WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir da Bridgestone Arena em Nashville, Tennessee, que foi também a segunda noite do Draft, rumo ao Crown Jewel do dia 21 de Outubro.

Resultados

– WWE United States Champion Damian Priest venceu Jeff Hardy
– Shayna Baszler venceu Dana Brooke
– Humberto Carrillo & Angel Garza venceram Mustafa Ali & Mansoor
– WWE Champion Big E & Drew McIntyre venceram Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode)
– WWE Women’s Tag Team Champions Rhea Ripley & Nikki ASH venceram Natalya & Tamina
– New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin
– Bianca Belair venceu Raw Women’s Champion Charlotte Flair (por desqualificação)

Report

O Raw abriu com a SmackDown Women’s Champion Becky Lynch no ringue, que auto-declarou-se como a primeira escolha do Raw nesta segunda noite do Draft. Becky Lynch relembrou que nunca perdeu o Raw Women’s Championship e que se calhar está na altura de voltar a ser “Becky 2 Belts”.

Como seria de esperar, a Raw Women’s Champion Charlotte Flair interrompeu a sua amiga/rival e fez logo questão de relembrar que ela é a lutadora mais condecorada da WWE.

Bianca Belair interrompeu as duas campeãs e explicou que tem assuntos por acabar com as duas, mas a “Queen” começou a desrespeitar a “EST da WWE”, sendo que Becky Lynch percebeu que tinha aqui uma hipótese para armar confusão e conseguiu provocar as duas rivais de tal forma que ambas já queriam lutar.

No entanto, antes que houvesse confronto físico, Adam Pearce e Sonya Deville apareceram e anunciaram que o main event do Raw será então entre a Raw Women’s Champion Charlotte Flair e Bianca Belair.

A primeira ronda desta segunda noite do Draft foi a seguir e as escolhas foram as seguintes: o Raw escolheu SmackDown Women’s Champion Becky Lynch e Bobby Lashley, enquanto que o SmackDown escolheu os SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) e Sasha Banks.

– WWE United States Champion Damian Priest venceu Jeff Hardy: Este combate de abertura começou de forma equilibrada, mas fora do ringue Jeff Hardy cometeu um erro e o campeão começou a dominar. Damian Priest dominou então durante alguns minutos, mas a ofensiva de pouco ortodoxa de Jeff Hardy foi um problema para ele.

No final, parecia que Jeff Hardy ia vencer o combate tendo até acertado o seu Swanton Bomb, mas Damian Priest conseguiu não só fazer o kickout, mas também aplicar um crucifix pin e assim manteve o WWE United States Championship.

Ainda no ringue, Jeff Hardy foi entrevistado e explicou que se calhar no SmackDown vai apresentar uma nova versão de si. De forma inesperada, Austin Theory interrompeu a entrevista e disse que não queria desrespeitá-lo, mas que cresceu a idolatrar Jeff Hardy, tendo pedido para tirar uma foto com ele. Quando os dois tiraram uma fotografia, o jovem atacou o “Charismatic Enigma”, mostrando assim as suas reais intenções.

Nos bastidores, os Raw Tag Team Champions RK-Bro foram entrevistados e Riddle começou por falar de coisas que não fazem sentido (um clássico), isto até Randy Orton mandar o seu parceiro de equipa calar-se. O “The Viper” explicou que na Arábia Saudita vão calar AJ Styles & Omos, sendo que o ex-campeão mundial aproveitou e desafiou o gigante para um combate neste Raw.

A segunda ronda desta segunda noite do Draft foi a seguir e as escolhas das duas brands foram as seguintes: o Raw escolheu Seth Rollins e o WWE United States Champion Damian Priest, já o SmackDown escolheu o WWE Intercontinental Champion King Nakamura & Rick Boogs e Sheamus.

– Shayna Baszler venceu Dana Brooke: Dana Brooke entrou de forma agressiva, mas do nada a Shayna Baszler virou o combate do avesso e pouco depois venceu com o seu Kirifuda Clutch.

