A WWE transmitiu esta sexta-feira uma edição especial Go Back do SmackDown no canal FOX, a partir do ThunderDome, agora no Yuengling Center em Tampa, Flórida, rumo ao WrestleMania Backlash do dia 16 de Maio.

Resultados

Cesaro venceu Seth Rollins
– Carmella venceu Ruby Riott
– Dominik Mysterio venceu SmackDown Tag Team Champion Dolph Ziggler
– Tamina venceu Reginald (por desqualificação)
– WWE Intercontinental Champion Apollo Crews, Sami Zayn, King Corbin, Chad Gable & Otis venceram Big E, Kevin Owens, Shinsuke Nakamura & Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford)

Report

O SmackDown desta semana abriu com um video package a relembrar a história do primeiro show da brand azul, onde tivemos imagens do combate entre Triple H e The Rock.

Já no ThunderDome e depois de vermos imagens do combate entre o Roman Reigns e Daniel Bryan da semana passada, a primeira Superstar a vir ao ringue foi o “Tribal Chief”, que como sempre veio acompanhado por Jey Uso e Paul Heyman. Foi o conselheiro especial que começou por falar, ao anunciar uma saudação de 10 toques na campainha, que acabou por ser feita pelo próprio Paul Heyman, para “homenagear” a carreira de Daniel Bryan.

Roman Reigns explicou que deu a todos o que eles queriam, em especial a Daniel Bryan que não queria estar no SmackDown, então ele despachou-o, porque se o “American Dragon” quisesse continuar lá tinha-o aceite como o seu “Tribal Chief”. Por isso, Daniel Bryan foi trocado por alguém que o aceita como “Head of The Table”, e assistimos ao regresso de Jimmy Uso.

Porém, a festa do regresso de Jimmy Uso foi interrompida quando Cesaro veio falar de que é impossível trocar alguém como Daniel Bryan, mas que hoje não tinha tempo para se preocupar com Roman Reigns, pois tem um combate com Seth Rollins. O “Messiah” atacou-o pelas costas, numa brawl que foi interrompida por vários árbitros.

Tivemos então Teddy Long a aparecer e este anunciou que se Cesaro vencer Seth Rollins, este irá lutar pelo WWE Universal Championship no WrestleMania Backlash. Ainda antes do combate começar, Roman Reigns atacou Cesaro e o “Messiah” aproveitou para continuar o seu ataque antes do combate começar oficialmente.

– Cesaro venceu Seth Rollins: Como seria de esperar, foi Seth Rollins que entrou muito melhor neste combate graças ao ataque antes deste opener.

O domínio do “Messiah” durou vários minutos, sendo que começou a ficar frustrado por Cesaro continuar a sobreviver a tudo o que ia fazendo, o que abriu espaço para o “Swiss Superman” usar a sua força para começar a equilibrar. Quando o ímpeto já estava do lado do Cesaro, Jey uso distraiu o suíço e isso quase lhe custou o combate e a hipótese pelo WWE Universal Championship no WrestleMania Backlash.

Os minutos finais foram incrivelmente equilibrados, com os dois lutadores a terem várias hipóteses de vitória e com isso a agressividade foi aumentando. Fora do ringue, Jey Uso queria atacar Cesaro, mas Seth Rollins não deixou que isso acontecesse, tendo dito que ele não é Roman Reigns e não precisa de ajuda, tendo empurrado o primo do “Tribal Chief”. Tudo isto fez com que nas costas do árbitro Jimmy Uso acertasse um Superkick no “Messiah”, sendo que o “Swiss Superman”, já depois de arrumar com o lutador que regressou hoje, acertou o seu Neutralizer e assim venceu o combate, tornando-se o novo candidato principal ao WWE Universal Championship.

No balneário do “Tribal Chief”, este já estava a discutir com Seth Rollins, com o “Messiah” irritado com tudo o que aconteceu e que veio falar com Roman Reigns por respeito. O WWE Universal Champion explicou então que ia resolver o problema, sendo que Seth Rollins deixou a ameaça que se ele não lidar com os Usos, ele lidará.

De seguida tivemos imagens da mítica brawl entre “Stone Cold” Steve Austin e Booker T que aconteceu num supermercado.

