A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome, agora no Yuengling Center em Tampa, Flórida, e rumo ao WrestleMania Backlash do dia 16 de Maio.

Resultados

– Viking Raiders (Erik & Ivar) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin
– Riddle venceu Randy Orton
Naomi & Lana venceram WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler (Non-Title Match)
Elias venceu Kofi Kingston
– Drew McIntyre venceu Mace & T-Bar (por desqualificação)
– Mace & T-Bar venceram Drew McIntyre & Braun Strowman (por desqualificação)
– Damian Priest venceu The Miz
Asuka venceu Charlotte Flair

Report

O Raw abriu com Drew McIntyre e este falou do que aconteceu na semana passada, e de como é novamente o candidato principal ao WWE Championship. O escocês também falou de ter sido atacado por Mace e T-Bar e que sabe este ataque de certeza não foi ideia deles, mas sim de MVP.

Foi o próprio MVP que interrompeu Drew McIntyre e afirmou que Mace e T-Bar não estão relacionados com o Hurt Business e que Bobby Lashley sabe que o “Scottish Warrior” vai ser um bom adversário para ele vencer outra vez.

Quando Drew McIntyre já estava fora do ringue e se dirigia a MVP, foi novamente atacado por Mace e T-Bar, mostrando que muito provavelmente MVP está a mentir.

Nos bastidores, Mace e T-Bar foram entrevistados, mas depois de dizerem coisas com pouca coerência prometeram destruir Drew McIntyre.

No backstage, Drew McIntyre foi exigir a Adam Pearce um combate contra T-Bar e Mace, sendo que o oficial da WWE disse que o combate só aconteceria se o “Scottish Warrior” tivesse um parceiro de equipa.

– Viking Raiders (Erik & Ivar) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin: A antiga dupla do Hurt Business entrou melhor e isolou primeiro Erik durante alguns minutos e depois conseguiram controlar Ivar, e foram assim dominando este opener.

Ainda assim, apesar do longo domínio, a força dos Viking Raiders foi demasiada para os seus adversários e Ivar, depois do Viking Experience, fez o pin da vitória em Cedric Alexander.

Nos bastidores tivemos uma entrevista a Randy Orton, a dizer que nunca mais vão ter de lidar com o “The Fiend”, pelo menos enquanto ele estiver presente. O “The Viper” explicou que pode voltar a concentrar-se no que lhe interessa, o WWE Championship. Porém, foi interrompido por Riddle, que veio todo feliz da vida como sempre, a dizer que sempre quis conhecer um “Apex Predator” e que agora que nenhum deles tem um título, eles podem fazer equipa e chamarem-se os RKBros. Em vez de ficar a ouvir Riddle, Randy Orton saiu de cena, o que deixou o “Original Bro” triste.

No escritório de Adam Pearce, este foi interrompido por Randy Orton que diz que está farto de ser desrespeitado e por isso quer lutar contra Riddle.

De seguida revimos tudo o que Charlotte Flair fez no último Raw.

Logo a seguir tivemos mais uma vez Charlotte Flair e esta voltou a insultar todo o balneário feminino da WWE, afirmando que todas as lutadoras são umas falsas. A “Queen” continuava a insultar e a dizer que sabe que consegue vencer Asuka e Rhea Ripley, e que o irá fazer mais uma vez hoje.

Asuka e a Raw Women’s Champion Rhea Ripley interromperam Charlotte Flair, mas esta continuou a falar e até a “Nightmare” afirmou que sabe que Asuka a vai vencer. Charlotte Flair não parou de falar, até que a “Empress of Tomorrow” deu um grito e disse que a ia vencer hoje.

– Riddle venceu Randy Orton: Diz-se que os sonhos não podem ser comprados, mas se Riddle tinha o sonho de conhecer um “Apex Predator”, então teve esta hipótese durante o Raw, pois pôde enfrentar Randy Orton. O “Original Bro” até entrou melhor neste embate, tendo decidido que iria vencer o “The Viper” com um Rear Naked Choke. Depois de quatro tentativas, Randy Orton conseguiu sair do ringue e isso deu-lhe vantagem, e conseguiu parar o ataque do seu adversário e virou o ímpeto a seu favor com um Back Suplex na mesa de comentadores.

