Cutting Edge #8 – A(s) surpresa(s)

No último domingo, teve lugar o PPV Money In The Bank. Um dos resultados mais surpreendentes foi, como é óbvio, a vitória de Sheamus no combate de Escadote pela mala. Este não era, de todo, o resultado que eu esperava, visto que fazia parte do grupo que tinha a certeza de que o vencedor seria Roman Reigns.

Pessoalmente, gostei do resultado. Não fazendo parte do meu grupo de wrestlers favoritos, o “Celtic Warrior” sempre me pareceu uma aposta segura da WWE e um lutador completo. Era, de facto, a minha segunda opção, mas ainda assim longe das hipóteses que Reigns tinha de vencer o combate.

Em termos de história, este resultado vem baralhar por completo o booking de algumas estrelas de topo da WWE neste momento. Antes do combate, parecia tudo muito simples: Roman Reigns vencia e depois era uma questão de escolher entre duas opções: cash-in imediato em Dean Ambrose e o consequente heel-turn ou cash-in em Seth Rollins durante a mais que esperada desforra entre o actual campeão da WWE e Brock Lesnar, de forma a vingar-se de Rollins, derrotando-o da mesma forma que este o fez na WrestleMania e protegendo, mais uma vez, Brock Lesnar.

Porém, não foi isso que aconteceu. Sheamus é o dono da mala e, agora, levantam-se algumas questões: será que o irlandês vai ser levado a sério pela WWE? Será que a WWE lhe vai dar um booking semelhante ao de Daniel Bryan, Dolph Ziggler ou Damien Sandow quando estes tiveram a mala?

Ultimamente, tenho defendido de forma acérrima o produto e as melhorias que a WWE vem apresentando, não só em 2015, como no ano passado.

Se compararmos estes últimos dezoito meses com anos como 2012 ou 2010, notamos claras diferenças na apresentação e proteção do mid-card e do próprio main-event. Estou certo de que, caso se defrontassem na atualidade, CM Punk e Daniel Bryan estariam no main-event de um PPV, a lutar pelo Título da WWE, em detrimento de John Cena e John Laurinaitis/Big Show, ao contrário do que aconteceu há três anos.

Esta mudança de paradigma, aliada à proteção de que Sheamus tem vindo a ser alvo desde o seu regresso como heel, leva-me a crer que este será um caso de sucesso para o Mr. Money In The Bank. Não podemos esquecer, aliás, que Sheamus é um dos “meninos de ouro” de Triple H, tal como Seth Rollins, o que contribui ainda mais para estas expectativas da minha parte. Já há quem pense, inclusive, que o irlandês pode ser o próximo membro da Autoridade, depois de vermos consumado o tão esperado face-turn de Seth Rollins. Não sou de fazer antevisões quando as coisas ainda estão no início, mas tendo a concordar com quem pensa que Sheamus será o próximo protegido da Autoridade.

Se pensarmos bem, a Autoridade está longe de acabar (ou, pelo menos, tudo aponta para esse cenário). Seth Rollins poderia ser o escolhido para acabar com este grupo, mas não me parece que tal vá acontecer. Pode derrotar Triple H num combate, mas nada mais que isso. Sendo assim, e lembrando que Sheamus é um dos favoritos de Triple H, tudo leva a crer que será o “Celtic Warrior” a estar sob a sua proteção em breve. Como é evidente, o futuro poderá não passar por este cenário, mas é algo que, de momento, está perfeitamente em aberto.

Outra das surpresas da noite (pelo menos, para mim) foi a forma abrupta como os New Day perderam os Títulos de Tag Team.

Não tenho nada contra os Prime Time Players. Não sou fã deles, mas também não desgosto. Em 2012, estiveram quase a ganhar os títulos, sendo que tal apenas não aconteceu porque Abraham Washington foi despedido e o ímpeto da equipa acabou aí. Depois, como já é hábito da WWE, os dois parceiros separaram-se sem que isso os levasse a algum lado. Chegaram agora, portanto, ao topo da divisão de equipas.

O que me surpreendeu foi a forma anti-climática como os New Day perderam os títulos. O booking deste trio vinha sendo muito bom até há umas semanas (como eu já tinha elogiado neste espaço) mas, de repente, tiram-lhes os títulos. Não percebi porquê. A forma como os New Day foram construídos como campeões merecia um final mais “digno” para o seu reinado, sendo que os próprios novos campeões – que podiam ser os Prime Time Players na mesma – teriam o seu grande momento com outra pompa e circunstância.

