Cult of Justice #18 – Vintage WWE

Bem-vindos á decima oitava edição do vosso espaço preferido de segunda-feira. E hoje, caríssimos leitores, deixem-me dizer-vos que existe um enorme sentimento de felicidade em relação ao que se vive na WWE atualmente.

Com um Payback a roçar os níveis de avaliação máximos, e uma Monday Night Raw que atingiu esses mesmos níveis, traduzem bem aquilo que sinto na WWE atualmente. E pode-se definir em uma palavra apenas. Entusiasmo. Entusiasmo que já não se vivia á muito, muito tempo, mas que felizmente parece estar de volta.

Mas comecemos pelo inicio, ou seja pelo Payback, onde tal como já é habitual, na minha opinião destacarei os melhores combates e as desilusões da noite. Sim, porque apesar de ter sido um excelente PPV, aspectos negativos também existiram.

Mas iniciando esta caminhada pelos pontos positivos da história, comecemos por falar sobre aquele que foi, para mim, o melhor combate da noite. CM Punk contra Crhis Jericho. Sinceramente não me vou alongar muito neste tema e neste tópico sobre este combate, porque mais do que falar, as acções dos próprios lutadores dentro do ringue falam por si.

Qualidade fantástica em termos técnicos, como não podia deixar de ser, com uma razoável/boa história contada entre os dois. Que ainda assim, no meu ver, foi um pouco inferior, á que foi contada nos combates entre ambos em 2012. Mas também a falta de comparência de Punk na construção do próprio combate, levou a isso mesmo. Mas tomara que todos os combates fossem assim.

Começou algo lento, até porque Punk já não competia desde a Wrestlemania, mas rapidamente foi aquecendo e mais uma vez conseguiram proporcionar, a nós fãs, um grande combate. Onde tal como já disse o único aspeto inferior aos demais combates foi mesmo a historia contada entre ambos no ringue. O que também se justifica pela falta de rivalidade especifica entre ambos.

Depois de entregue o galardão de melhor combate da noite, vou entregar o premio de revelação, ou melhor aquele combate que mais me surpreendeu. A minha indecisão demorou bastante, mas acabei por escolher o combate das divas em relação ao combate pelo título intercontinental, onde Curtis Axel saiu vencedor.

Kaytlin e AJ Lee proporcionaram o melhor combate de Divas dos últimos anos na WWE. E não quero saber se Vince, olhou para TNA e viu o combate entre Gail Kim e Taryn Terrel, o que interessa é que saímos todos a ganhar.

Confesso que sou admirador de AJ Lee, e aprecio bastante a capacidade atlética de Kaytlin e além de ter sido um brilhante combate, a história que ambas passavam em ringue tinha uma razão de ser. Cada golpe era perfeitamente explicado. Foi simplesmente um combate magnífico. Onde destaco a parte do Spear de Kaytlin. Ponto máximo dessa mesma história.

Não esperava muito deste combate. Mesmo que tenha tido uma boa construção, afinal de contas a WWE, não nos costuma proporcionar momento deste calibre envolvendo Divas. Mas uma coisa ficou provada. A WWE se quiser, pode fazer uma grande divisão de Divas. Basta vontade em apostar em tal. E por mim estão á vontade. Pois combates como este, fazem falta. Á WWE, e ao próprio público.

Assim depois de dois grandes combates iniciais, tínhamos o mote para um grande PPV.

PPV esse que tal como já disse, apresentou aspectos menos bons. No meu ponto de vista, o combate que menor interesse criou neste Card, foi o combate pelo título dos USA. Onde a minha única expectativa era ver como Ambrose iria ganhar.

Primeiro de salientar que acho que ficou provado, que Kane e Ambrose, juntos em combates individuais, não conseguem motivar as melhores qualidades de ambos. Existem lutadores que possuem mais ou menos química com determinados lutadores. E por isso, apenas considero o combate entre ambos como Decente. Onde na minha opinião, nem sequer deveria de ter existido, pois não apresentava muita lógica de ser.

Ambrose e Kane, conseguem fazer muito mais que isto. Especialmente Ambrose, que todos sabemos do ele é capaz, já o tendo demonstrado na WWE com os The Shield.