Randy Orton dominou então durante vários minutos, usando a sua habitual agressividade para controlar o ex-WWE United States Champion, e assim o ímpeto esteve a favor do “The Viper” durante bastante tempo, sendo que Riddle ia resistindo como podia, em especial usando os seus strikes para tentar equilibrar este embate.

O “Original Bro” lá conseguiu criar ímpeto suficiente para equilibrar o combate, mas ainda assim Randy Orton parecia que nunca tinha saído do controlo. Parecia… Pois quando o “The Viper” ia para o RKO, foi apanhado num Crucifix Pin e perdeu este combate de forma surpreendente.

De novo no escritório de Adam Pearce tivemos o WWE United States Champion Sheamus e o oficial da WWE espicaçou o “Celtic Warrior” dizendo que houve campeões no passado que defendiam aquele título todas as semanas. Sheamus não gostou de ser comparado com John Cena e disse que ia fazer um open challenge, mas para um combate sem o título em jogo.

– Naomi & Lana venceram WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler (Non-Title Match): De forma surpreendente, Naomi & Lana entraram melhor neste combate, tendo isolado Nia Jax durante alguns momentos, o problema foi quando a “Irresistible Force” usou a sua força e isolou Lana.

As WWE Women’s Tag Team Champions dominaram então durante vários minutos, isto até Mandy Rose e Dana Brooke decidirem interromper o combate, para relembrar quando na semana passada atacaram Nia Jax e depois quando a “Irresistible Force” caiu durante o combate entre elas.

Nia Jax decidiu então que era altura de ir atrás de Mandy Rose e Dana Brooke. Shayna Baszler ficou sozinha em ringue e acabou por perder o combate contra Naomi & Lana.

A seguir tivemos imagens da promo de Bad Bunny a seguir ao seu combate na WrestleMania 37, onde este se mostrou muito feliz por ter lutado num ringue da WWE.

De regresso ao ringue tivemos uma edição especial da Miz TV, onde o “A-Lister” esteve mais uma vez acompanhado pela sua esposa Maryse e dos dois estiveram no ringue para festejar o sucesso de mais uma temporada do reality show Miz & Mrs.

Como seria de esperar, Damian Priest interrompeu esta edição da Miz TV e este veio relembrar a forma como o “A-Lister” lhe roubou a vitória na semana passada, tendo insultado o seu rival. Maryse não achou piada nenhuma à conversa e disse que se Damian Priest quer um combate vai tê-lo.

O “Archer of Infamy” ficou um bocado surpreendido, que até agradeceu, antes de beber o champagne e de dizer que não valia nada. O segmento terminou com Maryse a atirar o seu copo de champagne à cara de Damian Priest.

Novamente no backstage, os New Day foram interrompidos por Riddle e depois de uma confusa troca de ideias, os três concordaram em fazer panquecas em formato de dólares de prata.

Quando parecia que ia haver um concerto de Elias, tivemos Xavier Woods a interromper tocando baixo.

– Elias venceu Kofi Kingston: Elias usou a sua maior força e agressividade para dominar o ex-Raw Tag Team Champion, mas mesmo depois de alguns minutos de controlo, Kofi Kingston mostrou toda a sua resiliência e agilidade para equilibrar este embate.

Nos minutos finais, parecia que Kofi Kingston ia levar a melhor, mas Elias estava sentado no terceiro canto e conseguiu contra atacar um Frankensteiner, e aproveitou para acertar uma Elbow Drop da terceira corda e assim vencer este combate.

A seguir fomos para o recreio de Alexa Bliss e a lutadora, através de várias fotografias, mostrou que Lilly tem sido amiga dela desde sempre. De seguida contou a história de quando empurrou uma miúda no recreio da escola e lhe partiu o braço, e tudo a mando de Lilly.