Temo que, nos próximos tempos, a WWE desista dos New Day, dando-lhes uma série de derrotas e vitórias sem relevância até ocorrer uma eventual separação, com Kofi Kingston a voltar ao que era, Xavier Woods a juntar-se a Zack Ryder, Heath Slater, Fandango e outros no fundo do card e Big E a ter uma série de vitórias “destrutivas” para uns meses mais tarde voltar à estaca zero. Quem sabe se, depois, não se voltam a juntar, tal como aconteceu com os lutadores que lhes tiraram os Títulos de Tag Team.

Esperemos que seja o meu pessimismo a falar mais alto e que a WWE não desista tão facilmente de uma equipa que tem a capacidade de enervar os fãs e, se credibilizada, ajudar a criar equipas que fiquem com o apoio do público. Infelizmente, não me parece que seja o caso dos Prime Time Players, cujo reinado não deverá durar muito.

No entanto, a minha maior surpresa no que toca ao último PPV está ligada à primeira abordada neste artigo: a forma como Roman Reigns foi impedido de chegar à vitória.

Como não imaginava um cenário que não passasse por vermos Reigns a vencer a mala, nunca pensei que Bray Wyatt pudesse interferir neste combate. Compreendo as críticas e as dúvidas em relação a esta rivalidade, mas caso as coisas sejam bem feitas – o que, até ao momento, raramente aconteceu com Wyatt – ambos podem sair beneficiados.

O que eu não quero – e só acredito nisto quando realmente acontecer – é que esta rivalidade dure apenas um mês. Não se pode tratar Bray Wyatt como algo para encher chouriços até o seu rival ter um combate realmente importante. Até hoje, Wyatt foi sempre o protagonista das suas rivalidades, independentemente de ganhar ou perder, de ser bem ou mal construído. Até com Undertaker isso aconteceu!

Não quero acreditar que Reigns vai vencer Wyatt apenas para no PPV seguinte ir lutar pelo Título da WWE. Ainda por cima, gostei do segmento que tiveram na última Raw: Reigns falou pouco mas bem e Wyatt esteve extraordinário, mostrando aquela que me pareceu uma faceta ainda mais sombria do que o normal. O pormenor da fotografia de Roman Reigns com a sua filha foi sublime. É destes pequenos grandes momentos que nascem as melhores histórias.

E é precisamente por achar que esta história tem potencial para ser algo de muito bom que me recuso a acreditar, até que esteja confirmado, que Reigns defrontará Lesnar pelo título no SummerSlam. Aliás, caso Reigns vença o título no maior PPV do verão, não sei que benefícios isso lhe trará. Precisa, primeiro, de vencer a rivalidade com Wyatt e depois talvez partir para o título, mas não tão cedo. Não me apetece ver Reigns a receber o mesmo tratamento que Sheamus recebeu em 2012, com os resultados que se viram na altura.

Neste momento, e sempre ressalvando que as histórias estão no início e que, por isso, posso mudar de opinião no futuro, preferia que, no Battleground, Bray Wyatt vencesse Reigns e se voltassem a defrontar no SummerSlam. Quanto ao título principal, Lesnar poderia vencer Rollins, sofrendo o cash-in logo de seguida (duvido muito que isto aconteça), dando origem a um embate entre Sheamus e Brock Lesnar pelo título e a uma vitória do irlandês, tirando Lesnar definitivamente da rota do título, visto ser bastante complicado manter um part-timer nesta rota durante tanto tempo, dando ao mesmo tempo um enorme push a Sheamus (mais uma vez, é praticamente impossível isto acontecer). Seth Rollins, por sua vez, defrontaria Triple H no SummerSlam, vencendo-o, e rivalizaria com Sheamus pelo título a seguir, visto ter direito à sua desforra.

Como se pode ver, há ainda muitas pontas soltas e cenários em aberto. A dez semanas do maior evento do verão, a WWE conseguiu confundir os seus fãs e tornar o seu produto imprevisível, sem que isso seja necessariamente mau (até ver). Numa Era em que muita coisa se sabe (ou se pensa saber) “cá fora”, é de louvar que nos consigam surpreender da forma que o fizeram no último domingo.

Nas próximas semanas, abordarei a situação atual da Divisão de Divas, assim como de outros protagonistas do último Money In The Bank. Desejo-vos um bom fim de semana e obrigado a quem leu o artigo.

Sobre o Autor

- Autor do espaço "Cutting Edge".

51 Comentários

  1. Reigns one versus all - há 2 anos

    Excelente artigo,Daniel.

    Começando pelo sheamus:
    Não esperava que ele vencesse a mala,tinha a ideia de que se seria o reigns a vencer.Com esta decisão, a WWE acaba por baralhar a cabeça de vários fãs de WWE sobre o que se vai passar em relação ao titulo e se o push que estão a dar ao sheamus valera a pena.
    Eu sou da opinião que o sheamus não devia ter ganho a mala,ocorria-me a vitoria do ziggler e ele fazer um heel turn.

