Depois do Hell in a Cell deste domingo, a WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do Resch Center em Green Bay, Wisconsin, rumo ao Money in the Bank do dia 2 de Julho.

Resultados

– Dana Brooke vs Becky Lynch (No Contest)
– WWE 24/7 Champion Dana Brooke venceu Becky Lynch
– Riddle venceu The Miz
– Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) venceram Undisputed WWE Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) (Championship Contender’s Match) (por count-out)
– Veer Mahaan venceu Dominik Mysterio (por desqualificação)
– Omos venceu Cedric Alexander
– Ezekiel venceu Otis
– Rhea Ripley venceu Doudrop, Liv Morgan e Alexa Bliss (Raw Women’s Championship Fatal 4-Way Nº1 Contender’s Match)

Report

O Raw abriu com Cody Rhodes a vir ao ringue, e este começou por falar da sua lesão e que o Hell in a Cell poderia ter sido uma noite negra, mas que ele continuou a lutar, tendo até elogiado Seth Rollins por ser um dos melhores de sempre e que espera que a rivalidade entre eles, esteja terminada.

O “American Nightmare” começou a falar do Money in The Bank e de que pode estar lesionado, mas ele continua a querer ser Undisputed WWE Universal Champion. Seth Rollins interrompeu o seu rival, tendo dito que continua a não gostar dele, mas que este ganhou o seu respeito pela sua prestação no Hell in a Cell, e que Dusty Rhodes está orgulhoso do seu filho.

Os dois cumprimentaram-se e Seth Rollins saiu de cena, já quando Cody Rhodes estava a despedir-se dos fãs, pelas costas o “Visionary” com uma marreta atacou o “American Nightmare” e fez do peitoral lesionado, o seu alvo de ataque, tendo vários oficiais da WWE parado este ataque.

O segmento terminou com Cody Rhodes a recusar uma maca e a sair para os bastidores pelo próprio pé.

– Dana Brooke vs Becky Lynch (No Contest): O primeiro combate entre as duas lutadoras começou sem que nenhuma fosse campeã, mas quando o WWE 24/7 Champion Akira Tozawa entrou em ringue para fugir de outros lutadores, Dana Brooke apanhou-o com um pin rápido e conquistou o título.

Ora tudo isto tirou do sério Becky Lynch que então exigiu que o combate recomeçasse e que o WWE 24/7 Championship estivesse em jogo, sendo que a irlandesa ameaçou qualquer pessoa que interferisse nesta contenda.

– WWE 24/7 Champion Dana Brooke venceu Becky Lynch: A “Big Time Becks” entrou de forma bastante dominante, mas quando Asuka apareceu, esta começou a perder o controlo da situação, mas ainda assim chegou a parecer que ia conquistar este título, porém Dana Brooke fez um pin rápido e com a ajuda de Asuka conseguiu a vitória.

A seguir tivemos o anúncio que John Cena irá regressar à WWE no episódio do Raw do próximo dia 27 de Junho.

De regresso ao ringue tivemos mais uma edição da Miz TV, que começou primeiro com o “A-Lister” a dizer que quer conquistar mais uma vez o Money In The Bank, antes de em conjunto com a sua esposa Maryse, promoverem a terceira temporada do reality show “Miz & Mrs.”.

Riddle chegou então ao ringue e começou por tentar falar francês antes de voltar a falar de Randy Orton. Isto fez com que The Miz insultasse os RK-Bro, o que irritou o “Original Bro” que desafiou então Roman Reigns para um combate pelo Undisputed WWE Universal Championship.

De forma incrível, a discussão a seguir para o tamanho das partes baixas de The Miz, sendo que este acabou por ser desafiado para um combate por Riddle.

The Miz recusou e quando este e Maryse se preparavam para sair de cena, Ciampa atacou o “Original Bro” pelas costas, algo que agradou ao “A-Lister” que de repente ganhou vontade de enfrentar Riddle.

– Riddle venceu The Miz: The Miz controlou os minutos iniciais deste embate, mas o “Original Bro” com o seus strikes virou o ímpeto a seu favor, tendo até rasgado as calças do “A-Lister” que acabou por ficar só em cuecas. No final Maryse ainda tentou interferir, mas Riddle com um RKO venceu este embate.

– Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) venceram Undisputed WWE Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) (Championship Contender’s Match) (por count-out): Os Street Profits entraram de forma dominante e controlaram os campeões de equipas durante vários minutos.