Além disso a forma como acabaram o combate não foi muito valorizadora para Ambrose. Mas são decisões, e isso em nada belisca o impacto dos The Shield. Nem por sombras. Mas que foi o combate menos conseguido da noite, foi.
Outro ponto que deixo em aberto sobre o Payback é a troca de campeão mundial. Se me dissessem, antes do Payback, que Del Rio iria vencer Ziggler e se tornar novo campeão mundial, eu não acreditaria e achava incompreensível tal acontecer. Sendo nos moldes em vigor. Ou seja Del Rio Face e Ziggler Heel.

Mas como tal não aconteceu, e ocorreu um double turn com o decorrer do combate. Sinceramente estou expectante, e o melhor é mesmo esperar e ver no que isto vai dar. Parece-me que foi uma decisão muito inteligente da WWE. Afinal de contas esta, puxou do carimbo de imprevisibilidade que tanto tenho vindo a salientar aqui neste espaço.

E sendo assim, não posso colocar este aspecto como negativo. Até porque o próprio combate, foi bastante emotivo de ver. E estou bastante curioso para ver um Ziggler Face! Mas esperemos que a WWE não o torne num The Miz. Seria inadmissível.

Fazendo agora a ponte para o que se passou na Raw da noite seguinte, começamos exatamente com a confirmação do Heel Turn de Alberto Del Rio. O que para mim foi bastante bom. Pois entre um Del Rio Face ou Heel, não tenho duvidas que este assenta muito melhor como Heel.

Não que a sua jornada como Face, não tenha resultado, mas sem duvida que este apresenta uma maior faceta para ser Heel, pelo menos com este tipo de personagem.

Quanto a Ziggler, fico bastante curioso em ver o que se pode suceder. Onde me parece obvio que AJ se tem demarcado um pouco deste. Aos poucos a WWE tem separado Ziggler de AJ. Não digo que esteja a ser algo notório, mas desde á umas semanas para cá, que tal tem acontecido. Isto apesar de AJ ter estado no canto de Ziggler no Payback.

Onde Big E tem acompanhado com mais ênfase a própria AJ. Sim, teoricamente Dolph, AJ e Big E ainda continuam juntos. Mas penso que não tardará muito a que este grupo se rompa. AJ tem estado soberba como Heel e até por isso nunca podia acompanhar o turn de Ziggler. Onde Big E é o acessório ideal para AJ. Pelo menos neste ponto da carreira dos intervenientes.

Quanto a Ziggler, é esperar para o ver pegar no microfone. Porque o seu futuro dependerá muito, do que se suceder nessa mesma promo. Penso que se irá apenas confirmar o turn. Mas toda a sua história ao longo destes anos, deixa-me curioso, para perceber em que moldes esse turn irá ser realizado.

Estou curioso e apenas por este motivo compreendo a troca do título mudial. Porque, meus caríssimos leitores, a ideia no double turn, durante o combate foi uma ideia extremamente bem conseguida por parte da WWE. Agora é esperar para que a WWE tome as decisões certas.

Depois disto, meus caros amigos, tive dificuldade em escolher qual dos sois segmentos merece ter sido o main event da noite. Comecemos por falar da promo de Mark Henry, na qual envolvia uma possível despedida sua dos ringues da WWE.

Muito sinceramente, as minhas dúvidas sobre a sua possível retirada mantiveram-se sempre. A final de contas, durante as duas ou três semanas antes do Payback, a WWE tinha promovido o regresso do homem mais forte do mundo, como sendo um monstro Heel. Basicamente estava a promover o retorno de Henry nos mesmos moldes antes da sua lesão no extreme Rules.

E por isso mesmo desconfiei da sua possível retirada. Nada que, possivelmente, não esteja próximo para acontecer. Mas que esta ainda não era a altura ideal, não. Não o era. Ainda para mais, porque sabemos que a WWE queria premiar o mesmo com um combate pelo título da WWE. Onde as minhas duvidas ficaram quase totalmente desfeitas quando este entra, e Cena ainda se encontra em ringue.

Porém este homem, Mark Henry, conseguiu de tal forma convencer-me que tal reforma se ia passar, que quando aplicou o” world strongest slam”, eu saltei e vibrei de alegria. Foi uma promo brilhante, claro que com Cena ao lado desconfiei, e desconfiei até surgir as primeiras lágrima.

Onde a partir de tal momento, pensei que tal situação nunca poderia ser apenas parte uma história no mundo do Wrestling. A final de contas, um Wrestler também é um ser humano igual aos demais. Com sentimentos. E aquela promo, além de ter mostrado que seria bem real, pelo facto de mostrar que nunca teve direito a lutar pelo título da WWE, mostrou uma forte componente pessoal.