    Não esperava ver os PTP campeões, outra surpresa do PPV.
    Eu não sou fã dos PTP,mas gosto do trabalho que eles tem andado a fazer e agora espero que o reinado deles não dure muito tempo,Penso que sera um reinado de transição para os lucha dragons.Como referiste e bem,espero que a WWE não desista dos new day,apesar de serem irritantes,são uns heels muito bons.

    Quanto ao Wyatt ter atacado o reigns e dar origem a feud,era um cenário que já tinha em mente,caso o reigns não ganhasse,o que acabou por acontecer.
    Penso que esta feud pode beneficiar os dois,mas não vejo o Wyatt a sair vencedor da feud.Não digo isto por ser fã do reigns,mas a protecção que ele tem tido nos últimos tempos.Penso que esta feud deve durar 3 PPV,tipo o Wyatt ganha no battleground,o reigns no summerslam e depois o reigns ganha no night of champions.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Um heel-turn do Ziggler? Porquê?

      Acho que o reinado de transição será para Harper e Rowan e não para os Lucha Dragons.

      A feud durará no máximo dois PPV’s, até ao SummerSlam.

  2. Hildo - há 2 anos

    Bom artigo, Daniel.

    Também tenho gostado do produto que a WWE vem apresentado, duvido que aconteça um Reigns vs Lesnar no SummerSlam, a feud entre ele e o Wyatt começou bem e deve durar até o SummerSlam pelo menos.

    Sobre o cinturão da WWE minha aposta vai para um Cash in do Sheamus no Battleground,

  3. Miguel Carlos - há 2 anos

    Excelente artigo. Não precisas de agradecer por ter lido o artigo, eu é que agradeço por ler os teus artigos fantásticos todas as semanas. Em relação aos New Day, também tenho esse pessimismo, com muita pena minha. Acredito que a WWE tenha feito esta troca de títulos para que os Prime Time Players sejam campeões de transição para o Harper e o Rowan. Quanto à feud Wyatt-Reigns, com a teimosia que a WWE tem em proteger o Reigns, se tivermos 2 combates entre eles, duvido imenso que o Wyatt vença o combate no Battleground, e muito menos vença limpo. Espero estar enganado.

  4. Tunes9 - há 2 anos

    Excelente artigo, nota-se a evolução e a tendência será continuar a melhorar, o talento existe e com trabalho e dedicação acontece o resto, parabéns.

    Começo por dizer que não fiquei assim tão surpreendido com a vitória do Sheamus, disse logo que só ficaria surpreso com uma vitória de Neville, Kofi, Kane (no caso deste por ser uma má decisão) e até Ziggler, depois entre os restantes não seria uma surpresa para mim e até estava entre Reigns e Sheamus, claro que o primeiro era o favorito e também pensei que fosse ele a vencer mas a vitória do Sheamus não foi uma surpresa para mim, confesso que o Sheamus é um dos meus lutadores preferidos no momento (está no Top5) e gosto da sua nova atitude heel, a theme ea entrada, até o seu visual não acho estúpido mas sim badass, posto isto espero que receba um push sério e decente, é esperar para ver.

    As minhas previsões para o Summerslam eram um combate HHH vs Rollins, Reigns vs Ambrose pelo titulo com heel turn do primeiro, depois um combate do Lesnar vs Orton ou Sheamus, seria o cenário de cash-in imediato e heel turn do Reigns mas a WWE escolheu outro caminho mais imprevisível, também não estou a ver o fim da Autority e o cenário que traçaste é perfeito e seria o meu escolhido, ou seja, cash-in do Sheamus no Battleground e Sheamus vs Lesnar no Summerslam com o HHH vs Rollins a acontecer na mesma, depois teríamos a rivalidade entre Sheamus e Rollins pelo titulo, seria o ideal e o Sheamus na Autority seria interessante, agora vamos ver esperar e ver o que acontece.

    Quanto aos PTP, confesso que gosto deles e fazem-me rir, têm química e no ringue não são maus, agora também achei um pouco estúpido os New Day terem destaque e um booking perfeito e onde estavam a cumprir o seu papel de forma excelente nos últimos tempos e depois perder daquela maneira e nem sequer foi para os Lucha Dragons que podiam sair beneficiados com essa feud mais tarde, agora temo que os New Day acabem à deriva no roster (como disseste e bem) e os PTP andem ali a “encher chouriços” com os títulos, espero que não mas é o mais provável.

