A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do T-Mobile Center em Kansas City, Missouri, rumo ao SummerSlam do dia 21 de Agosto.

Resultados

– Damian Priest venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match)
– Raw Tag Team Champion AJ Styles & Omos venceram Viking Raiders (Erik & Ivar)
– Drew McIntyre venceu Veer (por desqualificação)
– WWE Women’s Tag Team Champion Natalya & Tamina venceram Eva Marie & Doudrop (Non-Title Match)
NXT Champion Karrion Kross venceu Keith Lee (Non-Title Match)
– Mustafa Ali & Mansoor venceram Mace & T-Bar
– WWE Champion Bobby Lashley venceu Shelton Benjamin & Cedric Alexander (Handicap Match)
– John Morrison venceu Riddle
– WWE 24/7 Champion Reginald venceu R-Truth
– Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Nikki ASH (Non-Title Match)

Report

O Raw abriu com um video package relembrando o main event da semana passada, que acabou com Nikki ASH a fazer o seu cash-in e a conquistar o Raw Women’s Championship a Charlotte Flair.

Foi a nova Raw Women’s Champion que abriu o Raw e Nikki ASH mostrou-se extremamente feliz por ser a nova campeã, afirmando que no passado não tinha a confiança necessária e tinha medo de falhar, mas um dia percebeu que se falhasse, falhava e que não havia problema. Nikki ASH continuou a dizer que se ela conseguiu concretizar os seus sonhos, todos nós também o iremos conseguir.

Charlotte Flair acabou por interromper Nikki ASH e afirmou que ter a escocesa a campeã é uma desgraça e que é uma vergonha. A “Queen” afirmou que na semana provou a sua superioridade contra Rhea Ripley e que Nikki ASH só é campeã porque a australiana fez birra e que a escocesa lhe roubou o título, mas que ela lhe vai tirar o título no SummerSlam. Charlotte Flair começou a acusar os fãs por terem inveja dela, mas acabou por ser interrompida por Rhea Ripley. Esta gozou por a “Queen” só ter sido campeã durante um dia, e que ela é que devia enfrentar Nikki ASH no SummerSlam.

As três foram interrompidas pelos oficiais da WWE, Adam Pearce e Sonya Deville, que anunciaram que no SummerSlam teremos um Tripla Threat Match pelo Raw Women’s Championship, sendo que também ficou marcado um Non-Title Match entre Charlotte Flair e a campeã ainda neste Raw. O segmento terminou com Charlotte Flair a atacar Rhea Ripley, mas acabou por sofrer um dropkick de Nikki ASH.

Nos bastidores, Damian Priest explicou que Sheamus é um bully e que os campeões deveriam defender os seus títulos e que por isso ele quer enfrentar o “Celtic Warrior” para lhe provar quem merece ser campeão.

– Damian Priest venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match): A força de Damian Priest fez com que este começasse melhor, mas fora do ringue, o “Arqueiro” tentou usar também a sua agilidade e foi então que Sheamus usou a sua experiência e atirou o seu adversário de costas contra o apron.

O “Celtic Warrior” usou a sua agressividade habitual para dominar Damian Priest e assim teve o ímpeto do seu lado durante vários minutos, mas o “Arqueiro” começou a equilibrar, ao ponto de conseguir tirar a máscara da cara de Sheamus, tendo logo a seguir quase vencido depois de um grande Chokeslam.

A agressividade foi aumentando com o passar dos minutos, sendo que as quase vitórias foram começando a aparecer cada vez mais frequentemente. No final, Damian Priest acertou o Reckoning e venceu o embate.

– Raw Tag Team Champion AJ Styles & Omos venceram Viking Raiders (Erik & Ivar): Os Viking Raiders de forma inteligente perceberam que para tentar vencer tinham de atacar AJ Styles de forma rápida e também tirar Omos do apron, e a estratégia parecia que ia funcionar. No entanto, o único efeito que esta estratégia teve foi irritar o gigante Omos, que para além de quebrar um pin ainda fez questão de fora do ringue destruir os dois adversários, e assim os campeões começaram a controlar.

Os Raw Tag Team Champions dominaram durante alguns minutos, mas Erik conseguiu deixar AJ Styles no chão por alguns segundos, e isso foi o suficiente para fazer tag a Ivar, que virou o combate do avesso, sendo que os Viking Raiders iam conseguido fazer o pin no “Phenomenal One”. O problema foi quando Omos entrou em ringue e destruiu Erik, sendo que AJ Styles fechou o combate com um belo Springboard 450 Splash.