Esta sessão do recreio de Alexa Bliss terminou com a lutadora a dizer que Lilly não gostava dele [“The Fiend”] e também não gosta de nenhuma lutadora do Raw.

Nos bastidores, Dana Brooke & Mandy Rose foram entrevistadas e recusaram a ideia de que elas são bullys. A entrevista terminou quando as WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler as interromperam e a “Queen of Spades” mandou a “Irresistible Force” concentrar-se.

O segmento terminou com Angel Garza a aparecer e a perguntar a Nia Jax o que é que ela vê em Reginald.

– Drew McIntyre venceu Mace & T-Bar (por desqualificação): Drew McIntyre entrou de forma bastante agressiva neste Handicap Match, mas Mace & T-Bar fizeram uso da vantagem numérica e também do facto de serem maiores que o escocês e assim dominaram durante vários minutos.

Ainda assim, a agressividade do “Scottish Warrior” fez com que este virasse o combate a seu favor, mas Mace & T-Bar decidiram atacar Drew McIntyre ao mesmo tempo e assim o combate terminou em desqualificação.

O ataque ia continuar, mas Braun Strowman decidiu vir ao ringue e o ataque parou.

– Mace & T-Bar venceram Drew McIntyre & Braun Strowman (por desqualificação): Como seria de esperar, tivemos em seguida um combate de equipas e o duo improvável de Braun Strowman e Drew McIntyre dominou durante vários minutos, em especial porque o “Monster Among Man” decidiu mostrar quem é o verdadeiro monstro do Raw.

Porém, Mace & T-Bar conseguiram deixar Braun Strowman por terra durante alguns momentos, mas quando este fez o tag em Drew McIntyre, este mostrou mais uma vez a sua agressividade, sendo que até arrancou a máscara a Mace, que não gostou disso. Drew McIntyre decidiu então atacar com a própria máscara e o árbitro desqualificou o escocês.

Já depois da campainha tocar, a luta continuou, até que Braun Strowman também conseguiu arrancar a máscara de T-Bar.

– Damian Priest venceu The Miz: Damian Priest usou a sua força e dominou de forma autoritária os primeiros minutos deste combate, sendo que até parecia que ia vencer, mas Maryse criou a distracção necessária, para que o “A-Lister” virasse o ímpeto a seu favor.

Depois de alguns minutos de domínio, o “Archer of Infamy” começou a equilibrar a contenda e quando se preparava para vencer tivemos Maryse novamente a interferir e isso quase deu a vitória ao “A-Lister”. Porém, no final, Damian Priest acertou o seu Hit The Lights e venceu o combate.

De seguida tivemos o WWE United States Champion Sheamus a dizer que chegou a este título por ser como é e não boa pessoa e que vai ser um campeão lutador, e que por isso vai fazer um open challenge quando lhe apetecer. Humberto Carrillo decidiu vir ao ringue, mas acabou por ser atacado pelo “Celtic Warrior” e este destruiu o lutador mexicano de tal maneira que nem sequer houve combate.

– Asuka venceu Charlotte Flair: O equilíbrio foi a nota de destaque deste main event com as duas lutadoras a nunca conseguirem ter um grade domínio, mostrando estarem bastante equiparadas.

Os minutos foram passando e a agressividade foi-se notando cada vez e com isso as quase vitórias foram aparecendo. No final, Charlotte Flair estava com o Figure 8-Leg Lock aplicado, mas Rhea Ripley, nas costas do árbitro, atrapalhou a “Queen”. Toda esta confusão abriu espaço para que Asuka, com um pontapé seguido de um Crucifix Pin, vencesse o combate.

Já depois do combate terminar, Charlotte Flair perdeu as estribeiras e atacou o árbitro, mesmo com outros árbitros a pedirem que ela parasse.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

28 Comentários

  1. El Cuebro3 semanas

    Bom Raw a todos! Quando teremos Dominik Dijakovic e Dio Maddin de volta e não T-Bar e Mace?

