Depois do Fastlane deste domingo, a WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome no Tropicana Field em São Petersburgo, Flórida, rumo à WrestleMania 37 de 10 e 11 de Abril.

Resultados

– WWE Champion Bobby Lashley venceu Sheamus (Non-Title Match)
– Raw Women’s Champion Asuka venceu Peyton Royce (Non-Title Match)
– The Miz venceu Jeff Hardy
– Raw Tag Team Champion Kofi Kingston venceu AJ Styles
– Drew McIntyre venceu Cedric Alexander & Shelton Benjamin (Handicap Match)
– WWE Women’s Tag Team Champions Shayna Baszler & Nia Jax venceram Mandy Rose & Dana Brooke (Non-Title Match)
– Braun Strowman venceu Elias

Report

– WWE Champion Bobby Lashley venceu Sheamus (Non-Title Match): O embate entre Sheamus e Bobby Lashley começou de forma muito mais técnica e lenta do que seria esperado, algo que beneficiou o WWE Champion. Quando o “Celtic Warrior” parecia que ia começar a dominar, Cedric Alexander e Shelton Benjamin vieram até ao ringue e atacaram-no nas costas do árbitro, algo que deixou MVP e o “All Mighty” perplexos.

Ainda assim, Bobby Lashley dominou durante algum tempo, mas Sheamus começou a virar o ímpeto quando Cedric Alexander distraiu o WWE Champion sem querer, e isto fez com que o “Celtic Warrior” controlasse de tal forma que quase venceu este opener.

No final, Cedric Alexander distraiu Sheamus, o que abriu espaço para que o “All Mighty” acertasse um Spinebuster seguido do seu Hurt Lock e assim vencer o lutador irlandês.

Assim que o combate terminou, Cedric Alexander e Shelton Benjamin atacaram Sheamus, mas foi Drew McIntyre que veio em auxílio do seu amigo/rival e parou este ataque. O segmento terminou com um cara a cara entre o WWE Champion Bobby Lashley e o “Scottish Warrior” no ringue, sendo que os dois pareciam dois animais enjaulados à espera de uma hipótese para lutarem, mas MVP não deixou que houvesse nenhum confronto.

Nos bastidores, o WWE Champion Bobby Lashley zangou-se com Cedric Alexander e Shelton Benjamin por terem interferido no combate e que deveria ser um combate de singulares entre ele e Sheamus. MVP explicou então que sempre que eles falham ou fazem algo errado envergonham o “All Mighty”, e isso não pode acontecer.

– Raw Women’s Champion Asuka venceu Peyton Royce (Non-Title Match): Asuka e Peyton Royce começaram o combate de forma técnica e agressiva, com a australiana a entrar melhor, tendo resposta para tudo o que a “Empress of Tomorrow” fazia.

Porém, a campeã não se deixou dominar e foi revertendo o ímpeto a seu favor e quase venceu o combate. Ainda assim, Peyton Royce deu muito mais luta do era esperado ao início e quase venceu com o Widow’s Peak.

Com Asuka a aguentar tudo o que Peyton Royce ia fazendo, a australiana foi ficando cada vez mais frustrada e essa frustração abriu espaço para que Asuka conseguisse aplicar o seu Asuka Lock e vencesse o combate.

Assim que este embate terminou, tivemos Rhea Ripley a vir ao ringue e falou do desafio de Charlotte Flair, mas que esta agora tem COVID-19, logo não pode lutar. Depois, como ela agora está no Raw, desafiou Asuka para um combate pelo Raw Women’s Championship na WrestleMania 37, desafio esse que foi aceite pela japonesa.

Nos bastidores, Adam Pearce falou com Drew McIntyre sobre os combates com Sheamus e o oficial da WWE afirmou também que Cedric Alexander e Shelton Benjamin desafiaram Drew McIntyre para um Handicap Match, mas que ele próprio acha isso uma má ideia. O “Scottish Warrior” disse então que apesar de ser uma má ideia, ele tem uma sugestão: se ele vencer o Handicap Match, Cedric Alexander e Shelton Benjamin estão banidos de estarem perto do ringue durante o WWE Championship Match da WrestleMania 37.

De seguida tivemos mais uma edição da MizTV e o “A-Lister” fez logo questão de atacar verbalmente Bad Bunny e pelo facto deste continuar a aparecer no Raw e de se ter rido dele, por ele ter perdido o WWE Championship. The Miz e John Morrison criticaram também o facto de Bad Bunny estar no poster da WrestleMania 37 e eles não, depois de vermos imagens do ataque de The Miz a Bad Bunny que aconteceu no Raw da semana passada.