Ainda antes do combate começar, Jinder Mahal exigiu que Drew McIntyre pedisse desculpa e até apresentou o seu advogado, mas o escocês mandou o seu rival calar-se e explicou que já tem saudades de ouvir o WWE Universe, e por isso só os quer ouvir a gritar “Drew is gonna kill you!”.

– Drew McIntyre venceu Veer (por desqualificação): Veer surpreendeu tudo e todos e entrou melhor neste combate, tendo mostrado bastante força e agilidade, e assim dominou este embate, mas quando Drew McIntyre conseguiu virar o ímpeto e ficou a pouco de vencer. Foi quando Jinder Mahal meteu uma cadeira no ringue e o seu companheiro tentou usá-la, que o escocês acabou por a pontapear, e assim o combate terminou em desqualificação e com a vitória de Drew McIntyre por alguma razão.

Já depois do combate terminar, Drew McIntyre atacou o advogado de Jinder Mahal e fechou o segmento com um Claymore Kick.

Nos bastidores tivemos Eva Marie a dizer que se Doudrop conseguir fazer a sua parte, elas podem vencer este combate e ficarem mais perto dos WWE Women’s Tag Team Championships.

– WWE Women’s Tag Team Champion Natalya & Tamina venceram Eva Marie & Doudrop (Non-Title Match): Eva Marie começou o combate, mas fez questão de fugir rapidamente e fazer o tag em Doudrop, que deu conta das campeãs sem problemas, isto até Eva Marie querer entrar em ringue. Foi quando no titantron tivemos um video package da “Lilly-Lution” que distraiu Eva Marie, e abriu espaço para que Tamina acertasse um Superkick e assim as campeãs venceram este combate.

– NXT Champion Karrion Kross venceu Keith Lee (Non-Title Match): Keith Lee entrou melhor neste combate, sendo que fora do ringue o NXT Champion conseguiu virar o ímpeto a seu favor e assim controlar este embate. Karrion Kross controlou durante vários minutos, sendo que até aplicou o Krossjacket, mas Keith Lee conseguiu sobreviver e com vários strikes conseguiu virar o ímpeto a seu favor.

No final, o “Limitless” parecia que ia aplicar a sua Spirit Bomb, mas acabou por sofrer um Saito Suplex. No final, Karrion Kross acertou a sua cotovelada na nuca, antes de aplicar o seu Krossjacket e assim vencer este seu segundo combate no Raw.

Nos bastidores, a Raw Women’s Champion Nikki ASH foi entrevistada e voltou a falar de que já não tem medo de falhar e que vale a pena lutar pelos sonhos. Rhea Ripley interrompeu a entrevista e explicou que respeita a confiança de Nikki ASH mas no SummerSlam esta irá perder o título.

– Mustafa Ali & Mansoor venceram Mace & T-Bar: Mace & T-Bar conseguiram isolar Mustafa Ali desde o primeiro segundo, sendo que a força desta equipa foi o factor decisivo durante alguns minutos. Quando Mansoor entrou em ringue, este virou o combate do avesso, pelo menos até T-Bar tentar interferir. Isso fez com que Mustafa Ali ajudasse o seu parceiro, apesar de continuar a gritar com ele, para este estar atento.

No final, Mansoor também ajudou Mustafa Ali e depois o jovem lutador apanhou Mace com um pin rápido, e assim os dois venceram o seu primeiro combate enquanto equipa.

Em seguida tivemos o WWE Champion Bobby Lashley e MVP em ringue para falarem do desafio feito por Goldberg, e o campeão simplesmente respondeu que nem sequer se dá ao trabalho de responder ao desafio de Goldberg, mas que recusa ser desrespeitado no seu ringue.

Cedric Alexander veio então ao ringue e explicou que ele é melhor que Bobby Lashley e quer a sua hipótese. Quem também interrompeu foi Shelton Benjamin, que também queria a sua oportunidade. MVP quis rejeitar os desafios, mas o WWE Champion aceitou e disse que lutava contra os dois e ao mesmo tempo.

– WWE Champion Bobby Lashley venceu Shelton Benjamin & Cedric Alexander (Handicap Match): O “All Mighty” destruiu os seus adversários desde o primeiro minuto, sendo que só durante alguns momentos os ex-campeões trabalharam em equipa. Mesmo assim, no final, Bobby Lashley acertou o Jackhammer em Shelton Benjamin, tendo em seguida acertado o Dominator em Cedric Alexander, e assim fez o pin aos dois lutadores ao mesmo tempo.

