A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir da Thompson-Boling Arena em Knoxville, Tennessee, rumo ao WrestleMania Backlash do próximo dia 8 de Maio.

Resultados

– Raw Women’s Champion Bianca Belair venceu Sonya Deville (No Disqualification Match)
– Veer Mahaan venceu Sam Smothers
Tamina & Akira Tozawa venceram WWE 24/7 Champion Dana Brooke & Reggie
– Damian Priest venceu Finn Bálor
– Mustafa Ali venceu The Miz
– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle), Cody Rhodes & Ezekiel venceram SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso), Seth Rollins e Kevin Owens

Report

O Raw abriu com um video package dos 20 anos de carreira de Randy Orton, tendo a seguir Riddle apresentado o “Viper” que veio assim para o ringue, tendo sido aplaudido tanto pelos fãs, como por várias Superstars que estavam à volta do ringue.

O lutador começou por agradecer a todos os lutadores que o ajudaram quando ele era jovem, tendo feito questão de elogiar bastante Mick Foley. Randy Orton a seguir referiu que se está a divertir como nunca e tudo por causa de Riddle, tendo então agradecido ao seu parceiro de equipa, antes de também agradecer ao WWE Universe. O “Original Bro” afirmou então que tinha então uma surpresa para o seu companheiro de equipa, tendo então chamado Cody Rhodes a vir ao ringue tendo os dois abraçado-se, isto até Seth Rollins interromper a celebração.

O “Visionary” insultou Cody Rhodes, tendo a seguir dito que o “Viper” é o passado da WWE, e que ele é o presente e o futuro da empresa. Ezekiel decidiu então vir ao ringue e apresentar-se ao “Viper”, sendo que Kevin Owens apareceu de cabeça perdida, por Ezekiel estar a mentir a Randy Orton e a toda a gente. A confusão continuou a aumentar quando os SmackDown Tag Team Champions Usos vieram ao ringue provocar os RK-Bro.

Adam Pearce apareceu e decidiu marcar um 8-Man Tag Team Match entre os oito lutadores em ringue, sendo que Kevin Owens decidiu dar um soco a Ezekiel, o que lhe valeu um RKO, por parte de Randy Orton.

– Raw Women’s Champion Bianca Belair venceu Sonya Deville (No Disqualification Match): Bianca Belair entrou de forma agressiva e fora do ringue atirou Sonya Deville contra a mesa dos comentadores e venceu por contagem. Sonya Deville pegou no microfone e afirmou que o chão está escorregadio e que então o combate tem de recomeçar.

A “EST da WWE” continuou a dominar, sendo que a oficial da WWE usou uma cadeira e foi desqualificada, mas novamente pegou no microfone e explicou que afinal este opener irá continuar como um combate sem desqualificações.

Já com Carmella e Queen Zelina a ajudar Sonya Deville, este trio foi dominando, mas a campeã nunca se deu por vencida e livrou-se das ex-campeãs de equipas, antes de acertar o seu KOD e assim reter o seu título.

Nos bastidores, Carmella e Queen Zelina estavam a discutir, mas foram interrompidas por Sonya Deville que as culpou por não ter vencido e deu um estalo a cada uma das lutadoras.

A seguir tivemos Edge a explicar que quem quiser tentar chegar ao topo da montanha, eles lhes vão dar uma tareia e na semana passada foi AJ Styles que sofreu e neste Raw, será Finn Bálor que irá sofrer às mãos de Damian Priest. O “Rated R Superstar” começou a insultar os fãs e o “Phenomenal One”, sendo que se este acha que o consegue vencer no WrestleMania Backlash, então anda a ser enganado.

– Veer Mahaan venceu Sam Smothers: Como seria de esperar, Veer Mahaan não deu hipóteses ao seu adversário e com o seu Cervical Clutch venceu este embate.

Apesar do combate terminado, o lutador indiano decidiu continuar o ataque tendo atirado o seu adversário contra a mesa de comentadores, antes de voltar a aplicar o seu Cervical Clutch.

No balneário, Bobby Lashley foi entrevistado e este explicou que sabe que é mais forte que Omos e que também sabe que não pode confiar no seu colossal adversário e em MVP.

Já no ringue, MVP começou a insultar o “All Mighty” e a dizer que Omos é melhor que o ex-WWE Champion em todos os aspetos possíveis e que e o “Colossus” irá arrancar o braço de Bobby Lashley.

