Depois do WrestleMania Backlash deste domingo, a WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do XL Center em Hartford, Connecticut, rumo ao Hell in a Cell do dia 5 de Junho.

Resultados

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford)
– Rhea Ripley venceu Liv Morgan
– Finn Bálor venceu Damian Priest (por desqualificação)
– Alexa Bliss venceu Sonya Deville
– Veer Mahan venceu Frank Loman
– Cody Rhodes venceu WWE United States Champion Theory (por desqualificação)
– WWE Women’s Tag Team Champions Sasha Banks & Naomi venceram Doudrop & Nikki ASH (Non-Title Match)
– Ciampa venceu Mustafa Ali (árbitro: The Miz)
– Raw Women’s Champion Bianca Belair vs Asuka (no contest) (Contender’s Match)

Report

O programa abriu com os Raw Tag Team Champions RK-Bro e Randy Orton afirmou que podem ter perdido a batalha no WrestleMania Backlash, mas não vão perder a guerra, e que eles querem mostrar que são melhores que os The Usos e querem unificar os títulos. Já Riddle explicou que estarão no SmackDown e vão desafiar o “Tribal Chief”  para esse combate.

Os Street Profits interromperam os campeões e explicaram que eles podem falar o que quiserem dos Usos, mas eles é que serão os próximos campeões, o que levou os RK-Bro a responder e a prometer vitória e assim a terminar este segmento.

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford): O opener abriu de forma equilibrada, e quando os RK-Bro foram começando a levar a melhor, os Street Profits aumentaram o ritmo, o que os ajudou a isolar Riddle e assim a dominar este embate durante vários minutos. O “Original Bro” aguentou a ofensiva dos candidatos principais e fez o tag ao “Viper”, com os dois a virar o ímpeto a seu favor, isto até um erro, que quase lhes custou os títulos, quando Montez Ford acertou o seu Frog Splash.

No final, Montez Ford tentou acertar mais um Frog Splash, mas Riddle apanhou-o no ar com um RKO, e assim os RK-Bro continuam com os Raw Tag Team Championships.

A seguir tivemos o WWE United States Champion Theory a ser entrevistado e este explicou que não tem de se preocupar e que nasceu preparado e que não quer saber do passado, nem de Cody Rhodes e que ele irá continuar campeão, depois do combate deste Raw.

De regresso ao ringue tivemos os Judgment Day e Edge não perdeu tempo a insultar os fãs, por não quererem saber dele e que não há ninguém na WWE que lhes consiga tocar. Damian Priest explicou que ele e Edge juntos podem destruir qualquer um e agora ainda adicionaram um instrumento de brutalidade.

Rhea Ripley não perdeu tempo a insultar os fãs, tendo a seguir prometido que irá destruir Liv Morgan, sendo que o “Rated R Superstar” explicou que foi ele que disse à “Nightmare” para livrar-se da sua antiga parceira, pois estava a desperdiçar o seu potencial. O segmento terminou quando Liv Morgan veio ao ringue, para o segundo combate da noite.

– Rhea Ripley venceu Liv Morgan: Liv Morgan tentou usar a sua velocidade, mas a força de Rhea Ripley foi um problema e a nova lutadora dos Judgment Day dominou este embate durante vários minutos.

A “Nightmare” deu espaço para que a sua antiga amiga ter alguma ofensiva, mas o maior poderio físico foi um fator diferenciador e no fim, a australiana aplicou a sua versão do Texas Cloverleaf e venceu o embate.

Assim que o combate terminou, Rhea Ripley continuou o ataque a Liv Morgan, até que AJ Styles e Finn Bálor se encaminharam para o ringue.

– Finn Bálor venceu Damian Priest (por desqualificação): Damian Priest entrou de forma dominante e controlou o seu grande rival durante vários minutos, sendo que quando Finn Bálor estava a virar o ímpeto a seu favor, Rhea Ripley colocou-se à frente do irlandês, o que abriu espaço para Edge acertar um Spear no “Príncipe”.

Com isto, tivemos uma brawl entre os quatro lutadores, sendo que foi Rhea Ripley o fator determinante nesta confusão, pois distraiu AJ Styles o que deu abertura para os seus dois companheiros de acertarem a sua versão do Total Elimination.

