Depois do TLC deste domingo, a WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome no Tropicana Field em São Petersburgo, na Flórida, na que foi a penúltima edição do ano.

Resultados

– Nia Jax & Shayna Baszler venceram Dana Brooke & Mandy Rose
– Angel Garza venceu Drew Gulak
– T-Bar venceu Ricochet
– Hurt Business (WWE United States Champion Bobby Lashley & MVP) venceram Jeff Hardy & Riddle
– Jaxson Ryker venceu Gran Metalik
– WWE Women’s Tag Team Champions Charlotte Flair & Asuka venceram Peyton Royce & Lacey Evans
– WWE Champion Drew McIntyre, Sheamus & Keith Lee venceram AJ Styles, The Miz & John Morrison (Holiday Street Fight)

Report

O Raw abriu com as novas WWE Women’s Tag Team Champions Asuka & Charlotte Flair, com a também Raw Women’s Champion a dizer que Nia Jax & Shayna Baszler não estavam preparadas para Asuka e definitivamente não estavam preparadas para Charlotte Flair.

As campeãs foram interrompidas pela dupla das ex-campeãs, que começaram a falar de quererem uma desforra, mas foram interrompidas por Mandy Rose & Dana Brooke, que começaram a gozar com elas. Foi então que as WWE Women’s Tag Team Champions pediram um árbitro para que as duas equipas se pudessem enfrentar.

Nia Jax & Shayna Baszler venceram Dana Brooke & Mandy Rose: Mandy Rose entrou de forma surpreendente a dominar Shayna Baszler no jogo técnico e Dana Brooke usou o seu atleticismo para deitar Nia Jax abaixo, tanto dentro como fora do ringue.

No entanto, com o passar dos minutos, as ex-campeãs começaram a dominar este Tag Team Match tendo isolado Mandy Rose durante algum tempo, mas foi a própria “Golden Goddess” que virou o ímpeto deste embate do avesso.

Dana Brooke e Mandy Rose quase venceram por várias vezes, mas no meio do caos, a “Queen of Spades” conseguiu aplicar o Kirifuda Clutch em Dana Brooke e assim vencer o primeiro combate deste Raw.

Ainda assim, depois do combate, Dana Brooke e Mandy Rose atacaram as suas adversárias, mostrando que mesmo tendo perdido, continuam de olhos postos nos WWE Women’s Tag Team Championships.

De seguida vimos imagens nos bastidores da Hurt Business a implicar com uma pessoa que estava vestida com a t-shirt dos New Day, tendo Bobby Lashley rasgado essa t-shirt e Shelton Benjamin fez o rapaz vestir uma da Hurt Business.

No ringue tivemos uma edição especial do VIP Lounge em celebração aos novos Raw Tag Team Champions Cedric Alexander & Shelton Benjamin. MVP contratou uma fotógrafa para celebrar o momento, mas o WWE 24/7 Champion R-Truth também quis aparecer na foto, o que fez com que vários lutadores viessem atrás dele, estragando a festa à Hurt Business.

Quem também veio interromper a festa foi Jeff Hardy & Riddle e os dois disseram que o estatuto não interessa, o que interessa é lutar com tudo e para vencerem MVP e o WWE United States Champion Bobby Lashley eles terão de usar também a sua fé.

Antes do segundo combate da noite tivemos Angel Garza a ser entrevistado e a dar uma rosa a Sarah Schreiber, dizendo que se ela quiser pode entrevistá-lo mais uma vez, mas só depois de vencer Drew Gulak.

– Angel Garza venceu Drew Gulak: Os dois lutadores entraram de forma bastante agressiva neste combate, com Angel Garza a dominar, apesar da luta dada por Drew Gulak. No final, o lutador mexicano acertou um Superkick seguido do seu Wing Clipper para assim vencer o combate.

Nos bastidores, AJ Styles foi entrevistado e mostrou-se irritado por The Miz ter feito o cash in no TLC e que vai à Miz TV ver o que o “A-Lister” tem a dizer em sua defesa.

No início desta edição da Miz TV, o “A-Lister” pediu desculpa à sua família por ter falhado o seu cash in. AJ Styles chegou ao ringue e disse que The Miz é estúpido e incompetente ao tentar fazer o seu cash in num TLC Match. The Miz irritou-se com AJ Styles e disse que sabe que falhou e que ninguém o respeita, e tinha aqui a sua oportunidade de conquistar novamente o WWE Championship, para ter mais uma hipótese para que os fãs o respeitassem.