E assim conseguiram convencer todo o público da WWE. E não apenas os mais distraídos, ou fãs mais ocasionais. Mas sim todos, incluindo eu e como eu muitos de vós seguramente. Foi um momento brilhante, uma promo fantástica que ajudará a definir a sua carreira. Sobre isso, não terei muitas dívidas em afirmar que será um dos principais segmentos de 2013, se não o maior e melhor, e um dos mais marcantes destes últimos anos. Principalmente desde a viragem para PG.

A realidade da promo foi tanta que conseguiu mudar de opinião um fã, que julgava saber o que se ia passar. E no final de contas, sabia. Mas a capacidade de mudar de opinião a meio do segmento só está ao alcance de grandes nomes. Mark Henry incluindo.

Por fim de salientar que em apenas uma promo, a rivalidade pelo titulo da WWE para o Money In The Bank, se tornou mais interessante do que toda a rivalidade entre John Cena e Ryback pelo mesmo titulo, que envolveu dois PPV. Será que chega para Henry ser visto como uma ameaça credível ao título? Sobre isso terão de esperar por uma crónica futura, onde abordarei mais aprofundadamente o tema.

Antes de abordar o tema final, gostava de deixar uma nota intermédia sobre Sheamus. Mesmo sendo dois dias de grande intensidade na WWE, Sheamus, está completamente perdido no meio do Card da WWE. O que não é necessariamente mau, uma vez que ele tem como missão conquistar o estatuto que tinha antes de ganhar o título mundial. Onde espero que continue assim mais algum tempo, subindo degrau a degrau, porque tem vindo a fazer um bom trabalho.

Por fim e saltando para o final da Raw, de salientar o segmento que envolveu CM Punk e Brock Lesnar.

Quanto a CM Punk, nada de novo se verificou em relação ao que foi descrito neste mesmo espaço ao longo das últimas semanas. Se CM Punk iria regressar como Face era a questão de euromilhões, era fácil de se obter o Jackpot. Ainda para mais sendo o Payback em Chicago, a sua terra natal.

E também não seria difícil de adivinhar que se separaria de Heyman e que iria enfrentar um dos seus ditos clientes. E muito sinceramente, não contava com a presença de Lesnar na última Raw. Onde, diga-se de passagem, que se notou bastante que as suas Mic-skills melhoraram a olhos vistos. Passe a ironia.

E não contava, porque não era a rivalidade que previa, pelo menos para o futuro imediato. Contava que ocorresse uma rivalidade entre Punk e Axel para o MITB, e após disso sim, a possível rivalidade com Lesnar a ser promovida para o Summerslam.

Assim, será que Lesnar e Punk irão combater no MITB? Sinceramente, não me parece que no contrato de Lesnar, esteja presente tal data, porem posso estar enganado. E se assim for, então era preferível, a WWE ter guardado esse mesmo segmento para depois do próximo PPV.

Mas de qualquer das maneiras, espero que eles se enfrentem no MITB, até porque seria mais um estímulo para o PPV, de uma história que podia culminar no Summerslam.

São dois estilos completamente diferentes. CM Punk é totalmente diferente de Cena ou Triple H e até por isso é bastante interessante ver este confronto. Sabemos que Lesnar tecnicamente também é muito bom. Mas a sua gimmick de MMA não o permite mostrar tanto essa faceta. Mas até por isso, é bastante interessante este confronto.

Onde finalmente, Lesnar irá apresentar a rivalidade com maior interesse até agora. Pelo menos na minha opinião. Quanto ao futuro, sinceramente não sei o que esperar sobre esta mesma rivalidade. Vencedor? Impossível de dizer com total certeza, onde cada um apresenta os seus argumentos. Mas não escondo que gostaria de ver Punk sair por cima. Mas como fazer isso mesmo, sem que Lesnar saía prejudicado da sua faceta de mostro destruidor?

O melhor é mesmo esperar para ver. Onde se tivesse que apostar em alguém seria em Punk. Até porque vem de rivalidades perdidas contra The Rock e Undertaker. Onde esta feud seria o seu ultimo passo para completar o seu estatuto de lenda. Mas mais importante do que perceber como vai acabar, é importante delinear uma boa história entre ambos e sobre isso não tenho duvidas que tal irá acontecer.