Foi depois anunciado que The Miz e John Morrison vão lançar uma nova música no próximo Raw e que depois disto nunca mais ninguém quererá saber de Bad Bunny, e foi então que The Miz o desafiou para um combate na WrestleMania 37.

– The Miz venceu Jeff Hardy: Jeff Hardy entrou melhor neste combate, mas o seu ímpeto foi travado com um grande pontapé por parte de The Miz. O “A-Lister” dominou durante algum tempo, mas Jeff Hardy já se sabe que nunca desiste e voltou a equilibrar a contenda e até quase a venceu.

No entanto, no final The Miz atirou o “Charismatic Enigma” contra o poste, acertou o seu Skull Crushing Finale e venceu o combate.

Já depois do combate, enquanto The Miz festejava, Bad Bunny apareceu do nada e mandou uma guitarrada nas costas do “A-Lister”, tendo em seguida aceite o desafio para o combate na WrestleMania 37.

Em seguida tivemos AJ Styles no ringue a falar de como Omos vai destruir os New Day na sua estreia na WrestleMania 37, e que apesar dos New Day serem uma das melhores equipas de sempre, mesmo assim eles vão ganhar.

Os New Day interromperam então os seus adversários da WrestleMania 37 e começaram gozar com AJ Styles e Omos, por nem serem uma equipa e tentaram criar uma divisão entre os dois, mostrando que AJ Styles nem sequer conhece Omos, o que irritou o “Phenomenal One”.

– Raw Tag Team Champion Kofi Kingston venceu AJ Styles: Kofi Kingston controlou de forma dominante este combate durante os primeiros minutos, mas fora do ringue AJ Styles virou o ímpeto a seu favor quando atirou o membro dos New Day contra as escadas.

Depois de um domínio de vários minutos por parte do “Phenomenal One”, Kofi Kingston voltou a equilibrar este embate, tendo até ficado perto da vitória, algo que AJ Styles também quase conseguiu com o Calf Crusher.

No final, quando AJ Styles se preparava para voar para o seu Phenomenal Forearm, Xavier Woods distraiu o lutador tocando o seu trombone, o que abriu espaço para quando este regressasse ao ringue e sofresse um SOS por parte de Kofi Kingston, que assim venceu o combate.

Nos bastidores, Sheamus foi entrevistado e mostrou-se irritado por lhe terem perguntado o porquê de ter aceite lutar contra Bobby Lashley. A entrevista acabou por ser interrompida pelo WWE United States Champion Riddle, que fez várias perguntas ridículas ao “Celtic Warrior”, que até pareceu interessado na conversa e em especial na trotinete do campeão. No entanto, tudo isto não passou de uma farsa, pois Sheamus atacou Riddle, deixando-o no chão.

– Drew McIntyre venceu Cedric Alexander & Shelton Benjamin (Handicap Match): Drew McIntyre não quis perder tempo e tentou acabar com este Handicap Match o mais rapidamente possível, mas não conseguiu e a força dos números fez com que os ex-Raw Tag Team Champions começassem a dominar.

Cedric Alexander & Shelton Benjamin dominaram durante alguns minutos, mas não conseguiram deixar o ex-WWE Champion por terra. Quando o “Scottish Warrior” recuperou, este virou o ímpeto de tal forma que depois de um Claymore Kick em cada um dos dois lutadores, venceu o Handicap Match.

Nos bastidores tivemos MVP novamente a dar um sermão a Cedric Alexander & Shelton Benjamin e foi então que Bobby Lashley entrou disparado no balneário e disse que se eles não conseguem fazer o seu trabalho, vai encontrar quem o faça. O WWE Champion entrou no balneário da WWE e falando diretamente com vários lutadores afirmou que quem conseguir deixar Drew McIntyre lesionado antes da WrestleMania 37, receberá uma oportunidade pelo WWE Championship.

– WWE Women’s Tag Team Champions Shayna Baszler & Nia Jax venceram Mandy Rose & Dana Brooke (Non-Title Match): Mandy Rose & Dana Brooke tentaram dominar o combate, mas Shayna Baszler com um Backbreaker virou o ímpeto. Ainda assim, Mandy Rose e Dana Brooke não se deixaram dominar durante muito tempo, mas uma distracção de Reginal abriu espaço para que Nia Jax aplicasse um Samoan Drop em Dana Brooke e as campeãs venceram.

De referir que este combate foi visto de perto por Lana e Naomi, que estavam na mesa de comentadores.

Nos bastidores tivemos Alexa Bliss a dizer que sabe que Randy Orton a quer fora da sua vida, mas ainda não conseguiu e que nem sempre temos o que desejamos, mas que hoje ele deveria ter cuidado com o que deseja.