    Quanto ao Reigns vs Wyatt, o desfecho do MITB foi muito bom e imprevisível, gostei, agora um combate entre eles será físico e bom de se ver, esperemos é que a feud seja bem construída com o Reigns a falar mais com as suas acções e o Wyatt a fazer as suas promos com mais pequenos grandes momentos daqueles, depois o Wyatt tem que vencer o primeiro combate e depois o Reigns vencerá no Summerslam, subscrevo, tem que ser assim senão será mais uma feud que prejudica o Bray Wyatt e será estaca zero novamente, o que seria um desperdício.

    Bom trabalho Daniel. :-)

    • danielLP21 - há 2 anos

      Muito obrigado.

      Também acho que o combate entre o Reigns e o Wyatt pode ser bom, cheio de intensidade. Vamos ver é como é que o vão construir.

  5. CMelo01 - há 2 anos

    Mais um grande artigo. As sextas agora valem a pena
    Excelente trabalho, benfas xD

  6. Llabras - há 2 anos

    Muito bom artigo Daniel.
    Em relação à qualidade do produto da WWE, não podemos esquecer que perdeu um dos maiores main-eventers dos últimos tempos e o produto não sofreu imenso com isso, como melhorou.
    Não estou a dizer que foi a saida do Punk que motivou a melhoria, mas a sua saida não foi trágica como a maioria disse que ia ser.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Nos últimos anos, a WWE perdeu imensos main-eventers. Não teve sorte nesse aspeto. Parece que voltámos ao início dos anos 90.

  7. WWEdge - há 2 anos

    Óptimo artigo, como sempre.

    Fiquei tão surpreendida como tu com a vitória do Sheamus. Pensava mesmo que iria ver o Roman Reigns como Mr. Money In The Bank. Não me fez confusão a vitória do Sheamus, não é dos meus preferidos, mas acho-o um bom wrestler.

    O que mais me aborreceu, foi a derrota dos New Day. Eles estavam tão bem como campeões. Para mim ainda não era o momento certo. Só espero que a WWE não desista deles. Eles têm feito um excelente trabalho. Semana após semana eles conseguiram com que eu gostasse cada vez mais deles. Vamos acreditar que são só pensamentos pessimistas nossos, e que a WWE vai realmente apoiar os New Day (Sucks) Rocks!

    Realmente só têm usado o Bray Wyatt mesmo para encher chouriços. Também espero que a rivalidade com o Roman Reigns dure pelo menos até ao SummerSlam. A WWE podia por o Wyatt a vencer no Battleground, para depois o Reigns pedir a desforra no SummerSlam.

    Quanto ao título, para mim o que poderia acontecer era o Rollins ganhar ao Lesnar e de seguida aparecer o Sheamus, que faria o cash-in com sucesso. Na RAW seguinte, ou mesmo ainda no Battleground, o Triple H surge para felicitar o novo campeão, e para ainda o anunciar como o novo membro da Authority. O Seth Rollins com a perda do título e também com a perda do lugar na Authority, fica danado e a partir daqui começaria a rivalidade com o HHH para um combate no SummerSlam. Quanto ao Sheamus, defenderia o seu título contra o Lesnar.

    Aguardarei por esse artigo sobre a Divisão de Divas.
    Obrigada e bom fim de semana para ti também.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Achas mesmo que o Rollins pode vencer o Lesnar? Sinceramente, não vejo isso a acontecer.

      • WWEdge - há 2 anos

        Não descarto essa hipótese. Rollins pode ter alguma jogada na manga sem ser a Authority.

      • danielLP21 - há 2 anos

        Sim, é verdade. Eu estava a perguntar-te se achas que ele pode vencer limpo, e isso acho impossível que aconteça. Se fosse no SummerSlam, já tinha pensado numa interferência do Kevin Owens, de forma a criar o Lesnar vs Owens na WrestleMania. No Battleground acho mais improvável, a menos que lutem no SummerSlam.

      • WWEdge - há 2 anos

        Sim, Rollins vencer limpo também acho impossível. Owens vs. Lesnar era bonito de se ver, só não sei se o fazem já na próxima WrestleMania.

  8. João Paulo - há 2 anos

    Mais um ótimo artigo, na feud entre Bray Wyatt e Reigns eu queria muito que fosse o Bray a sair por cima, mas provavelmente vai ser o Reigns a ganhar o último combate, só espero que os combates entre os dois seja bom pelo menos

  9. Eugen3 - há 2 anos

    Nem mais, para mim as 2 grandes surpresas da noite.
    Eram os únicos em quem eu não acreditava, nos seus devidos combates.
    Mas a que custa mais de aceitar é a dos PTP, não os vejo como campeões, se bem que o Sheamus, com o atual card da WWE, não tem estofo para tar no topo durante muito tempo como campeão.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Quanto ao Sheamus, não sabemos o futuro. Dizes bem, “com o atual card”, mas as coisas mudam. Para mim, é um main-eventer e dos bons.

