Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Impacto! #116 – As Histórias de Hoje (Parte 1)

O Impacto! desta semana é primeira parte de duas edições que pretendem trazer alguma luz sobre as actuais storylines que se estão a desenvolver na TNA. O objectivo principal é que todos aquele que não assistem (regularmente ou de todo) ao Impact Wrestling possam ficar a perceber um pouco melhor todos os motivos e razões que conduzem os diferentes atletas da TNA. Para toda a família TNA esta é igualmente uma oportunidade para partilhar algumas ideias sobre a actualidade da TNA.

Múltiplas Personalidades…

Na semana passada Eric Young e Abyss encontraram-se no ringue. Antes de avançar seja o que for, tenho que relembrar que a história Joseph Park/Abyss já leva quase dois anos e pior que a sua duração é o tempo que a TNA levou a concluir o que o público já tinha percebido há muito tempo – que Abyss era Joseph Park. Muito resumidamente, a história de Joseph Park começa quando este surge na TNA como um advogado à procura do seu irmão Abyss. Durante semanas Park confrontou uma série de pessoas nos bastidores sofre o paredeiro do seu irmão até chegar ao nome Bully Ray. Depois de dois combates contra Ray, Park acabou por se ver envolvido na feud TNA/Aces and 8s, sendo uma das figuras que esteve do lado da TNA, ocasionalmente dando a entender que estaria a passar por um crise de identidade, quando ao ver o seu próprio sangue se transformava num monstro…no seu irmão. A história concluiu para já com a revelação de que Park era Abyss. No entanto esta semana a TNA parece determinada a continuara história e pela primeira vez desde há muitos meses, gostei de dois detalhes – o primeiro é a excelente promo do Abyss e do próprio Eric Young que finalmente deixaram cair o lado mais cómico e acertaram em cheio na forma como entregaram aquele segmento. O segundo detalhe é que fiquei sem saber para onde a TNA vai levar a história e considerando que há dois anos que sabíamos onde estava a meta da personagem Joseph Park, é refrescante finalmente não saber o que vai acontecer a seguir.

Entre Marido e Mulher…

Em 2013 Chris Sabin sagrou-se pela primeira vez campeão mundial e após perder esse titulo, não demorou a regressar à divisão que o lançou para esse titulo – a X Division. No entanto, a perda do World Heavyweight title mudou Sabin, este deixou de ser a figura simpática e adorada pelos fãs, para ser um atleta egoísta, arrogante, capaz de qualquer coisa para recuperar o estrelato. Esta sua nova faceta foi alimentada pela presença de Velvet Sky, que pela primeira vez foi apresentada como namorada de Sabin. Não foram raras as vezes que Sabin usou Sky como uma espécie de mulher-troféu e a sua utilidade confirmou-se quando Sabin repetidamente conseguiu vitórias no ringue ao empurrar literalmente Sky para o meio da acção. Sabin conseguiria receuperar o titulo da X Division, contra Austin Aries graças ao uso da sua namorada como escudo e começou uma série de perdas e reconquistas do X Division title contra Aries. Velvet Sky fartou-se de ser usada e não admitiu que Sabin voltasse a ganhar mais um combate, sem sequer reconhecer a ajuda da sua cara-metade. Num acto de rebeldia, Sky optou por não ajudar Sabin durante um combate deste contra o Double A, acto que resultaria na vitória de Aries. Na semana seguinte, Sky decidiu terminar a relação com Sabin e este não aceitou e acabou por a desafiar para um combate, que acabaria por nunca acontecer já que Sabin se fez proteger por Alpha Female. Se é verdade que Sabin parece ter agora em mãos um problema que o afasta do titulo da X Division, a história entre Sabin e Velvet Sky continua a ganhar contornos interessantes, sobretudo pela surpresa de não ser fácil antever onde esta história vai desaguar. A grande questão que a TNA tem para resolver é exatamente perceber qual a direcção que Velvet Sky e Chris Sabin vão tomar, sem que ambos percam credibilidade no final.