Os The Usos ainda assim conseguiram aguentar a ofensiva dos seus oponentes e isolaram Angelo Dawkins e tiveram o ímpeto do seu lado durante vários minutos, porém o lutador dos Street Profits foi sobrevivendo e com a ajuda de Montez Ford foi equilibrando este combate e com isso as quase vitórias foram aparecendo.

No final, os quatro lutadores foram lutando fora do ringue, sendo que Jey Uso acabou por falhar um Superkick e cair para a zona do timekeeper, e com isso não conseguiu responder à contagem de 10  e os campeões perderam por contagem.

A seguir tivemos Bobby Lashley em ringue e este afirmou que está triste que as coisas entre ele e MVP tenham acabado assim, porque ele considera-o como família, mas que soube bem aplicar-lhe o Hurt Lock.

Quando o “All Mighty” ia falar no futuro, o USA Champion Theory interrompeu-o e explicou que ele é que é importa e que ao contrário de Bobby Lashley não precisou de ajuda para vencer no Hell in a Cell. O ex-WWE Champion fartou-se da conversa do jovem lutador e desafiou-o para um combate, algo que este recusou depois de mostrar os seus bíceps ao “All Mighty”. O segmento terminou quando o USA Champion Theory tentou tirar uma selfie com Bobby Lashley, o que lhe valeu um pontapé no cu, que o fez sair do ringue.

– Veer Mahaan venceu Dominik Mysterio (por desqualificação): Dominik Mysterio tentou usar a sua técnica para controlar Veer Mahaan , mas este fez uso da sua força para virar o combate do avesso e assim o poderoso lutador dominou durante vários minutos, tendo até tido espaço para atacar Rey Mysterio.

No entanto, o jovem lutador conseguiu usar a sua velocidade para começar a ter algum ímpeto, tendo até acertado um 619, mas não conseguiu a vitória. O final do embate chegou quando Veer Mahaan se preparava para acertar a sua Lariat, mas o “Mestre do 619” fartou-se e atacou o seu rival, causando assim a desqualificação ao seu filho.

Em seguida tivemos os Judgement Day em ringue e estes começaram a vangloriar-se da sua vitória no Hell in a Cell, com Rhea Ripley e Damian Priest a explicarem que o seu destino não tem limites, sendo que o “Archer of Infamy” afirmou que a “Nightmare” será a próxima Raw Women’s Champion. Edge elogiou os seus pupilos e apresentou o novo membro dos Judgment Day, que foi nem mais nem menos, Finn Bálor.

O “Príncipe” começou por cumprimentar o Hall of Famer, e este explicou então que fazer parte dos Judgement Day, não é uma escolha é o seu chamamento e que ele percebeu que tinha muito em comum com Rhea Ripley e Damian Priest.

O “Archer of Infamy” elogiou então o irlandês e afirmou que estava na hora de eliminarem a última coisa que os limitava, tendo então olhado para Edge e dito “tu”. Finn Bálor, Damian Priest e Rhea Ripley atacaram então o “Rated R Superstar” de forma bastante agressiva, tendo este sofrido um Coup de Grace no ringue, o Razor’s Edge na mesa de comentadores e por fim, sofreu um Conchairto às mãos de Damian Priest.

– Omos venceu Cedric Alexander: Cedric Alexander tentou usar a sua velocidade, mas de nada lhe serviu e assim o “Gigante da Nigéria” conquistou a vitória em segundos.

Assim que o combate terminou os Dirty Dawgs foram entrevistados na zona de entrada, algo que irritou MVP e Omos, sendo que Dolph Ziggler acertou um Superkick em MVP antes de fugirem de cena.

– Ezekiel venceu Otis: Otis usou a sua força para dominar desde os primeiros momentos, mas Ezekiel foi aguentando a ofensiva do homem forte da Alpha Academy, e conseguiu apanhá-lo com um pin rápido que lhe deu a vitória.

Assim que o combate terminou, Ezekiel pediu um combate de desforra contra Kevin Owens e este apareceu perto do ringue e afirmou que só aceitaria o combate, se o seu rival admitisse que era Elias.

Ezekiel admitiu então que era Elias, o que deixou o “Prizefighter” extasiado, tendo então concordado enfrentar o seu rival. Ezekiel explicou então que mentiu e que ele é Ezekiel tendo acertado uma joelhada no lutador canadiano, sendo que teve de fugir da Alpha Academy.