  10. Stone Cold - há 2 anos

    Também considerava Roman Reigns o claro favorito embora o visse mais a vencer a mala e a manter-se face do que propriamente a fazer um heel turn pelos motivos obvios. No entanto nunca descartei o Sheamus e sem duvidas que a seguir a Reigns a meu ver e tendo em conta aquilo que se vinha passando na empresa era o unico com possibilidades de reais de vencer e a derrota que teve com Ryback na Chamber foi apenas mais um indicador disso mesmo. Não faria sentido o Sheamus com todo aquele impeto perder o titulo IC e nao vencer a mala do mitb e apos ver o smarkdown e as ideias la referidas do Bray Wyatt ate comecei a voltar-me mais para o desfecho que efetivamente ocorreu. É logico que isto veio alterar completamente o produto e os proximos meses mas nao acho isso negativo muito pelo contrario. Com Reigns a ganhar seria mais do mesmo e como ele já está no topo por assim dizer preferia ver a mala a ser entregue a alguem que realmente precisasse dela para o atingir o que se veio a confirmar com Sheamus. Duvido muito que este tenha o mesmo tratamento que Ziggler, Bryan e Sandow por uma questão muito simples. A wwe sempre protegeu o celtic warrior e o valorizou de forma que os 3 anteriores nao podem gabar-se nem de longe nem de perto e por isso mesmo acredito que este sheamus mr.mitb vai ser um sucesso. Para alem disso destaco tambem algo fundamental no produto que é o imprevisivel e o inesperado, o surpreendente que sempre fez parte do wrestling e que reflete um pouco a sua magia e ai a wwe esteve brilhante. Chega do obvio. Vamos causar sensaçao com acontecimentos que causem surpresa.

    Em relação à comparação do panorama atual com 2010 e 2012 na minha opiniao parece-me que temos um main-event muito mais restrito agora e que da possibilidades a cada vez menos nomes de la chegarem. Fora os membros dos The Shield são os do costume que por lá andam. Independentemente do sucesso ou insucesso que tiveram o que é certo é que esses anos ditos “negros” abriram possiblidades de estar no topo a muito mais nomes como Alberto Del Rio, The Miz, Wade Barrett, Sheamus, Daniel Bryan, CM Punk, Mark Henry enfim a diversidade de wrestlers no topo ou proximos dele era muito maior e a meu ver isso tornava o produto mais interessante dada a variedade de nomes “de respeito” por assim dizer nos shows da wwe na altura. Agora aquilo que passam pelo menos na minha optica é muito poucos top guys esforçando-se por fazer esse reduzido numero ser muito superior aos restantes atraves do booking. Nao considero isso tao positivo tendo em conta que um desses nomes é um part timmer e outros dois sao wrestlers que nao constituem novidade alguma no topo da companhia (Cena e Orton). Combates de Daniel Bryan vs CM Punk iam ser incriveis para smarks assistirem. O publico casual nao ia demonstrar grande interesse, aliás para muitos seria mais interessante perceber se o monstro que Show era na altura poderia fazer frente a cara da empresa.

    Sheamus juntar-se há autoridade é um cenario que ainda nao tinha pensado mas que considero extremamente possivel. No entanto nao gostaria de ver isso a acontecer. Essa historia fez de Rollins especial nesta geração, tornou-o na grande aposta da autoridade (Randy Orton foi o plano falhado!) e como tal acho que nao deveria haver outro protegido. Sheamus é bem capaz de ser um grande heel sem autoridade envolvida fora que essa historia da autoridade deveria acabar em breve.

    Subscrevo completamente as opiniões relativas a perda dos titulos por parte dos New Day pois considero que deveria ter sido num momento especial apos toda a construçao que tiveram, num momento em que o publico estivesse mesmo desejoso de os ver perder e claro que podia ser para os PTP que bem merecem. No entanto acho que poderiam e deveriam ter tido uma conquista mais digna. E tambem concordo em relação à feud Bray Wyatt e Roman Reigns. Sinceramente nao sou fa de Wyatt e nao me faria qualquer diferença que perdesse para o Reigns apenas num ppv mas tendo em conta a logica e o futuro de ambos devo concordar com as tuas opiniões e seguiria exatamente a mesma ordem de ideias.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Eu não via esses todos como main-eventers. Além disso, a prova de que o prdouto era fraquíssimo está na situação em que todos eles se encontram hoje em dia: Mark Henry é o que se sabe, BNB anda a perder em pre-shows, o Miz enfim e o Daniel Bryan na altura não era main-eventer, nem de longe nem de perto. Apenas Sheamus e Punk, dos nomes que apontaste, eram realmente main-eventers.

  11. Galloway - há 2 anos

    Em relação à vitória do Sheamus, também não acreditava que viesse a acontecer.

    Pensava mesmo que o Roman venceria, e a única forma em que tal não acontecia era, como sucedeu, com uma interferência do Bray. Lembro-me de o ter referido no chat e no Smoke do José de previsão do PPV, apenas a diferença seria que o Kofi seria retirado do combate, posteriormente sabendo-se que devido a um ataque do Bray, e que este, evitando que o Roman vencesse, subiria o escadote, revelando-se o último participante e sagrando-se Mr. MITB. Portanto para mim seria, em caso do Roman não vencer, que uma interferência lhe iria custar a mala. Espero que a feud seja algo de jeito, para já começou bem com o segmento na Raw, e na SD onde o Roman parecia afectado antes do combate de tag com o Dean, que não seja apenas uma semana ou um enche-chouriços como referiste.

    E foi o que aconteceu. Infelizmente o Bray não venceu, mas não desgostei da hipótese Sheamus, aliás, era o segundo favorito, embora muito atrás do Roman, favoritíssimo, ele sim, a ganhar a mala.

    É bom saber que não desistiram dos planos para com ele, em relação ao ano passado.

    Estou seguro que vai ser campeão dentro de um ano no máximo, não creio que o fizessem falhar o cash depois de um ano em que não desistiram do plano original de lhe dar a mala, sempre foi alguém bem visto no backstage e protegido q.b., até um certo ponto, tirando a parte em que estava mais amorfo como face.

    Há muitas saídas que vão dar ao título, veremos o que a WWE vai fazer nos próximos tempos, começando já pelo Battleground e o SummerSlam.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Já eu nunca pensei que o Wyatt fosse mesmo intervir. Não me tinha mesmo passado pela cabeça esse cenário. Adorei o segmento na Raw.

  12. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Excelente artigo e tal como tu, nunca esperei que fosse o Sheamus a ganhar a mala. Apesar de não gostar dele de todo, esta faceta de heel é muito melhor anterior. Sheamus na minha opinião poderá seguir a via que apontas, mas acho, que pode de facto ser uma aposta segura, mas não acredito que tenha um impacto muito forte como teve seth rollins.

    Em relação aos new day, não podia concordar mais contigo.

    Sou contra esta rivalidade entre o Bray e o Reigns, porque simplesmente não faz sentido, mas pronto vamos ver no que vai dar. Esta situação de colocar o Bray com o Reigns vai prejudicar só um wrestler…o Bray, porque simplesmente não faz sentido estas intervenções vindas do nada! Ok, ele é a nova cara do medo, mas não da loucura de atacar os adversários…porque sim.

    Excelente edição mais uma vez.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      O Wyatt explicou porque é que se meteu com o Reigns. O Reigns venceu-o na Raw e impediu que ele fosse para o Money In The Bank.

      • Mr perfection - há 2 anos

        Ah…então explica MT coisa…pois essa semana não vi. ;)

  13. ZigglerPunk - há 2 anos

    Excelente artigo, como já nos vens habituando.

  14. Vinícius Nunes - há 2 anos

    Bom artigo.

    Acho que essa feud Reigns/Wyatt pode ser a chance do Wyatt ser colocado de volta como uma grande ameaça para os faces da WWE… Sei que podem dizer que ele ganhou feuds com Dean Ambrose e Ryback, mas desde que ele perdeu para o Cena de maneira consecutiva, acredito que ele tenha perdido um pouco de ímpeto em relação aos fãs… Acredito que porque as feuds do Wyatt pareciam ser iguais, mas agora vejo boas diferenças nessa feud com o Reigns, ele vem com um discurso mais objetivo e a parte da foto do Reigns com a filha foi algo que ficou muito bem. Ainda sou um defensor de um face-turn do Wyatt pra ver se meu interesse volta pra ele, mas ainda acho que essa feud com o Roman pode dar frutos, se for bem construída, é esperar pra ver.

  15. DMartins_WWE - há 2 anos

    Excelente artigo, Daniel. Concordo contigo em tudo o que disseste

  16. José Sousa - há 2 anos

    Bom artigo. concordo em Geral contigo até porque falei basicamente do mesmo no Smoke dai não ter muito a acrescentar.

