A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do FedExForum em Memphis, Tennessee, rumo ao Day 1 do dia 1 de Janeiro de 2022.

Resultados

– WWE Champion Big E venceu Kevin Owens (Steel Cage Match)
– WWE Women’s Tag Team Champion Queen Zelina venceu Nikki ASH
– Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) venceram AJ Styles & Omos (por count-out)
– WWE United States Champion Damian Priest venceu Robert Roode
– Bianca Belair venceu Doudrop (por count-out)
– Rey & Dominik Mysterio venceram Alpha Academy (Chad Gable & Otis)
– Finn Bálor venceu T-Bar
– Raw Women’s Champion Becky Lynch venceu Liv Morgan

Report

O Raw abriu com Seth Rollins nos bastidores a acusar Kevin Owens de se intrometer no seu combate pelo WWE Championship, mas que está feliz porque tanto o “Prizefighter” como Big E irão enfrentar-se num Steel Cage Match neste Raw e porque no WWE Day 1 ele voltará a ser campeão.

Também ouvimos o WWE Champion Big E a dizer que Kevin Owens hoje não poderá fugir e que lhe irá dar uma tareia no Steel Cage Match, e que no WWE Day 1 irá continuar como campeão.

Kevin Owens explicou que Big E está a mentir quando fala do WWE Championship, porque esse título pertence-lhe e que no WWE Day 1 irá conquistá-lo.

– WWE Champion Big E venceu Kevin Owens (Steel Cage Match): Kevin Owens começou logo desde cedo a tentar fugir da jaula, mas Big E estava decidido a castigar o seu rival, mas o “Prizefighter” conseguiu virar o ímpeto a seu favor.

Kevin Owens dominou durante alguns minutos, mas o WWE Champion foi-se mantendo na luta, mas as primeiras quase vitórias pertenceram ao lutador canadiano, que também sempre que podia tentava sair da jaula, tal como Big E.

Quando parecia que o combate estava perto de terminar, Seth Rollins apareceu e atirou a porta contra a cara de Big E e assim o Steel Cage Match continuou de forma bastante agressiva.

As quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes, sendo que o WWE Champion acertou um Big Ending da segunda corda, que lhe permitiu conseguir sair da jaula e assim vencer este opener.

Depois do combate, Seth Rollins atacou Big E e Kevin Owens, mas quando se preparava para acertar um Stomp, sofreu um Suplex do WWE Champion, tendo este aproveitado para acertar mais um Big Ending no “Prizefighter”.

A seguir vimos imagens de um ataque de Bobby Lashley aos três lutadores que estavam em ringue, ataque esse que aconteceu durante o intervalo do Raw.

A seguir tivemos as WWE Women’s Tag Team Champions Queen Zelina & Carmella, com a rainha da WWE a insultar o público e Nikki ASH, antes de começar o combate entre as duas.

– WWE Women’s Tag Team Champion Queen Zelina venceu Nikki ASH: Queen Zelina entrou com tudo neste combate, mas Nikki ASH começou a equilibrar e até parecia que estava por cima, mas a rainha da WWE com o seu Code Red arrecadou a vitória.

Nos bastidores tivemos os Raw Tag Team Champions RK-Bro a serem entrevistados, e Riddle explicou que depois de ter visto os seus filmes favoritos, decidiram criar um torneio para decidir quem serão os próximo candidatos principais aos títulos. Randy Orton explicou que nada disso aconteceu e de alguma forma este segmento acabou com o “Original Bro” a convencer o “The Viper” a vestir um blazer para ir para perto do ringue.

Ainda no backstage, Rhea Ripley estava a tentar animar Nikki ASH e foi quando uma rapariga pediu um autógrafo à quase super-heroína… ou assim parecia, pois o pedido era para Jerry “The King” Lawler.

– Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) venceram AJ Styles & Omos (por count-out): Os Street Profits entraram bem neste torneio, mas a força e agilidade dos adversários virou o rumo do combate. O domínio de AJ Styles & Omos durou alguns minutos, mas quando Montez Ford entrou em ringue recuperou o controlo, ao ponto de até ter metido Omos no chão.

Isso irritou o gigante, que perdeu a cabeça e fez o tag quando AJ Styles se preparava para vencer. Omos começou a destruir os Street Profits fora do ringue e acabou por não responder à contagem de 10 do árbitro, e assim estes perderam o combate por count-out.