Nos bastidores, Chad Gable estava a explicar a Kevin Owens que quando eles roubaram um copo que Ezekiel bebeu, ele enviou-o para um laboratório de DNA, para confirmar que Ezekiel é Elias e não quem diz ser. O “Prizefighter” afirmou então que o seu irmão mais velho Ken Owens é que vai competir no Raw.

A seguir, tivemos uma VIP Lounge, tendo MVP não perdido tempo a insultar Bobby Lashley, mas foi interrompido por Cedric Alexander que tentou ficar amigo da dupla em ringue. Bobby Lashley apareceu então e destruiu os seguranças e Cedric Alexander, isto enquanto Omos e MVP observavam a destruição por parte do “All Mighty”.

Antes do próximo combate começar, Adam Pearce apareceu e anunciou que Sonya Deville já não é oficial da WWE, tendo a seguir sido anunciado que a sua adversária será Alexa Bliss.

– Alexa Bliss venceu Sonya Deville: Sonya Deville estava desorientada e Alexa Bliss aproveitou para acertar um DDT e um Twisted Bliss para garantir a vitória sem problemas.

A seguir, tivemos Ezekiel em ringue, até aparecer Ken Owens, o “irmão mais velho” de Kevin Owens, mas o “Prizefighter” rapidamente começou a insultar o seu rival antes de se desmascarar, tendo havido uma grande brawl, tendo os Alpha Academy juntado-se a Kevin Owens no ataque a Ezekiel.

Nos bastidores, Adam Pearce estava a falar com Asuka, tendo Becky Lynch aparecido para se queixar, que o oficial da WWE está a dar tudo de mão beijada à nipónica, tendo a “Empress of Tomorrow” afirmado que a irlandesa mais parece um bebé.

– Veer Mahan venceu Frank Loman: Veer entrou de forma dominante e apesar do seu adversário ter tentado dar luta, no final, o poderoso lutador aplicou seu Cervical Clutch e conquistou mais uma vitória.

Nos bastidores, Cody Rhodes elogiou Seth Rollins mas afirmou que espera que esse capítulo já esteja terminado e que Theory pode ter muito talento, mas ser WWE United States Champion é algo que lhe soa muito bem.

– Cody Rhodes venceu WWE United States Champion Theory (por desqualificação): Cody Rhodes entrou melhor neste embate, mas Theory sempre que podia ia fazendo batota e com isso foi dominando o “American Nightmare”, que foi tendo dificuldades para ter algum ímpeto. Com o passar dos minutos, o embate foi ficando cada vez mais equilibrado, e com isso as quase vitórias foram surgindo e quando parecia que nos encaminhávamos para ter um novo WWE United States Champion.

No entanto, Seth Rollins apareceu e atacou o seu rival pelas costas, causando assim a desqualificação a Theory e o “Visionary” continuou o ataque ao “American Nightmare” tendo deixando uma mensagem enfática com um Stomp na mesa dos comentadores.

– WWE Women’s Tag Team Champions Sasha Banks & Naomi venceram Doudrop & Nikki ASH (Non-Title Match): Doudrop foi dominando Naomi sem problemas durante vários minutos e quando Sasha Banks entrou em ringue, esta foi sofrendo o mesmo destino, até que que Nikki ASH fez um blind tag e perdeu o controlo deste embate, o que fez com que as campeãs conquistassem a vitória.

Depois do embate ter terminado, Doudrop começou a refilar com Nikki A.S.H. por esta não levar as coisas a sério.

– Ciampa venceu Mustafa Ali: The Miz foi o árbitro convidado para este combate, o que causou a distração necessária para que Ciampa pudesse controlar Mustafa Ali sem problemas. Apesar do “ringue estar inclinado”, Mustafa Ali foi conseguindo virar o ímpeto a seu favor e só não venceu porque o “A-Lister” era o árbitro convidado, o que abriu espaço para que Ciampa acertar um Inverted DDT e com uma contagem rápida este conquistou uma vitória.