Depois de dois dias intensos na WWE, resta-nos esperar pacientemente pelo futuro. Onde as seguintes Monday Night Raw’s, podem não ser tão intensas, mas tenho quase a certeza que a qualidade estará assegurada. Afinal de contas tudo indica para isso mesmo. Onde prevejo um grande Verão de 2013 para a WWE e para quem é amante desta mesma modalidade. Onde só tenho mais uma coisa a dizer. Muito Obrigado WWE!
Por hoje é tudo, desejo a todos uma boa Raw, na qual eu aguardo com ansiedade, e uma boa semana :)

Sobre o Autor

9 Comentários

  1. Rubinho16@ - há 3 anos

    Muito bom artigo! Não estava à espera que abordasses este tema, mas já que abordaste tenho a dizer-te que gostei bastante! Quando dizes que não sabes se esta feud vai resultar num combate para o MITB, eu concordo e acho que será apenas para o SS, mas, sendo assim, o que vai fazer o Punk no MITB? Vai desenvolver duas fueds ao mesmo tempo (uma com Lesnar e outra para o MITB)?

    • Luis Laranjeira - há 3 anos

      Provavelmente, e isto é a minha opinião, ele para o MITB irá estar entretido com Curtis Axel. Uma vez que é a outra ligação possivel com Heyman.
      Se tal não acontecer, então temo que Punk tenha já entrado num horario a part-time, e apenas volte para construir o Summerslam.

      O que muito sinceremente não acredito, mas a hipotese está lá.

      • danielLP21 - há 3 anos

        Também pode lutar com o Chris Jericho ou com o RVD no Money In The Bank.

      • Luis Laranjeira - há 3 anos

        Contra RVD, não me parece uma vez que este vai voltar apenas no MITB. E até por isso não vejo necessidade de um combate entre RVD e Punk. Até pela falta de historia entre ambos.

        Contra Jericho, não me parece. Simplesmente porque a sua saga de combates com este terminou no Payback. O 3-0, foi o culminar da rivalidade entre ambos.

        Mas da WWE, podemos esperar qualqur coisa :D

        E por isso Punk, até pode lutar por uma mala MITB apenas para encher o cartaz desse mesmo combate. Tudo é possivel. Neste momento são mais as perguntas do que as respostas.

  2. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Acho que o Lesnar sai por cima desta história. Não vejo o Punk a vencer o Lesnar. Se o Lesnar fizer mesmo parte do main-event da WM30 como se dizia por aí, então tenho duvidas que o Lesnar perca isto. Não vai perder a credibilidade toda agora. Mas o Punk também tem possibilidades de ganhar. Como tu disseste, o Punk vem de feuds com o The Rock e o Undertaker e perdeu todas elas. Mas é a imprevisibilidade que vai fazer esta história destacar-se das outras duas do Lesnar, portanto, estou ansioso para ver os desenvolvimentos hoje no Raw e nas próximas semanas.

    Bom artigo.

    • Luis Laranjeira - há 3 anos

      Muito Obrigado :)

      As hipoteses estão em 50% para cada lado. Punk é forte suficiente para enfrentar Lesnar em termos de estatuto. Eu percebo o teu ponto de vista, mas não consigo ver Punk a perder tantas rivalidades importantes consecutivas. Vendo bem que em 2013, não saiu por cima em nenhuma. The Rock e Undertaker.

      Mas o melhor é mesmo esperar para ver.

  3. LuisMPBO - há 3 anos

    Grande analise! Tudo bem sintetizado mas bem dito, e conseguiste abordar todos os temas da semana neste artigo, apenas de forma resumida.
    Eu aposto no Punk quando combater com o Lesnar, mas de facto e muito imprevisivel, e ainda bem!

    • Luis Laranjeira - há 3 anos

      Muito Obrigado :)

      Sim, se formos a ver a imprevisibilidade é a marca da WWE. Pelo menos na teoria.
      O que eu penso é que esta feud entre Lesnar e Punk, não será apenas de um combate. E aí é que veremos como a WWE vai organizar isto.

  4. Duarte_WWE - há 3 anos

    Grande analise luis, temos mesmo de dar os parabéns á WWE, o nome do artigo desta semana está perfeito, o michael cole diria exatamente o mesmo xD vintage WWE, temos razoes para estar entusiasmados isto está cada vez melhor, até para a semana luis, espero que tenhamos outra semana perfeita!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador