority incluem tryouts locais, treinos, um possível Performance Center local e até uma marca do Médio Oriente.

Nós temos a visão de pequenas empresas ao estilo do NXT, não só para os fãs na Europa, ou Médio Oriente, mas também para a Índia, América do Sul e não só.

Temos a expectativa de criar um sistema de recruta não a um nível nacional como temos agora, mas sim a um nível mundial e tudo debaixo do nome da WWE.”

Para os interessados podem ver o vídeo completo da WWE’s 2018 Business Partner Summitaqui.

Qual a vossa opinião e expetativa para a possível criação de vários Perfomance Centers por parte da WWE a nível mundial?

Autor

- Fã ecléctico que gosta de muitos e variados tipos de wrestling. Lutadores favoritos: Ric Flair, Kevin Nash, Jeff Hardy, Edge, Hulk Hogan e Bill Goldberg.

12 Comentários

  1. Júnior 007 há 4 meses

    Se vier aqui para o Brasil deve ser somente em São Paulo. 🙁

    • wesley há 4 meses

      Seria a decisão certa, pois é a maior cidade, provavelmente a maior concentração de fãs

  2. Facebook Profile photo

    portugal junto ao campo pequeno ah!

  3. BRUNOju. há 4 meses

    Qual é o pré requisito para fazer um tryout? Qualquer um pode, ou tens algumas regras antes. Se alguém souber 🙂

  4. WyllerB há 4 meses

    Prepara que em breve a wwe vai ser vendida, negócio do Vince agora é XFL

  5. agente funerário há 4 meses

    quem podia arranjar uma cunha para wwe abrir uma em portugal era o axel ou o red eagle 😀 lol

  6. El Merenguero há 4 meses

    Nós temos a visão de pequenas empresas ao estilo do NXT, não só para os fãs na Europa, ou Médio Oriente, mas também para a Índia, América do Sul e não só.

    Eu gostaria de ver uma espécie de NXT no Canadá. Uma versão nova da Stampede quem sabe.

Comentar