A seguir tivemos uma promo de Lacey Evans a falar da sua vida.

Nos bastidores, Bobby Lashley desafiou Omos para um Steel Cage Match na próxima semana.

Ainda no backstage, R-Truth deu os papéis de divórcio a Reggie por parte de Dana Brooke, já Akira Tozawa conseguiu fugir antes de receber os papéis para o divórcio com Tamina.

– Raw Women’s Champion Bianca Belair vs Asuka (no contest) (Contender’s Match): O main event começou de forma bastante técnica, mas a agressividade foi começando aumentar bastante rapidamente, sendo que quando as duas lutadoras se preparavam para aumentar a parada, “Big Time Becks” atacou Bianca Belair, causando assim a desqualificação e o final deste combate, apesar da WWE o dar como no contest.

Já depois deste embate ter terminado, Becky Lynch também atacou Asuka, deixando assim uma mensagem às suas duas rivais.


O que achaste deste WWE Raw?

21 Comentários

  1. Darth2 semanas

    Raw com altos e baixo, nota 7.

  2. DiozMio2 semanas

    Deviam arranjar alguém com um pouco mais de cuidado na escrita, ou então ter mais critério, dá um aspeto mais profissional à página.

  3. Facebook Profile photo
    Sasha is my boss but Liv is life2 semanas

    ALEXAAAAA

  4. Vegeta2 semanas

    fazem a Alexa Bliss voltar para ter um combate que nem dura 1 minuto e ainda por cima a trazer a boneca com ela, esta empresa enfim, uma comedia.
    E tambem, acho que ja chega de meterem a Sonya sempre a fazer figura de jobber

    • Ricardo2 semanas

      Epa vocês reclamam por tudo e por nada, ela voltou com a gimmick antiga lol não é por trazer a boneca que tem a gimmick do Fiend

  5. Ricardo2 semanas

    A storyline dos Judgement Day com o AJ, Ballor e Liv é neste momento das melhores coisas do RAW. Espero que não a estraguem.
    Neste momento o conteudo nem tem sido mau, com excepção com tudo o que meta o Omos (infelizmente para o Lashley que merece outras coisas)…

  6. António2 semanas

    RAW está melhorando .. Nota-se muitas mudanças e espero que continue assim .

    16/20 valores !!

  7. Darth2 semanas

    Acho que o Veer já está merecendo lutar pelo título 24/7 contra a Dana Brooke pelos resultados absurdos que vem conquistando, apenas é uma opinião minha.

  8. O que salva o RAW no momento são os Judgement Day na minha opinião!

    • BigMando2 semanas

      Também concordo. Tem muito potencial a stable.Gostava de ver Judgment Day vs Liv, Balor e Styles no HIAC.

  9. El Cuebro2 semanas

    O cara que lutou contra o Veer já não lutou na WWE ou alguma outra empresa como Impact ou ROH? Acho que já o vi por aí!