O combate de braço-de-ferro, começou com Omos a ganhar, mas MVP começou a insultar o “All Mighty” que ficou irritado e usou isso para vencer este confronto. Assim que este combate terminou, Omos atacou o seu rival, e tudo para alegria de MVP. O ataque terminou com o “Colossus” a esmagar o ex-WWE Champion com uma mesa.

A seguir tivemos imagens de R-Truth a tentar fazer terapia de casal, aos dois casais que estão envolvidos na luta pelo WWE 24/7 Championship, com R-Truth a anunciar-se como árbitro especial.

– Tamina & Akira Tozawa venceram WWE 24/7 Champion Dana Brooke & Reggie: O combate começou de forma equilibrada, sendo que Dana Brooke e Tamina tiveram um momento que quase foi romântico, mas Akira Tozawa fez o tag e ele e Reggie meteram o pé no acelerador, sendo que o ninja residente do Raw, acertou o seu Senton da terceira corda e conquistou a vitória.

Assim que o combate terminou, Akira Tozawa, Tamina e até R-Truth tentaram tirar o título a Dana Brooke, mas esta conseguiu fugir.

De seguida, tivemos o regresso de Becky Lynch ao Raw, com a irlandesa ainda a dar sinais de grande tristeza com a sua derrota na WrestleMania 38. E “Big Time Becks” relembrou que durante três anos ninguém lhe conseguiu tirar o título e que ela nem sequer sabe quem é Becky Lynch sem um título e que atingiu o ponto mais baixo.

A irlandesa começou então a dizer que isto é o início de um regresso ao topo lendário e que não há nenhuma lutadora que a possa parar, e foi então que tocou a música de Asuka, para irritação de “Big Tim Becks”. Asuka foi rápida nas palavras e afirmou que irá parar o regresso ao topo da irlandesa, pois ninguém está preparada para ela. O segmento terminou com a “Empress of Tomorrow” a acertar um piparote no nariz de “Big Time Becks” que ainda a tentou atacar, mas acabou por fugir da lutadora nipónica.

Nos bastidores, os Street Profits e estes até começaram por mostrar respeito por Randy Orton, tendo em seguido explicado que não querem saber quem será a equipa vencedora do WrestleMania Backlash, eles querem ser os próximos candidatos ao título.

– Damian Priest venceu Finn Bálor: Finn Bálor entrou melhor, mas fora do ringue, Damian Priest virou o ímpeto a seu favor e controlou assim o seu antigo rival durante alguns minutos.

O “Príncipe” usou a sua velocidade para equilibrar este embate, mas acabou por se distrair com Edge, o que ajudou Damian Priest a vencer com um Flatliner.

A seguir, tivemos mais uma edição da Miz TV, que teve como convidado o novo WWE United States Champion Theory e os dois lutadores até trocaram vários elogios, com o jovem lutador a prometer que irá mostrar a tudo e a todos porque é o melhor investimento que Mr. McMahon algum dia fez.

Theory afirmou que até pode ser o WWE United States Champion mais novo da história da WWE, mas que irá ser relembrado como o melhor WWE United States Champion de sempre.

Os dois, de forma surpreendente, foram interrompidos por Mustafa Ali, sendo que Theory e The Miz ainda tentaram gozar com o regressado lutador, mas este afirmou que se quiser rir, só tem de ver The Miz a lutar. Mustafa Ali tentou então ter um combate pelo WWE United States Championship neste Raw, mas Theory rejeitou o desafio, com o regressado lutador a voltar a insultar o “A-Lister” e este afirmou que teria todo o prazer de o destruir, mas que não pode marcar combates.

Theory pegou então no telefone e mandou uma mensagem a Mr. McMahon, que marcou assim o combate entre Mustafa Ali e The Miz.

– Mustafa Ali venceu The Miz: Mustafa Ali entrou melhor, mas The Miz conseguiu colocar-se no controlo deste embate e dominou o regressado lutador durante vários minutos. Porém, Mustafa Ali conseguiu aumentar a velocidade e com isso foi equilibrando este seu combate de regresso.

Nos minutos finais, parecia que The Miz ia ter hipótese para vencer com o seu Figure 4-Leg Lock, mas Mustafa Ali com um pin rápido venceu neste seu regresso.

Já depois do combate terminar, Mustafa Ali estava a festejar, mas foi atacado por Ciampa.