Assim que o combate terminou, a “Queen of Spades” decidiu que não se tinha divertido o suficiente e preparava-se para lesionar Dana Brooke como fez nas semanas anteriores com Nia Jax e Eva Marie, mas Doudrop apareceu e não deixou que isso acontecesse.

Nos bastidores, Paul Heyman ia acompanhado pelos SmackDown Tag Team Champions The Usos, quando foi entrevistado, sendo que o manager estava todo feliz por estes continuarem no SmackDown. Essa felicidade desapareceu quando lhe perguntaram sobre Brock Lesnar, e o segmento terminou com os The Usos a deixarem Paul Heyman sozinho.

– Humberto Carrillo & Angel Garza venceram Mustafa Ali & Mansoor: Humberto Carrillo & Angel Garza entraram de forma bastante agressiva neste embate, sendo que Mustafa Ali & Mansoor não conseguiram aplicar a sua velocidade e os primos mexicanos conseguiram assim mais uma vitória no Raw.

A terceira ronda desta segunda noite do Draft aconteceu de seguida e as escolhas foram as seguintes: Raw começou por escolher AJ Styles & Omos e Kevin Owens, enquanto o SmackDown escolheu Shayna Baszler e Xia Li.

Em ringue tivemos o WWE Champion Big E e este começou por se mostrar triste por mais uma vez não estar na mesma brand de Kofi Kingston & Xavier Woods, antes de relembrar a sua vitória contra Bobby Lashley no episódio anterior do Raw, tendo também relembrado que Drew McIntyre o desafiou assim que o combate terminou.

Big E pediu então a Drew McIntyre para vir ao ringue e foi isso que o escocês fez. Drew McIntyre começou por dizer que Big E merece ser WWE Champion, sendo que os dois deram um aperto de mão. Como seria de esperar e depois de todos estes elogios, Drew McIntyre desafiou Big E para um combate pelo WWE Championship.

O que não seria de esperar era que Dolph Ziggler & Robert Roode interrompessem os dois lutadores e o “Show Off” relembrou que sem ele não haveria Big E, tendo a seguir mostrado imagens do início da carreira do atual WWE Champion. A seguir foi a vez de Dolph Ziggler mostrar imagens da parceria com Drew McIntyre, tendo o “Show Off” mandado os dois lutadores agradecerem-lhe. Os ânimos começaram a aquecer e ficou marcado um combate de equipas entre os quatro lutadores.

– WWE Champion Big E & Drew McIntyre venceram Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode): O duo do WWE Champion Big E & Drew McIntyre começou melhor neste combate, mas os Dirty Dawgs mostraram a sua maior química como equipa e conseguiram isolar o “Scottish Warrior” durante alguns minutos.

Drew McIntyre conseguiu sobreviver e fez o tag a Big E, que entrou com tudo neste Tag Team Match, sendo que os minutos finais foram bastante confusos. No final, quando o WWE Champion Big E se preparava para acertar o seu Big Ending, Drew McIntyre fez um blind tag e acertou ele o seu Claymore Kick, e assim os dois venceram o combate.

Já depois do combate terminado, Big E acertou o Big Ending em Robert Roode, antes de desafiar Drew McIntyre para um WWE Championship Match no Crown Jewel.

Nos bastidores, o WWE 24/7 Champion Reggie foi falar com Adam Pearce sobre uma suposta reunião, mas tudo não passava de uma armadilha por parte dos mesmos de sempre. Ainda assim, Reggie conseguiu voltar a fugir com o seu título.

No ringue tivemos Kevin Owens, mas este nem teve hipótese de falar, porque Akira Tozawa achou boa ideia interromper o “Prizefighter” e explicou que não quer enfrentar o ex-Universal Champion, mas sim Reggie. Kevin Owens não esteve para ouvir Akira Tozawa e acertou um Stunner no ninja residente do Raw.

A quarta ronda desta segunda noite do Draft teve as seguintes escolhas: o Raw escolheu os Street Profits e Finn Bálor, já o SmackDown escolheu os Viking Raiders e Ricochet.