Nos bastidores tivemos Teddy Long a falar com Sonya Deville, mas foram interrompidos por Sami Zayn, que tentou explicar toda a conspiração de que ele é alvo. Teddy Long primeiro gozou dizendo que este ia enfrentar o Undertaker, mas no final foi anunciado um 10-Man Tag Team Match.

De novo no balneário do WWE Universal Champion Roman Reigns, este mostrou-se bastante irritado com Jimmy Uso e que agora tem de limpar a porcaria que ele fez. Jimmy Uso explicou então que ele pode falar assim com o seu irmão, mas com ele não.

– Carmella venceu Ruby Riott: Ruby Riott parecia que estava a começar melhor, mas Carmella com alguma batota virou o ímpeto a seu favor, ainda que a adversária tenha equilibrado rapidamente. Carmella tentou novamente usar batota e Liv Morgan não a deixou a fazer isso, mas acabou por ser atacada. No final tivemos uma sequência de pin rápidos, que terminou com Carmella a aplicar o seu Code Of Silence para vencer o combate.

Logo a seguir vimos imagens de Edge e Hulk Hogan a conquistarem os então WWE SmackDown Tag Team Championships, no episódio do dia 4 de Julho de 2002. O momento seguinte a ser recordado foi o Superplex de Brock Lesnar a Big Show, que partiu o ringue do SmackDown.

No ringue tivemos Bayley que começou por se vangloriar por ser a lutadora com o maior reinado como SmackDown Women’s Champion, sendo que ela hoje estava neste SmackDown para celebrar as lutadoras que ajudaram a divisão feminina a ser construída e a ter destaque.

Bayley falou de Alundra Blayze, Jacqueline, Lita, Trish Stratus, Ivory, Beth Phoenix, Molly Holly e… Bianca Belair. A “Role Model” fez logo questão de insultar a atual SmackDown Women’s Champion e que se ela não tem cuidado, vai acabar tal como todas as outras lutadoras: sem título e sem estarem ao seu nível.

Depois de prometer vitória, a SmackDown Women’s Champion Bianca Belair veio ao ringue e interrompeu a sua rival e explicou que Bayley deveria era estar preocupada com ela própria e que ela ia vencer no WrestleMania Backlash. Bayley começou-se a rir e acabou por tentar atacar a sua rival, mas a “EST da WWE” estava a enviar uma mensagem enfática à “Role Model”, pelo menos até Bayley quase arrancar a sua orelha e acertar o seu golpe final.

Nos bastidores vimos Jey Uso a tentar explicar que Roman Reigns quer o melhor para a família, mas Jimmy Uso explicou que o “Tribal Chief” o está a usar para ser campeão. Jimmy Uso diz que se Jey Uso quer representar a família, então que comece a pensar em Roman Reigns como WWE Universal Champion e os Usos como SmackDown Tag Team Champions.

De seguida relembrámos o momento em que John Cena se estreou no SmackDown, num open challenge contra Kurt Angle.

Ainda antes do combate começar, Dolph Ziggler começou por dizer que ele e Rey Mysterio podem lutar uma vida inteira, mas Dominik não pertence a este ringue ou sequer ao mundo do Wrestling. Dominik disse ao pai que ele queria lutar e Rey Mysterio deu ao filho essa hipótese.

– Dominik Mysterio venceu SmackDown Tag Team Champion Dolph Ziggler: Dominik entrou mais agressivo e dominante, mas a experiência de Dolph Ziggler com alguma batota à mistura fez com que o “Show-Off” começasse a dominar. O campeão dominou o combate sem problemas, pelo menos até ser apanhado num Inside Cradle e ter perdido de forma surpreendente.

Nos bastidores tivemos uma entrevista a Reginald, a dizer que não tolera que as WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler sejam insultadas.

Logo de seguida revimos imagens de quando Arnold Schwarzenegger esteve no SmackDown.

De novo no balneário, o WWE Universal Champion Roman Reigns disse a Paul Heyman para ir chamar o seu primo.

– Tamina venceu Reginald (por desqualificação): Reginald foi usando a sua agilidade para fugir de Tamina, mas isso começou a enfurecer a lutadora. Reginald tanto fugiu que começou a festejar e acabou por levar um Superkick.