Nos bastidores vimos The Miz a conversar com John Morrison, sendo que a conversa foi interrompida pelos Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos, e o “Phenomenal One” quis fazer uma proposta aos ex-campeões de equipas.

– John Morrison venceu Riddle: O embate entre Riddle e John Morrison começou de forma bastante equilibrada, sendo que quando o “Original Bro” estava a começar a controlar, The Miz com o drip stick tentou distrair o adversário do seu parceiro, mas acabou a levar um pontapé e a ficar de pernas para o ar.

Riddle dominou durante mais alguns minutos, isto até os Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos aparecerem perto do ringue e distraírem o “Original Bro”, mas este ainda assim foi-se mantendo no controlo, isto até os campeões pegarem na sua trotinete e Omos a partir com as suas próprias mãos.

Isso distraiu Riddle e abriu espaço para que John Morrison virasse o combate e acertasse o seu Starship Pain, para assim vencer este combate.

Assim que o combate terminou, AJ Styles decidiu que deveria enviar uma mensagem ao “Orignal Bro” e aplicou-lhe um Styles Clash.

– WWE 24/7 Champion Reginald venceu R-Truth: R-Truth lutou de microfone ligado, pelo que tivemos direito a comentários especiais. No que toca ao combate, Reginald usou toda a sua agilidade e conseguiu vencer R-Truth sem problema, retendo o WWE 24/7 Championship.

Assim que o combate terminou, vários lutadores vieram atrás do WWE 24/7 Champion, mas este conseguiu fugir.

Nos bastidores, Charlotte Flair foi entrevistada e explicou que só perdeu para Nikki ASH por causa de Rhea Ripley e que está farta de carregar esta divisão feminina, pois nem haveria Women’s Championship se não fosse ela, e que irá provar isso.

– Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Nikki ASH (Non-Title Match): Charlotte Flair dominou este main event durante longos minutos, quer dentro quer fora do ringue, apesar de Nikki ASH nunca mostrar vontade de desistir. A “Queen” começou a perder o controlo depois de um Crossbody do apron por parte da campeã, e esta até quase conseguiu vencer o combate por várias vezes.

No final, a Raw Women’s Champion acertou o seu Crossbody da terceira corda, mas Charlotte Flair conseguiu reverter o ímpeto e assim venceu este combate.

Assim que o combate terminou, Charlotte Flair foi entrevistada e mostrou-se irritada por o entrevistador estar a dar-lhe os parabéns pela vitória, sendo que a seguir continuaram os insultos à Raw Women’s Champion Nikki ASH, que pegou no microfone e disse que consegue admitir a derrota, mas que tem confiança em si e que desafia a “Queen” para um rematch na próxima semana.

Charlotte Flair aceitou o desafio, mas acabou este Raw atacando a Raw Women’s Champion Nikki ASH.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

53 Comentários

  1. ATT ERA2 meses

    Chega de N. Ash. Já chega cansei do raw hoje.

    • Geremias2 meses

      Calma

    • ATT ERA2 meses

      Foi bom? Ou a coisa chata que vem sendo? Reginaldo? Ash? Shelton? Lashley falando no mic? Aj e omos cada vez mais tediosos? Duolas femininas nem comento. Fala sério ta dando asco do raw.

    • Kay Orton2 meses

      Concordo com vc ATT ERA.

      Inclusive tu devia dar uma olhada na AEW, NJPW, AAA, IMPACT, ROH entre várias outras e ver qual esta no seu agrado.
      Vc não precisa ficar preso na porcaria que a WWE entrega toda semana. Mude de eixo e seja feliz.

    • ATT ERA2 meses

      Para falar a verdade as outras estão fracas nos últimos shows também, eu não sei porque esta infantilização, estas promos fracas, lutas fracas e repetidas já vai ter flair x ash de novo demana que vem por exemplo. A aew ja esta ficando igual a concorrência, infelizmente.

    • Tony2 meses

      e a charlotte nao é chata nao?? mulher e um marasmo prefiro Asuka,ember moon, nicki ash, Shotzi Blackheart ou rhea ripley dao mais dinâmica

    • ATT ERA2 meses

      A flair é a mulher mais chata da wwe a 3 anos pelo menos.