O “A-Lister” a seguir tentou oferecer um lugar a AJ Styles no próximo filme de The Marine 7 e foi então que Omos irritou-se e disse que foi John Morrison que fez o cash in. Isto fez com que The Miz tivesse uma epifania e dissesse que como não foi ele que fez o cash in, quer a sua mala do Money In The Bank de volta.

Porém, The Miz foi interrompido pelo WWE Champion Drew McIntyre que disse que ele, Sheamus e Keith Lee foram ter com uns amigos, Jack Daniels, J&B, etc e assim apresentaram o “Nightmare after TLC”.

Depois de gozarem com AJ Styles, The Miz e John Morrison, o segmento só terminou quando o “Phenomenal One” acertou um Dropkick em Keith Lee, que foi contra o “Celtic Warrior” e o ambiente azedou entre os dois lutadores.

Nos bastidores, Sheamus e Keith Lee estavam a discutir, mas o WWE Champion Drew McIntyre conseguiu acalmar a situação, tendo mandado Sheamus tomar um banho frio e explicou a Keith Lee que se eles se conseguirem entender serão capazes de fazer um grande estrago.

– T-Bar venceu Ricochet: T-Bar entrou de forma dominante e usou a sua força para controlar Ricochet. Depois de alguns minutos de domínio, a velocidade do “One and Only” começou a tornar-se um problema, tendo conseguido arrumar todos os elementos dos RETRIBUTION. Mustafa Ali tentou convencer mais uma vez Ricochet a entrar para o grupo, mas acabou atacado. Esta distração abriu espaço para T-Bar acertar uma joelhada e vencer o combate.

Depois do combate, T-Bar pegou no microfone e disse que os RETRIBUTION não são inimigos de Ricochet, mas sim seus aliados.

Em seguida tivemos uma entrevista aos New Day, que elogiaram os Hurt Business, mas que o sucesso de uma pessoa não é medido pelo quão alto essa pessoa consegue subir, mas sim como ela consegue recuperar depois de um desaire e que recuperar de desaires é o que os New Day fazem.

– Hurt Business (WWE United States Champion Bobby Lashley & MVP) venceram Jeff Hardy & Riddle: A força de Bobby Lashley foi um problema desde cedo, mas os Hardy Bros usaram a sua ofensiva pouco ortodoxa para deixar a Hurt Business em apuros. Porém, estes começaram a dominar depois de uma queda feia de Jeff Hardy.

Depois de um domínio de vários minutos, o “Charismatic Enigma” conseguiu fazer o tag em Riddle e este virou o ímpeto a favor da sua equipa. Porém, no final a força dos números foi demasiada e o caos causado pelos restantes membros da Hurt Business abriu espaço para Bobby Lashley aplicar a sua Hurt Lock em Jeff Hardy, que teve de desistir.

Em seguida tivemos Elias em ringue, que começou por fazer uma retrospectiva do seu ano de 2020 e afirmou que a sua música muda a vida das pessoas e que Jaxson Ryker vai mostrar a força da sua música contra o seu adversário.

– Jaxson Ryker venceu Gran Metalik: Jaxson Ryker entrou de forma dominante contra Gran Metalik, isto enquanto Elias fazia uma serenata na 3ª corda. O luchador ainda atacou Elias, mas no final Jaxson Ryker venceu com o Choke Bomb.

De seguida tivemos imagens a relembrar o Firefly Inferno Match entre Randy Orton e “The Fiend” que aconteceu no TLC.

De regresso ao ringue tivemos Randy Orton, que explicou que durante a sua carreira já lhe chamaram muita coisa e que ele avisou antes de enfrentar o “The Fiend” que não era um homem normal, pois apreciou todos os segundos em que esteve a vê-lo a arder. O “The Viper” explicou também que pela primeira vez não ouviu as vozes na sua cabeça, mas sim o “The Fiend” a tentar respirar enquanto era queimado, e que ele não existe mais.

Porém, as luzes apagaram-se e o “The Viper” assustou-se. Quando as luzes se voltaram a ligar, tínhamos Alexa Bliss a andar num baloiço no ringue, chamando-lhe Alexa’s Playground. A lutadora começou a fazer piadas, antes de dizer que no dia em que o “The Fiend” regressar, este vai ser algo que Randy Orton nunca viu na vida.

– WWE Women’s Tag Team Champions Charlotte Flair & Asuka venceram Peyton Royce & Lacey Evans: O duo de Lacey Evans e Peyton Royce entrou melhor neste combate, tendo isolado Asuka durante alguns minutos. Quando a “Empress of Tomorrow” conseguiu o tag em Charlotte Flair, a “Queen” entrou com tudo e virou o ímpeto do avesso.