Assim que o combate terminou, AJ Styles tentou explicar a Omos que este deveria ouvi-lo, mas o gigante deixou-o no ringue sozinho. Já Riddle tentou entrevistar AJ Styles, mas este não estava com paciência para aturar o “Original Bro”.

Nos bastidores tivemos uma entrevista à Raw Women’s Champion Becky Lynch, que explicou que este é um grande combate para Liv Morgan e que esta está cheia de ímpeto, mas o derradeiro combate é dentro da sua cabeça, onde todas as dúvidas sobre se conseguirá ou não vencer vão existir, e no final de tudo ela irá continuar campeã.

– WWE United States Champion Damian Priest venceu Robert Roode: Robert Roode respondeu ao open challenge do WWE United States Champion Damian Priest, mas provavelmente já estava arrependido passados poucos minutos, pois o campeão entrou com tudo. O “Glorious” só depois da distração de Dolph Ziggler ficou no controlo deste embate e dominou durante alguns minutos. No entanto, Damian Priest começou a equilibrar e com isso as quase vitórias foram começando a surgir, e o “Glorious” até esteve perto de vencer.

No entanto, no final, o “Archer Of Infamy” acertou o seu Reckoning e reteve o WWE United States Championship.

Assim que o combate terminou, Dolph Ziggler acertou um grande Superkick em Damian Priest.

– Bianca Belair venceu Doudrop (por count-out): Ainda antes do combate começar, Doudrop atacou Bianca Belair e com isso a poderosa lutadora dominou durante vários minutos, sendo que a “EST da WWE” teve bastante dificuldades para aplicar o seu plano de jogo.

Só quando Bianca Belair conseguiu colocar alguma da sua agilidade no embate é que conseguiu ter algum ímpeto, mas ainda assim Doudrop foi a lutadora que mais perto esteve da vitória. No final, Bianca Belair parecia que até poderia acertar o seu KOD, mas Doudrop fugiu do ringue e o combate acabou por count-out.

A seguir revimos imagens das conversas entre Vince McMahon e Austin Theory que aconteceram na semana anterior, e depois tivemos mais uma conversa entre os dois. O presidente da WWE explicou que vai meter o jovem num combate ainda neste Raw, algo que deixou Austin Theory bastante feliz, apesar de ser uma surpresa.

De regresso ao ringue, tivemos mais uma edição da Miz TV e The Miz não perdeu tempo a chamar Edge. Os dois começaram logo a trocar farpas e o “A-Lister” culpou o “Rated R Superstar” de não o ter ajudado no início da sua carreira. Já o Hall of Famer explicou que o tentou ajudar, mas The Miz borrifou-se para o que ele lhe disse.

Os insultos continuaram e The Miz desafiou Edge para o WWE Day 1, desafio esse que foi aceite. Edge ainda tentou lutar no Raw, mas o “A-Lister” não quis, tendo escorregado com medo quando o rival fingiu que lhe ia dar um soco.

Nos bastidores, Liv Morgan foi entrevistada e explicou que hoje vai fazer de tudo para conquistar o Raw Women’s Championship e calar Becky Lynch de vez.

A seguir tivemos mais uma vignette a promover a chegada de Veer Mahaan ao Raw.

– Rey & Dominik Mysterio venceram Alpha Academy (Chad Gable & Otis): O segundo combate deste RK-Bro-nament viu Chad Gable e Dominik a entrarem de forma bastante agressiva um contra o outro. Sem que nunca sequer houvesse um tag, Dominik apanhou Chad Gable com um pin rápido e assim os Mysterios seguem em frente.

Assim que o combate terminou, Riddle tentou entrevistar a Alpha Academy, mas Otis não esteve para ouvir o “Original Bro” e acertou-lhe um grande Front Slam.

No escritório, Vince McMahon explicou que afinal Austin Theory não vai ter combate e que este agora o vai ter de impressionar de outra forma. Austin Theory decidiu então mostrar os abdominais enquanto fazia jumping jacks, mas o presidente da WWE ficou algo irritado com o jovem e explicou-lhe que não era assim que o ia impressionar e tinha de encontrar outra forma.

– Finn Bálor venceu T-Bar: A força de T-Bar fez com que este dominasse Finn Bálor durante alguns minutos, sendo que o poderoso lutador até causou a surpresa por várias vezes. No entanto, o “Prince” virou o combate do avesso em poucos segundos e depois do Coup de Grace arrecadou a vitória.