  2. Geremias2 meses

    Bom

  3. Joelson Souza Ribeiro2 meses

    Ate gosto dá nikki, como campeão universal, ela mereceu porquê ela ta na empresa a muito tempo tava merecendo ter seu momento. Mais hoje contra aquela chata da Charlotte ela foi humilhada. No final do show ela falou umas coisas que eu NÃO entendi.
    Mais assim “eu VEJO” ela reter esse título no próximo show. Mais ela precisa melhorar muito em ringue ela lutar muito mal.
    Ela esforçada mais e fraca. Ate torci pela rhea Ripley salvar ela mais infelizmente ela não apareceu mais veremos no próximo raw.

    • Nikki campeao universal??? 🤔

    • angela rodrigues2 meses

      Eu adoro a Charlotte, não acho nada de chato nela sem contar o talento dela, gosto da Rhea, não gosto da Becky e da Becky, Alexa e Charlotte minhas favoritas

  4. Anomino2 meses

    Só eu que não vejo graça nesse Karrion Kross?

    • É pq ele é do NXT então se você nao elogiar ele você não é cool na internet, tem que mamar as bolas de tudo do nxt e criticar qualquer coisa do main roster.

    • Eduardo2 meses

      Volto a repetir, sem sua entrada e a Scarlett ele parece um lutador totalmente genérico, não consegue arrancar reações do público. Também não vejo nada de especial nele.

    • Tony2 meses

      la tiveram que dar uma doce a criança dando o combate vencido

    • angela rodrigues2 meses

      Adoro Karrion também, mas sinto falta do Brock, Bray e Randy

  5. Andrade992 meses

    – Cedric não tinha acabado a parceria com Shelton ? WWE e suas coerências.
    – Keith Lee voltou, e já ta perdendo o impeto com essas derrotas seguidas (Okay que foi Bobby Lashley semana passada, e essa semana pro Karrion Kross que provavelmente foi para elevancar a moral do campeao do NXT), Mas acho que podiam ter usado outro nome.
    – So esperando o retorno do Orton para RKBros enfrentar AJ Styles e Omos.
    – Ali e Mansoor acho que tem potencial, wwe poderia investir mesmo nisso, podem ser uma dupla de mid card.
    – Nikki ASH precisa mostrar mais personalidade, e encarando logo a Charlotte, assim consegue ganhar bastante apoio e consegue desenvolver sua personagem.
    – Priest vs Sheamus (se nao colocar alguma estipulação depois, acho que seria bom inserir mais alguem no combate, como o Rico).

  6. Rollins McIntyre fan2 meses

    Raw nada de especial

  7. BRRM2 meses

    Então… para retificar a merda que fizeram com o Kross na semana passada puseram-no a derrotar um gajo que também precisava de vencer… Isto é tão ridículo que quase dá para rir lol

    E enquanto isso a Nikki continua a ser apresentada como uma incapaz que só chegou onde está por pura sorte. Bela maneira de bookar uma campeã…

    • Então a solução é só colocarem lutadores locais pra perder kk. Por deus né. Reclamam de tudo

    • BRRM2 meses

      Não, a solução é colocar alguém com menos potencial do que o Keith Lee a perder para o Kross. Pessoal para isso não falta.

      E agora explica-me como é que reclamar por um gajo que é muito bom no ring e que tem uma presença notável perder os primeiros dois combates que teve depois de andar desaparecido durante meses se encaixa em “reclamam de tudo”. É que a mim parece-me justificado mas pronto…

    • ATT ERA2 meses

      Porque não colocaram o kross para lutar com os manés que ficam atras do 24/7?

    • O Keith Lee perdeu para o Lasheley e para o Kross, o campeão mundial e o campeão do NXT, não acho que seja tão mau quanto parece. Para a semana o Lee vai anunciar porque esteve afastado tanto tempo e pode ser que saia daí uma história nova, onde estas derrotas se tornem irrelevantes

    • BRRM2 meses

      ATT ERA, exato, é tão simples como isso. E para quem anda há uns dois anos a correr que nem um parvo atrás desse título, perder para alguém como o Kross até era um upgrade.