De regresso ao ringue tivemos Shane McMahon, que ainda estava “lesionado”, com Elias e Jaxson Ryker. Shane McMahon e Elias cantaram uma música a insultar Braun Strowman, antes do rematch entre os dois.

– Braun Strowman venceu Elias: Braun Strowman destruiu Elias desde o primeiro segundo, enquanto aproveitava para provocar Shane McMahon que estava fora do ringue. Elias ainda tentou dar luta, mas nada feito e o “Monster Among Men” venceu com facilidade, terminando com o Running Powerslam.

Assim que o combate terminou, Shane McMahon atacou Braun Strowman com a sua muleta, mas teve de fugir a correr, mostrando que não estava lesionado. Braun Strowman pegou então num microfone e desafiou Shane McMahon para um combate na WrestleMania 37, desafio esse que foi aceite.

No main event, Randy Orton veio ao ringue e afirmou que sabe que queimou o “The Fiend” e o que viu no Fastlane foi uma abominação, e que hoje vai terminar com isto tudo. Alexa Bliss apareceu e disse para Randy Orton ter cuidado com o que deseja, e foi então que as luzes do ThunderDome se apagaram.

Quando se voltaram a acender tivemos “The Fiend” a aparecer no ringue. mas Randy Orton não se assustou e pegou em gasolina e começou a regar o rival. Quando este reagiu, o “The Viper” acertou o seu RKO.

Só que Alexa Bliss não deixou Randy Orton acabar o seu trabalho e distraiu-o tempo suficiente para que “The Fiend” recuperasse e aplicasse o Mandible Claw, antes de acertar o seu Sister Abigail.

O Raw fechou com Alexa Bliss a apontar para o símbolo da WrestleMania 37, o que oficializou o combate entre Randy Orton e “The Fiend” no grande evento do ano.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

24 Comentários

  1. Vi agora nestes tweets que a Charlotte Flair testou positivo à Covid

  2. Zoro sola1 mês

    Por mim a rhea ja pode tirar o titulo da asuka semana que vem mesmo precisa nem espera pela WM

  3. pedro1 mês

    o drew deveria nem comprimentar com a mão , olha o covid

  4. Wwe1 mês

    Tbm concordo zoro nao gosto mt da asuka.

    Mais queria que fosse asuka vs challote vs mandy vs naomi

  5. Jooj1 mês

    The Fiend depois da WM bem poderia voltar a personagem antiga (aaa mas ele foi queimado… Aj Styles foi enterrado, Rey Mysterio perdeu um olho, só pra falar do mais recente).
    A personagem do The Fiend é legal, mas o que deixa ela especial é o fator Bray, com suas personagens esquizofrênicas que solta o monstro. O monstro puro e simples irá enjoar rapidamente, mesmo que coloquem a Alexa para ser a “pessoa” da storyline. Sem o contraste vai saturar bem mais rápido, virar um monstrengo genérico do Show.

    • devil1 mês

      Seria legal se acontecesse o seguinte a sister Abigail, que é a Allexa, poderia de alguma forma ressuscitar o Bray usando seu poder. E assim o Bray lutaria como Bray por um bom tempo. Ai o Finn Bállor volta e começa uma feud com ele e que vai culminar na “obrigação” do fiend voltar, mas não queimado e sim como uma nova versão para confrontar o Demon King. Seria foda. Já a Allexa deveria voltar a lutar por títulos e só voltar esta personagem atual mais a frente.

  6. Rui jesus messias1 mês

    O match do Kofi vs Styles foi o melhor da noite . Tivemos bons desenvolvimentos para a Mania

  7. MC1 mês

    Mal posso esperar pela vitória do Bad Bunny sobre o Miz na Mania………. disse ninguém… Enfim. Mudam os anos e as personagens, mas há coisas que nunca mudam.

    Bom RAW.

    • devil1 mês

      seria muito melhor o miz sair fora um tempo e voltar com uma nova cara e um novo estilo, este miz bobão já deu.

    • Leo Sassaki1 mês

      Concordo, poderia sair e voltar com com um push bacana.

    • Devil4 semanas

      Leo e com um finish bom o dele é o pipr de todos, pior que o do D. Priest.

  8. Foi um RAW ok.
    Destaques:
    -Bom handicap match entre os HB e o Drew.
    -Bom combate entre o Lashley e o Sheamus
    -Boa estreia da Rhea,a mete-la logo no topo e tenho boas expetativas para o combate entre ela e a Asuka.
    -Segmento final entre o Fiend e o Orton na linha do que tem acontecido ultimamente.

  9. Kick_Ass1 mês

    Um RAW para dar inicio ao build up para a Wrestlemania.