  17. MicaelDuarte - há 2 anos

    Bom artigo.

  18. 434 Days - há 2 anos

    Muito Bom Artigo abordando o mais recente PPV

    Eu gostei da vitória do Sheamus apesar de não ser o meu preferido no combate. Creio que Sheamus será sim uma aposta no futuro, mas como já disse no Visão Brasileira, penso que o cash-in não será já no Battleground, embora considere a alta probabilidade de isso acontecer. No entanto aguardo o regresso do Sheamus ao topo com algum interesse, até porque sempre apreciei as suas qualidades enquanto wrestler.

    Também não sou fã dos PTP, mas admiro o trabalho que têm feito recentemente e de certo modo acho que merecem pelos menos terem um reinado. Infelizmente esta decisão parece afectar o bom investimento que vinha a ser feito com os New Day o que não me deixa muito contente. Agora nesta situação gostaria imenso que o Harper e o Rowan vencessem os títulos e tivessem um bom reinado largando depois os títulos para os Lucha Dragons que eu acho que ainda têm tempo para subirem ao topo da divisão.

    Quanto ao Wyatt vs Reigns, só espero mesmo que o Wyatt não saia desvalorizado disto, pois penso que o Reigns será protegido como sempre pela WWE. Até agora estou a gostar deste inicio e estou muito interessado na continuação da feud.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Tenho a mesma opinião em relação ao Sheamus.

      Claro que os Lucha Dragons têm tempo. Ainda agora subiram! Aliás, a WWE tem várias equipas prontas para ganhar os títulos.

  19. FrancisDreezPT - há 2 anos

    Excelente revisão do MITB Daniel…
    Concordo cntg nos momentos mais surpreendentes ( n era ben isto que queria dizee)e n estou a ver o Sheamus a usar a mala assim tão cedo..talvez ainda fique com ela mais tempo que o Ziggler, mas eu fazia-o ganhar no SummerSlam e perder no TLC …

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Pois, talvez fique com a mala durante muito tempo. Ainda está tudo muito no início, cheio de pontas soltas. Por mim ganhava no Battleground e perdia no Survivor Series para o Rollins.

  20. KO - há 2 anos

    Como dissestes a feud Wyatt x Reigns não pode ser de apenas um mês, ainda mais que parece ser a primeira feud pessoal do Roman Reigns. Se acabar no Battleground só para o Reigns enfrentar o Lesnar no Summerslam forçará as coisas e novamente o Reigns vai passar como um despreparado. Torço que esse envolvimento da filha de Reigns não pare por aí, e que talvez a nova face do medo possa envolver mais componentes da família samoana. Esse tipo de rivalidade da certo, quando se quer reerguer alguém com o público. E acrescento que há maneira de fazer o Reigns sair vencedor da feud, sem o Bray sair descredibilizado.

    Não me surpreendeu a vitória do Sheamus (apostei nele na League, mesmo pensando que o Reigns venceria). A WWE sempre nos reserva surpresas, em resultados que parecem certos. O Sheamus não deve ficar muito tempo com a mala (ao contrário que muitos pensam). Ele já foi campeão, ficou fragilizado enquanto babyface, mas não precisa de ser construído do zero, como Rollins teve.

    O cash-in deverá ocorrer no máximo até ao Night of Champions. E para isso não consigo ver o Rollins como campeão. O turn do Rollins não pode ser tão repentinamente sendo que todos seus atos de heel foram cometidos recentemente. Particularmente manteria Rollins como campeão, o problema disso seria seu oponente para o Summerslam, já que os três ex-Shield estavam tão ligados, mas agora surgiram novas ramificações e cada um parece seguir caminhos opostos, anulando uma possível Triple Threat. O Lesnar vs Sheamus deverá acontecer no Summerslam seja pelo título ou pela mala (apesar de soar estranho o Lesnar lutar pela mala). Enfim é esperar.

    Bom artigo de rescaldo do Money in the Bank e das surpresas que isso nos trouxe e irá trazer.

  21. Rui Dionisio - há 2 anos

    1ª Parte do artigo (ESTE CABR** ROUBOU-ME A IDEIA DA HISTÓRIA DO REIGNS VS LESNAR) XD, é engraçado pk parece que tiraste a 2ª linha do 2º parágrafo e o 3 parágrafo da minha cabeça ou que fui eu que escrevi XD, mas não foste mesmo tu :) .

    Sheamus:
    Essa parte de juntar á Authority não sei se seria benéfico, pk ele como tem uma personagem de destruir os underdogs, acho que não fazia sentido agora ter que ser protegido pelo Triple H.