      Carlosilva, a questão é: se a intenção é fazer com que estas derrotas se tornem irrelevantes, para quê fazê-las acontecer? E atenção, eu não estou a dizer que isto é o fim do Keith Lee, obviamente que ele ainda está longe de não ter salvação para chegar ao topo. Só que é desnecessário (e btw, se há coisa que o Raw da semana passada nos ensinou é que ser campeão do NXT não conta nada a partir do momento em que chegas ao main roster lol)

    • ATT ERA2 meses

      a wwe parece estar punindo o Lee só pode

    • Porque as derrotas de uns são as vitórias de outros, neste caso o Kross e o Lashley beneficiaram desses combates. Acho que a WWE não deve ter nada preparado para o Keith Lee no Summerslam, o que não tem mal nenhum, acredito que quando for para o meterem numa rivalidade mais definida, ele vai recuperar momentum.
      Eu não acompanho o RAW ao detalhe, por exemplo não tenho o mínimo de interesse em ver o Ali e o Mansoor juntos, ver a Tamina e a Eva Marie no mesmo ring ou o Jinder versão 2017 mas com capangas mais altos. Mas nestas duas semanas tive interesse em ver os combates do Lee, porque foram os dois com lutadores de destaque, se fosse contra jobbers, mesmo que o Lee ganhasse, eu ia passar à frente.

    • BRRM2 meses

      Então mas assim voltámos à questão do porquê de ter de ser o Lee a sofrer essas derrotas quando há muitos outros que seriam menos afetados por elas. Percebo o teu ponto sobre ver o Lee a enfrentar o Kross e o Lashley ser mais interessante do que vê-lo a derrotar um jobber (eu próprio também não consigo seguir o Raw ao detalhe) mas isso não justifica estas derrotas que ele sofreu porque ele é um gajo que precisa de ganhar combates! Há wrestlers que conseguem ficar over por perderem vários high profile matches de forma competitiva, mas o Keith Lee não é o tipo de wrestler com o qual se deve tentar fazer isso. Gajos com o tamanho dele precisam de vitórias (decisivas, preferencialmente) para serem realmente levados a sério e dar-lhe essas vitórias depois de o pôr a perder combates desnecessariamente não tem o mesmo efeito que pô-lo logo a dominar.

      E discordo quando dizes que não tem mal nenhum que a WWE possa não ter nada preparado para o Keith Lee no SummerSlam. Trazer um wrestler de volta sem ter planos em concreto para ele tem mal sim. Aliás, é esse o maior mal da WWE, ir fazendo as coisas à toa e depois fingir que não aconteceu nada quando decidem arranjar um plano.

    • Eu consigo entender o teu ponto de vista, mas pensa assim: Se não fosse o Keith Lee a perder, tinha de ser outro, mas sendo outro podia ser um jobber sem interesse, tirando a tal “pica” ao combate, tanto como podia ser alguém que secalhar ainda ficasse mais afetado com a derrota do que o Keith Lee.

      Eu pessoalmente não tinha bookado as coisas desta forma, simplesmente acho que não é tão mau quanto parece e temos de esperar para ver como vai desenrolar a pergonagem dele depois destas derrotas. Olha, por exemplo, em 2002, aqui no RAW, o Rico venceu o Ric Flair para surpresa de todos, e esse combate é vital para a Run do Flair nos Evolution.
      São casos diferentes claro e não estou a comparar, mas só para dar o exemplo que nem sempre estar com o momentum em baixo no Wrestling é algo mau.

      Eu acho que a WWE tem um plano a longo prazo para o Keith Lee e vai criar uma história em torno da ausência dele, trazê-lo já não é mau jogado, há muita gente que só voltou a ver WWE com o regresso do público, e secalhar nem conheciam o rapaz, não vejo mal em ele não estar no card para o Summerslam (em princípio), para depois do evento o fazerem saltar para uma história, com o Lasheley, Sheamus ou outro, vamos ver.

    • Tranquilo, não precisam do Keith Lee para nada, quando houver um grande evento chama-se o Goldberg.
      Óbvio que nem o Keith Lee nem o Karion Kross vai dar em nada, a correr bem vão andar pelo midcard até serem despedidos como é o costumes nos tipos que sobem do NXT.

  8. Kay Orton2 meses

    Estou com presentimento estranho sobre Keith Lee, mas quero esperar mais uns dias pra ter certeza se é bom ou ruim.

    • angela rodrigues2 meses

      Kross é invicto, não pode mandar ele embora, ele eo Adam são os melhores do NXT

  9. Eduardo2 meses

    Show sem graça como eu imaginei, só pelos “tópicos” que a WWE divulga antes dos shows já dá para ter uma noção de como o show seria.