– Rhea Ripley venceu Doudrop, Liv Morgan e Alexa Bliss (Raw Women’s Championship Fatal 4-Way Nº1 Contender’s Match): O main event começou de forma caótica, mas força e agressividade de Rhea Ripley fez com que esta dominasse as suas três adversárias, mas como é sabido, ter o controlo num combate destes é quase impossível. Todavia a força de Doudrop fez com que esta fosse tendo mais ímpeto que as suas adversárias, e com isso as quatro lutadoras foram começando a ter as suas hipóteses para vencer.

No final, Doudrop parecia que ia vencer, com alguma ajuda de Nikki A.S.H., mas Rhea Ripley de forma impressionante acertou o Riptide na escocesa e assim a “Nightmare” é a nova candidata principal ao Raw Women’s Championship.

O Raw terminou com os novos Judgement Day em ringue a olharem para a Raw Women’s Champion Bianca Belair.


O que achaste deste WWE Raw?

27 Comentários

  1. MC2 meses

    Início de RAW mais previsível não havia. Desde a entrada do Cody que já pensava para mim “O Rollins vai atacá-lo não vai?” e então quando o Cody falou em estar no MitB é que se estava mesmo a ver que a WWE ia ir por aí para justificar a provável longa ausência com kayfabe (não era preciso mas pronto).

    E não é que o Seth atacou-o mesmo? Yay. Isto foi para quê? Das duas uma, ou quando o Cody regressar a WWE fazer como tantas vezes fez e fingir que os fãs tem memória curta e isto não aconteceu, ou para setup um Cody vs Seth… IV. A única maneira que seria favorável a um novo e último embate deles daqui a um mês seria se o Seth fosse WWE Champion. Por outro lado já estou a vê-lo reter de uma maneira dúbia de heel e a haver Cody vs Seth V para a coroação que o Cody tanto fala. Se o Cody vencesse novamente no qiarto embate já são muitas derrotas para a mesma pessoa da parte do Seth. Enfim… zzzzzzz.

    • Willow2 meses

      Estou achando que pode sobrar os 2 no MITB e o seth leva a melhor. O code de alguma forma consegue algum cinturão do Roman e o Seth usa a maleta no Code.

    • Ricardo2 meses

      Mano o Cody vai estar no mínimo 5 meses fora…

    • Willow2 meses

      Infelizmente vai ficar fora até pelo menos o Rumble

  2. 19042 meses

    Opah ridículo ridiculo ridiculo!!! Meteram na mesma frase, Becky e o título da paródia…é demais. Vince anda senil

  3. 19042 meses

    Omelete com queijo?! O Riddle anda com umas gordices que é de ser estudado pela NASA 😅

  4. Brenu2 meses

    O Theory vai morrer kkkkkkkk

  5. Luiz2 meses

    Esse segmento do Judgment Day foi 100% inesperado, desde a vinda do Balor ate a traição dos mesmos ao Edge.

  6. Bruno Fec2 meses

    Heel Balor e como líder dos Judgment Day.
    Obrigado WWE., finalmente.

  7. Facebook Profile photo

    Inesoeradamente um bom show

  8. Tini2 meses

    Nossa gente, mais um reinado curto pra Bianca, se fosse a antiga Rhea sem graça ela até se manteria campeã mas com essa nova Rhea o título precisa ser dela.

  9. Plot twist do ano. What a… e Bálor heel finalmente! Fico com pena que tenha sido tão curta a liderança do Edge, mas porra… que ganda plot twist.

  10. Foi um Raw interessante!
    Supreendido pela vinda do Balor à stable Judgement Day e principalmente pela traição ao Edge! Será que não veremos por um tempo o Edge? :/
    A rivalidade entre Seth Rollins e Cody Rhodes só vai acabar quando o Seth tiver uma vitória nesta rivalidade!
    E o John Cena está de volta no dia dos meus anos! Grande notícia!
    Fiquei triste pelo combate pelo candidato do título feminino pois gostava que fosse a Alexa Bliss a ganhar mas a Rhea Ripley não é uma má escolha!

  11. Best2 meses

    Por essa do Bálor nem o futuro esperava

  12. Luan2 meses

    Boa vitória da Rhea , acho que ganha no MITB e a Liv ganha a pasta e usa sobre a Rhea ganhando o título !!