Quando parecia que Tamina ia acertar o seu Splash, tivemos as WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler a atacar primeiro Tamina e depois Natalya, o que fez com que o combate acabasse por desqualificação, sendo que mais importante foi a mensagem enviada para o combate da próxima semana, em que os títulos estarão em jogo entre as duas equipas.

Nos bastidores tivemos o WWE Intercontinental Champion Apollo Crews a falar da sua equipa, tendo elogiado toda excepto Sami Zayn, o que de certeza será visto como conspiração. Já a equipa de Big E, Kevin Owens, Shinsuke Nakamura e Street Profits mostrou-se bastante animada e divertida por poder enfrentar os seus rivais.

– WWE Intercontinental Champion Apollo Crews, Sami Zayn, King Corbin, Chad Gable & Otis venceram Big E, Kevin Owens, Shinsuke Nakamura & Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford): Os Street Profits conseguiram ter algum ímpeto a seu favor, mas o quinteto liderado por Apollo Crews conseguiu isolar Montez Ford por alguns momentos. Já com Big E em ringue, tivemos o esperado num 10-Man Tag Team Match, o caos.

No meio desse caos, foi a equipa liderada pelo Intercontinental Champion Apollo Crews que conseguiu voltar ao controlo e isolaram Kevin Owens por alguns minutos, isto até este Shinsuke Nakamura entrar em ringue e virar o combate do avesso. Como seria de esperar, com tantos lutadores em ringue era óbvio que as regras iam “janela fora” mais cedo ou mais tarde.

No meio de toda a confusão, King Corbin fez um blind tag em Sami Zayn e acertou o seu End of Days em Shinsuke Nakamura para a vitória da equipa.

A seguir tivemos Roman Reigns a falar com Jey Uso, com o “Tribal Chief” a explicar que tudo o que ele faz é pela família, pois ele adora-o, tal como adora Jimmy Uso e que é isso que vamos descobrir em seguida.

A seguir revimos mais um momento clássico do SmackDown, onde vimos Eddie Guerrero e Vince McMahon no low rider do “Latino Heat”.

De regresso ao ringue tivemos o WWE Universal Champion Roman Reigns acompanhado de Paul Heyman e Jey Uso, sendo que foram rapidamente interrompidos por Jimmy Uso e este só queria saber a resposta do seu irmão. Jimmy Uso relembrou o combate “I Quit” Hell in a Cell Match que aconteceu em Outubro entre Roman Reigns e Jey Uso, onde este só perdeu porque o “Tribal Chief” atacou Jimmy Uso.

Roman Reigns disse que não ia discutir com o seu primo e que ou ele o aceitava como o seu “Tribal Chief” ou poderia ir para casa. Foi então que Jimmy Uso saiu do ringue, sendo que Jey Uso tentou explicar-lhe que era mais fácil dizer que ele o aceitava como “Tribal Chief”.

O inesperado aconteceu em seguida, quando Cesaro entrou disparado em ringue e atacou o WWE Universal Champion Roman Reigns, um ataque que Jimmy Uso não queria que o seu irmão parasse. Porém, quando Jey Uso também sofreu às mãos do “Swiss Superman”, Jimmy Uso foi tentar ajudar o seu irmão.

Só que Cesaro estava decidido a deixar uma mensagem enfática e foi isso que fez, tendo destruído os três lutadores sozinho e aplicando o Neutralizer no WWE Universal Champion Roman Reigns.


O que achaste do WWE SmackDown desta semana?

32 Comentários

  1. Joelson Souza Ribeiro1 mês

    Eu vejo uma stable, de Roman Regins jey Jimmy rolins é apollo vai ser dominante no smackdown.
    Na minha opinião.

  2. ATT ERA1 mês

    A wwe não tem um Raw descente a mais de 10 anos.

  3. Joelson Souza Ribeiro1 mês

    Cesaro não têm chances, nenhum de ser campeão universal. so vai ser so humilhando pelo Roman esqueça.

  4. Kay Orton1 mês

    Essa semana dou pontos positivos pros 2 combates femininos, juntando os dois combates as mulheres tiveram 4 minutos de tela 😃

  5. Hugo1 mês

    Bom….
    O melhor deste Smack foram as recordações de outros melhores.
    Onde a mediocridade não reinava como hoje reina.