    • Bea Ospreay3 semanas

      Ao menos finalmente tiraram as mascaras, quem sabe um dia voltem com os nomes originais no lugar desses ridiculos atuais.

    • El Cuebro3 semanas

      Esses nomes do Retribution são horríveis, as identidades originais precisam voltar, pelo bem das carreiras dos dois também!!

  2. Bea Ospreay3 semanas

    Grande vitoria do Riddle sobre o Randy Orton, mostra que o Vince não desistiu dele.

  3. Victor Silva3 semanas

    Cara que combate horrível Randy Orton Vs Matt Riddle, sem química alguma. Riddle com os mesmos movesets, logo em seguida vamos ter novamente Nia Jax & Shayna Baszler Vs Naomi & Lana. Ninguém aguenta mais esse combate. É sempre repetindo as mesmas coisas. Por hoje desisto do Raw mais cedo. 😪😧

  4. Bea Ospreay3 semanas

    Charlotte Flair é incrivel, podia ter destruido os 3 referees se quisesse kkkkk

  5. IICONICS3 semanas

    Charlotte interessante novamente gostei do cabelo e da nova attire fez ela parecer fútil e nojenta e faz o personagem de mimada ficar melhor, já a divisão de tags só por Deus.

    • Bea Ospreay3 semanas

      Sim, ficar umas semanas sem aparecer fez bem pra imagem dela, e esse novo look (tanto na entrace como in ring) esta incrivel.

  6. JoaoPedrooooooo3 semanas

    Algo está mal quando olhas para o cartaz de lutas que houve e nada te interessa e acabas por procurar no resumo, desenvolvimentos da Alexa e do The Fiend pois é o teu único ponto de interesse.
    Honestamente, após os maus resultados (constantes) nos ratings de televisão, espera que, após a Wrestlemania, viessem anunciar uma nova era na WWE e que algo mudasse, ou pelo menos, fosse expectável. Foi apenas mais uma desilusão destes novos tempos. Lá vou eu dedicar o meu tempo a mais um vídeo do wrestlingbios para ver as monday night wars e ver bom wrestling.

  7. Joelson Souza Ribeiro3 semanas

    Eu to achando que veremos uma traição, da maryse com miz na lutar contra Damian priest talvez. nesse evento do dia 16 de Maio ou antes eu iria rir muito.

  8. Facebook Profile photo

    Crucifix Pin nunca foi tão usado como ontem kkk é o meu pin favorito… só fazes kick out se tiveres bastante força no braço, isto é se o wrestling fosse real kkk

  9. RAW muito fraco mais uma vez.
    Destaco apenas o match entre o Riddle e o Orton e a historia a volta do titulo feminino,o resto foi skippable e completamente irrelevante.
    Tempos dificeis para a brand vermelha.

  10. RAW fraco infelizmente
    O destaque vai para os envolvimentos entre Drew, MVP, Strowman , T.bar e Mace!
    Destaco o envolvimento entre Charlotte, Rhea e Asuka!
    Vítoria do Riddle sobre o Orton!

  11. Os campeoes de tag mudaram para a ghost brand…

  12. angela rodrigues3 semanas

    O pior raw que assisti. Charlotte é a melhoe e teria vencido se não fosse a Rhea and Shayna e Nia também venceriam se não fosse a Mandy e a Dana, agora o Riddle ganhar. Estão relaxando com Nia e Shayna com o Orton e a Charlotte

    • Anonimo3 semanas

      Pelo que entendi, o show foi ruim pois seus favoritos perderam… é cada um que aparece aqui.