  10. MC2 meses

    Não é por nada, mas o booking atual do Bobby Lashley é precisamente o booking que ele sempre devia ter tido… e se o tivesse tido hoje era um monstro ainda maior, com um starpower tipo Lesnar.

    Kross x Lee, não os tinha bookado para um combate frente a frente mas pronto… ambos precisam de ganhar. Mas… ou muito me engano ou o Lee não está a 100%. Parece mais lento, não sei se é propositado para justificar uma eventual derrota, de um ponto de vista de kayfabe…

  11. O personagem da Nikki tem a “sorte” de estar na mesma divisão que várias heels odiadas pelo público.
    Charlotte, Eva Marie, Nia Jax e Shayna.
    Se a empresa for inteligente conseguem manter o hype positivo em cima dela por um bom tempo. Sinceramente no ringue a Nikki não me surpreende muito, mas, vamos ver se ela aprimora mais seu move-set.

    • Tony2 meses

      em ring esta ao nivel Asuka,ember moon, Shotzi Blackheart ou rhea ripley agora a charlotte e um marasmo senao fosse filha de quem é ja esta andar dali para fora

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkk bundao

    • angela rodrigues2 meses

      Adoro as quatro, não gosto das queridas pelo público exceto Alexa e Liv, eu adorava a Nikki antes assustadora, roqueira, agora não

  12. Gui2 meses

    Quando a Eva Marie vai lutar? Ela está fazendo pior que antes, pois ao menos tinha umas luta no NXT.

  13. Gostei:
    – Sheamus vs Damian Priest. Uma boa exibição dos 2. O público esteve interessado e os 2 fizeram um bom combate, destacando o pop de quando Priest retira a máscara de Sheamus. No final, Priest consegue a vitória, o que acaba por ser uma boa decisão, provando que Priest consegue vencer o campeão e que pode ser o próximo US Champion.
    – AJ Styles & Omos vs Viking Raiders. Isto veio um bocado do nada, mas pronto. Os Raiders atacam imediatamente Omos, o que é inteligente. Eles quase que venciam os títulos, mas Omos impede e os campeões eventualmente retém. Um bom combate.
    – Keith Lee vs Karrion Kross. “OK, a malta não gostou que ambos perdessem na semana passada. Vamos metê-los numa situação em que 1 deles vai perder. GENIUS!” – WWE, provavelmente. Mas pronto, até que tivemos um bom combate. Ambos saem estrelas daqui, Kross com a vitória que precisava e Lee ainda consegue mostrar a sua dedicação ao aguentar tanto tempo no Kross Jacket. No entanto, preferia que este combate não tivesse acontecido.
    – Nikki ASH tem uma promo onde fala sobre carregar este título pelas crianças. Ripley aparece e pede a Nikki para espancar Charlotte no combate delas. Uma boa promo das 2. Bom trabalho.
    – Mace & T-Bar vs Mansoor & Mustafa Ali. Mace & T-Bar fazem uma promo antes do combate. Falam do que? Não sei. Vi este segmento pelo menos 3 vezes e não faço a mínima do que disseram. Ouvi-os a falar mas o que disseram fez 0 sentido para mim. Mansoor esta entusiasmado pela equipa. O combate é bom, apesar de algo curto. A química entre Ali e Mansoor é boa e gosto de BAR e Mace. Mas podiam abandonar a parvoíce dos Retribution, não?
    – Bobby Lashley diz que se sente desrespeitado por Goldberg. Isto traz Cedric Alexander que acha a situação irónica, considerando a forma como ele foi despachado dos Hurt Business. Cedric desafia Lashley. Shelton Benjamin também aparece e também desafia Lashley. Lashley aceita para uma handicap match. Um bom segmento para os antigos Hurt Business.
    – Bobby Lashley vs Cedric Alexander & Shelton Benjamin. Lashley destruiu todos. Ainda há ali um momento em que ele podia perder, mas Lashley domina. Ele usa um Jackhammer, inclusive. Ótimo trabalho.
    – John Morrison vs Riddle. Não havia como falhar aqui. Miz tenta ajudar, mas isso custa-lhe caro. Riddle estava prestes a vencer o combate mas os Raw Tag Team Champions aparece e Omos parte-lhe a trotinete (seu monstro!!!!). Isto permite a vitória de Morrison, com um raro botch no Starship Pain. No entanto, um ótimo combate. Depois disso, Styles Clash em Riddle.
    – Charlotte Flair vs Nikki ASH. Um bom combate com grande exibição para Nikki. Houveram vários momentos em que Nikki podia ter vencido, mas a rainha é a rainha. Um bom combate e vamos ver como esta derrota poderá abalar a campeã.
    – Pos-combate Charlotte diz que foi fácil. Nikki quer uma desforra para a próxima semana, Charlotte aceita e espanca a campeã. Um bom segmento para terminar o show.