    • "O Inconcebível" Bob Balbúrdia1 mês

      Concordo com a parte saudosista, é sempre bom relembrar esses momentos. Entretanto, não achei o show tão mal, já acompanhamos dias piores.

  6. TakerVanderVaart231 mês

    Foi um smackdown mediano, agradável de se ver, com alguns desenvolvimentos.. e a temática foi interessante. Rever alguns momentos antigos é sempre bom

  7. Facebook Profile photo

    Excelente smackdown, especialmente porque foi maioritariamente à volta do roman reigns, usos, cesaro e rollins. É a melhor feud atualmente, tal como o Reigns é a melhor superstar (que senhor). Ja o tinha dito num post antigo, mas volta a dizer que para mim a unica opção para MITB é o Jey Uso.

    • alexandre teodoro1 mês

      cesaro perdendo, acho q tem chance de levar o MITB, ou k.o

  8. JOAOPEDROOOOO1 mês

    Porquê a revisão dos melhores momentos?

    • Penso que isso tem a ver com a temática do episódio (Throwback), para recordar alguns dos maiores momentos da história do SmacKDown.

  9. Anônimo1 mês

    o Cesaro sozinho acabando com 3, bem forçado.

  10. Show decente, na senda dos últimos proporcionados pela brand azul. Destaco obviamente o regresso de Jimmy Uso e a adição que traz à melhor história da WWE (a saga de Roman Reigns e respetiva família, iniciada com a feud diante de Jey Uso no ano passado); um bom combate entre Cesaro e Seth Rollins apesar de mais um finish com interferência exterior; a interação entre Bayley e Bianca Belair; e o ótimo segmento final que constituiu mais camadas para o futuro dos Usos em conexão (ou não) com o “Tribal Chief” e fez do “Swiss Superman” um monstro ao destruir 3 lutadores sozinho.

  11. Foi um bom show,nada de espetacular mas interessante.
    Destaques:
    -Regresso do Jimmy Uso e os desenvolvimentos à volta do seu regresso.
    Gostei da dinamica que criaram e da forma como o Jimmy se voltou a aliar ao irmão.
    -Bom combate entre o Cesaro e o Rollins.
    -Recordações de alguns dos grandes momentos do Smackdown.

  12. Foi um Smackdown agradável muito pela história em volta do título principal, com o retorno do Jimmy Uso deixou mais possibilidades em aberto e parece-me que o Rollins já se começa a aproximar mais do título.
    Sem esquecer o bom hype criado para o Cesaro, que saiu deste show com uma vitória sobre o Rollins e ainda saiu por cima na brawl antes de terminar o show.
    Também foi bom rever grandes momentos do Smackdown, eram tempos de ouro e nem sabíamos.

    Esta semana classifico a qualidade dos shows por esta ordem:
    1-NXT
    2-Smackdown
    3-RAW (Melhorou mas ainda tem muito a fazer para sair da mediocridade)

  13. The truth hurts1 mês

    Mais uma vez digo, um draft é urgente, o roster está desequilibrado entre as duas brands, o Smackdown sempre melhor todas as semanas é no mínimo estranho

  14. BigMando1 mês

    O segmento do Rollins e do Reigns foi brilhante. Gostava de ver os dois do mesmo lado nem que seja numa stable, tirando os the Shield

    • devil1 mês

      Ou você resolve ou eu vou resolver… prevejo Rollins x Roman em breve.

    • BigMando1 mês

      Esse é um combate digno de Wrestlemania, mas nunca se sabe, até se pode juntar ao combate para o Backlash

    • Penso que ainda o Rollins vai ser adicionado ao combate!

  15. El Cuebro1 mês

    Uma pena ver as Riott Squad perdendo tanto e o Corbin bem que merecia uma chance por título hein, desde que virou King nada se concretizou, fora a dedicação que ele vem demonstrando sempre estando disponível para “planos B” da WWE em seus programas!

    • BigMando1 mês

      Concordo. Esta personagem de King já chateia, precisa de ter uma personagem melhor e que o favoreça, porque sinceramente o Corbin tem mais do que condições para ser IC ou Universal Champion, o mesmo também para a Riott Squad que deviam ter maior protagonismo

    • O Corbin precisa de uma personagem nova para ontem.

    • O corbin precisa é de regressão de personagem(lone wolf)

    • El Cuebro1 mês

      Concordo com você Gangrel, Lone Wolf precisa voltar urgente!