Num Mundo Sem Sentido…

Jeff Hardy vai regressar em breve à TNA, mas com uma “nova” gimmick. Hardy vai trazer para a TNA o seu alter-ego – Willow the Wisp, um personagem criado por si e utilizado no circuito independente, em particular na OMEGA promoção criada pelo seu irmão Matt. Se por um lado é sempre positivo ver um lutador a tentar fazer coisas diferentes, tenho dúvidas que este seja o momento certo para Hardy regressar com um novo gimmick, onde inclusive irá lutar com um nome diferente. A recente aposta da TNA em novas caras levou a uma sangria de nomes estabelecidos e com as saídas de RVD, Hulk Hogan, Sting e futuramente Kurt Angle, a TNA praticamente deixa de ter nomes facilmente reconhecíveis pelos fãs casuais (sim, refiro-me a todos aqueles a que apenas assistiram a um único produto na sua vida). Sem Kurt Angle, Jeff Hardy é provavelmente um nome maior no roster da TNA actualmente e se facilmente se pode alegar que nomes sonantes nunca  fizeram as audiências crescer, também tenho dúvidas que uma promoção global possa sobreviver sem ter associado nenhum nome importante da indústria. Ainda assim, será sempre interessante perceber se este Willow vem trazer algo de diferente ao Impact Wrestling e ao contrário de muitos que duvidam da capacidade criativa de Jeff Hardy, eu gostei bastante da transformação que Hardy sofreu enquanto heel e membro dos Immortal e acredito que ele conseguirá reinventar-se mais uma vez.

Do Caixão à Cova…

2013 foi o ano que marcou em definitivo o fim dos Aces and 8s e desde logo às mãos de Mr. Anderson. No Lockdown em 2012, Bully Ray sagrou-se campeão mundial e revelou ser o líder dos Aces and 8s. Mais tade nesse ano, Mr. Anderson foi convidado a integrar o grupo para fazer frente aos esforços de Dixie Carter, Sting e Hulk Hogan para afastar os Aces da TNA. Já em 2013, o mal-estar instalou-se muito por culpa de uma liderança demasiado isolada de Bully Ray. Anderson acabou por ser a cara da revolta, quando aceitou um title shot oferecido por Hulk Hogan contra o Presidente do grupo – Bully Ray. Anderson aceitou defrontar Ray para um combate pelo Titulo Mundial, mas o então líder dos Aces and 8s não iria permitir que alguém o substituísse no seu trono. Este foi para mim o melhor combate de Anderson em 2013 e que marcou temporariamente a sua ausência da TNA depois do ataque violento sofrido às mãos de Bully Ray. O combate foi muito intenso e bem executado, desde as manobras às interacções verbais entre Ray e Anderson ao longo do combate. Anderson haveria de regressar perto do final do ano, para um combate definitivo em que a sua vitória resultaria no fim de um grupo já moribundo. Sem o apoio dos Aces and 8s, Bully Ray isolou-se, fechou-se no seu mundo à procura de formas de se vingar de Mr. Anderson. A rivalidade entre ambos parece ter sido concluída a a semana passada, num casket match com Anderson a vencer o combate. No entanto, tenho dúvidas que Bully Ray e Anderson não se voltem a defrontar muito em breve, pois não me parece que Ray se deixe contentar com uma derrota. Esta feud tem trazido excelentes combates e Bully Ray tem o mérito de não só voltar a se reinventar como ser capaz de trazer ao de cima o melhor Mr. Anderson que a TNA já viu. Resta saber se o caminho de ambos se continuará a cruzar, talvez ainda no Lockdown?