Nos bastidores, Rhea Ripley foi entrevistada e quando estava estava a dizer que não queria mais estar associada a pessoas que a fazem baixar o seu nível, Liv Morgan atacou a sua antiga parceira de equipa.

Ainda no backstage, Kevin Owens estava a recusar-se a pagar a Chad Gable depois do teste do detetor de mentiras feito a Ezekiel, mas a conversa foi interrompida por Seth Rollins, com o “Prizefighter” a discutir com o seu amigo, por este o ter insultado na semana anterior. A conversa terminou quando os Usos chegaram, pois estes afirmaram que os lutadores do Raw têm de seguir as suas indicações, para não chatearem o “Tribal Chief”.

A seguir tivemos, MVP a recusar a ideia que Bobby Lashley venceu o braço-de-ferro contra Omos e que o que aconteceu neste Raw foi só uma amostra do que acontecerá no futuro quando se voltarem a enfrentar.

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle), Cody Rhodes & Ezekiel venceram SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso), Seth Rollins e Kevin Owens: O quarteto dos RK-Bro, Cody Rhodes & Ezekiel entraram de forma dominante neste main event, mas os Usos conseguiram dar vantagem à sua equipa e assim dominaram o “American Nightmare” durante algum tempo. Porém este conseguiu fazer o tag e Riddle ainda conseguiu alguma ofensiva, mas foi parado por Seth Rollins com um Super Inverted Suplex.

O “Original Bro” foi dominado durante vários minutos mas este foi sobrevivendo ao ataque e artimanhas do seus adversários, até que conseguiu fazer o tag a Randy Orton que virou o combate do avesso, conseguindo atacar os quatro lutadores da sua equipa adversária e no meio do caos, com a ajuda dos seus parceiros de equipa, acertou um RKO em cada um dos seus oponentes e venceu o combate para a sua equipa.


O que achaste deste WWE Raw?

15 Comentários

  1. Akihiro1 mês

    Quero Tanto Ver “Asuka vs. Bianca Belair”.

  2. Cebola4 semanas

    Dei muita risada com o Mustafa Ali falando “Monday Night RAW” com um tom super sarcástico

  3. Willow4 semanas

    Comentar o que sobre este raw? Regie, omos, tozawa, Tamina, Carmela e Zelina, os chatos dos Usos, Sonya D., Theory e Miz? Que decadência. Eu nem vou falar daquilo que chamam de Veer. O que está salvando são os seguimentos Edge Priest, e olhe lá.

  4. TakerVanDerVaart234 semanas

    Até achei um Raw agradável de se acompanhar. Retirava aquele segmento dos “casados”/ título 24/7 mas de resto foi bom

  5. Foi um Raw razoável…
    Porque o Veer só luta contra lutadores que ninguém conhece!?
    Este rivalidade entre o Omos e o Bobby Lashley tá uma porcaria! Tenho pena do Lashley e até tenho um pouco de pena do MVP.
    Será que o Finn Balor vai se juntar ao AJ Styles para tentarem derrotar o Edge e o Damian Priest?

    • Facebook Profile photo

      Não é só o Veer que luta contra lutadores desconhecidos. O Gunther também ainda só lutou contra desconhecidos no SmackDown!

    • Pois isso também percebi mas não percebo porque não metem a combater contra lutadores que estão no Raw ou no SmackDown!

  6. Anónimo4 semanas

    Bom início de show. Regresso do Mustafa Ali, gostei do combate com o Miz. Achei interessante no fim o ataque do Ciampa ao Ali. Finalmente temos o regresso da Asuka, já fazia falta. Destaco também o main event, foi bom.

  7. El Cuebro4 semanas

    O main event do show foi muito bom e há muito tempo não achava isso do Raw, é bom demais ver o Orton distribuindo RKOs assim, foi muito bom para comemorar seus 20 anos de WWE e logo vem os 20 anos do John Cena hein, vamos ver o que a WWE irá preparar, no mais foi um show até bom!