    Pela positiva destaco:

    – A feud pelo título principal, Drew vs Lashley tem tudo para ser um bom combate. Inclusive aquele momento em que o Lashley vai ao balneário e diz que dá uma oportunidade pelo título a quem tirar do jogo o Drew, espero que o Ricochet aceite e faça o turn, era uma boa aquisição para os Hurt Buisiness.

    – Sheamus merece estar na Wrestlemania por tudo o que tem feito, por isso até não era disparatado uma vitória sobre o Riddle.

    – O segmento entre o Orton e The Fiend/Alexa, por mim era um inferno match na Wrestlemania.

    – A estreia da Ripley, na minha opinião já vem tarde até, espero que tire o título à Asuka.

    Pela negativa destaco:

    – Segmento dos New Day vs AJ e Omos, achei sem graça tal como a feud está a ser.

    – Strowman vs Shane é uma feud sem pés nem cabeça e que nem na Wrestlemania devia estar.

    – Miz vs Bad Bunny, descer de campeão principal para enfrentar alguém que nem wrestler é, é muito mau! O Miz é tratado com muito desrespeito pelo booking da WWE e o pior é que é quase certo que perca.

    Tirando as feuds pelos títulos principais não estou a ver grande coisa construída para uma Wrestlemania, mas é esperar para ver no que vai dar.

  10. Mais um bom RAW!

  11. Vou apenas falar de uma coisa e destacar já que ninguem o faz…

    Aqueles que duvidavam hije tiveram uma amostra daquili que a belissima Peyton Royce consegue fazer, ela tem capacidade de dar grandes combates e é una wrestler completa, pena aquele velhote que prefere deixa-la nas sombras de.tudo e todos e numa divisao que está tao carente por falta de aproveitamento do roster

  12. Rollins McIntyre fan1 mês

    Estão a enterrar o Morrison e o The Miz mau demais até passo os segmentos e gosto das promos do Miz mas é deprimente mete lo numa feud com um gajo.que nem conheço e é totalmente irrelevante ao mundo do wrestling, triste

  13. RAW bom mas abaixo
    Destaco:
    – estreia da Rhea Ripley a coloca-la logo no topo da divisão
    – tudo o que envolveu a feud pelo título mundial

  14. Anónimo1 mês

    Foi um bom Raw. Destaco os combates, Bobby Lashley e Drew/Hurt Business, foram bons. Boa estreia da Rhea Ripley, ainda bem que vai enfrentar a Asuka na WrestleMania, espero que ganhe. E gostei do segmento final entre o Randy Orton e The Fiend.

  15. Consegui ver agora o Raw.
    Gostei:
    – Bobby vs Sheamus foi um bom combate. O Sheamus tem andado a fazer ótimas exibições há já um bom tempo e pelos vistos irá enfrentar o Riddle na Mania. Não me importava que vencesse.
    – Asuka vs Peyton Royce também foi um bom combate. Estou entusiasmado com Rhea vs Asuka para a Mania, é algo fresco. Indeciso sobre quem deve ganhar no entanto. Por um lado, podes logo fazer da Rhea uma top star, mas a Asuka ainda não tem um moment na WrestleMania.
    – Gostei do segmento entre os New Day e Styles & Omos. O combate também não é mau. (O Xavier Woods deu-me um flashback quando começou a tocar a theme do AJ na TNA).
    – E, como sempre, Alexa, Randy e Bray. Adoro sempre o trabalho deles.

    Não gostei:
    – Não sou fã da forma como mostraram a feud entre o Bobby e Drew neste episódio. O build que estão a dar ao Drew é igual ao ano passado, handicap matches que são squashes. Não gostei do Bobby a sentir necessidade de ir aos bastidores e convencer outros lutadores para tratar do Drew. Já viste bem a tua forma, Bobby? Precisas mesmo dessa ajuda?
    – A feud entre o Bad Bunny e o Miz. Por amor de Deus, o tipo era WWE Champion há 2 semanas atrás!
    – A feud entre o Braun e o Shane. ”Braun is stupid”. Nunca gostei de feuds que envolvem bullying e não é agora que vou começar a gostar. Já para não falar do Shane estar com o Elias outra vez. Voltamos a 2019?
    – Tirem-me o Reginald da frente. E façam algum booking sensível para a divisão feminina tag-team. Já sabemos que vão atirar todas as tags lá para dentro na Mania… Façam algo com sentido!

    Nota final: 5/10.

  16. Episódio razoável do Raw, destacando-se os combates entre Asuka e Peyton Royce (esta teve uma ótima performance e mostrou que podem contar com ela) e entre Kofi Kingston e AJ Styles.