Assim que o combate terminou, Austin Theory atacou Finn Bálor pelas costas e acertou o seu ATL. Veremos se isto surpreendeu Vince McMahon…

No backstage, a WWE 24/7 Champion Dana Brooke foi surpreendida por R-Truth e Akira Tozawa, mas estes deixaram a campeã seguir o seu caminho. Também Reggie falou com a campeã e até a elogiou, e acabou por lhe ser bastante útil, pois ajudou-a a fugir quando Tamina tentava conquistar o WWE 24/7 Championship.

Nos bastidores, MVP e Bobby Lashley foram entrevistados e o manager explicou que é um desrespeito falar-se de um combate pelo WWE Championship sem falar do “All Mighty”, e que mais cedo ou mais tarde irão pagar por isso.

A seguir tivemos um video package sobre o sonho de Liv Morgan um dia ser Women’s Champion.

– Raw Women’s Champion Becky Lynch venceu Liv Morgan: Apesar do seu nervosismo, Liv Morgan entrou melhor neste main event, tendo dominado os primeiros momentos, isto até Becky Lynch acertar um Superplex bastante agressivo. A “The Man” dominou então durante vários minutos, mas Liv Morgan não veio a este Raw para perder e começou a ganhar ímpeto, tendo conseguido algumas quase vitórias.

Os minutos finais foram incrivelmente equilibrados e até parecia que Liv Morgan ia conseguir conquistar o título, mas Becky Lynch mostrou mais uma vez ser mais inteligente que a adversária, e tal como no Survivor Series, fez o pin enquanto segurava a corda e assim reteve o Raw Women’s Championship.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

23 Comentários

  1. SerraFox8 meses

    Não foi um RAW de encher os olhos mas deu pra entreter.

  2. BigMando8 meses

    O novo finisher da Becky Lynch é o roll-up agarrada à corda. É que desde que ela regressou só venceu um combate com um verdadeiro finisher. Espero bem que a Liv tenha a sua grande oportunidade de derrotar a Becky na Wrestlemania.

  3. Gostei:
    – Vinhetas de Seth Rollins, Big E e Kevin Owens. Bons segmentos aqui e dá um bom hype para o 1º combate da noite, Big E vs Kevin Owens dentro de Steel Cage, que também acaba pro ser um bom combate. O Seth Rollins tentou custar o combate a ambos, o que é um bom toque nesta feud entre os 3. Big E vence com um grande Big Ending da 2ª corda. Após o combate, Seth tenta atacar o campeão, o campeão retalia contra ele e Kevin Owens e Bobby Lashley aparece para atacar todos. Vamos ver o que Bobby Lashley pode trazer a esta feud.
    – Após Profits vs Styles/Omos, Omos abandona Styles e começam-se a fazer perguntas. Finalmente, separem os gajos. Quero o Styles a ter uma solo run!
    – Damian Priest vs Robert Roode pelo título. Um bom combate. Tenho gostado destes Open Challenges do Priest. Após o combate, Ziggler ataca Priest e parece que podemos ter uma feud entre os 2 pelo título.
    – Bianca Belair vs Doudrop. A Doudrop atacou a Bianca antes do combate e acaba por ser um bom combate. Doudrop domina durante um bocado, Bianca tens os seus momentos, mas o combate acabar por count-out acaba por não ser o melhor final.
    – Miz TV com Edge. Miz consegue o seu heat de forma brilhante, como normal, Edge aparece, e fica confirmado um combate entre os 2 no Day 1, com o segmento a terminar com um soco em Miz. Mais uma ótima batalha de promos entre estes 2.
    – Novo segmento entre Vince McMahon e Austin Theory, com Theory a ter uma ideia e a sair de cena. Fica este cliffhanger para a próxima semana. Esperemos que seja bom.
    – Becky Lynch vs Liv Morgan pelo título. Acaba por ser o melhor combate da noite. Muito bem feito, Liv teve os seus momentos como devia e houve alturas em que pensei que ela podia mesmo vencer o combate. A Becky vence com batota, o que é uma porcaria, mas faz sentido se o objetivo for, realmente, dar o título à Liv no futuro. Ótimo combate para terminar o Raw.

    Não Gostei:
    – Queen Zelina vs Nikki ASH. As campeãs fazem uma promo nada interessante antes e o combate também não é nada demais. Um bocado mais tarde, Rhea Ripley tenta consolar Nikki ASH mas Jerry Lawler faz um regresso aleatório. Isto foi estranho.
    – AJ Styles & Omos vs Street Profits. Não foi um mau combate, mas não há nada a dizer. O fim até que foi bom.
    – The Mysterios vs Alpha Academy. Com a quantidade de talento em ring, estava à espera dum combate melhor (também tiveram pouco tempo). Após o combate, Otis ataca Riddle. Já vai tarde uma chance para a Alpha Academy pelos títulos.
    – Finn Balor vs T-Bar. Até nem foi mau para os cerca de 3 minutos que tiveram.