– WWE Women’s Tag Team Champions Rhea Ripley & Nikki ASH venceram Natalya & Tamina: Natalya & Tamina entraram de forma bastante agressiva tendo isolado Nikki ASH, mas esta mostrou grande resistência e conseguiu fazer o tag a Rhea Ripley, que virou o combate do avesso.

No final, a “Nightmare” acertou o seu Riptide em Tamina, tendo a seguir colocado Nikki ASH aos seus ombros e esta voou para acertar um Splash e as campeãs retiveram os WWE Women’s Tag Team Championships.

A quinta ronda nesta segunda noite do Draft aconteceu em seguida e as escolhas foram as seguintes: o Raw escolheu Karrion Kross e Alexa Bliss, enquanto que o SmackDown escolheu Humberto Carrillo & Angel Garza e Cesaro.

A seguir tivemos Goldberg no ringue e este voltou a afirmar que o ataque de Bobby Lashley ao seu filho no SummerSlam foi intencional e que por isso desafia o “All Mighty” a vir ao ringue, para ele o destruir. Bobby Lashley apareceu, mas ficou na rampa e voltou a afirmar que o seu ataque não foi intencional e que não vai para o ringue hoje, porque não quer estragar o seu fato.

O “All Mighty” explicou que quer um pedido de desculpas, mas que se o Hall of Famer quer um combate, então isso vai acontecer no Crown Jewel e será um No Holds Barred. Goldberg agradeceu então a Bobby Lashley pela estipulação, sendo que prometeu que vai matar o “All Mighty”. O segmento terminou Cedric Alexander & Shelton Benjamin a atacar Goldberg pelas costas, mas este conseguiu ver-se livre dos dois lutadores do Hurt Business.

Nos bastidores, Seth Rollins foi entrevistado e este estava bastante feliz por estar novamente no Raw, sendo que só começou a ficar irritado quando o entrevistador tentou mencionar Edge, mas o “Messiah” acabou por não perder as estribeiras e continuou bastante feliz por esta sua mudança.

– New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin: Cedric Alexander & Shelton Benjamin entraram melhor neste embate, tendo isolado Kofi Kingston durante alguns momentos. O ex-WWE Champion conseguiu fazer o tag em Xavier Woods, que entrou com tudo e virou o combate do avesso, tendo pouco depois acertado o seu Elbow Drop da terceira corda e assim os New Day tiveram mais uma vitória.

Assim que o combate terminou, os Street Profits apareceram e voltaram a mostrar o seu respeito pelos New Day, sendo que o segmento acabou com os quatro lutadores a dançar no ringue.

Logo de seguida tivemos um video package sobre Finn Bálor, que irá regressar ao Raw.

No ringue tivemos os Raw Tag Team Champion RK-Bro (Randy Orton & Riddle) e o “The Viper” não perdeu tempo a insultar Omos. Como seria de esperar, AJ Styles & Omos vieram ao ringue e o “Phenomenal One” mostrou-se feliz por estarem os quatro na mesma brand, sendo que assim quando eles voltarem a conquistar os Raw Tag Team Championships, vão poder esfregar essa vitória na cara dos RK-Bro. Randy Orton fartou-se de conversa e atacou AJ Styles, sendo que conseguiu fugir a Omos, tendo ainda conseguido acertar um RKO no “Phenomenal One”.

A sexta e última ronda nesta segunda noite do Draft aconteceu em seguida e as escolhas foram as seguintes: o Raw escolheu Carmella e o medalhado olímpico Gable Stevenson, já o SmackDown escolheu Ridge Holland e Sami Zayn.

– Bianca Belair venceu Raw Women’s Champion Charlotte Flair (por desqualificação): Este main event começou de forma bastante equilibrada com as duas lutadoras a mostrarem toda a sua agilidade, sendo que a “Queen” só começou a dominar quando conseguiu atirar a sua adversária contra o apron do ringue.