  16. Facebook Profile photo

    Gostei desse SmackDown, principalmente pelo combate entre Cesaro e Seth Rollins e o retorno de Jimmy Uso, apesar da relutância dele, acho que acabará se juntando ao Roman Reigns, assim como foi com Jey Uso.

  17. Gostei:
    – Intro especial. Esta intro fez com que o show sentisse especial logo de início.
    – O segmento inicial inteiro. Desde o Heyman a imitar a ringbell e o Roman a tentar não rir-se, o regresso do Jimmy, o que aconteceu entre Cesaro e Rollins e o regresso do Teddy Long. Isto foi executado na perfeição. Recomendo a verem este segmento!
    – Cesaro vs Seth Rollins. Ótimo combate.
    – Confronto entre Roman Reigns e Seth Rollins. De novo, ótimo.
    – Teddy Long mete o Sami Zayn contra o Undertaker, mas este está reformado. Que tal uma tag match? Ótima comédia do Teddy.
    – Segmento entre os Usos e Roman Reigns. E para variar, ótimo.
    – Confronto entre Bayley e Bianca Belair. Bom.
    – Jimmy Uso a apresentar uma bela verdade a Jey Uso: se fosse sobre família, toda a família era campeã, não só o Roman. Tudo o que rodeia esta storyline foi muito bem feito. Ótimo.
    – As promos das equipas do main event, que não foram nada más.
    – Roman a perguntar a quem Jey é leal.
    – Roman pergunta a Jimmy se é leal a ele. Jimmy relembra a Hell in a Cell, diz que não teria desistido se fosse ele, ao que Reigns responde que se é assim, então que vá para casa. Jimmy sai do ring, Jey tenta impedi-lo, Cesaro ataca Reigns por trás. Jey tenta ajudar, mas leva também. Jimmy vai lá e Cesaro limpa os 3! Segmento incrível para terminar o show e que recomendo imenso a assistir!

    Não Gostei:
    – Carmella vs Ruby Riott. Para o quão curto foi, o combate até não foi mau. Mas a Riott Squad pareciam as heels aqui. Porque?
    – Promo do Dolph Ziggler, que é má o suficiente para o Dominik meter-se no combate em vez do Rey (???)
    – Dominik Mysterio vs Dolph Ziggler. Medíocre.
    – Reginald desafia Tamina para um combate. Ainda temos que aturar esta porcaria?
    – Reginald vs Tamina… A cada semana que passa, eu penso como a WWE pode piorar ainda mais os Women’s Tag Team Championships e as storylines que os rodeiam, e todas as semanas sou surpreendido pois eles fazem ainda pior.
    – Alpha Academy, Apollo Crews, King Corbin & Sami Zayn vs Big E, Kevin Owens, Shinsuke Nakamura & Street Profits. O combate foi divertido, obviamente era esse o propósito disto. Mas também foi um combate algo desajeitado. O Otis quase matou a si próprio e ao Montez quando ele não se preparou para o apanhar. Acredito que este spot tenha magoado o Montez imenso pois ele caiu mal. Eu sei que é difícil um 5v5 fantástico, mas este foi muito desajeitado.

    Overall: 7/10. Mais um bom episódio da SmackDown. A primeira hora foi muito melhor que a segunda e a storyline do main event ajudou imenso este show, pois acredito que o show não seria tão bom tendo em conta o quão pouco eles aproveitam o midcard. O especial também só foi a intro e alguns momentos tipo, a estreia do Cena, o Eddie no lowrider… Este ”especial” da SmackDown parecia mais um especial de um show da WWE dos anos 90 do que propriamente um especial da SmackDown. Eu trazia de volta o palco com aquele punho enorme, mas isso sou eu.

  18. Anónimo1 mês

    Bom SmackDown. Boa abertura do show com o regresso do Jimmy Uso. Bom combate entre o Rollins e Cesaro. Bom segmento entra o Roman e o Rollins.

  19. Gostei imenso desse Smackdown, foi muito interessante e cativante ao meu ver!

  20. Bom Smackdown.
    Destaco:
    – mais uma vez o maior destaque tem que ir para o Roman e tudo o que envolveu a história do main event
    – bom combate entre o Rollins e o Cesaro