  13. Gostei:
    – Promo do Drew McIntyre e respetivo ataque do T-Bar e Mace.
    – Promo da Charlotte Flair, Asuka e Rhea Ripley.
    – Riddle vs Randy Orton. Combate muito bom, com um bom final.
    – Alexa’s Playground. Após o começo fraco da semana passada, esta semana foi muito melhor. Este segmento foi fantástico! Vamos ver aonde vai dar.
    – MACE & T-Bar vs Drew McIntyre. MACE & T-Bar conseguiram fazer imensas manobras ao Drew, o que é bom.
    – MACE & T-Bar vs Drew McIntyre & Braun Strowman.
    – Damian Priest vs The Miz. O Priest esteve muito bem neste combate.
    – Promo do Sheamus e o seu ”combate” com Humberto Carrillo.
    – Charlotte Flair vs Asuka. Bom combate.
    – Charlotte a espancar toda a gente após o combate. Excelente. É esta a Charlotte que eu, pelo menos, quero ver.

    Não gostei:
    – Viking Raiders vs Cedric Alexander & Shelton Benjamin. Foi uma boa exibição dos Vikings, mas vamos mesmo meter o Cedric & Shelton numa squash?
    – Nia Jax & Shayna Baszler vs Lana & Naomi. O combate não estava a ser mau até à chegada da Dana & Mandy.
    – Miz TV.
    – Concerto do Elias c/ Jaxson Ryker e os New Day.
    – Elias vs Kofi Kingston. Este combate foi horrível.
    – Braun Strowman salva Drew McIntyre para preparar a Tag Match.

    Overall: 6/10. A segunda hora deste show foi absolutamente atroz. Ignorando isso, tens uma boa primeira e terceira hora. Rhea Ripley, Asuka, Charlotte e MVP estiveram muito bem nos seus papeis. Mas ainda é preciso melhorar.

  14. Meh, um episódio do Raw praticamente igual ao da semana passada (dá ideia que fizeram copy-paste em certas histórias tanta foi a preguiça de se reinventarem) mas ao menos sem algumas coisas verdadeiramente más da semana passada.
    De notar nova promo bem conseguida de Charlotte Flair (voltou com uma personagem bastante interessante), o bom combate entre Riddle e Randy Orton e triunfo chocante por parte do primeiro, o facto de Mace e T-Bar terem sido desmascarados (tomara que isso signifique um upgrade), a vitória surpreendente de Elias sobre Kofi Kingston (nem parece que este chegou a ser WWE Champion há menos de 2 anos) e o angle final do show.

  15. Anónimo3 semanas

    Boa promo do Drew e da Charlotte. Bom combate entre o Randy Orton e Riddle. Vamos ser se agora sem as máscaras o T-Bar e Mace, tem mais sorte, e voltam com os antigos nomes. E bom combate entre a Charlotte e Auska, gostei de ver a Charlotte agir desta forma.

  16. Raw fraco. Muito parecido com o programa passado.
    Destaco:
    – main event
    – Riddle vs Orton

  17. Raw fraquito, pouca coisa melhorou desde a semana passada. Parece-me que vai voltar a ser o pior show da WWE em termos de qualidade como foi a semana passada.

    Pela positiva destaco:

    – Combate entre o Orton vs Riddle, onde o Riddle conseguiu uma vitória de peso e talvez seja o inicio da feud entre eles.
    O Riddle faz-me lembrar um pouco o Kurt Angle na Attitude Era, tinha uma personagem cómica mas em ringue era um monstro.

    – T-Bar e Mace já começam a se distanciar das antigas personagens o que será excelente para eles, principalmente para o Dijakovic que merece melhor, espero que troquem também os nomes.

    – O ataque da Charlotte ao árbitro foi muito bom.

    Pela negativa destaco:

    – Feud dos New Day vs Elias/Ryker, não desperta o mínimo interesse a ninguém.

    – A separação do Cedric e Shelton dos HB para andarem sem rumo… lógica da batata.

    – O Miz TV foi sem graça e sem imaginação.

    Com um roster fabuloso pela segunda semana consecutiva depois da Wrestlemania o RAW continua uma porcaria… há muito que melhorar.