Depois de algum caos, Peyton Royce quase venceu com o Half Crab, mas foi Charlotte Flair a aplicar o seu Figure 8-Leg Lock para assim arrecadar mais uma vitória para as campeãs.

Nos bastidores, The Miz estava ao telefone a tentar convencer alguém que só ele poderia fazer o cash in e no TLC foi John Morrison que o fez, por isso deveriam devolver-lhe a mala do Money In The Bank. AJ Styles chegou-se perto dos seus parceiros de equipa, desligou o telefone e disse para se concentrarem que vão ter um combate.

– WWE Champion Drew McIntyre, Sheamus & Keith Lee venceram AJ Styles, The Miz & John Morrison (Holiday Street Fight): O main event deste Raw começou inesperadamente de forma lenta, com as duas equipas a tentar ganhar o controlo desta Holiday Street Fight. O trio do WWE Champion Drew McIntyre, Keith Lee e Sheamus acabou por usar o seu maior poderio físico para dominar, mas o verniz entre Keith Lee e Sheamus ia estalando se não fosse Drew McIntyre.

O domínio até continuou mais alguns minutos e o trio de The Miz, John Morrison e AJ Styles conseguiram atirar Sheamus contra uma mesa. Depois de alguns minutos de domínio, o “Celtic Warrior” conseguiu fazer o tag a Drew McIntyre e o WWE Champion virou o combate do avesso.

No final, o “Scottish Warrior” parecia que ia vencer, mas AJ Styles com uma cana doce fez finalmente esta Holiday Street Fight descambar. O final foi caótico com o trio de matulões a quererem ser eles a vencer o combate. No final, Omos atirou John Morrison contra uma mesa e foi Keith Lee, com uma Spirit Bomb em The Miz, que arrecadou a vitória.

Assim que este main event terminou, Sheamus acertou o seu Brogue Kick em Keith Lee por este não o ter deixado vencer o combate, naquele que foi o momento final deste Raw.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

23 Comentários

  1. Jaul2 anos

    Sou o único que não estou a conseguir ver o Raw?
    Costumo ver no watch wrestling, mas está a passar uma história de natal do Mick Foley nas streams, se alguém souber de algo que me diga pff

  2. Victor WWE2 anos

    Alguem sabe que houve com o thunderdome pelo telemóvel? Tipo eu nao consegui assistir porque quando entrei no link que a WWE manda, só ficou aparecendo uma tela branca e nem consegui entrar no thunderdome.

  3. George2 anos

    Keith Lee x Sheamus x Drew McIntyre seria um bom combate para a WrestleMania sem público valendo o WWE Champion, porém está demasiado cedo demais.

  4. Facebook Profile photo
    Sasha is my boss but Liv is life2 anos

    The Hurt Busyness agora é irem atrás do único título que falta para deterem todo ouro no Monday Night Raw. O 24/7 championship

    • Facebook Profile photo
      Sasha is my boss but Liv is life2 anos

      Gostei de ver uma tuga no ThunderDome

    • Wolf2 anos

      Eu ainda acho que o Hurt B. vão se trair entre eles. Seria interessante ver o Bob lutar contra o Lesnar ou com alguém grande feito ele. Mas É bem melhor que qualquer outro grupo que tem na wwe que está fraca.

    • Facebook Profile photo
      Sasha is my boss but Liv is life2 anos

      Já tem sido trabalhado um possível conflito entre o Cedric e os restantes membros nas últimas semanas, vamos ver os próximos desenvolvimentos.

  5. The Phenomenal One2 anos

    Gostei do Raw, só não vi qual foi a “mudança” que aconteceu no Raw que a USA e o Vince tanto queriam, mas lá vão meus destaques:
    • Bom “fallout” do Firefly Inferno Match, com o Randy e a Alexa, nos resta esperar pelos próximos capítulos, tenho certeza que a feud entre o Randy e The Fiend ainda está longe de acabar.
    • Ótimo main event, com o desentendimento entre Sheamus e Keith Lee, acho que poderemos ter um N1° Contender’s Match entre esses dois, com o vencedor a enfrentar o WWE Champion no Royal Rumble.
    • Ótima sacada do Miz à dizer que como não foi ele quem fez o cash-in, e sim John Morrison, ele ainda é o Mr. Money in the Bank… tudo graças ao Omos.
    • Do jeito que a Charlotte elogiou a Asuka, já percebi que essa parceria não vai durar muito tempo.