  8. Gostei:
    – Segmento a celebrar a carreira de Randy Orton. Achei um ótimo segmento para começar o show com o destaque, para mim, a ser Ezekiel e Kevin Owens. A feud deles até está a ser divertida e, não ironicamente, o Ezekiel está a tornar-se um dos meus favoritos. O main event tem boas chances de ser bom.
    – Sonya Deville vs Bianca Belair (c). Se olharmos só para a ação em ring, até foi um combate(s) sólido. Agora, o problema é que está contaminado com aquele booking horrível da WWE: reiniciar combates, interferências de 2 mulheres que tinham terminado a sua tag team há umas semanas… Mas vá, ao menos Bianca retém.
    – Segmento entre AJ Styles, Edge e Damian Priest. Foi eficaz. Edge tem andado bem com esta nova gimmick.
    – Promo de Becky Lynch, interrompida por… Asuka!!! Como tive saudades tuas, Asuka! E uma feud entre Becky e Asuka vai arrasar! Vam’bora!!! As promos em si foram sólidas. A Becky a ficar doida sem o seu título é um bom toque.
    – Finn Balor vs Damian Priest. Um ótimo combate, combinaram muito bem o estilo técnico do Balor com a agressividade do Priest. No entanto, o Balor perder porque o Edge levantou-se da cadeira é parvo… o final é mesmo o único problema no que foi um combate muito positivo.
    – Miz TV com Theory, interrompida por Mustafa Ali. Ora aqui está algo que não esperava; olá, Mustafa! Claro que tivemos as boquinhas sobre ele ter pedido a demissão, mas trazer o Ali de volta como babyface é a decisão correta, tal como metê-lo logo como um dos candidatos ao U.S. Title, e a promo dele foi muito sólida. Bom segmento aqui. Segue-se Mustafa Ali vs The Miz. Um bom combate aqui. Ali trabalhou bem como babyface e Miz também esteve bem, mostrando-se mais agressivo. Gostei imenso do final. O heel turn de Ciampa (tiraram o Tommaso, pois claro) era esperado, mas interessante.
    – 8-Man Tag. Um ótimo main event para celebrar a carreira de Randy Orton. Todos brilharam, deu para exibir as feuds presentes aqui e todos aqueles RKO’s do Orton no final foram a cereja no topo do bolo.

    Não Gostei:
    – Veer vs Sam Smothers. Squash. Continuando.
    – Braço de ferro entre Bobby Lashley e Omos. Mais booking típico numa feud entre grandalhões. O que ganha leva coça, o habitual. Só se aproveita a promo do MVP, que teve a sua piada. De resto, nada demais.
    – Reggie & Brooke vs Tozawa & Tamina. Deus me acuda. O Tozawa e o Reggie ainda fizeram umas coisas engraçadas, mas foi ofuscado pela restante palhaçada.

    Overall: 6/10. Vá, um show divertido, apesar de tudo. Dedicaram esta semana a desenvolver as storylines e não há nada de mal com isso. Destaco a celebração da carreira de Randy Orton, os regressos, Balor vs Priest e o main event. De resto, nada demasiado negativo (tirando o booking do combate feminino).

  9. Kick_Ass4 semanas

    Episódio razoável mas com poucos pontos interessantes… volto a dizer, à MUITO que melhorar neste RAW.

    Destaco pela positiva:
    – Segmento dos 20 anos de carreira do Orton foi bom, mas gostava de ter visto a marcarem presença alguns nomes que pertenceram à história da carreira do Orton como o Hardcore Holly, Triple H, Ric Flair, Batista, Cena, Ted Dibiase… entre outros.
    – Bianca vs Sonya estava a ser um bom combate, pena o final do combate ter sido uma porcaria.
    – Bom segmento do Edge e Priest e um bom combate entre o Priest vs Balor. O Balor até que era um nome interessante para se juntar a eles 😉
    – Bom segmento entre o Miz, Theory e Ali e com uma boa vitória para o Ali no seu retorno. Só não entendi muito bem este ataque do Ciampa ao Ali, veremos a explicação dele e se vai entrar também na corrida pelo USA Championship.
    – Esta versão heel da Rhea é bem melhor que a anterior, veremos se a leva a conquistar o título no futuro.
    – Bom combate no main event com um final “feliz” para fechar o show.

    Destaco pela negativa:
    – Nada de novo na apresentação do Veer.
    – Omos e Lashley está a ser uma feud muito fraca para já e o público nem se importa com eles… sem falar que o Lashley como face e sem manager deixa muito a desejar.
    – Segmento e combate entre os mesmos integrantes do costume que andam atrás do 24/7 Championship tal como os segmentos das semanas passadas continuam a ser descartáveis e sem graça.
    – Não achei grande coisa o segmento entre a Asuka e a Becky… não foi nada memorável ou criou expectativa para o público.

  10. Este foi o RAW dos RKO’s , gostei também dos regressos de Asuka e do desparecido Mustafa Ali!