  10. Gostei:
    – Promo dos RK-Bro, interrompida pelos Street Profits. Como seria de esperar, 4 ótimos lutadores a entregar um ótimo segmento. ”RK-Bro 4:20 says we just smoked your asses” seguido daquela reação do Randy Orton é das coisas mais engraçadas que já vi nos últimos tempos. Segue-se um combate entre as 2 tag teams, com os títulos em jogo. Apesar de ter sido menos de 10 minutos, foi um fantástico tag match para iniciar o show. Os Profits rapidamente aperceberam-se que estavam a ser tratados como heels neste combate e adaptaram-se muito bem nesse papel e o Frog Splash do Montez a ser revertido num RKO do Riddle foi brutal.
    – Promo de Edge, Priest e Ripley interrompida por Liv Morgan. Foi um bom segmento que cumpriu em explicar porque Rhea Ripley se juntou à stable de Edge. E o corte de cabelo do Edge… meu Deus! 😍 Segue-se Liv Morgan vs Rhea Ripley. Foi um combate curto, mas muito sólido e mostrou como Ripley está muito mais agressiva. Esta stable só pode ir para cima. Agora, tenho que perguntar o que Liv Morgan fez a Edge para o Edge gozar com ela daquela forma quando ela estava a desistir 😂 Segue-se Finn Balor vs Damian Priest. A WWE descobriu que passou algum tempo sem um combate acabar em DQ/Count-Out/No Contest, portanto este é o 1º de 3 combates a terminar assim… Mesmo assim, foi sólido e cumpriu o objetivo.
    – Segmento entre Kevin Owens e Alpha Academy. Juro que se o KO não recebe um reinado com o World Title depois do excelente trabalho que tem feitos nos últimos meses… Ótimo segmento.
    – VIP Lounge com Omos, interrompido por Cedric Alexander e, depois, Bobby Lashley. Este segmento foi ótimo e cumpriu a mostrar o quão monstro Bobby Lashley pode ser. E a inclusão de Cedric Alexander a esta storyline é bem vinda (desde que ele faça algo que não seja comer no catering, por mim tá bom).
    – Segmento entre Ezekiel e Ken Owens (?). Ken Owens é claramente Kevin Owens, mas com cabelo cinzento. Mais uma vez, ele merece um reinado com um dos World Titles. KO é ouro.
    – Segmento entre Asuka e Becky Lynch. Eu não ia mencionar este segmento, mas depois a Becky cagou completamente na ideia dos championship contender matches e, só por isso, bom segmento.
    – Cody Rhodes vs Theory (c). Este combate é aquele que, mal foi anunciado, já se sabia que ia terminar em DQ. Mesmo assim, os 2 arrasaram completamente e foi um ótimo title match. E o ataque de Seth Rollins após o combate foi brutal.
    – Banks & Naomi vs Nikki & Doudrop. Foi um combate sólido, com destaque para a exibição de Doudrop.

    Não Gostei:
    – Sonya Deville vs Alexa Bliss. Feliz por ver Bliss de volta! E com (parte) da sua theme antiga e parece-me que ela vai agora combinar essa gimmick com a outra das tretas assustadoras, que é talvez o melhor caminho a percorrer. O combate em si é uma squash, nada para dizer.
    – Veer Mahaan vs Frank Lowman. Ficam surpreendidos se eu disser que isto foi uma squash?
    – Mustafa Ali vs Ciampa. Com o Miz a árbitro, já se sabia que tipo de combate isto ia ser. Continuando…
    – Segmento do 24/7. De novo, continuando…
    – Asuka vs Bianca Belair. Bem, que forma anticlimática de terminar o show. O combate começou bem mas não durou muito porque… Bem, nenhuma das 2 podia perder isto. Portanto Becky ataca as 2. Qual o objetivo disto?

    Overall: 6/10. Este show prometia no início, tendo começado de ótima forma. Mas à medida que foi avançando, pior ficou. Destaco Cody vs Theory, Kevin Owens, VIP Lounge e RK-Bro vs Profits.

  11. O que a WWE pretende fazer com o Veer? Todas as semanas é um combate contra um lutador que não está no plantel do Raw e o resultado é sempre o mesmo: destruir o adversário!
    Gostava que o Veer lutasse contra lutadores do plantel do Raw e que começasse uma rivalidade com alguém!

    • El Cuebro2 semanas

      A WWE está sem planos para ele porque não consegue se decidir sobre os planos para outros lutadores, só estão prolongando a série invicta que ele já trazia dos tempos de “Main Event”, justamente porque não tem planos para ele e estão tentando fazer o público se identificar com ele, mas a reação do público é pouquíssima para com ele, acho que nunca deviam ter separado a Indus Sher lá no começo, ou então tê-lo deixado com o Mahal!

    • Se ele tivesse continuado com a stable do Jinder Mahal, aposto que iriam apostar na stable pois sentia que era uma stable destruidora! Mas infelizmente a WWE não faz isso…

  12. Anónimo2 semanas

    Bom Tag Team Match entre RK-Bro e Street Profits, destaco também o ótimo combate entre o Cody Rhodes e Theory,

  13. El Cuebro2 semanas

    O Raw de hoje até teve bons momentos, mas ainda é um grande reflexo da confusão que a empresa é hoje em dia e infelizmente o Raw é o show que mais sofre com as indecisões do velho e de outros!