    Não Gostei:
    – Começamos a Raw com Nikki A.S.H. Ela está radiante por concretizar o seu sonho. É interrompida por Charlotte Flair que desafia-a para uma desforra. Isto traz Ripley que também quer uma desforra. Nikki aceita ambas e Pearce e Sonya oficializam. Mas isto não basta para Charlotte. Ela quer um combate com Nikki no show. Há uma brawl enorme entre as 3 com Nikki a sair por cima. O segmento não foi mau, até foi decente. Mas foi demasiado longo. Sinto que isto podia ter sido dividido em 2 segmentos ao longo do show. Mas a Nikki saiu bem daqui e posso começar a mudar de ideias sobre ela vencer o título se derem mais build à personagem dela.
    – Damian Priest tem uma promo onde diz que Sheamus não merece ser campeão pela forma como trata os outros. Um segmento decente, no entanto curto. Também acredito que o show não perdia qualidade sem este segmento. De resto, vamos ver aonde esta feud vai dar.
    – Jinder Mahal quer que Drew peça desculpas pela semana passada e chama um advogado que ameaça processar. Drew obviamente não pede desculpas. Apesar de haver alguma progressão, achei algo muito básico. No entanto, a promo do Jinder não é má e está é a melhor versão do McIntyre: quando está a espancar pessoas e não a falar do monstro do Loch Ness.
    – Drew McIntyre vs Veer. Nota-se que o escocês teve que carregar o combate. Há uma ligeira confusão quanto ao vencedor. Veer traz uma cadeira, Drew faz um claymore na cadeira e vence por desqualificação? Perdão? É ao contrário, senhores.
    – Eva Marie & Doudrop vs Natalya & Tamina. Eu admito, o combate estava a ser decente. Até estava a gostar. Depois o fim. A Lily aparece no ecrã e quis desligar o monitor mas pronto… LilyLution. Isto distrai Eva e Tamina vence. Após o combate, Natalya precisou de ajuda para ir até ao Backstage, que não seja nada de grave. Em geral, foi decente mas as coisas da Alexa ficam mais parvas com cada semana que passa.
    – Segmento entre Miz, Morrison, AJ e Omos nos Backstage. Nada de mais, mas deixou-me curioso.
    – Reginald vs R-Truth. Truth tem fones com um microfone, o que é engraçado. Reginald vence após deixar Truth cansado. Apesar de ser um combate engraçado, a Raw não perdia qualidade sem isto. No entanto, o 24/7 Championship tem sido algo bom para Reginald por enquanto, acho que é aqui que ele encaixa.
    – Charlotte diz que vai corrigir os seus erros passados de perder para Nikki ASH. Uma promo decente, mas não necessária.

    Overall: 6/10. Melhor que a semana passada. Boa ação em ring, estão a dar mais destaque a Nikki, destaque tão preciso. No entanto, a feud entre Alexa e Eva que existe por alguma razão e os championship contenders matches que nada significam são os grandes negativos e magoam imenso o show.

  14. The Name2 meses

    Mais um show horrível, voltam os fãs mas o booking continua igual.
    2/10

  15. Mais do mesmo.
    RAW fraquissimo,parece repetição do que passa nas semanas anteriores,as vezes até penso que estou a ver o show da semana anterior.
    Destaco Morrison vs Riddle e Priest vs Sheamus pois foram 2 bons combates e que acabaram por dar algo de bom para ver,e o combate pelos titulos de tag team do RAW até que foi sólido.

  16. RAW horrível, os fãs que gastaram o dinheiro no bilhete devem estar super satisfeitos!

  17. JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

    A ideia não era mudar e apresentar algo novo aos fãs? Continuo a ler “show fraquinho”, olho para a descrição e tiro exactamente essa ideia… enfim, “padrões de 2021”. Para a semana, baixa de audiência de novo.

  18. Daniel2 meses

    Única coisa que prestou foi a nick levar aquela surra no final, por que com tanta lutadora boa, ela ser campeã dk raw ainda é piada

    • ATT ERA2 meses

      imagina se o ottis sa a maleta no rr e ganha ?