Como a Fénix…

Uma das noticias mais recentes sobre a Tour Britânica da TNA refere um discurso apaixonado de Samoa Joe, que após o último evento da TNA em Inglaterra se dirigiu aos seus companheiros e terá cosiderado a UK Tour como a mais exigente de sempre, mas também a mais divertida de se fazer, onde todos se esforçaram e todos trabalharam imenso, sem colocar interesses pessoais à frente da organização. O discurso terá levantado uma onda de aplausos a Joe. Esta noticia não só confirma o respeito que Joe agrega no balneário da TNA, como a sua crescente motivação. Desde 2008 que o papel de Joe na TNA tem sido de cada vez menor relevância e já este ano, o Samoan Submission Machine revelou que estava pronto para carregar a TNA aos ombros e ajudar em tudo o que foi preciso, mas precisava que lhe “passassem a bola” para isso acontecer. Joe até deu a entender que se este ano não tivesse oportunidade de fazer mais e melhor, iria provavelmente bater com a porta. A TNA não só ouviu como olhou para a sua história e percebeu que ninguém no balneário estaria em melhor posição para defrontar Magnus pelo título mundial. Joe e Magnus foram campeões de Tag-team em 2012, deixaram uma guerra em suspenso após Magnus ser afastado dos ringues pelos Aces and 8s e voltaram a fazer tréguas para se aliarem numa nova versão da Main Event Mafia. Com Magnus a optar por ganhar o Titulo Mundial a qualquer custo, Joe decidiu voltar a colocar as pinturas de guerra e cruzou-se no caminho de Magnus. A TNA fez um esforço para credibilizar Joe durante a UK Tour, dando-lhe várias vitórias e algum destaque e Joe está novamente a caminho do topo da montanha. Será que no Lockdown, Joe irá voltar a sagrar-se World Heavyweight Champion?

Video da Semana

Mr. Anderson revela a sua nova vida em perspectiva…

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

16 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 3 anos

    Jorge, não se já viste ou não, mas deixo aqui o vídeo do combate que a “nossa” Shanna teve com a Gail Kim:

    http://www.youtube.com/watch?v=iUv3kIFMI4w&feature=youtu.be

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      Achei que a Shanna esteve lindamente, para ser sincero. E não digo isto devido à sua nacionalidade, mas ela conseguiu puxar pelo público nos momentos certos, tem uma boa capacidade de vender as manobras, executa-as bem e mostrou carisma. Que mais podemos exigir? Espero que ela acabe por ser contratada… Seria um orgulho!

      • akujy - há 3 anos

        Esteve muito bem mesmo. Se a WWE tivesse combates desses na Raw já n era mau, e a TNA tem-nos no Xplosion. Gostei bastante do desempenho da Shanna e tmb do da Gail Kim, claro.

      • Jorge Rebelo - há 3 anos

        Fiquei com a mesma ideia. Apesar de um ou outro pormenor que pode ser melhorado, a Shanna esteve muito bem e com um detalhe muito interessante que foi na forma como vende as manobras.

        Como tenho vindo a assistir a vários combates da Shanna, sobretudo no último ano, agrada-me bastante que este contra a Gail Kim tenha sido bom e ela nem sequer chegou a explorar todo o seu reportório de manobras.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Obrigado pela partilha, irei ver o combate mais logo :)

  2. Cadu Ito - há 3 anos

    Poderia fazer um especial deste por mês… ou a cada 2 meses…

    Maravilhosa ideia… em especial para acompanhar as storylines que estão andando e para comentários e desfechos… artigos assim são necessários para agregar valor ao site.

    Agora comentando as histórias…

    Vejo como uma ótima recuperação de uma história que estava vagando por 2 anos, esta do Abyss e espero que logo se acabe com o lutador ficando com o nome de Abyss e sem máscara, poderiam voltar o título de TV junto a isso.

    Sabin e Velvet estão fazendo uma história interessante que faz tempo não era levado a este patamar… o mais perto que houve foi de AJ, Bryan e todo o resto que não houve foco… tomara que a TNA não comece envolver muitos terceiros nesta briga.

    Também vejo que não é hora do Jeff Hardy mudar sua gimmick (parece o UltraMantis Black da Chikara)… Só pra pegar fogo ele poderia se juntar a equipe de Dixie dizendo que ela a recuperou e assim ter um heel turn pra fortalecer a equipe heel.