  13. JOAOPEDROOOOOOO2 meses

    Sem gozar, e se dessem um título secundário ao Rollins e viessemos a ter um Rollins vs Cody por esse título? Era uma forma de o valorizar. Quem não se lembra do HHH IC champ em 2001 quando o Austin era WWF champ? Acho que não era descredibilizar, antes pelo contrário

    • Facebook Profile photo
      Diogo2 meses

      Era uma boa ideia e so valorizava os titulos secundarios.Para alem que era bom ver mais superstars como cody ou seth com titulos secundarios ou rivalidades por esses titulos para upparem novas superstars de vez em quando.

  14. Gostei:
    – Promo de Cody Rhodes, interrompido por Seth Rollins. As promos de ambos foram ótimas e o fake turn de Seth Rollins foi ainda melhor, muito bem executado. Isto foi obviamente feito para afastar o Cody durante alguns meses por causa da lesão e prepara muito bem o Cody vs Seth IV. Segmento fantástico para começar o show.
    – Miz TV com Riddle. Foi um bom segmento para solidificar ainda mais o Riddle como um top babyface e o ataque de Ciampa é interessante. Quero o Ciampa na cena do main event do Raw! Segue-se o combate The Miz vs Riddle. Apesar de ter sido curto, foi muito sólido para o pouco tempo que durou.
    – The Street Profits vs The Usos. Já vimos estas 2 tags a lutar tantas vezes nos últimos 2 anos que já perdeu a piada. Mesmo assim, foi um ótimo combate. Agora lá vamos ver este combate a ser repetido pelo menos 3 vezes no próximo mês.
    – Promo de Bobby Lashley, interrompida por Theory. Foi um bom segmento. Seria interessante uma feud entre os 2 pelo título. Será que vai ser esta a razão para o Theory enfrentar o Cena sem o título em jogo?
    – Dominik Mysterio vs Veer Mahaan. Bem, este combate foi uma agradável surpresa. Não foi ótimo, mas foi sólido o suficiente e ver o Veer a fazer coisas diferentes no ring é sempre bom. O final não foi o melhor, mas o que vi em ring deixou-me satisfeito o suficiente.
    – Judgment Day anunciam o seu novo membro: Finn Balor! Que imediatamente ataca Edge e torna-se no novo líder do grupo! Que belo plot twist com uma excelente execução! Acredito que Edge vai passar a babyface devido à falta de um grande babyface com as saídas de Cody e Randy (podiam usar o AJ ou até o próprio Balor, mas pronto) e isto foi uma bela forma de o fazer. Vejam este segmento!
    – Doudrop vs Bliss vs Morgan vs Ripley. Boa forma de terminar o show. Começou lento mas foi ganhando o seu ritmo e qualquer pessoa podia ter vencido. Rhea vs Bianca? Take my money!

    Não Gostei:
    – Dana Brooke vs Becky Lynch. O combate não durou muito tempo devido às parvoíces do 24/7 Championship. Depois reiniciou, desta vez pelo título, e a Dana DERROTA a Becky! Eu não quero saber se foi com ajuda da Asuka, isto é uma decisão de booking absolutamente horrível.
    – Cedric Alexander vs Omos. Squash total. Meu Deus, coitado do Cedric. E Dirty Dawgs vs Omos & MVP? Que raio de feud é esta?!
    – Otis vs Ezekiel. Aquela típica squash onde o mais fraco saca uma vitória do cu. Nada demais por aqui. As promos pós-combate também adicionaram pouco.

    Overall: 6/10. Um bom show pós-Hell in a Cell. Os destaques vão para: segmento entre Rhodes e Rollins, Profits vs Usos e o segmento dos Judgment Day.

  15. Um RAW surpreendente com o Balor a ficar heel e trair o Edge, os Judgement está mais do que vivo, a Rhea também deve ganhar o título à Bianca!

  16. Anónimo2 meses

    Bom Raw no geral. Ótimo início de show entre o Rollins e Rhodes, um segmento muito bom. Ótimo combate entre os Usos vs Street Profits. Excelente segmento entre os Judgmente Day. Não espera ver o Edge a sair do grupo, mas este heel turn vai ser excelente para o Bálor. Destaco também o bom main event feminino.