Ainda assim, o domínio não foi muito longo e a força da “EST da WWE” veio ao de cima e esta virou o combate a seu favor. Com o passar dos minutos, o cansaço começou a ser evidente e as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes. No final, Bianca Belair acertou o seu KOD e ia vencer este embate, mas Becky Lynch decidiu atacar a sua rival e assim o combate terminou por desqualificação.

Becky Lynch continuou a atacar Bianca Belair, mas a noite acabou mal para a “The Man”, pois Sasha Banks também estava presente neste Raw e atacou de forma violenta as suas duas rivais, tendo deixado assim uma mensagem enfática rumo ao SmackDown Women’s Championship Triple Threat Match do Crown Jewel.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

15 Comentários

  1. Guilherme2 meses

    tem tudo pra ser um ótimo raw!! senti falta da sasha nesse primeiro seguimento.

  2. Kay Orton2 meses

    ONDE

    ESTÁ

    THE LIBERATOR

    SAMI ZAYN

    NESSE

    DRAFT ????

    minha resposta:

    A CONSPIRAÇÃO CONTINUA !!!!

    • Kay Orton2 meses

      GABLE STEVESON FOI DIRETO PRO MAIN ROSTER !!!

      O PUPILO DO BROCK LESNAR, MEU DEUS

  3. Joelson Souza Ribeiro2 meses

    Balor, rollins Edge Kelvin owens pode melhorar audiência do RAW.

  4. TAKER2 meses

    Adorei a Becky no Raw e Sasha no SD!

  5. Ao menos o Sami Zayn continua no Smackdown 🙏 agora só falta ele ir atrás do título Intercontinental. De resto achei esse draft bem meia boca.

  6. Eu sou a chefona

  7. Eu já falei pra vocês que eu vou vencer no Crow joewl??e ainda vou desafiar Charlotte pra eu combate???e vou virar Sasha dois títulos???eu sou a chefona e nessa segunda feira eu mostrei que eu sou a a chefona e que eu sou a melhor entre as for womens,kkkkkkkkkkkk,te sexta feira, hahahahah,the Boss is back on monday nigth raw, hahahahah 🤑😎😎😎

  8. Gostei:
    – Promo de Becky Lynch. Ela é interrompida por Charlotte Flair e Bianca Belair. É anunciado Charlotte vs Bianca e mais 2 combates por títulos. Foi um ótimo segmento de abertura. Charlotte vs Bianca promete.
    – 1ª ronda do Draft. Nada de mais, tudo escolhas sensatas e previsíveis.
    – Damian Priest vs Jeff Hardy pelo título. Um bom 1º combate. Priest reverte um swanton para reter o título, continuando o seu reinado positivo.
    – Entrevista a Jeff Hardy, que é interrompido por Austin Theory. Austin ataca Jeff Hardy e posa com o seu corpo. Uma boa (re)estreia para Austin Theory, atacando logo uma já lenda.
    – 2ª ronda do Draft. Fiquei admirado com a SmackDown e o Raw manterem os seus mid-card champions, esperava uma troca.
    – Shayna Baszler vs Dana Brooke. Shayna destrói completamente a Dana. Obrigado. Este é o booking que andávamos a implorar para a Shayna há meses.
    – Segmento com a Bloodline. Continuam os teases de uma possível expulsão de Heyman. Bom segmento aqui.
    – 3ª ronda do Draft. Shayna Baszler e Xia Li para a SmackDown, interessante. 2 adições bem vindas à women’s division da blue brand, bem como Kevin Owens para o Raw. Adorava ver um Damian Priest vs Kevin Owens.
    – Promo de Big E. Ele chama Drew McIntyre e os 2 são interrompidos pelos Dirty Dawgs. Eu gostei deste segmento, achei ótimo. Agora o Ziggler… porra, eu sei que ele tem história com estes 2, mas isto parece ser uma repetição do reinado do Kofi Kingston. Preferia que fosse o Roode a afirmar-se.
    – The Dirty Dawgs vs Big E & Drew McIntyre. Um ótimo combate aqui, com excelente ação em ring. Drew McIntyre vence o combate para a sua equipa.
    – Pós combate, Big E ataca Roode e vamos ter E vs McIntyre pelo título no Crown Jewel. Mal posso esperar.
    – 4ª ronda do Draft. Uma ronda cheio de ótimos lutadores e estou ansioso para vê-los nas suas novas brands, especialmente os Vikings e Ricochet na SmackDown.
    – 5ª ronda do Draft. Nada demais a dizer sobre esta ronda.
    – Promo de Goldberg. Bobby Lashley aparece. Vamos ter estes 2 numa No Holds Barred no Crown Jewel. O segmento termina com Cedric Alexander e Shelton Benjamin a levar coça de Goldberg. As promos são boas, mas ainda vamos tentar convencer a malta que um homem de 54 anos é um monstro ao espancar 2 lutadores ao mesmo tempo?
    – Entrevista a Seth Rollins. Temos garantida a continuação da feud com Edge. Um bom segmento de Rollins.
    – Após os New Day vs Hurt Business, os Profits interrompem e afirmam que vão governar a divisão tag team do Raw. Um bom segmento mas nada de especial.
    – 6ª ronda do Draft. As surpresas são Ridge Holland para a SmackDown e Gable Stevenson para o Raw. Já não me lembro onde vi, mas eu vi uma sugestão para meter o Gable Stevenson numa stable com os Alpha Academy e agora que estão na mesma brand, adorava ver isso.
    – Charlotte Flair vs Bianca Belair, com Becky nos comentários. O combate estava a ser ótimo mas DQ arruinou um bocado.
    – Após o main event, Becky estava a atacar ambas as lutadoras, mas Sasha Banks apareceu e atacou-a. Um bom final de show com um bom destaque para todas estas lutadoras.