    Ao meu ver é hora do Mr Anderson conquistar o título… e poderia ser a equipe de MVP custando o título do Magnus para o Mr Anderson e este defender contra outros que não estão envolvidos na história pelo poder da empresa (por exemplo: Roode, Storm e Bully Ray)

    Muito bom ver o Samoa Joe como a “cara” da TNA nesta briga pelo poder e o MVP sendo muito bem utilizado… Só acho que o Time da Dixie tem que ser bem reforçado, porque de um lado temos MVP, Samoa Joe, Kurt Angle, The Wolves e o outro tem Magnus, Ethan Carter III e Rockstar Spud… merece pelo menos uma tag na equipe heel (quem sabe Generation Me) pra apimentar um 5 x 5 pelo controle da empresa.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Cadu agradeço o incentivo e nas próximas semanas continuarei a trazer as storylines que estão a decorrer actualmente. A ideia é exatamente ajudar quem quer começar ou recomeçar a ver TNA e sem dúvida que esta edição do Impacto! poderá ser repetida mais no final do ano, assim que tivermos desenvolvimentos significativos.

  3. Brock Bryan - há 3 anos

    jorge você sabe se o wrestlingpt vai trasmitir o NXT ARRIVAL?

  4. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Jorge uma boa iniciativa , parabéns!

    Das histórias gostei do desenvolvimento do Young e Abyss mas dou todo o destaque para Anderson e Angle, que foi 5 estrelas. Mesmo assim apesar de a TNA ter dado bons shows com histórias um bocado batidas, espero que o publico de Orlando acompanhe este impeto que a TNA parece querer rumar.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Esse é um dos grandes problemas que a TNA terá pela frentes nos próximos meses. Estes últimos shows resultaram bem em parte por terem sido produzidos em arenas lotadas e diante de fãs que interagem e envolvem-se no que estão a ver. Há vários anos que o público da Impact Zone tem o defeito de prejudicar o show com a ausência de reacções ou com cânticos que não fazem qualquer sentido…

  5. akujy - há 3 anos

    Bom trabalho Jorge. Também tenho muitas reservas em relação ao momento escolhido para a reinvenção de Jeff Hardy e n sei s é o melhor momento, tendo em conta a saida de nomes reconhecíveis. Mas vamos esperar para ver no que dá. Já sei que para a semana vem aí uma das minhas storylines menos favoritas da TNA…o investidor MVP. Espero para ver qual a tua opinião sobre esse tema. Cá estarei para a semana e mais uma vez te congratulo pelo teu bom trabalho.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      akujy sem grandes segredos, não só não concordo com a contratação do MVP, como uma nova história de controlo da TNA, além de repetitiva, vem na pior altura pois acaba por colocar a feud Magnus/Samoa Joe à sombra de Dixie Carter e MVP. Basicamente é um erro que a TNA comete repetidamente, só mudam os nomes…

      • akujy - há 3 anos

        Concordo com quase tudo. Nao é que seja contra a contratação dele em si, pois até poderia ter um papel interessante se fosse utilizado de outra forma qualquer. Mas esta repetição constante de lutas de poder em que apenas mudam os nomes é frustrante e nada acrescenta ao produto. Agora está feito…é esperar e ver no que dá.

  6. Bernardo_JR - há 3 anos

    Gostei bastante do ultimo segmento do Abyss e do Young( espero que um dia seja World heavyweight champion ) e espero um confronto entre eles no Lockdown.Sobre o Sabin e a Velvet so serve para a estreia da Alpha Female e não sei como vai continuar nem me intressa.
    Não gosto do Jeff por isso espero gostar mais com esta gimmick.
    Estou a adorar a feud entre estes dois veteranos , espero um combate final entre estes no Lockdown e que depois o Anderson enfrente ( e perca ) o Magnus pelo titulo.

  7. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente artigo Jorge.

    Estou bastante curioso para ver como é que será esta nova faceta do Jeff Hardy, visto que não conheço esta personagem e é a primeira vez que a estou a ver.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador