Ainda na última semana a WWE foi “envergonhada” por uma writer ter admitido numa entrevista que não sabia nada de Wrestling, ao ponto de nem sequer saber o nome do WWE Champion Bobby Lashley. Poucos dias depois, essa writer foi despedida da empresa.

Entretanto, através do site corporativo da WWE, a empresa indica que está à procura de novos writers, mas não exige que estes percebam de Wrestling para que se possam candidatar ao cargo.

Para quem se quiser candidatar a writer, a WWE aponta que os candidatos tenham de cumprir vários parâmetros. Porém, perceber de Wrestling não é um deles. No anúncio, pode ler-se que a WWE procura candidatos que tenham experiência a trabalhar em televisão ou cinema e que, pelo menos, conheçam o público da empresa.

Parece que a WWE não aprendeu com o que aconteceu com Kenice Mobley e continua mais interessada em contratar pessoas que saibam escrever programas de televisão, do que preocupada em contratar quem perceba de Wrestling.


Qual a tua opinião sobre a WWE querer contratar writers sem que estes percebam de Wrestling?

25 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Enfim… já vi que a WWE não liga mais para o wrestling e mas sim para o sports entertainment.

  2. CoffinMeme4 semanas

    entao oh vinças pk despediste a outra? Não se entende este velho, ta todo gágá

  3. Se se conseguir juntar o útil ao agradável, será o ideal. Se a WWE quiser contratar writters que tenham experiência em produção televisiva ou cinematográfica, tem de ter também writters que percebam de wrestling. Eu pessoalmente não vejo mal em ter pessoas que não entendam tanto de wrestling como as outras, porque lá está, a equipa criativa é um grupo, um coletivo, desde que haja equilíbrio nas ideias de forma a tornar o produto interessante, não vejo mal nisso.

    Talvez o melhor período criativo da WWF foi na Attitude Era, e aí tínhamos Vince McMahon, Jim Cornette, Bruce Pritchard, Jim Ross e Vince Russo (pelo menos) a trabalhar na equipa criativa, sendo que o último percebia tanto de wrestling como qualquer um de nós que comenta aqui no site.

    Mas claro, uma coisa é não perceber de wrestling, outra é não saber sequer o que se está a produzir. Não conheceres o teu campeão mundial, é como um produtor de um filme não conhecer a personagem principal. Isso não é falta de jeito para o trabalho, é mesmo falta de profissionalismo.

    • Só um reparo: Não tenho a certeza se o Jim Ross fazia parte da equipa criativa nessa altura, mas era ele que tratava de grande parte das contrações.

    • Tens um bom ponto de vista. Vendo assim como um todo até pode ser que funcione.

    • Ora aqui está alguem que fala e fala bem, que percebe do assunto e dá vontade de debater.

      Concordo plenamente Carlos assim como em muitas empresas as vezes recrutam pessoas sem experiencia e se tornam bons profissionais, mas claro isso só acontece porque já tem lá um esqueleto solido na empresa com malta que domina os assuntos tratados.

      Só coloco uma questao, que tipo de writers estao na wwe? Existe alguem que perceba verdadeiramente de wrestling? E neste quesito acho que o sensato deveria de ser 80% que dominem a area e os outros 20% pode naondominar a area mas perceberem de cinema e afins que tambem é importante neste meio

    • Concordo Carlosilva. Existem pessoas na equipa criativa que percebem de wrestling e o booking continua horrível e sem sentido. Por isso, uma ajuda de quem entende televisão ou cinema pode ajudar e muito a fazer boas histórias.

    • Facebook Profile photo

      É um bom ponto de vista.

    • O que é que te leva a escrever isso sobre o Vince Russo? Não diria que ele não percebe nada de Wrestling.

      De resto, de acordo.

    • Obrigado a todos. Aprecio o teu comentário, Gangrel.

      Daniel, o meu comentário sobre o Russo foi em tom de brincadeira 🙂 Só porque quando ele chegou à equipa criativa da WWE, a única experiência que tinha no mundo do Wrestling foi como editor da WWE Magazine.
      Não acho que ele não perceba de Wrestling, até porque aprendeu com os melhores e esteve até bastante tempo ali entre WWF/WCW/TNA, e não acho que seja o ‘vilão’ que muitos pintam.

    • Anónimo4 semanas

      Concordo, havendo um equilíbrio entre as coisas pode correr bem.

  4. Mais um bombinha largada!! O vince deve estar abeirs de uma depressão…

  5. Hugo4 semanas

    Bom…..
    Eu pela primeira vez e devido à enorme estupidez do assunto e pela pergunta em si….eu não sei o que dizer.
    O pessoal que me perdoe,mas a estupidez da Wwe é tanta,que me deixa sem palavras.

  6. Alexandre4 semanas

    essa companhia é um hospício, kkkkkkkk e o mais louco é o chefe.

  7. Normal, nota-se que na WWE o wrestling é secundário, querem é pessoal que traga ideias como zombies, bonecas possuídas, a Alexa em modo Papa Shango, e mal posso esperar pelo Happy Corbin. Ao menos nasceu uma empresa que realmente produz grandes shows de wrestling semanalmente, e que me permite fugir desta nova forma como a WWE vê o wrestling, muito obrigado Tony Kahn

  8. Hum isto é algo que não me deixa com boas expectativas para o futuro

  9. JoaoPedrooooooo4 semanas

    Não percebo porque a outra foi despedida então… mas mais que a política de contratações, gostava era de saber o quão limitados estão na criação de histórias, segmentos e combates. É que nos fins dos anos 90 não existia o politicamente correcto e o resultado foi o melhor.

  10. El Cuebro4 semanas

    Resumindo qualidade de lutas já era e vamos olhar somente para o entretenimento, que ridículo!

  11. Vou só ali respirar e já venho🤣🤣🤣🤣🤣

  12. Tudo bem, mas depois não se queixem dos ratings