    Não Gostei:
    – RKBro discutem táticas para tratar de AJ Styles & Omos. Nada demais aqui.
    – Após Baszler vs Brooke, Shayna ia partir o braço de Dana mas Doudrop salva Dana. Shayna tenta atacar Doudrop, mas nada faz. Nada demais aqui, mas estou curioso para ver um Doudrop vs Shayna Baszler.
    – Mansoor & Mustafa Ali vs Angel Garza & Humberto Carrillo. Um combate medíocre. Os heels conseguem derrotar Ali & Mansoor.
    – Segmento do 24/7. Reggie volta a escapar a todos. Mais do mesmo.
    – Promo de Kevin Owens, interrompido por Tozawa que quer Keith Lee. Owens ataca Tozawa. Eu não quero insinuar nada, mas pela forma como Owens está a ser bookado, parece que a WWE está a preparar-se para perde-lo e está a desvalorizá-lo.
    – Nikki ASH & Rhea Ripley vs Natalya & Tamina pelos títulos. Um combate medíocre, com as campeãs a reter.
    – The New Day vs The Hurt Business. Um combate medíocre, o que me surpreendeu. Os New Day vencem.
    – Segmento entre RK-Bro e AJ & Omos. O segmento termina com um RKO em AJ. Um segmento bem fraquito.

    Overall: 7/10. Uma ligeira caída comparado às últimas edições mas ainda muito bom quando comparado com shows de há 2 meses atrás. O combate pelo US Title, Big E & McIntyre vs Dirty Dawgs e o main event valem a pena ver.

  9. Diria que até foi um show decente. Destaco: o segmento inicial; várias das escolhas (Xia Li, Ridge Holland, Gable Steveson e muitas trocas de brand) que, na minha opinião, tornaram esta segunda noite de Draft superior à primeira, no SmackDown; e o main event.

  10. Anónimo2 meses

    Bom início de show entre a Charlotte, Becky e Bianca. Bons segmentos da Bloodline e Rollins. Destaco também o main event.

  11. SashaBanks2 meses

    eu vou provar pra vcs que eu sou a chefona e vou tirara o titulo da becky lynch no crown jewel,hahahaah,ate sexta BÊBÊS,hahahaah

  12. Foi um bom RAW, bons segmentos e as excelentes escolhas do Gable Stevenson, Ridge Holland para o main roaster!