    • angela rodrigues2 meses

      Piada foi ela ter ganhado o money in the bank, poderia ter sido Alexa, mas tirar o título da Charlotte rápido também foi muito ruim

  19. Que horrível show, não era agora com o regresso dos fãs que isto era suposto melhorar?
    A campeã femenina é uma piada, continua a ser tratada como uma jobber. A Lily regressou, que saudades, cada vez mais acho que ela e a Alexa vão ser tag champs, por isto é que não posso ver disto na sala.
    O Keith Lee voltou para ser um jobber, provavelmente vai estar na próxima lista de despedidos, ao menos o Kross venceu, pensei que fosse perder para o Jaxson Ryker.
    O Shelton e o Cedric contra o Lashley, again? Riddle vs Morrison, again?
    Sempre as distrações, dq, rool-up, enfim, a originalidade destes bookers

    • Facebook Profile photo

      Primeiramente, como é que a Nikki pode ser considerada Jobber, se não perde em singles matches desde Fevereiro? O fato de achares ela uma piada é completamente opção tua, eu não acho, acho que ela deveria ter sido mais construída antes de fazer o Cash In, pois assim já estava bem estabelecida quando fosse campeã, desta forma ela vai ter de se estabelecer à maneira que é campeã o que gera sempre muitas críticas.

      E Riddle vs Morrison se não me engano só aconteceu uma vez e foi em Fevereiro também depois do EC. Tendo isto em conta como assim again?

    • Achas a Nikki uma campeã credível, sempre foi tratado como uma piada? Nada contra a personagem, desde que não fosse para campeã, era como o Hurricane ser WWE Champion. Pensar que a Shayna é jobber e que uma adulta vestida de super heroi carrega a divisão mostra como a WWE vê o wrestling, uma piada.
      Quanto ao Riddle vs Morrison tens razão, tinha ideia que tinham lutado na semana passado, mas foi um combate de trios, é o efeito de já estar habituado aos rematches constantes

  20. Anónimo2 meses

    Destaco os combates entre, Damian Priest contra o Sheamus, e Morrison contra Riddle, foram bons.

  21. angela rodrigues2 meses

    Eu particularmente gosto mais do raw do que o smackdown, porque os melhores lutadores estão lá, mas com a ausência de Randy e Bray está desanimador, e também não vieram ontem Shayna, Nia e Asuka, apesar de ter Charlotte e Rhea, mas também Alexa sem lutar fica difícil

  22. Kick_Ass2 meses

    RAW mediano.
    Destaco pela positiva a vitória do Priest e da dupla Mansoor e Ali, que na minha opinião tem pernas para andar.
    Pelo lado negativo volto a frisar que os campeões tag team são uma piada e a campeã feminina está a ser tratada como a piada que é… é que nem se esforçaram para lhe contruir algum hype com vitórias.
    Outro ponto negativo é a segunda derrota consecutiva do Keith Lee… para isso não voltava…. estão a dar cabo de um bom retorno com um bom hype.
    Há muito a melhorar neste RAW… MUITO!

  23. Até foi um show relativamente decente e melhor do que prognosticava, sendo que o facto de haver 10 combates agradou-me. Destaco o bom combate entre Damian Priest e Sheamus com um final inteligente (o irlandês estava sem a máscara e acabou por sofrer um golpe na cara que o prejudicou), a finish do Raw Tag Team Championship Match (nunca tinha visto AJ Styles a fazer um Springboard 450 Splash), o facto de Drew McIntyre estar a “recuperar os fãs” a pouco e pouco, a vitória de Karrion Kross sobre Keith Lee, e o triunfo surpreendente de Mustafa Ali & Mansoor na sua estreia enquanto equipa.

    Outra coisa que notei e gostei prende-se com o facto de terem colocado já desde a semana passada imagens ou momentos importantes dos últimos meses antes dos combates dos intervenientes, pois assim o pessoal que só voltou a acompanhar quando os fãs regressaram às arenas tem uma ideia abrangente do que se passou de mais relevante nos shows. Acrescentaria também a nova “mania” da WWE: a gimmick dos “Contenders Matches” que é similar aos Title Eliminator da AEW looool Só neste Raw foram 3 combates: pelo United States Championship, pelo Women’s Tag Team Championship e pelo Raw Women’s Championship.