    Prime Time Players:
    – Ya também tive surpresa, mas acho que no tempo do AW mereciam mais ganhar que agora, por enquanto ainda nao receberam a construção necessária. As pessoas pensam que a divisão de Tag Team está a melhorar, mas sinceramente eu tenho de discordar. A mim apenas me parece que os únicos crediveis (apesar do potencial das outras teams como os PTP, Ascencion, Lucha e Colons) serem a team do Tyson Kidd e Cesaro. Na melhoria do booking, eu sinceramente acho que eles apenas meteram mais competidores a lutar todos juntos em triple threats e Fatal4Ways e isso não melhorou a divisão, pois se já nos lutadores individuais é dificil de os construir, então num team em que são mais é mais dificil de construir. A Brand Slipt seria benéfico (mesmo que os titulos ficassem unificados, metiam um mês os contenders da RAW e no outro mês da Smack Down até existir novos campeões) pois os assim viamos umas teams na Smack e outras na RAW em vez de vermos sempre as mesmas teams não crediveis a lutar todos amontoados. (o texto foi confuso e pode causar más interpretações mas cá tou eu depois para explicar melhor).

    Whyatt vs Reigns – O Whyatt tem substituido o Jericho no papel de valorizar os outros lutadores (só com o Ryback é que não se percebeu o porquê até ele ter ganho o titulo na chamber, e agora teve um resultado estúpido no MITB só porque a WWE quer passar a imagem que o Ryback não tem qualidade sufeciente para o vencedor da Battle Royal da Mania, quando na RAW lhe aplicou um Shell Shock, mas pronto o Mic Skill do Miz pode salvar a feud), quanto ao whyatt vs Reigns, acho que as tuas esperanças de ter uma rivalidade sem ser com a intuição de encher chouriços (mas pronto podemos sempre contar com as promos do Whyatt e a inquietaçao de que se os 2 tiverem quimica em ringue, podermos ver um grande combate ou um combate miseravel se não tiverem quimica).

    Divas:
    – AQUI SÓ ESPERO QUE OS CRITICOS TAMBÉM SAIBAM ELOGIAR!!! e porquÊ? porque parece que a WWE ouviu os fãs a criticarem de as Bellas não estarem parecidas e “inovaram em certos aspectos” para que ficassem mais parecidas e melhorar o “Twin Magic”.

    Bom artigo, caro daniel.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado, Rui.

      Sim, talvez a divisão de equipas volte ao mesmo marasmo. As lesões de um dos Usos e do Tyson Kidd também não ajudaram nada.

  22. JL Paes - há 2 anos

    Esse artigo conseguiu algo muito estranho, eu concordei completamente. Eu sou bem chato e é difícil me fazer concordar com alguém.

  23. Sorlei Rui Oltramari - há 2 anos

    Bom artigo, Daniel.

    O resultado da MITB foi realmente surpreendente. De certa forma, calou a minha boca e mostrou que a WWE pode ser imprevisível quando quer. Sheamus é um heel por natureza e creio que terá um bom reinado se o Cash-in ocorrer com sucesso. Digo isso porque tenho minhas dúvidas se irão acrescentar mais um elemento para a rota do título, já que temos Lesnar de volta, Reigns (que certamente será incluído) e talvez ainda o Ambrose (não sei o que vão fazer com ele agora).

    Continuo achando que a rivalidade Wyatt-Reigns vai ser prejudicial ao Bray. Ele saiu por baixo na feud com o Cena, com o Taker e com o Ryback nem sei quando e como a feud terminou. Sair um pouco credibilizado não é o bastante, o Wyatt precisa sair por cima se ainda quiser ser levado a sério. O que é difícil quando se está em feud com Reigns, que anda a ser bem protegido e a ser o Bad-Ass que lhe encaixa perfeitamente. Se ainda há planos de o tornar WWEWHC, então ele precisa parecer credível, dominante.

    Quanto ao New Day perder os TTC, também achei precipitado. A derrota no Money In The Bank foi prejudicial para ambos os lados. Acabou com um fantástico reinado dos New Day e não dá aos PTP o reinado merecido, pois parece óbvio que eles terão um reinado de transição para Harper e Rowan ou Lucha Dragons (caso não desistam deles) vencer.

    • danielLP21 - há 2 anos

      Obrigado.

      Eu acho que é possível o Wyatt sair por baixo e ficar credibilizado. Se a feud durar um bom tempo, o Wyatt terá a possibilidade de mostrar ações mais maquiavélicas, para que no fim o herói se possa vingar. Não nos podemos esquecer de que, salvo raras exceções, é o babyface quem tem que sair por cima.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Desenvolvido por Luís Salvador / Wrestling PT © 2006-2017