    • Facebook Profile photo
      Sasha is my boss but Liv is life2 anos

      Espero que a WWE corrija a borrada e devolva a mala ao Miz, eu achei tão estranho ser o Morrison a entregar a mala ao árbitro mas vamos ver no que isso vai dar.
      Mas eu acho que vão dizer que não e que ele vai-se virar contra o John.

  6. Foi um bom RAW, penso que foi um pouco melhor do que a semana passada e os segmentos foram bons!

  7. El Cuebro2 anos

    Algumas coisas a dizer somente, primeira não gosto de ver o Ryker com esse destaque todo depois do que fez enquanto que o Blake e o Cutler estão como capangas do Corbin somente, segunda separam as IIconics para fazê-las perderem com outras parceiras de duplas que não dão liga, terceira Ricochet e a própria Retribution totalmente deslocados, poderiam salvar as carreiras individuais de todos os envolvidos na rivalidade! No mais uma pergunta, será que poderemos ver o Omos lutando em alguma parte da parceria com o AJ? Pois ele quebrou algumas mesas esses tempos, seria um potencial a ser melhor utilizado!

  8. Kick_Ass2 anos

    Achei um RAW razoável… abaixo do esperado depois de um bom PPV e de tanto falarem de uma possível mudança, mas acho que ficamos apenas pela “possível”, infelizmente para quem gosta de assistir WWE vai continuar a ver este tipo de conteúdo demasiado PG e sem graça.
    Pessoalmente só vi dois pontos de interesse neste show, o push do Garza e a afirmação da Hurt Business como top stable da WWE, de resto foi mais do mesmo… 24/7 Championship continua uma piada sem graça e repetitivo e as restantes feuds pouco ou nada tiveram de desenvolvimento.

    Vi a WWE a melhorar a sua programação durante um período muito complicado devido ao COVID, aproveitando mais o roster e apresentando melhor conteúdo, mas o que é bom pouco dura e infelizmente de há uns tempos para cá só o Smackdown manteve alguma qualidade, até o NXT caiu… a WWE precisa de mudanças, os ratings não mentem e a AEW quer queiram ou não veio dar uma nova imagem ao Wrestling atual, uma imagem não PG, algo que perdemos de vista na WWE desde +/- 2010.
    Se a WWE não muda de figura os ratings só tendem a piorar, sinceramente sinto saudades dos velhos tempos que assistia WWE, porque neste momento se fosse ver WWE pela primeira vez não iria ficar interessado.

    Espero que isto mude em 2021, e já agora bom natal para todos 😉

    • Concordo com tudo o que escreveste.
      Obrigado e bom Natal também para ti.

    • Obrigado e igualmente 😉

    • Facebook Profile photo
      Sasha is my boss but Liv is life2 anos

      O Conteúdo não PG não irá voltar e o problema dos ratings nem é esse pois mesmo sendo PG a empresa já teve bons resultados

    • O conteúdo não precisa de ser TV14 como era, precisa de uma mudança, de uma lufada de ar fresco! O pro-wrestling sem ser entretinimento também é um desporto de combate e esse espirito praticamente desapareceu da WWE. O NXT ganhou fama e fãs por trazer esse espirito de competição de volta aos pogramas da WWE, porque não tentarem aproximar o produto do main roster ao do NXT? Na minha opinião só tinham a ganhar.
      Compara os fãs, a popularidade e mesmo os ratings tinha a WWE em tempos e os que tem agora e vês como a WWE caiu nos últimos 10 anos pelo menos.. Dou-te um exemplo, a WWE já foi em tempos muito popular em Portugal, ouves falar dela agora? Porque infelizmente eu não.

  9. Bea Ospreay2 anos

    Garza apareceu e ganhou, é de se comemorar.

    • Haver se continua a ganhar ahaha
      Sou muito fã do Garza é bom entertainer e bom lutador! Coisa rara nestes novos lutadores da WWE.

  10. Foi um RAW razoável.
    Destaques:
    -Bom main event.
    -Bom segmento entre a Alexa e o Randy Orton

    Esta semana não há muito a dizer.

  11. Episódio do Raw passable, não houve muita coisa digna de registo. Pessoalmente só gostei do segmento de Miz TV (bela promo de The Miz) e aquele entre Randy Orton e Alexa Bliss e do main event (apesar da ausência de regras no combate nem sequer ter sido considerada senão na parte final looool).

  12. Anónimo2 anos

    Bom ver o Angle Garza a ter destaque, e é de lamentar ver o Ricochet e perder mais uma semana. Bom segmento entre o Randy Orton e a Alexa Bliss, e o bom main event também.

  13. RAW abaixo.
    Destaco:
    – boa promo do Miz
    – bom Main Event