    Overall: 6/10. Um episódio decente. Este show sofreu em alguns combates que prometiam mas que tiveram pouco tempo ou tiveram maus finishes. Nota-se as melhorias do Raw, mas ainda há um caminho a percorrer.

    • rulqi rugas8 meses

      o Edge não deu soco no Miz, apenas ameaçou e o Miz se jogou

  4. Bruna Ferraz8 meses

    Montez ford é um merda.

  5. Rated R8 meses

    a liv devia ter ganho mas enfim, wwe a ser wwe. Tudo a ser previsivel

    • joao (diferenciado)8 meses

      sim, vamos tirar o titulo da principal cara feminina que é campeã há 500 dias para uma superstar que ainda se está a desenvolver num episódio do RAW a 6 de dezembro em Memphis

    • Rated R8 meses

      pronto la vem o Roman Reigns lover fazer um comentario ignorante. Onde e que a Becky tem o titulo a 500 dias? Poupa-me indiferenciado

    • joao (diferenciado)8 meses

      nos ultimos 500 dias em que a Becky esteve na WWE, ATIVA, tem sido campeã. pedem histórias consistentes e quando alguém tem um reinado consistente, querem ver mudanças de título todas as semanas.

    • Rater r o joao refere os 500 dias pois a becky nunca perdeu o titulo apenas cedeu por estar gravida

  6. Show mediano. Destacaria: o ótimo Steel Cage Match entre Big E e Kevin Owens e o angle pós-match; Riddle no papel de repórter; a boa performance de Robert Roode diante do WWE United States Champion Damian Priest; o segmento de Miz TV entre The Miz e Edge; e o main event que estava a ser porreiro até à dirty finish.

  7. Facebook Profile photo

    Será que a WWE tem assim tanta necessidade de manter o título sempre em alguém das four horsewomen?

    • Best8 meses

      Tem

    • joao (diferenciado)8 meses

      Será que a WWE tem assim tanta necessidade de mudar de campeões de 2 em 2 semanas?

    • BigMando8 meses

      Tiago Rodrigues, por agora o titulo tem de ficar com a Becky. O momento da Liv vai chegar, mais cedo ou mais tarde, ontem provou que consegue estar ao nível da Becky, se for bookada decentemente, ela ganha o titulo na Wrestlemania. Se a Liv vencesse ontem, não fazia muito sentido e não seria a melhor altura até porque se fizessem isso, ela iria sofrer o mesmo que aconteceu com a Nikki ASH, ia perder o titulo rapidamente e ia ficar encostada num canto como tem acontecido à Liv desde que regressou no final de 2019

    • Facebook Profile photo

      Entendo isso Big, mas falo isso com um bocado de tristeza do que aconteceu no SummerSlam com a Becky… a Bianca a fazer uma boa run e chega uma das four horsewomen e tira o titulo assim

  8. ??8 meses

    Nota 8/10.

  9. Nuno Ramos8 meses

    uau que campea becky lynch é sempre a ganhar com batota. a unica coisa que conseguiu ganhar o titulo foi frente a bianca belair no tempo record e depois e sempre a ganhar com batota a agarrar a corda para assegurar a corda. Chama m a isso campeã? e roman reigns precisa dos seus primos para ganhar combates?

  10. Anónimo8 meses

    Bom Steel Cage Match entre Big E e Kevin Owens. Bom segmento entre o Edge e Miz. Destaco também o main event, foi um bom combate.

  11. Foi um bom RAW mas fiquei com pena da Liv Morgan por ter perdido a tal oportunidade do título mas enfim!

    • Nao fazia sentido a liv ganhar o titulo já… de qualquer forma prevejo uma revanche no day 1 talvez, dado a polemica da vitoria da campea com batota

    • BigMando8 meses

      Acho que não vai haver rematch no Day 1. Pode ser que arranjem outra adversária e depois elas voltam a encontrar-se na Wrestlemania, caso a Liv vença o Rumble. Porque se tiver a desforra, quase de certeza que perde outra vez, e aí tiram a credibilidade dela.

    • Sim, espero que tenha uma revanche por causa da derrota que teve!